Descubra tudo sobre marketing digital para e-commerce

Marketing Digital para e-commerce: o que é, vantagens + 11 dicas para impulsionar seu negócio

Marketing digital para e-commerce é essencial para atrair clientes e aumentar as vendas. Marketing de conteúdo, email marketing e redes sociais são apenas algumas estratégias para engajar seu público e levar mais visitantes até sua loja. Veja agora por que isso é importante para o seu negócio.

Produtos não se vendem sozinhos. Você precisa encontrar os clientes, apresentar a sua loja, despertar seu interesse e fazê-los comprar. Então, se você criar uma loja virtual e vender pela internet, é bom já ir pensando nas estratégias de marketing digital para e-commerce.

Redes socias, email marketing, blogs e anúncios online são apenas algumas opções para divulgar sua loja na internet, alcançar potenciais clientes e se relacionar com eles. No ambiente competitivo do comércio eletrônico, utilizar estratégias digitais para se conectar com os consumidores é essencial para o sucesso do seu negócio.

Então, vamos saber como explorar o marketing digital para e-commerce? Você vai conhecer a importância e as principais formas de usar a internet para vender mais. Siga conosco!

O que é Marketing Digital para e-commerce?

Marketing digital para e-commerce é o conjunto de estratégias e canais que os lojistas utilizam para divulgar seu negócio e atrair clientes na internet, com o objetivo de aumentar as vendas e alcançar mais resultados.

O marketing digital oferece diversas possibilidades de divulgação e relacionamento com clientes. Nos mais diversos canais, como no Google, redes sociais e emails, os vendedores marcam presença onde os seus clientes estão se informando, interagindo com outros usuários, pesquisando sobre produtos e planejando suas compras.

A intenção do marketing digital, então, é se aproximar dessas pessoas para que elas conheçam a marca e seus produtos e tenham interesse em visitar o e-commerce para comprá-los. 

Para isso, as empresas podem utilizar diversas estratégias, como o marketing de conteúdo, o marketing de relacionamento, o email marketing, entre outras.

Como fazer Marketing Digital para e-commerce?

O sucesso do marketing digital em levar as pessoas para comprar no e-commerce não acontece da noite para o dia.

Quem vê de fora pode pensar que marketing digital é apenas publicar uns posts no Instagram… Só que, para funcionar e trazer resultados efetivos, essas estratégias precisam ser bem planejadas e executadas.

Portanto, o marketing digital vai muito além do que as pessoas veem. Para os lojistas, começa no planejamento, que define os objetivos, metas, público, estratégias, canais, prazos — é o caminho que a loja deve seguir para alcançar os resultados que espera.

Depois, vem a execução do que foi planejado, com a criação de conteúdos, layouts, anúncios e tudo mais que precisa ser feito para alcançar os objetivos. Por fim, é preciso mensurar os resultados para saber o que funcionou ou não e fazer os ajustes necessários.

O marketing digital para e-commerce é tudo isso. É todo esse processo para definir as melhores estratégias de atração e conversão de clientes. E são inúmeras as possibilidades. Mas não se preocupe, porque logo mais a gente vai te ajudar com as melhores dicas.

6 vantagens de ter uma estratégia de marketing digital

No final das contas, o principal objetivo do marketing digital para e-commerce é vender mais. Essa é a grande vantagem de uma estratégia bem planejada e executada, claro.

Mas, para chegar a esse objetivo, você também pode perceber outras diversas vantagens, que contribuem para aumentar o sucesso da sua loja. A seguir, você vai ver de que forma o marketing digital beneficia o seu negócio na internet.

Aumentar número de visitantes

Um dos objetivos do marketing digital é atrair visitantes para o e-commerce. Você posiciona a sua loja nos canais que seus potenciais clientes utilizam.

No Google, por exemplo, a sua loja pode aparecer para as pessoas exatamente no momento em que elas estão pesquisando por algum produto. Nas redes sociais, você se relaciona com os consumidores e oferece conteúdos para aumentar o interesse nos seus produtos.

Assim, é possível levar as pessoas até a sua loja. E, quanto mais pessoas interessadas você conseguir atrair, mais chances tem de vender.

Aumentar a taxa de conversão

A taxa de conversão se refere ao percentual de visitantes do site que você consegue converter em clientes.

Quando você investe no marketing digital, consegue atrair as pessoas certas, com mais chances de comprar, além de criar um e-commerce que estimula a compra. Dessa maneira, você consegue fazer com que mais pessoas que visitam o site efetivamente comprem seus produtos.

Criar relacionamento com o cliente

O marketing digital oferece uma grande oportunidade da interagir com os consumidores. No marketing tradicional, por outro lado, costumamos ver as marcas indo até os consumidores, muitas vezes de forma invasiva (aquela ligação de telemarketing chata, sabe?), sem que eles possam responder ou dizer o que pensam.

