Produtos e Nichos

Como montar uma loja de roupas: comece seu negócio online com 15 passos simples

Passo a passo de como montar uma loja virtual de roupas

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Saber como montar uma loja de roupas é uma necessidade que muitas pessoas empreendedoras têm. O motivo? O setor é um dos que mais gera vendas na internet. Por isso, é fundamental ter presença digital e vender online o quanto antes.

O e-commerce é o mercado mais aquecido do momento. Afinal, comprar pela internet já é parte da rotina de costumes do consumidor médio. É por isso que tantas pessoas empreendedoras têm buscado informações sobre como montar uma loja virtual de roupas.

Durante o período de maior restrições causadas pela pandemia, o setor de moda foi o que mais vendeu no e-commerce. Por mais que haja uma retomada gradual de lojas de rua e shoppings, dificilmente isso significará um recuo nas vendas desta área em e-commerce.

Portanto, saber como ter uma estrutura de negócio de sucesso vai ser fundamental para se manter na briga com concorrentes e conseguir muitas vendas. A seguir, veja como conseguir montar sua loja virtual de roupas e entenda como ter sucesso neste negócio!

Como montar uma loja online de roupas em 15 passos

Para começar a vender roupas na internet é necessário pensar em uma estrutura de negócio aprofundada. Isso envolve desde o entendimento de quem é seu público-alvo até definir uma política de atendimento focada na experiência do consumidor.

O setor de moda tem suas particularidades, mas assim como qualquer outro, precisa de gestão estratégica para gerar os resultados esperados. Isso passa por uma série de esforços básicos que toda loja virtual precisa fazer.

A seguir, listamos os 15 passos principais para quem deseja saber como montar uma loja virtual de roupas de sucesso. Acompanhe!

Defina o seu nicho de mercado

Mesmo quando falamos de moda, que é um mercado bem definido, há nichos que podem e devem ser explorados de acordo com o que pretende a pessoa empreendedora. Até porque, há todo tipo de roupa sendo vendida, o que engloba públicos distintos e produtos mais específicos. Um bom exemplo é a moda fitness e a moda plus size.

Portanto, logo de início, é importante buscar o seu nicho de atuação e trabalhar para garantir boa exposição dentro dele. Para isso, busque mais informações sobre cada vertente do mercado e encontre aquela que oferece boas oportunidades de crescimento. Assim, sua loja se tornará uma grande competidora no nicho que escolher.

Conheça seu público-alvo

Uma vez que você entende o seu nicho, fica mais fácil saber quem são as pessoas interessadas por essa categoria mais específica de produtos. Portanto, o próximo passo é se aprofundar no seu público-alvo, ou seja, uma gama ampla de pessoas que poderão ser alcançadas por suas estratégias de marketing e, consequentemente, por seus produtos.

Ao entender o seu público-alvo, você saberá questões como:

  • onde estão essas pessoas;
  • qual é a faixa etária dessas pessoas;
  • qual é o gênero predominante;
  • qual é a situação econômica e social dessas pessoas.

Esses dados mais gerais são importantes para começar um trabalho de segmentação das suas campanhas de anúncios, por exemplo. Além disso, é uma forma inicial de construir uma visão do público que, mais para frente, pode ser aprofundada.

Defina sua persona

A persona de marca é uma definição importante que vai ajudar, principalmente a otimizar suas estratégias de comunicação e atendimento do negócio. Portanto, precisamos entender que persona é uma representação fictícia do consumidor médio da sua marca. Ou seja, você cria um personagem, mas com todas as características principais de quem, normalmente, compra na sua marca.

Para definir personas é necessário investir em pesquisas de preferências. Por isso, envie essas pesquisas por e-mail para quem já é cliente da sua marca. Além disso, observe o comportamento dessas pessoas ao lidar com sua marca. Assim, avaliando preferências pessoais, expectativas pessoais e expectativas em relação à sua empresa, fica mais fácil definir uma persona.

Escolha bons fornecedores

Uma loja virtual de roupas precisa de bons fornecedores para funcionar no nível que você certamente espera. Naturalmente, isso significa entregar uma variedade de produtos de qualidade e de diferentes estilos, tamanhos e modelos. Porém, a escolha de bons fornecedores deve ser feita pensando também nas necessidades logísticas e financeiras.

O fornecedor ideal é aquele que consegue garantir que os produtos cheguem na sua loja com regularidade, sempre mantendo o estoque do negócio devidamente abastecido. Além disso, fornecimento é também uma relação de parceria. Ou seja, enquanto você garante fidelidade ao fornecedor, em troca, essa empresa vende mais barato.

