Descubra como fazer páginas de vendas de alta conversão

Página de venda: como criar uma de alta conversão para o seu negócio agora

Entender como construir do zero uma página de vendas e tirar o máximo dessa estratégia é fundamental para vender mais. Por isso, separamos tudo o que você precisa saber sobre o assunto neste artigo!

Para quem está em busca da primeira venda online, conhecer diferentes estratégias e recursos para aumentar o poder de convencimento é fundamental, certo? É preciso explorar ao máximo o potencial do ambiente digital e uma das táticas que você pode utilizar é a criação de uma página de vendas. Mas será que vai ser o suficiente para conseguir fechar mais negócios?

Aliás, você sabe qual é a diferença entre uma página de vendas, uma loja online e um marketplace? Ou mesmo quais são os benefícios de investir nessa página e como criar uma do zero para o seu negócio? E quais erros você deve evitar de qualquer maneira para atrair mais consumidores em potencial e conseguir a tão sonhada conversão? Que tal tirar todas essas dúvidas?

Pensando nisso, preparamos um conteúdo completo sobre o assunto. Do seu conceito e principal objetivo até um passo a passo completo para criar a sua página de vendas. Quer saber como essa estratégia pode ajudar a sua loja a vender cada vez mais? Continue a leitura deste artigo e descubra!

O que é uma página de vendas?

Uma página de vendas é uma landing page criada com o objetivo de promover um portfólio ou produto específico para conseguir a conversão. Mesmo que seja importante divulgar informações e detalhes do produto de forma mais técnica, a ideia é construir uma experiência atrativa para o visitante que o estimule a realizar a compra logo em seguida.

Como o nome indica, portanto, a principal intenção é justamente conseguir levar o visitante para uma outra página em que ele possa comprar o item, servindo como uma vitrine virtual para os produtos da sua loja. Dessa forma, é necessário passar o máximo de informações possíveis para que o usuário não tenha nenhum tipo de dúvida de que aquela oferta de valor é realmente interessante para ele.https://www.youtube.com/watch?v=O5_DAaUuZqg&t=4s

A parte visual em uma página de vendas é muito importante, funcionando como um verdadeiro cartão de visitas para o cliente em potencial. Conseguindo logo cativar a atenção de quem está visitando a landing page, fica mais fácil garantir que ele leia todas as informações e detalhes sobre o produto. Além disso, você precisa pensar nos seguintes elementos:

  • Detalhamento completo do produto(s);
  • Imagens e vídeos que atraíam o olhar do visitante;
  • Informações de preço, meios de pagamento e entrega;
  • Disponibilidade dos itens promovidos em seu estoque;
  • Direcionamento claro para a página em que o cliente finalize a compra.

Seguindo os itens acima, fica mais fácil entender o que é e como uma página de vendas pode potencializar os seus resultados. A lógica é simples: apresentação e direcionamento para a conversão. Isso significa que uma landing page com esse propósito deve ser pensada de maneira prática, para proporcionar uma experiência simples e eficiente para o visitante.

Isso significa que não basta destacar todas aquelas informações listadas acima, é necessário encantar o cliente, fazer com que ele queira sair daquela página e diretamente finalizar a compra do produto. Criando um endereço que siga todos esses requisitos, a sua loja pode se beneficiar bastante de mais oportunidades de vendas dentro do ambiente online.

conteúdo para facilitar a vida de quem vender na internet

Diferenças entre página de vendas, loja online e marketplace

Mas quais são as diferenças entre uma página de vendas, uma loja online e um marketplace? Explicamos mais sobre cada um deles, confira!

Página de vendas

Como falamos acima, uma página de vendas tem como principal objetivo apresentar um produto ou uma loja como um todo. A ideia é criar um contato mais próximo com o consumidor em potencial da sua loja. Com um visual bastante atrativo, o objetivo é que o visitante se encante por aquela oferta de valor e se interesse em finalizar a compra em seguida.

