Marketplace

Vender na Shopee vale a pena? 8 motivos que mostram que sim!

Descubra se vender na Shopee vale a pena

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Será que vender na Shopee vale a pena? Para tirar essa dúvida, separamos os principais motivos para considerar a plataforma como uma opção que o seu e-commerce consiga vender cada vez mais: das taxas mais competitivas até mesmo o suporte aos lojistas brasileiros.

Mais do que ter bons produtos e preços competitivos, é fundamental que um lojista conheça as melhores plataformas de venda online, não é mesmo? Para isso, é preciso acompanhar o mercado de perto e entender quais são as novidades do setor e se elas realmente podem ser úteis para os seus objetivos. Recentemente, uma dúvida em relação ao tema tem sido grande entre empreendedores: vender na Shopee vale a pena?

A plataforma de marketplace da Cingapura cresceu no mercado asiático, concorrendo com AliExpress e a Shein, mas não restringiu as suas operações. Ao enxergar o potencial no Brasil, decidiu investir em sua presença por aqui. Mas será que essa opção é interessante para o seu negócio? Quais são os diferenciais e principais benefícios da Shopee para quem tem um e-commerce no mercado brasileiro?

O que acha de tirar todas as suas dúvidas sobre a plataforma e entender se ela realmente pode ajudar a sua loja virtual? Para ajudar você nessa tarefa, listamos os 8 motivos que vão te mostrar que vender na Shopee vale a pena para melhorar os seus resultados! Agora é só continuar a leitura para saber mais!

Qual é o tamanho da Shopee?

Antes de conhecer esses motivos, é importante ter uma noção do tamanho da Shopee atualmente, não é mesmo? E os números são um forte indicativo para que você, pelo menos, analise essa opção. Segundo um estudo do Bank of America Merrill Lynch, os consumidores brasileiros colocam a plataforma da Cingapura como a preferida em comparação aos concorrentes brasileiros, como Mercado Livre e Magazine Luiza.

Como, então, ignorar a plataforma? A realidade é que a maioria dos lojistas já entendeu a importância do Shopee para o e-commerce brasileiro. De acordo com dados da própria empresa, já são mais de um milhão de vendedores brasileiros cadastrados, um aumento de 400% apenas entre janeiro e agosto de 2021, o que reforça a relevância do marketplace para quem quer se destacar no Brasil.

8 motivos que vão te mostrar que vender na Shopee vale a pena

Mas, afinal, vender na Shopee vale a pena para a sua loja? Para você não ter mais nenhuma dúvida, separamos 8 motivos para considerar essa plataforma como uma estratégia de vendas para o seu negócio. Confira!

Melhores taxas de comissão do mercado

Antes de entrar em qualquer plataforma, é muito importante conhecer quais são as regras dela, certo? No caso da Shopee, você vai encontrar as melhores taxas de comissão do mercado.

  • A comissão padrão de 12% sob o valor total do produto, que é aplicada a todos os vendedores da Shopee.
  • Para vendedores cadastrados no Programa de Frete Grátis Extra, além da comissão padrão de 12% sob o valor total do produto, haverá também a comissão adicional de 6%, totalizando 18% de comissão.

Outro benefício interessante em relação a taxa de comissão é o limite máximo de R$ 100,00 que a Shopee pode cobrar. Ou seja, para valores mais altos, em que os 12% representam mais do que R$ 100,00, o valor máximo é esse. Na prática, se você faz uma venda de R$ 2.000,00, a taxa seria de R$ 240,00, certo? Com a Shopee, você vai pagar apenas R$ 100,00. Muito bom, não é?

Diversificar os canais de venda

Mais do que a qualidade da plataforma em si, um lojista de sucesso precisa diversificar os seus canais de venda. Deixar tudo em um só lugar pode acabar com várias oportunidades de negócio para um e-commerce. Você não utiliza as redes sociais para expandir o alcance dos seus produtos? Por que não considerar um canal que faz sucesso entre os brasileiros?

Estar presente na Shopee não significa fazer todas as suas vendas por ali. É possível conciliar esse canal de venda com muitos outros, como um site próprio, seu Instagram e outros marketplaces, por exemplo. O mais importante é identificar se faz sentido para o seu negócio vender ali. Tendo uma resposta positiva, essa diversificação pode trazer retornos interessantes para a sua loja.

Descontos progressivos no frete

Para estimular mais compras em sua plataforma, a Shopee também investe em descontos progressivos no frete. O objetivo é fazer com que mais pessoas se sintam estimuladas a comprar mais, não deixando que o preço da entrega se torne um impeditivo. Por mais que seja focado mais na experiência do cliente, não deixa de ser um ponto positivo para o seu negócio.

Muitos cupons promocionais

Outra forma de estimular os consumidores a comprarem cada vez mais são os muitos cupons promocionais que a Shopee oferece. Isso faz com que mais e mais clientes queiram comprar na loja, comprando não apenas com vendedores que eles já conhecem, mas também focando em novas oportunidades para outros lojistas. Excelente para quem quer vender mais sem precisar investir tanto, não é mesmo?

Publicidade paga: ShopeeAds

Além de pensar no alcance orgânico dos seus produtos, a Shopee investe em um recurso muito comum em outros marketplaces: publicidade paga. E tudo isso é muito simples de ser explorado graças ao recurso da ShopeeAds. Dentro da plataforma, você consegue verificar todas as suas informações referentes aos anúncios e ações pagas que realizou para aumentar o seu alcance.