Faça um plano de negócios

O plano de negócios é importante, mesmo que seja uma definição mais teórica. Aqui, pontos importantes são levados em conta para garantir que sua empresa consiga atuar e se desenvolver da maneira que você deseja. Assim, é possível crescer a nível de resultados, conquistar objetivos gradativamente e ter sucesso no mercado.

Um bom plano de negócios deve conter:

  • missão e valores;
  • objetivos;
  • definição do investimento financeiro;
  • estrutura do negócio;
  • plano de marketing.

Esteja presente nas redes sociais

As redes sociais têm grande impacto para o sucesso de marcas diante de seu público consumidor. Se antigamente o máximo de visibilidade era a TV, hoje podemos considerar as redes sociais algo muito perto disso. O motivo é simples: uma parcela significativa das pessoas estão em plataformas como Instagram, Facebook, entre outras redes.

Portanto, sua empresa precisa também estar nesses ambientes para garantir um posicionamento profissional adequado. Por lá, também é possível estabelecer um atendimento de qualidade, mas principalmente, manter estratégias de relacionamento e aproximação com o público. Esse é o caminho para ganhar mais notoriedade, engajamento e, consequentemente, vender melhor.

Planeje sua estratégia de marketing

Pensando especialmente na era digital e no marketing realizado nos dias atuais, é fundamental planejar cada campanha e ação que será feita. As redes sociais são um ambiente fundamental em que sua estratégia de marketing precisa acontecer. Por isso, pense em como explorar conteúdos, abordagens e interações no Facebook e Instagram, principalmente.

Na hora de planejar sua estratégia, defina os canais em que irá atuar, determine o orçamento para campanhas, escolha os formatos de conteúdo e crie um calendário editorial. Esses e outros passos serão essenciais para que sua estratégia de marketing siga um roteiro bem definido e, dessa forma, traga os resultados que você sempre esperou para a marca.

Escolha uma plataforma de e-commerce

Começar a vender roupas na internet depende também de uma plataforma em que você possa hospedar e gerenciar a sua loja online. Esses serviços são oferecidos por empresas fornecedoras que garantem uma estrutura básica, funcional e eficaz para seu site. Assim, você se preocupa somente em vender e fazer marketing.

Boas plataformas precisam ser de fácil operação, com recursos básicos que toda gestão de e-commerce precisa e, principalmente, devem fazer integração com ferramentas. Dessa forma, você consegue não só manter seu site ativo, mas monitorar as atividades e resultados relacionados a ele, potencializando ao máximo os resultados que obtém.

Defina seu produto de destaque

Toda marca tem um produto principal. Por exemplo, a Nike se destaca pelos seus tênis, a L’Óreal tem as tinturas de cabelo como chamariz e a Apple ganhou muita popularidade por causa do iPhone. Sua marca também precisa definir esse produto estrela, ou seja, aquele capaz de atrair público, gerar lucro e ser a base da sua loja de roupas.

A escolha vai depender de alguns fatores, mas principalmente, da originalidade e qualidade deste item. Portanto, se você acredita que o jeans que você vende é referência em qualidade e estilo, torne esse produto o carro-chefe da marca. Para isso, invista em publicidade e coloque o produto sempre em lugar de destaque nessa comunicação.

Precifique seus produtos

O processo de precificação não pode ser simplesmente subjetivo, ou seja, baseado no que você acredita que é um bom preço. Se você quer começar a vender roupas e realmente ter lucro com essa atividade, pense nos fatores principais considerados em precificação. São estes:

  • o custo de aquisição do produto (o preço precisa cobrir esse valor);
  • a margem de lucro que você deseja obter em cada produto vendido;
  • os encargos e impostos pagos em cada produto vendido;
  • o valor agregado do produto;
  • o preço médio que o mercado pratica.

Ao analisar essas bases, seu preço nunca será barato ou caro demais e, além disso, dá para lucrar margens bastante justas. Esse é um dos segredos para lucrar com suas vendas.

Cadastre os produtos

Com uma loja virtual devidamente estruturada, preço definido e site pronto para ir ao ar, é hora de cadastrar seus produtos no e-commerce. Essa é uma etapa que vai demandar tempo, afinal, você precisa subir um tipo de produto por vez (as variações podem ser definidas de maneira automática, como cor, tamanho e quantidade disponíveis).