Depois de ser convencido de que aquele produto realmente pode ser interessante, um CTA bem produzido vai indicar o caminho que ele deve seguir para realizar a compra. Ou seja, pode ser considerada uma página de conversão, fazendo uma apresentação mais completa daquele item para convencer o visitante de que pode realmente ser útil para o que procura.

Loja online

Sabe o CTA que você vai produzir na sua página de vendas após convencer o visitante de aquele item é interessante? Ele deve ter como destino uma loja online, ou seja, o local em que o cliente vai poder finalizar a sua jornada de compra. Em uma página completamente customizada também com a identidade da marca, ele vai montar o seu carrinho e fechar a conversão.

Além da apresentação dos produtos com as suas respectivas descrições e valores, uma loja online também precisa cuidar da parte técnica do seu negócio: mais precisamente a etapa de pagamentos. É preciso que o cliente consiga selecionar os itens que deseja comprar e possa fazer o pagamento para receber o item no seu endereço após a confirmação, uma verdadeira página de conversão.

Marketplace

Já um marketplace é um canal de vendas que divulga vários vendedores ou lojas em um único espaço. Para entender melhor, ele funciona como um anúncio de jornal impresso: diferentes lojistas podem oferecer os seus produtos para quem consome aquele conteúdo. Como geralmente são portais muito populares, o objetivo é justamente captar a atenção de uma audiência específica.

Para uma loja que está começando a vender, por exemplo, pode ser interessante utilizar o marketplace. Assim, uma audiência já consolidada naquele canal pode se interessar pelos seus itens e produtos. Isso aumenta as possibilidades e oportunidades de fazer negócio para aquele lojista que, em troca da exposição, deve pagar um percentual para a detentora daquele espaço.

Quais são as vantagens de uma página de vendas

Mas por que você deve investir na criação de uma página de vendas? Ainda está com dúvidas? Elas vão acabar agora!

Praticidade para criar a página

Um dos principais benefícios em criar uma página de vendas é que a estratégia pode ser muito simples de ser adotada na sua loja. A praticidade para criar a landing page é um dos diferenciais para quem deseja implementar essa tática de venda. Com tantos recursos e ferramentas atualmente, não é preciso ter designers ou uma equipe especializada no assunto.

Dessa maneira, de forma independente, o lojista consegue criar uma página de vendas criativa e interessante sem precisar investir muitos recursos ou até mesmo tempo nesse trabalho. Com tantas responsabilidades no dia a dia, não demandar tanto tempo em uma estratégia e ainda conseguir excelentes resultados pode ser um diferencial, não é mesmo?

Aumenta a possibilidade de conversão

Lembra que mais acima explicamos como uma página de vendas deve ser criada com o foco totalmente na conversão? Isso significa que as suas chances de ter o maior número de vendas aumenta bastante com uma landing page construída do jeito certo. Seguindo todas as orientações que ainda vamos apresentar ao longo deste conteúdo, a possibilidade de conversão cresce bastante.

Quanto mais canais de contato com os consumidores em potencial, maiores são as chances de atingir as suas metas mês após mês. Para o lojista que está com dificuldades em conseguir transformar visitantes em vendas, criar uma experiência atrativa em uma página de vendas pode resolver o problema, construindo uma outra plataforma para a sua loja.

Fortalecimento da sua marca

Outro ponto importante que uma página de vendas oferece para o lojista é o fortalecimento da marca. Em um momento em que a reputação de um negócio é tão essencial quanto a qualidade dos produtos, conseguir criar um imagem positiva da sua loja pode ser um diferencial competitivo. Criar uma página de vendas é mais um passo da sua loja no caminho da profissionalização.

Mais consumidores passam não apenas a conhecer a sua empresa, mas também a confiar na qualidade dos seus produtos e serviços. Especialmente para quem está começando e ainda não tem uma base de clientes consolidada, uma experiência positiva em uma página de vendas não vai ajudar somente em uma ou outra conversão, mas também no encantamento e fidelização dos consumidores.

Ferramentas para criar uma página de vendas

Para facilitar o processo de criação de uma página de vendas, existem algumas ferramentas que podem ajudar, confira!