Porém, a internet trouxe poder para o consumidor se manifestar, expor suas opiniões, falar com as marcas. Isso é valioso para a sua loja, já que você pode conversar com as pessoas, entender o que elas pensam, conhecer seus interesses e, assim, criar melhores estratégias.

Dessa forma, você também cria laços com os consumidores. O relacionamento serve para levar as pessoas até a compra, mas também fidelizar os clientes, de maneira que eles voltem a comprar e não vão tão facilmente até a loja virtual do concorrente. 

Ganhar autoridade

O marketing digital também contribui para aumentar a autoridade da sua marca. Isso acontece porque uma das principais estratégias de marketing digital é o marketing de conteúdo, por meio do qual você publica sobre temas que a sua marca domina.

Assim, quando os consumidores pesquisam na internet ou seguem a sua marca nas redes sociais, eles encontram conteúdos de qualidade que respondem as suas dúvidas e resolvem suas necessidades.

Com eles, a sua marca se torna uma referência de conhecimento. Então, quando os clientes precisarem comprar um produto, é da sua loja que eles vão lembrar.

Conduzir a jornada de compra

Uma compra é o resultado de um processo. Os consumidores passam por algumas etapas na sua jornada de compra, que passam pelo reconhecimento de uma necessidade, a consideração das soluções e a decisão final sobre o que vão comprar.

Durante essa jornada, o marketing digital permite que a loja esteja próxima do cliente em todas as etapas. Afinal, a jornada de compra do consumidor passa pelos canais digitais do início ao fim, como as pesquisas iniciais no Google, a comparação de preços na internet e a leitura de avaliações de produtos por outros clientes.

Dessa forma, a loja pode conduzir o cliente em sua jornada, oferecendo conteúdos e informações que ajudam na sua tomada de decisão, à medida que ele amadurece sua escolha.

Gerar resultados

O que mais importa para as empresas é isto: que o marketing digital dê resultados. E as estratégias digitais são poderosas para fazer uma loja virtual vender mais, ter mais clientes e aumentar seu faturamento.

Você pode mensurar todas as suas ações no marketing digital para saber se teve resultados. É possível medir os likes de uma publicação no Facebook, os cliques no envio de um email, as conversões do e-commerce, de onde vieram os clientes que compraram, entre outras diversas métricas.

receber conteúdo para vender mais

11 estratégias de Marketing Digital para e-commerce que vão impulsionar o seu negócio online

Quer algumas ideias de como potencializar as suas vendas com marketing digital? Reunimos aqui as principais estratégias digitais para e-commerce! Acompanhe:

Tenha um planejamento

Toda estratégia de marketing precisa começar com um planejamento. Aliás, o e-commerce como um todo precisa ser bem planejado, já que é um negócio que, como qualquer loja ou empresa, precisa definir suas estratégias empresariais.

É a partir desse plano de negócios do e-commerce que o marketing digital deve ser planejado, de maneira que contribua para atingir os objetivos estratégicos da empresa. O planejamento de marketing digital deve passar por:

  • Análises e diagnóstico da situação atual;
  • Objetivos e metas de marketing;
  • Indicadores-chave de sucesso;
  • Definição de público-alvo e persona;
  • Estratégias de marketing digital;
  • Definição do cronograma e equipe;
  • Necessidade de recursos e orçamento.

Esses itens compõem um plano de marketing digital, que orienta todas as suas escolhas na execução do planejamento. 

A definição das estratégias é o coração desse plano, já que define taticamente como os alcançar os resultados. É possível trabalhar com estratégias de inbound marketing, marketing de conteúdo, marketing de influência e diversas outras.

passo a passo para vender na Shopee

Defina sua persona

O marketing digital precisa ser direcionado para alguém. Se não, a sua marca vai ficar falando sozinha na internet, sem despertar o interesse das pessoas.

Mas você sabe para quem deve criar seus conteúdos? É para isso que serve a persona.

Persona é como chamamos um personagem semifictício, baseado em dados reais de clientes, que representa um consumidor ideal e com quem você deve se comunicar no marketing digital. A descrição desse personagem deve informar sobre suas dúvidas, necessidades e dores do dia a dia, que a sua loja pode resolver por meio dos seus produtos e conteúdos.

Talvez você já tenha ouvido falar sobre o público-alvo e esteja se perguntando a diferença, não é? Bom, você pode usar os dois conceitos nas suas estratégias.

A persona é usada para direcionar os conteúdos, a linguagem, os canais e os temas dos conteúdos, a fim de criar uma conexão mais próxima e pessoal com os consumidores.

Já o público-alvo define o segmento de consumidores que a loja deve atender, por meio de características em comum que eles apresentam. Essas características, porém, são mais genéricas, enquanto a persona aprofunda mais nos interesses e comportamentos das pessoas.

