Vendas

Primeira venda online: como fazer + 25 estratégias infalíveis para alcançar sucesso!

Como realizar sua primeira venda online

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Todo mundo que é novo no e-commerce quer saber como fazer a primeira venda online. Desde o momento em que ativam sua loja online, tudo o que desejam é aquela notificação informando sobre sua primeira venda. É definitivamente um ponto de muito importante na jornada de todo empreendedor.

A primeira venda online é um marco que gera muita expectativa em pessoas empreendedoras que desejam alcançar o sucesso em negócios na internet. Isso, muitas vezes, causa ansiedade e gera um cenário de alguns erros e investimentos de tempo, dinheiro e esforços equivocados. Sem um trabalho estratégico, tudo fica muito mais difícil.

Para quem ainda não tem tanta experiência com venda e gestão de e-commerce, conseguir os primeiros resultados positivos pode parecer um bicho de sete cabeças. Na verdade, passa longe disso. Tudo o que você vai precisar é de um trabalho de estruturação da loja online e propaganda no Instagram e outros canais de comunicação. Esse é o ponto de partida para conseguir conversões!

Por isso, neste post vamos ajudar você a saber como fazer a primeira venda online por meio de 25 dicas precisas sobre o assunto. Acompanhe e descubra!

Como fazer a primeira venda online? 25 estratégias infáliveis

A primeira venda é um momento de conquista inesquecível para quem está investindo no sonho de empreender na internet. Independentemente do setor em questão, conquistar um cliente pela primeira vez é motivo de orgulho e comemoração. No entanto, não dá para pensar que basta ter um site e que essas vendas vão acontecer naturalmente.

O e-commerce é um setor cada vez mais concorrido e novas lojas iniciam suas atividades diariamente. Ou seja, enquanto você começa a vender, milhares de outros concorrentes estão fazendo o mesmo. Portanto, se destacar nessa grande disputa vai exigir uma base sólida, algo que se conquista com um trabalho extenso de preparação e engajamento.

A seguir, as 25 dicas que você precisa saber para fazer a primeira venda online. Confira!

Defina qual é o seu melhor produto

A jornada rumo à primeira venda online começa com a definição do seu produto principal, ou seja, o melhor produto do ponto de vista comercial. Nesse caso, não estamos falando do item de maior qualidade, do mais inovador ou daquele da marca líder de mercado. O seu melhor produto é aquele que vende mais e que consegue entregar maior lucro.

Em termos técnicos do mercado, estamos falando do produto estrela. Geralmente, ele tem uma grande procura e gera vendas recorrentes, ou seja, tem sempre alguém em busca dele. Além disso, o custo de aquisição é baixo, o que permite que você lucre bem. Portanto, identificar e valorizar esse produto, fazendo boa divulgação, é essencial.

Tenha uma plataforma de vendas fácil de usar

Definir o ambiente online em que você venderá seus produtos é também de grande importância. Muitas pessoas empreendedoras pecam nessa etapa porque não sabem se posicionar de maneira adequada. Portanto, há poucas chances de alcançar pessoas e fazer com que elas conheçam seus produtos e se interessem em comprar.

Um dos pontos importantes quanto a esse tema é a necessidade de ter um ambiente seguro e que inspire confiança. Do contrário, pessoas consumidoras não vão enxergar seu negócio como uma empresa de verdade, ou seja, vai faltar profissionalismo. Sem o engajamento necessário, dificilmente você vai conquistar sua primeira venda rapidamente.

Aposte em anúncios pagos

Marketing orgânico é fundamental e sustenta toda e qualquer estratégia na web, mas isso leva tempo. Até que sua empresa esteja na primeira página de resultados do Google, alguns muitos meses serão necessários. Portanto, investir em anúncios pagos é fundamental para impulsionar o nome da sua marca e captar mais consumidores.

Esses anúncios podem ser feitos, basicamente, em três ambientes principais:

  • Instagram – Seu produto, ou sua loja, vão aparecer no feed ou nos stories de grupos de pessoas que você cadastrar como o segmento que deseja alcançar em suas campanhas;
  • Facebook – Os anúncios do Facebook podem aparecer em diversos formatos, como na timeline ou em banners laterais. Você pode posicionar anúncios de produtos específicos (conversão) ou links que vão direcionar para que pessoa conheçam seu site (atração);
  • Google – No Google, os dois principais tipos de anúncio são a rede de display, em que anúncios aparecem em formato de banners em sites famosos, ou a rede de pesquisa, no qual os links para seu site figuram no topo da página de resultados do Google.