WordPress

Muito popular nas estratégias de Marketing de Conteúdo, o WordPress também pode ser utilizado para criar uma página de vendas. A grande vantagem dessa ferramenta é justamente a facilidade com que é possível construir uma landing page do zero, mesmo que o lojista não tenha tanto conhecimento sobre layout, design e programação, ideal para quem tem uma equipe pequena, por exemplo.

LeadPages

Outra opção é o LeadPages, que também oferece um layout responsivo e simples de ser utilizado. Ideal para quem não tem tanto conhecimento, certo? Tudo o que você precisa para criar uma página de vendas eficiente pode ser feito com o suporte dessa ferramenta, que apesar de ser paga não tem nenhum tipo de limitação por número de visitantes.

Wix

Com a velocidade e os seus muitos layouts como diferenciais, o Wix é outra opção para quem quer criar uma página de vendas de qualidade. Os seus muitos recursos garantem uma experiência simples para o lojista, mas sem perder na experiência oferecida para o cliente que estiver visitando a página.

dicas exclusivas para vender na shopee

Passo a passo: como criar uma página de vendas

Agora que você já entendeu como uma página de vendas pode ser importante para vender cada vez mais na sua loja, o que acha de colocar essa estratégia em prática? Confira o passo a passo!

1º passo: entenda quem é o seu público

Como se trata de uma campanha bastante segmentada para divulgar um produto ou alguns itens específicos, é importante definir exatamente quem é o seu público-alvo. Afinal, como converter uma audiência que você ainda não conhece ou não sabe como entrar em contato? Quais são as suas preferências e como a página deve ser estruturada para oferecer uma experiência positiva?

Quanto mais informações você tiver em mãos, maiores são as possibilidades de conversão. A lógica é simples: você passa a entender quais são as demandas e as preferências desse público e pode montar a página exatamente como o necessário para essa audiência. Desde o layout da landing page até mesmo os benefícios e destaques que você vai colocar sobre o produto ofertado.

2º passo: vá direto ao ponto

Uma página de vendas é muito diferente de um e-commerce, em que você tem mais tempo para encantar o visitante. A ideia de ter uma landing page é conseguir ser direto e apresentar exatamente os diferenciais do seu produto para o consumidor. Sem muita demora, já crie uma chamada que promova o item e faça uma descrição completa sobre quais são os benefícios e como adquirir o produto.

Apresente a sua oferta de forma simples e direta. E por isso é tão importante saber quem é a sua audiência, já que essas informações vão permitir que você tenha uma noção do que realmente pode cativar aquele visitante. Ou seja, qual diferencial do seu produto é o que mais vai chamar a atenção do usuário? Foque nisso e crie uma mensagem simples e direta para conseguir a conversão.

3º passo: aposte em CTAs claros

O foco de uma página de vendas é a conversão, não é mesmo? Então você precisa apostar em CTAs bem diretos e claros. As chamadas e textos que você usou ao longo da criação do conteúdo da landing page devem conversar com o botão que vai direcionar o visitante para a finalização e compra do produto. Use conteúdos que estimulem o usuário a clicar ali e comprarem o item.

A boa notícia é que você pode acompanhar as métricas de clique no botão para entender qual é a melhor mensagem e até mesmo posicionamento para que o seu botão com o CTA seja mais eficiente. Mas lembre-se de apostar em frases curtas e que façam sentido para aquela audiência. A sua roupa tem um material mais leve e o público são profissionais que vão trabalhar, mas querem conforto? Aposte em algo do tipo: “Compre e esqueça o suor”.

A mensagem precisa ser customizada para fazer sentido para o visitante. E tudo isso vai depender não apenas das suas demandas e perfil, mas também de qual é o diferencial dos seus produtos. Quanto mais estruturado for o CTA, maiores são as probabilidades de conseguir mais conversões para a sua loja.