Dados anteriores, números em tempo real, informações sobre conversão, enfim, tudo o que você precisa saber para tornar seus anúncios cada vez mais atrativos e eficientes. Assim, é possível aprender constantemente aquilo que gera resultados para a sua loja e o que não funciona tão bem, permitindo aumentar a sua eficácia ao longo do tempo.

Facilidade no cadastro e vendas

Com tantas funções e responsabilidades no dia a dia, nem sempre é fácil ter tempo para entender como funciona uma plataforma X ou Y, não é mesmo? Um dos benefícios de criar a sua loja na Shopee é a facilidade no cadastro e nas vendas. Toda a plataforma é pensada na sua experiência também, o que pode ajudar bastante quem tem uma rotina muito corrida.

Com essa simplicidade, você não precisa dominar totalmente a ferramenta para conseguir marcar presença no canal. Com apenas alguns passos é possível se cadastrar e, em seguida, todo o processo de venda é muito prático. Então não coloque na sua cabeça que vai ser uma ferramenta complexa de ser dominada, é o oposto, agilizando bastante a sua rotina de trabalho.

Painel de vendas completo para lojistas

Também é muito importante contar com informações e dados sobre o desempenho do seu negócio, certo? Outro ponto positivo que a Shopee entrega para quem está vendendo na plataforma é o seu painel de vendas completo. Quer saber detalhes sobre as visitas na sua página? A estatística está disponível. Quer saber quantas vendas foram feitas ou mesmo a sua taxa de conversão? Também estão disponíveis.

Conheça o painel de vendas da Shopee

Ou seja, a Shopee oferece as ferramentas necessárias para que o lojista consiga vender cada vez mais. Afinal, não basta ter produtos de qualidade ou preços mais competitivos, é preciso investir em planejamento estratégico e tudo isso está disponível por meio dessas informações sobre a performance da loja. Assim, é possível corrigir estratégias e melhorar a tomada de decisões com dados valiosos.

Plataforma adaptada para o Brasil

Muitos lojistas acabam ficando receosos em criar uma conta na Shopee por conta do local em que ela iniciou. Quais são as chances de que uma plataforma da Cingapura preste atenção nas demandas de um lojista brasileiro, não é mesmo? Mas essa é uma preocupação desnecessária, já que a Shopee está totalmente adaptada ao mercado brasileiro.

Plataforma Shopee é adaptada para o Brasil

Apesar da sua origem ser da Cingapura, a empresa entende a importância do Brasil para o seu sucesso e, inclusive, conta com um escritório no país. Além disso, todas as suas ações são pensadas em tornar a experiência do vendedor ainda mais simples e prática. Um exemplo disso é o Centro de Educação do Vendedor, um canal com tudo o que você precisa saber para vender mais dentro da plataforma.

Com tanta competição pela atenção do consumidor brasileiro, o lojista não pode se preocupar apenas em questões estratégicas do seu negócio, mas também no que está acontecendo no mercado. Um exemplo disso é ficar de olho nas plataformas que estão surgindo, como a Shopee, para avaliar se a sua presença dentro desse canal é realmente necessária ou não.

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre esse canal e pode tirar as suas conclusões se vender na Shopee vale a pena, o que acha de tirar todas as suas dúvidas sobre como se destacar em uma plataforma de marketplace? Continue em nosso blog e confira 5 dicas imperdíveis de como vender por marketplace!

Loja virtual com integração de marketplace na Bagy

Vender em Marketplaces é uma opção facilitadora e de alto alcance para lojas virtuais. Por essa razão, muitos empreendedores utilizam essas plataformas para aumentar as vendas e reforçar a presença online. 

Se você já tem ou pretende criar seu e-commerce na Bagy, diretamente no painel de controle é possível integrar com marketplaces e anunciar seus produtos nessas ferramentas, de forma prática.

Os Marketplaces com integração direta na Bagy são:

  • Shein
  • Shopee
  • Amazon

Confira, a seguir, um passo a passo para integrar esses marketplaces em sua loja virtual com a Bagy: 

  1. Abra o seu painel de controle da Bagy;
  2. No canto superior, do lado esquerdo da tela, selecione a opção “Marketplace”;
  3. Escolha uma das plataformas disponíveis no canto esquerdo da tela;
  4. Tenha em mãos as seguintes informações antes de autenticar: 

  • Conta de vendedor na plataforma desejada; 
  • Formas de pagamento, regras de aprovação e recebimento de valores, serão de acordo com o marketplace selecionado; 
  • Os métodos de envio seguem o marketplace;
  • Regras de comissão são cobradas de acordo com o marketplace escolhido;

  1. Realize a autenticação da sua conta de vendedor da plataforma escolhida;
  2. Importe os produtos já cadastrados no marketplace selecionado;
  3. Para finalizar, relacione os anúncios importados do marketplace com possíveis itens disponíveis no seu site Bagy; 

Se, antes de integrar com Marketplaces, você precisa criar seu próprio e-commerce, conheça a Bagy e aproveite a chance de ter uma plataforma que te permita vender todos os dias e em diversos canais.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Artigos relacionados

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.