Na hora de cadastrar esses produtos, é fundamental ter extrema atenção para que nenhum detalhe importante seja negligenciado ou ignorado. Portanto, considere o preço, uso de palavra-chave na descrição e no título do produto, além dos detalhes técnicos e conceituais de cada produto. Lembre-se: quanto mais informações, maior a probabilidade de vender.

Tenha boas fotos para sua loja de roupa

As fotos são importantes para mostrar seu produto com o destaque que realmente merece. Isso é essencial para que seu público consiga ver os detalhes das roupas, mas além disso, desenvolva desejo de compra. Dependendo da qualidade e do conceito por trás das fotos, você pode potencializar, e muito, o impacto que os produtos geram nas pessoas.

Portanto, lembre-se de utilizar sempre boas câmeras, até mesmo a de celulares servem, desde que de qualidade, escolher um cenário ideal, ter iluminação de qualidade e mostrar os produtos de maneira estratégica. Se achar necessário, produza ensaios fotográficos, já que são de grande ajuda para mostrar suas roupas em uso, no caso, em modelos.

Faça boas descrições do seu produto

As descrições são um trecho de texto capaz de entregar informações importantes sobre o produto que você vai vender na sua loja virtual de roupas. No entanto, não se trata apenas de dar uma base para que as pessoas entendam mais sobre os itens. Nas descrições, você pode também aplicar técnicas de SEO para captar mais pessoas para o site.

Nessas descrições é necessário aplicar palavras-chave relacionadas a seu produto, especialmente aqueles termos com alta procura no Google. Assim, as pessoas que pesquisarem por essas palavras podem ser direcionadas para sua página de produto. Não se esqueça também de dar todos os detalhes da mercadoria e adotar uma linguagem convidativa para vender.

Escolha boas embalagens

As embalagens têm um importante papel no e-commerce por dois motivos principais. primeiramente, podem captar atenção e ajudar a entregar uma experiência de compra completa, envolvendo o consumidor e gerando engajamento. Além disso, essas embalagens ajudam a proteger a mercadoria, preocupação fundamental em lojas virtuais.

Pense em embalagens que consigam traduzir o espírito da sua marca e que consigam levar mensagens positivas ao seu público. O ideal é que você consiga estampar o logo da sua marca nessa embalagem. Pense também em materiais de qualidade que permitam uma boa apresentação quando a compra chegar ao seu cliente.

Humanize o atendimento

Atendimento humanizado deve ser uma prioridade nos dias atuais. Em meio a tantos e-commerces, muitas marcas deixam a desejar por não conseguirem gerir o tempo e, dessa forma, atender consumidores com o nível de atenção adequado. Nesses casos, as respostas se tornam padrão e os robôs de atendimento fazem todo o trabalho.

Esses dois recursos citados podem ser utilizados, desde que isso seja feito no momento certo. Afinal, se um consumidor tem um problema mais complexo e menos óbvio, alguém precisará ouvi-lo com atenção. Portanto, fazer isso vai render avaliação positiva para sua marca e, certamente, essa pessoa pensará em voltar a comprar na sua loja.

O que levar em consideração montar uma loja virtual de roupas?

Agora que você já sabe como montar uma loja virtual de roupas, é importante pensar em estrutura online, ou seja, a plataforma de e-commerce em que o negócio vai funcionar. Por mais que pareça mais uma questão em meio a muitas outras, a verdade é que esse serviço vai garantir que você tenha poucas preocupações e uma operação eficaz.

Além das tarefas do dia a dia, a plataforma também vai ajudar a gerir o negócio com o nível de recursos que todo e-commerce precisa. Isso depende, é claro, do nível de funcionalidades que a solução escolhida tem. Portanto, confira a seguir o que você deve considerar antes de escolher uma boa plataforma de e-commerce para sua loja virtual.

Tamanho da sua operação

Há muitas plataformas de e-commerce que oferecem uma amplitude de estrutura e serviços personalizados, ou seja, de acordo com a quantidade de produtos que a marca tem cadastrado para venda, por exemplo. Escolher uma plataforma a partir disso pode ser interessante para pagar somente pelo que usa e ainda ter o direito de aumentar a estrutura a qualquer momento.

De nada adianta pagar pelo serviço mais robusto possível se sua marca ainda é pequena, tem poucos produtos e um volume de acesso mediano. Você não terá problemas com a estabilidade do site em um cenário como esse. Portanto, contrate a plataforma de acordo com sua operação e demanda, assim você economiza e tem uma gestão mais prática.