4º passo: não se esqueça do visual

Os conteúdos e os CTAs são fundamentais para criar uma página de vendas de qualidade, mas se trata de uma experiência muito visual. Por mais caprichado que seja o texto e as chamadas, é necessário apresentar fotos e vídeos que realmente consigam captar a atenção do visitante. Afinal, é o primeiro contato e uma imagem relevante e chamativa pode ser o suficiente para fazer com que o visitante leia o restante da landing page.

Por mais que isso pareça um trabalho um pouco mais desafiador, a transformação digital facilita bastante a tarefa do lojista. Com um smartphone você pode tirar fotos de alta qualidade, sempre levando em consideração o estilo da sua audiência. Ou seja, quais imagens e vídeos seriam interessantes para tornar a oferta ainda mais atrativa?

5º passo: comprove a qualidade do produto

Mas você pode estar se perguntando: como comprovar a qualidade de um produto que é vendido por você? Muito simples: aposte nos comentários de quem já comprou o item que está sendo anunciado. Reúna alguns clientes que ficaram satisfeitos com a compra e peça para eles deixarem um feedback não apenas sobre o que foi comprado, mas toda a experiência: da entrega ao atendimento pós-venda.

Quanto mais detalhado for esse relato, mais confiança ele vai passar para outros consumidores. Assim, além da palavra da sua loja, você está agregando valor ao adicionar a confirmação de um cliente. Para quem está na dúvida ou com um pé atrás sobre aquela loja ou compra, o feedback de quem já experimentou aquele produto pode ser o suficiente para garantir uma conversão.

6º passo: seja transparente com o visitante

Outro ponto importante ao criar uma página de vendas é a transparência com os visitantes. Por mais que a sua ideia seja conseguir uma conversão com o que foi criado ali, você não pode abrir mão de uma comunicação honesta com clientes em potencial. Mesmo que seja no final da landing page, é preciso deixar todas as informações mais relevantes sobre aquela oferta.

Imagine que você criou uma página de vendas para um momento específico do ano, uma promoção limitada. Deixe claro isso ainda na sua página de vendas, o que vai reduzir bastante eventuais frustrações dos consumidores. Explique também mais sobre qualquer regra ou condição para poder comprar com aquele preço que está sendo anunciado, por exemplo.

7º passo: ofereça atendimento em tempo real

Apesar de exigir um pouco mais do seu orçamento para a criação da página de conversão, também pode ser interessante oferecer um suporte maior para o visitante que estiver navegando pela página. Como a ideia é justamente convencer o usuário de aquela oferta é realmente valiosa, oferecer ajuda em um momento de decisão é muito importante.

Adicionar um chatbot, por exemplo, pode resolver as questões mais básicas. O objetivo é não deixar que uma dúvida sobre o produto ou serviço de entrega seja um problema para conseguir a conversão. Quanto mais informações puderem ser esclarecidas, maiores são as chances de entregar uma experiência positiva para os usuários que visitarem a página e, consequentemente, de conseguir a venda.

O que evitar em uma página de vendas?

Seguiu todos os itens acima? Excelente, mas é preciso tomar cuidado com algumas práticas que podem atrapalhar a performance da sua página!

Não ter uma plataforma de e-commerce

Quando o visitante clicar no CTA exibido na sua página de venda, para qual endereço ele vai ser direcionado? Para o WhatsApp? Para o Instagram? Já pensou no tamanho da jornada de compra desse cliente? Quantas barreiras precisam ser ultrapassadas até que ele finalmente feche a compra? E a segurança na hora de realizar o pagamento em um site seguro?

Todas essas questões podem ser resolvidas de uma maneira simples: investir em uma plataforma de e-commerce. O objetivo é tornar toda a experiência mais simples para o consumidor, que vai ser redirecionado para um espaço seguro em que ele possa apenas se preocupar com a finalização da compra, escolhendo o método de pagamento, o frete e pronto, sem mais conversas e obstáculos para a venda.

Não continue com a página sem os itens em estoque

Lembra que mais acima falamos sobre a importância da transparência na hora de criar uma página de conversão? Se os itens acabaram ou o estoque ainda não foi reposto, é fundamental ser transparente e/ou retirar o site do ar. Por mais que os acessos continuem dependendo da eficiência da sua estratégia, isso só vai causar frustração para eventuais consumidores.