Anuncie seu produto de maneira atrativa

O apelo visual é a alma do negócio! Marketing é muito importante e publicidade ajuda a trazer mais valor para seu produto, portanto, entre os recursos que você vai usar, as fotos e vídeos são dois dos mais importantes. Para embasar isso, podemos nos basear em uma pesquisa que apontou que, em 2020, 96% dos consumidores assistiram a mais vídeos.

Além desse tipo de formato que capta muita atenção das pessoas, as fotos também têm grande valor, principalmente porque elas podem ser facilmente compartilhadas de várias formas. Portanto, capriche na hora de fotografar seus produtos! Use uma câmera de celular boa, com boa iluminação, e procure ângulos que mostrem os detalhes do produto.

Transforme suas redes sociais em uma vitrine online

As redes sociais podem funcionar como vitrines da sua loja! É esse um dos principais papéis que elas têm no varejo online, já que marcas expõem seus produtos, fotos de modelos usando e proporcionam toda a experiência de visualização. Isso permite que pessoas consumidoras visitem seu perfil nas redes para checarem as novidades.

Assim como nas vitrines, é importante também que você coloque preços nos seus produtos, algo que não precisa ser feito diretamente na foto ou na arte. Hoje, a função da sacolinha do Instagram é fundamental, uma vez que ela funciona como uma etiqueta. Assim, ao clicar na tag, consumidores podem acessar mais imagens do produto, informações e, principalmente, checar o preço.

Compartilhe seus produtos em grupos do Facebook ou WhatsApp

Os grupos de redes sociais e aplicativos de mensagens são ótimos canais de alcance para pessoas interessadas no que você tem para vender. Portanto, uma das melhores estratégias para conquistar a sua primeira venda é anunciar produtos em grupos do Facebook e do WhatsApp.

Você pode trabalhar de duas formas. Primeiramente, estar em grupos relacionados ao que você vende, ou em grupos que funcionam como feitas. Além disso, dá também para criar seus próprios grupos, adicionar pessoas interessadas (e que autorizaram isso), para então enviá-las ofertas, links de produtos e promoções sempre que houver.

Produza conteúdo de qualidade

Conteúdo é o que capta a atenção de pessoas consumidoras nos dias atuais. É claro que você pode, e deve, oferecer um produto de destaque, que seja de qualidade e de bom preço. No entanto, é necessário pensar em engajamento, algo que é alcançado por meio do que você entrega gratuitamente para fazer pessoas se conectarem com sua marca.

É por isso que o marketing de conteúdo é uma das principais estratégias atualmente. Ao criar e-books, vídeos e blog posts, você fala sobre assuntos que seu público tem interesse e posiciona esses conteúdos na internet. Com um bom trabalho técnico de otimização, sua empresa consegue captar tráfego orgânico, ou seja, mais pessoas conhecem seu site e sua marca sem que você pague por isso.

Faça parcerias com outras lojas que atendem o mesmo público

Pode ser que para que sua primeira venda online aconteça seja necessária uma ajuda de outras empresas parceiras que compartilham público-alvo com você. É claro que isso não vai acontecer com concorrentes, mas certamente você deve conhecer alguma outra pessoa empreendedora de segmentos comerciais similares ou relacionados.

Por exemplo, se você vende lingerie online, feche uma parceria de desconto com uma loja de semijoias. isso deve ser feito se você identificar que o público-alvo da marca em questão é o mesmo que o seu. Afinal, só assim há maiores garantias de que essas pessoas vão se interessar pelo seu produto e, enfim, comprar na sua loja.

Crie uma embalagem atrativa e “instagramável”

Muito provavelmente você ama receber compras que fez na internet e se deparar com uma embalagem bonita, pensada para causar impacto e, principalmente, que seja instagramável. Esse termo é recente e está diretamente relacionado a um produto, objeto, item ou espaço que seja visualmente sofisticado e “cool“, ou seja, daria uma boa foto ou story no Instagram!

Seus consumidores estão em busca do que você vende, é claro, mas essas pessoas também dão muito valor à experiência. Quando você oferece uma embalagem instagramável, essas pessoas vão amar essa experiência. Além disso, elas também vão postar a embalagem, marcar sua loja e, naturalmente, fazer propaganda gratuita e espontânea.