Esteja nas redes sociais

Se as marcas devem estar onde os consumidores estão, elas precisam estar hoje nas redes sociais. É lá que as pessoas se informam sobre o mundo, interagem com outras pessoas, curtem as marcas que admiram. Então, é lá que você deve estar também.

Mas não basta estar presente. No marketing digital para e-commerce, as lojas precisam estar ativas nas redes sociais para nutrir o relacionamento com os seguidores e manter a marca sempre viva na sua lembrança.

Você pode ter uma atuação no Instagram, Facebook, YouTube, TikTok, até mesmo no LinkedIn ou em outras plataformas que a sua persona use. Lá, produza conteúdos que as pessoas gostem de ver, mas também interaja com os usuários. Eles gostam de se manifestar e receber atenção, então valorize seu envolvimento para estreitar o relacionamento com eles.

O desafio das redes sociais para e-commerce é transformar os seguidores em compradores. Para isso, você pode utilizar estratégias de social commerce, que servem para estimular as vendas no ambiente das redes sociais.

O Facebook e o Instagram, por exemplo, permitem criar uma loja em suas plataformas e direcionar mais facilmente os usuários para a sua loja virtual. Abaixo você pode ver um exemplo da loja da Riachuelo no Instagram:

Exemplo de loja no Instagram: Riachuelo

Dê destaque ao seu produto

Os seus produtos são as principais estrelas do seu marketing digital. Para gerar vendas, os consumidores precisam ficar encantados com o que você oferece.

Por isso, os produtos precisam ser valorizados na sua divulgação. Aqui vão algumas dicas de como destacar os produtos na sua loja virtual e redes sociais:

  • Tenha fotos de qualidade;
  • No site, permita que o cliente aproxime a imagem com zoom;
  • Produza vídeos com o produto em uso;
  • Use uma boa iluminação para fazer as imagens;
  • Tire fotos de diversos ângulos, cores e tamanhos.

Lembre-se de que as compras são feitas à distância no e-commerce. Parece óbvio, mas muitos lojistas não percebem que isso impede o consumidor de tocar no produto e experimentá-lo.

É por isso que as imagens dos produtos são tão importantes, já que permitem que o consumidor visualize e entenda melhor como eles são na realidade. Isso ajuda os clientes a tomar uma melhor decisão e evita que eles solicitem trocas e devoluções, que pesam no bolso dos lojistas.

Aposte no marketing de conteúdo

A produção de conteúdo é um dos pilares do marketing digital. Conteúdos servem para informar, educar, entreter e engajar os consumidores, em meio a tantos estímulos que eles recebem na internet.

Eles podem ser usados nas redes sociais, no envio de emails e, principalmente, no blog do e-commerce. No blog, você pode publicar textos que explicam conceitos, dão dicas de produtos e auxiliam a fazer melhores compras.

Essas publicações ajudam a conduzir o consumidor na sua jornada de compra, já que aumentam o seu conhecimento. Mas também contribuem para aumentar a sua autoridade na internet, pois mostram que a sua loja entende do que está falando! Dessa forma, os consumidores criam confiança para comprar.

Além disso, as publicações do blog podem aparecer nas pesquisas dos usuários no Google. Se oferecerem as melhores respostas para o que eles buscam, são grandes as chances de aparecer nas primeiras posições. Assim, você consegue ganhar visibilidade no buscador e atrair mais visitantes para o e-commerce.

Abaixo você pode ver o exemplo do blog do Ponto Frio, que traz diversas dicas e guias de compras para os consumidores.

Exemplo de blog

Mostre que seu site é seguro

Segurança é essencial no e-commerce. Como as compras são feitas à distância, o consumidor precisa se apegar a elementos do site que o façam se sentir confiante. Então, o marketing digital também deve ter o papel de transmitir segurança.

Uma das principais soluções para isso é a aquisição de um certificado digital, que garante que os dados dos usuários estejam protegidos. Esse certificado é o que aciona o “HTTPS” e aquele cadeado no endereço do site, que mostram que seu site é seguro.

Lembre-se de que um e-commerce lida com informações sensíveis dos consumidores, como dados de contato, endereço e cartão de crédito. Então, quando o cliente fornece esses dados ao seu site, você precisa garantir que eles não sejam usados por pessoas indevidas.

Isso é uma medida de segurança para o site, que transmite confiança para as compras, mas também é uma obrigação legal, depois que a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) passou a vigorar no Brasil. 

Priorize os usuários de celular

Usuários de celular já são maioria nos acessos a muitos sites. De acordo com o Think With Google, 99% dos brasileiros utilizam o smartphone para acessar a internet e 58% utilizam apenas o dispositivo mobile para isso.