Percebeu que o seu fornecedor ainda vai demorar bastante até realizar as entregas dos produtos anunciados? Coloque uma mensagem logo no início da landing page para que o visitante não seja surpreendido depois. Caso o problema seja mais grave e a demora ainda maior, talvez seja melhor deixar a página fora do ar e reduzir a quantidade de consumidores frustrados.

Esquecer da LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados já é uma realidade na internet brasileira e é preciso seguir todas as práticas. Além de reforçar a questão da confiabilidade da marca e a segurança para os consumidores, é preciso criar uma política de privacidade e termos de uso. Isso garante não só a conformidade com as regras e a nova legislação, mas também ajuda a construir uma relação de confiança com o público.

Não apresentar canais de contato

O atendimento em tempo real nem sempre é possível de ser adicionado, mas isso não significa que você deva ignorar o possível contato do visitante. Por isso, é muito importante apresentar todos os seus canais de contato para o usuário. Assim, ele pode esclarecer alguma dúvida ou até mesmo conhecer mais sobre o seu negócio para se tornar um cliente fidelizado.

Adicione botões que facilitem a busca do usuário pela sua loja. Pode ser o contato do Facebook, Instagram ou WhatsApp, o mais importante é oferecer uma série de opções para que ele consiga se comunicar com o seu negócio.

Dicas para criar uma página de vendas de alta conversão

Além de tudo o que apresentamos nas linhas acima, separamos algumas dicas extras para você criar uma página de vendas de alta conversão!

Pense na versão mobile

Você sabia que quase 90% dos brasileiros fazem compras utilizando os seus smartphones? Esse dado já é o suficiente para convencer qualquer lojista a criar um página de vendas que também seja pensada para aqueles usuários que utilizam um dispositivo móvel. Isso evita que a experiência do visitante seja ruim e aumenta as chances de conseguir a conversão.

O objetivo é não deixar que o visitante fique frustrado ao não conseguir finalizar a compra usando o meio que deseja. Esse é mais um motivo para você entender e estudar a sua audiência, evitando qualquer problema para o consumidor ao longo da sua experiência de compra.

Crie uma experiência integrada

O visitante finalmente clicou no CTA na sua página de vendas e foi levado para a página do seu e-commerce? Mas lá tem uma série de outros produtos, não é? O importante é você não deixar que isso atrapalhe a experiência dele: o produto anunciado na sua landing page precisa ser encontrado facilmente na loja online, o ideal mesmo seria ter o produto já separado no carrinho ou na opção de escolha de tamanho, por exemplo.

Lembre-se: ele já sabe quais são os diferenciais e características do item. O visitante só precisa escolher exatamente a sua opção e finalizar a compra. A conexão entre os dois canais, portanto, precisa existir. Ao sair da página de vendas, ele deve precisar de poucos cliques até finalizar a compra, reduzindo os obstáculos e aumentando as chances de conversão.

Nunca deixe de testar

Um dos grandes benefícios de ter uma loja online e usar os muitos recursos para vender mais é a possibilidade de testar, corrigir e melhorar. Isso significa que você deve acompanhar de perto quais são as estratégias que estão funcionando, aquelas que não estão e entender maneiras de aprimorar. Pode ser o botão do CTA ou as cores da sua página, teste todas as informações.

Com tanta competição pela atenção dos consumidores, utilizar o máximo de estratégias e formas de impactar a sua audiência é fundamental. E ter uma página de vendas pode ajudar bastante no convencimento dos usuários. Seguindo todas as dicas que apresentamos acima e evitando os erros, você vai criar mais um canal que vai potencializar as suas vendas.

Como mostramos ao longo deste conteúdo, uma página de vendas precisa direcionar o visitante para o local de conversão, certo? Então você precisa conhecer a forma mais fácil de começar a vender com sua loja na internet e no Instagram​!

Chegou a hora de profissionalizar o seu negócio