Conte a história da sua marca

Pessoas também querem ouvir sobre sua marca, muito mais do que você pensa! Simplesmente oferecer a elas produtos não vai gerar o mesmo impacto se você mostrar os problemas que podem ser resolvidos com esses produtos. É por isso que você precisa investir em storytelling e em todas as emoções que essa estratégia consegue despertar.

Essa técnica consiste em contar uma história que começa com um problema, a busca por uma solução e, por fim, com um final feliz que ocorreu por conta da solução. E, adivinha o que soluciona esse problema? Seu produto! Em storytelling, você conquista pessoas contando histórias que despertam emoções, envolvem e geram o que você quer: vendas!

Peça para seus amigos compartilharem fotos dos seus produtos em suas redes sociais

Um dos principais gatilhos que fazem pessoas comprarem produtos de qualquer marca é a prova social. Ou seja, consumidores precisam ver outros consumidores comprando e usando algo para ter a certeza de que é realmente bom e que vale o investimento. isso acontece seja pela busca por maior confiança, seja pela necessidade de pertencimento, ou seja, ter algo que as pessoas também têm.

Portanto, você pode projetar isso por meio da estratégia de User Generated Content (UGC), que se trata de incentivar clientes a publicar conteúdos usando seus produtos e marcar sua empresa. Portanto, estimule essa atividade a associando ao uso de uma hashtag. Para potencializar o movimento, peça também para que seus amigos façam o mesmo.

Faça SEO para o seu site

Um dos trabalhos mais importante para quem quer fazer não só a primeira venda online, mas continuar tendo bons resultados a longo prazo, é investir em SEO. Essas três letras significam, basicamente, otimizar seus conteúdos e páginas do site para que sua loja virtual esteja mais visível nos resultados de pesquisa de motores de busca, como o Google.

As otimizações em SEO são um trabalho gratuito, ou seja, basta criar conteúdos adequados aos parâmetros e também ajustar o que você já faz. Isso vai garantir que sites, páginas específicas e conteúdos consigam um melhor rankeamento no Google, ficando nas primeiras posições de páginas de resultados.

Esses ajustes consistem em muitas possibilidade, sendo algumas das principais:

  • utilizar palavras-chaves em textos, descrições de produtos, descrições de imagens (Alt Text), títulos e subtítulos de páginas;
  • otimizar a URL de suas páginas;
  • garantir uma experiência de navegação perfeita;
  • garantir um site com carregamento ágil.

Crie um blog

O blog é o ambiente em que sua estratégia de marketing de conteúdo vai ser executada. Ah, e se você andou lendo que o blog está acabado, esqueça isso! Afinal, neste exato momento, você está lendo o post de um blog! É que com esta estratégia, empresas podem entregar conhecimento e valor gratuitamente em troca de atenção do consumidor.

Com blogs, você tem a estrutura ideal para criar conteúdos que rankeie para palavras-chave relacionadas aos seus produtos e ao mercado no qual sua empresa está. Assim, toda vez que seu público-alvo pesquisar por esses termos, há boas chances de ela cair em algum post do seu blog. Não se esqueça que para que isso aconteça com frequência, você precisa trabalhar em SEO.

Combine seu produto com outros que criem a ideia de um lifestyle

A consistência na maneira como sua empresa se posiciona no mercado está ligada também ao estilo de vida, ou lifestyle, que sua marca entrega. Isso é importante porque as pessoas que consomem sua marca querem pertencer a essas tribos e grupos. Então, para se encaixar em um lifestyle, elas precisam consumir uma série de produtos.

Por exemplo, se sua loja virtual vende velas artesanais, é importante abranger todo esse mercado de itens similares para ambientes. Logo, ofereça também difusores, pedras energéticas, incensos, palo santo, sabonetes artesanais, entre outros itens. Assim, você não vende só produtos, mas um conceito completo que é representado por essas mercadorias.

Mostre como são os bastidores da sua loja

Uma das características da relação entre marcas e pessoas na era digital é a maior proximidade. Hoje, quem consome não quer ser visto apenas pela ótica comercial. Essas pessoas querem ser representantes, fãs e participantes das marcas. Isso pode ser feito quando as empresas mostram seus bastidores.

Portanto, apresente às pessoas que trabalham no negócio, mostre os processos de embalamento dos produtos, faça com que seus consumidores visitem os estoques por meio de stories, entre outras possibilidades. Isso é ótimo para que pequenos vendedores estejam bem próximos de consumidores e gerem essa ideia de família. Essa abordagem é ótima para gerar a primeira venda online.