Usabilidade

Praticidade, a propósito, é uma das bases na hora de avaliar fatores e considerá-los para lançar um e-commerce. É que se a plataforma não é de simples operação, isso vai resultar em uma rotina dificultada. Logo, se você quer saber como montar uma loja virtual de roupas que venda bem, precisa pensar em operação e gestão facilitadas.

Nesses casos, até mesmo o exagero em recursos disponíveis podem tornar a operação um tanto quanto confusa. Se você não precisa, não tem motivo para contratar uma série de recursos que só vão encarecer o serviço e deixar a gestão mais complexa. Portanto, mantenha o foco em usabilidade para garantir uma rotina de trabalho mais dinâmica.

Segurança

Segurança é palavra de ordem no e-commerce. Se você quer realmente alcançar bons volumes de vendas e manter as pessoas voltando para comprar na sua loja virtual, precisa pensar em uma estrutura que garanta proteção de dados pessoais e acesso seguro. Depois da LGPD, empresas podem ser punidas se não se comprometerem com isso.

As próprias plataformas de loja virtual já têm uma preocupação com a questão da segurança e, nesse caso, basta você detectar quais fornecedoras dão valor a isso. Logo, busque saber quais garantias de segurança são oferecidas, de que maneira os recursos protegem seu site e clientes e busque referências em quem já faz uso do serviço.

Suporte

Vez ou outra sua empresa vai precisar de suporte para algum problema ou até mesmo dúvidas na operação da loja virtual dentro do ambiente da plataforma. Por conta disso, o que se espera é que haja um trabalho mínimo de suporte oferecido por esse fornecedor, o que é bastante comum, mas você precisa entender o nível de trabalho.

Nem sempre esse suporte será realmente aprofundado da maneira como você espera e, se esse for o caso, vai acabar fazendo falta em algum momento. Portanto, procure maiores informações sobre o período de atendimento do suporte, em quais canais funciona e que tipo de assistência é oferecido para os clientes da prestadora.

Template

Os templates também têm grande importância em como montar uma loja virtual de roupas. Afinal, seu site precisa ter a “cara” do seu negócio, isso é, tanto da marca quanto do mercado em questão. E o que permite dar essa aparência perfeita para o e-commerce são justamente os templates oferecidos pelas plataformas de loja virtual.

A boa notícia é que a maioria das plataformas oferece uma seleção ampla desses templates com design que transmitem a ideia dos mais diferentes mercados. Dessa maneira, você pode ter maior precisão ao transmitir o espírito da sua marca. Há também a possibilidade de fazer pequenas personalizações nos templates, o que é ainda melhor.

Meios de pagamento

Atente-se também aos meios de pagamento oferecidos na plataforma de e-commerce que você utilizar. É importante destacar que muitas pessoas simplesmente abandonam o carrinho na hora de finalizar uma compra porque não conseguem encontrar um método de pagamento que as atenda da melhor forma.

A melhor forma de evitar esse problema é escolher uma plataforma de loja virtual capaz de se integrar com plataformas de pagamento, gateways e que ainda consigam recolher pagamentos como boleto bancário e pix. Uma ampla oferta de métodos sempre vai representar conveniência ao consumidor, algo que essas pessoas buscam na hora de comprar online.

Integrações

As integrações têm papel fundamental para que uma loja virtual consiga ter mais possibilidades de gestão. Portanto, é importante que haja a possibilidade dessa plataforma se conectar com ferramentas de todos os tipos, entre as principais:

  • e-mail marketing;
  • ferramentas de automação de marketing;
  • ERPs;
  • CRMs;
  • plataformas de pagamento;
  • sistemas de emissão de NFe;
  • ferramentas de monitoramento.

Quanto maior for essa oferta de integrações, maiores as garantias de que você conseguirá gerenciar a loja virtual com recursos extensos. Isso faz toda diferença para alcançar os resultados desejados.

6 dicas indispensáveis para começar a vender roupas online

Para começar a vender roupas é importante pensar em algumas estratégias voltadas para o mercado de moda. Geralmente, o público desse segmento têm preferências específicas, o que faz com que as estratégias de vendas e marketing sejam posicionadas de determinada maneira.

Pensando nisso, listamos as seis dicas mais importantes para explorar o máximo de potencial da sua loja online. Acompanhe e saiba como ganhar mais notoriedade e conquistar engajamento do público!