Portanto, o celular já se tornou a principal tela para os usuários de internet. É claro, então, que isso vale também para o e-commerce: as pessoas utilizam o smartphone na sua jornada de compra, desde as pesquisas no Google até a finalização do pagamento.

Porém, o que muitos clientes encontram nos sites para dispositivos móveis são botões que não funcionam, páginas que não carregam, links que não levam a lugar algum…

Então, quando pensar em marketing digital para e-commerce, pense primeiramente nas pessoas que vão acessar sua loja virtual pelo smartphone — provavelmente elas são maioria. 

Para conquistar esses clientes, você precisa oferecer a melhor experiência de compra pelo celular, com páginas que carregam rapidamente e funcionam corretamente. Criar um site responsivo é ideal para isso, pois cria páginas para elas funcionarem em qualquer dispositivo.

Siga o calendário comercial

Fique de olho no calendário de datas comerciais e promocionais. Elas são um incentivo para os clientes comprarem e gastarem mais com a sua loja. Mas, para isso, você precisa impulsionar o marketing digital do seu e-commerce.

Datas como Dia das Mães, Dia dos Namorados, Black Friday e Natal estão entre as principais datas do comércio. Além delas, você também pode criar promoções no aniversário do seu negócio, em feriados e outras datas que forem importantes para o seu público.

Nesses períodos do ano, crie campanhas de marketing digital que divulguem seus descontos e promoções e estimulem os clientes a comprar. Mostre o que a sua loja tem de diferencial, não apenas no preço, mas também na qualidade do atendimento — antes, durante e depois de uma venda.

Ofereça descontos e promoções

Descontos e promoções não precisam aparecer apenas em datas comerciais. Você pode aproveitar várias oportunidades para incentivar as pessoas a comprar. Isso serve para você vender mais, é claro, mas também para:

  • Liberar o estoque quando os produtos estão parados;
  • Crescer a sua carteira de clientes;
  • Fazer os antigos clientes voltarem a comprar.

Você também pode aproveitar essa oportunidade para estreitar relacionamentos. Os clientes podem receber descontos se forem fiéis à sua loja, se estiverem de aniversário, se comprarem acima de determinado valor, entre outras situações.

Mensure as métricas certas

Ficar de olho nas métricas é essencial no marketing digital. Você precisa saber se as suas estratégias estão dando certo e trazendo os resultados que você deseja.

Porém, a internet pode oferecer infinitos dados de desempenho, já que é possível medir quase todos os passos da sua empresa e dos consumidores. Como saber, então, quais métricas realmente avaliam o desempenho das suas estratégias?

O primeiro cuidado que você precisa ter é não cair na armadilha das “métricas de vaidade”. Esse tipo de dado envaidece, impressiona pelos números, mas não mostra se você teve resultados efetivos.

É o caso, por exemplo, do número de seguidores nas redes sociais ou de visitas ao site. Embora mostrem grandes números, eles não demonstram se esses usuários realmente visualizam e gostam do seu conteúdo, nem se eles geraram alguma venda ou receita.

O que importa é olhar para o seus indicadores-chave de sucesso (KPIs ou Key Performance Indicators). Eles devem ser definidos no planejamento para indicar, na execução da estratégia, se o marketing digital está atingindo suas metas e objetivos.

Para essa definição, procure focar nas métricas que representam resultados efetivos, como a receita, a taxa de conversão do e-commerce, o retorno sobre investimento (ROI), entre outras métricas.

Aposte no remarketing

Remarketing é uma estratégia de sucesso no e-commerce. Se você ainda não sabe o que isso significa, procure lembrar daqueles anúncios que parecem te perseguir pela internet depois de ver um produto num e-commerce. Eles são resultado de uma ação de remarketing.

Funciona assim: o cliente visita uma página na sua loja virtual ou até adiciona um produto no carrinho, mas não efetua a compra. Depois, ao acessar sites, redes sociais e emails, ele passa a receber anúncios que lembram de voltar ao site para comprar o produto.

Isso acontece quando o lojista aciona o monitoramento dos passos do consumidor no seu site, por meio de cookies que registram sua visita. Então, nas plataformas de publicidade ou email marketing, o lojista deve configurar uma campanha de remarketing com anúncios ou conteúdos focados em recuperar esse cliente.

Assim, como o cliente já conhece a loja e precisa apenas de um “empurrãozinho”, as chances de ganhar essa venda são grandes!

Agora você já tem várias dicas para começar a investir em marketing digital e potencializar seu e-commerce. Mas existem ainda muitas outras estratégias e canais para aproveitar na internet.

Se você quer ter mais conhecimento para impulsionar seu negócio, temos um Calendário Comercial gratuito com as datas mais importantes para vender todos os dias para vender online todos os dias. Não perca!

Chegou a hora de profissionalizar o seu negócio