Aposte no Marketing de Conteúdo

Conteúdo é um grande chamariz para que mais pessoas cheguem até o site e página da sua empresa nas redes sociais. Quando você oferece algo em troca da atenção dessas pessoas, consegue falar sobre sua marca, produtos e, consequentemente, vender. Tudo isso, no entanto, vai depender do quanto você pode gerar engajamento no público.

O marketing de conteúdo é a estratégia que visa essa troca de entregar blog posts, vídeos, e-books e outros formatos em troca de visitas, cliques e engajamento. Além disso, com os conteúdos você pode posicionar palavras-chave e fazer com que esses materiais sejam mais facilmente encontrados na web. Assim, você aumenta o tráfego de visitantes e cria mais oportunidades de conversões.

Faça anúncios

Os anúncios são também muito importantes, principalmente porque são feitos com ajuda de ferramentas especializadas. Há duas possibilidades principais de anúncios atualmente: nas redes do Google (em sites associados ou nos resultados de pesquisa) ou em redes sociais como o Facebook e o Instagram. Ambos, no entanto, são pagos.

Aqui, no entanto, é importante destacar uma questão: os anúncios pagos trazem tráfego para seu site e redes sociais, mas não podem ser a única estratégia. É importante também investir em ações orgânicas, ou seja, em que você não paga para potencializar o alcance. Sabendo combinar essas duas modalidades, certamente os resultados vão crescer.

Crie conteúdo direcionado à sua persona

Conhecer a persona da sua marca é de grande importância para que você consiga produzir conteúdo direcionado ao seu público. Portanto, se você sabe do que essas pessoas gostam, quais canais de mídia costumam investir tempo e que formato de conteúdo consomem, fica mais fácil adaptar sua estratégia a quem realmente importa.

Portanto, o primeiro passo, como já alertamos, é definir a persona da sua marca. Depois disso, sabendo os hábitos e preferências, invista em um calendário editorial totalmente adaptado a essas pessoas. Assim, as chances de engajamento são muito maiores, o que só traz benefícios estratégicos para a sua marca.

Faça promoções para seus seguidores

Quem não gosta de uma boa promoção? Então, se você quer ter uma loja virtual de roupas que venda bem, invista em ações promocionais que chamem atenção do público e faça essas pessoas agirem em favor da sua marca. Aqui, não há restrições, você pode criar promoções da maneira que quiser, quando quiser.

É importante manter apenas a base da ideia de promoções: levar alguma vantagem para seu público. Portanto, faça com que essas pessoas ajam em favor da sua empresa para ter acesso a essas vantagens que a promoção oferece. Nessa relação, os dois lados saem muito satisfeitos e sua marca ainda ganha muitos pontos com o público-alvo.

Fidelize clientes

Fidelizar clientes custa muito menos do que conquistar novos. Já parou para pensar nisso? Além do mais, quem já comprou na sua loja uma vez e volta para comprar de novo confia na marca, o que pode significar compras cada vez maiores. Por isso, trabalhar na fidelização é fundamental para ter um negócio mais sólido e com faturamento consistente.

Para conseguir essa fidelização, certifique-se de que sua empresa oferece uma ótima experiência na relação com o consumidor. Para isso, você deve mandar bem no atendimento, no pós-venda, na experiência de navegação no site e também no marketing. Esses elementos ajudam a solidificar a relação de confiança, resultando em clientes fiéis!

Faça parcerias com influenciadores digitais

O marketing de influência é uma das mais eficazes estratégias de aproximação com o público-alvo de sua marca. Quem faz essa ponte de conexão são os influenciadores, ou seja, pessoas que têm ótimo engajamento com um grupo de seguidores que está dentro do seu público.

Essas parcerias podem ser feitas nos mais diferentes níveis, seja em conteúdos mais extensos ou apenas em posts simples. Além disso, você pode investir também em micro e nano influenciadores, pessoas com poucos seguidores, mas com alto engajamento com essas pessoas. Ou seja, mesmo com alcance limitado, a capacidade de influência é alta e, muito provavelmente, o resultado será de muitas vendas.

Saber como montar uma loja virtual de roupas é parte essencial do trabalho, mas não resume todos os esforços. garantir um bom relacionamento e uma experiência de usuário eficaz a longo prazo vai transformar sua marca em um sucesso no mercado.

Que tal criar um site de vendas simples para usar a partir do seu Instagram? A Bagy pode ajudar sua marca. Conheça melhor nossos serviços.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.