Ofereça frete grátis

Incentivos financeiros são sempre um recurso de destaque para gerar a primeira venda online, e isso funciona bem com descontos. Os cupons são sempre muito bem recebidos pelo público, mas além disso, o frete grátis também é uma ótima vantagem. Afinal, dá pra economizar alguns Reais se não é necessário pagar pela entrega.

Pessoas em regiões mais distantes de onde sua empresa está tendem a pagar bem mais caro nos fretes. Ou seja, para elas será ainda mais vantajoso ter acesso a essa possibilidade. Mas tenha cuidado: coloque na ponta do lápis o quanto isso vai custar para a sua empresa. Não deixe que uma estratégia de conversão se torne um problema financeiro.

Apresente diferentes formas de pagamento

A conveniência é um fator fundamental quando falamos de vendas na internet. Isso significa que as pessoas querem ter as melhores possibilidades para fecharem suas compras. Naturalmente, isso vale também para os métodos de pagamento. Portanto, quanto mais opções você oferecer, melhor.

Entre as que não podem faltar atualmente estão:

  • boleto;
  • cartão de crédito;
  • transferência bancária;
  • pix;
  • plataformas de pagamento (Mercado Pago, PagSeguro, PicPay, PayPal entre outras)

Deixar de oferecer algumas entre as principais opções pode interferir diretamente nas vendas, gerando o tão temido abandono de carrinho. Isso acontece quando alguém está prestes a fechar a compra, já no checkout, mas se dá conta que não há nenhuma opção de pagamento que busca.

Disponibilize cupons de desconto na primeira compra

A primeira venda online deve ser também algo especial para o seu consumidor. Afinal, é o contato inicial que essa pessoa tem com sua marca, então, neste momento você deve considerar o velho ditado: “a primeira impressão é a que fica”! Um cupom de desconto vai ajudar a mostrar como sua marca se importa com o consumidor.

Essa ideia de primeira compra já com um desconto está relacionada também à tentativa de fidelização. Se você consegue conquistar esse consumidor, as chances de retorno e de novas compras aumentam consideravelmente. Isso porque as pessoas estão sempre em busca de estabelecer relações comerciais duradouras com marcas que valham a pena.

Ofereça logística reversa grátis

Um dos pilares de e-commerces é a logística reversa, ou seja, toda a atividade de retorno de um produto que foi enviado a pessoas consumidoras. Naturalmente, isso acontece quando um produto é devolvido. Por lei, consumidores podem fazer esse retorno para as empresas dentro de 7 dias após o recebimento da compra em questão.

Para que essa logística reversa funcione bem do ponto de vista de experiência do consumidor, é muito importante que a devolução aconteça gratuitamente. Para quem compra, pode ser muito frustrante ter que pagar por algo que está devolvendo. Portanto, tente oferecer voucher de postagem nos Correios ou até mesmo a coleta.

Quebre as objeções do cliente

A primeira venda online acontece quando você consegue quebrar as objeções do cliente. As pessoas sempre terão dúvidas sobre um produto, incertezas sobre sua empresa, entre outros questionamentos, o que é muito comum. Portanto, o que você precisa fazer é estruturar uma forma de responder a perguntas comuns e evitar as objeções.

O primeiro recurso que pode ser utilizado é a FAQ. Nessa página, você pode listar todas as perguntas mais comuns sobre seu negócio e deixá-las respondidas. Assim, seu consumidor terá uma espécie de fonte de consulta para solucionar qualquer questão.

Outra boa estratégia é criar conteúdo capaz de educar seu consumidor sobre o produto, mercado e também sobre a empresa. Faça isso com blog posts, e-books e também vídeos de review sobre produtos.

Use remarketing

O remarketing é uma estratégia de conversão direcionada a pessoas que já demonstraram interesse nos seus produtos. Sabe quando você visita um produto em algum site e, depois, fica recebendo publicidade dele o tempo todo? Isso é remarketing! Você também pode executar essas ações para trazer de volta quem visitou, mas não comprou.

A ideia desta estratégia é mostrar ao consumidor aquele produto e dizer a ele que a compra ainda pode ser fechada. Portanto, o remarketing pode ser feito de duas formas principais: por meio da rede de display do Google, com anúncios do produto em questão aparecendo em banners, ou por e-mail automático.

Saiba analisar seus números

Nós não conhecemos o seu negócio, então, por isso não podemos dizer os motivos pelos quais você não consegue fazer a primeira venda online. Afinal, podem ser muitas questões, mas o importante mesmo é saber identificar o fator principal. Para isso, analisar as métricas e indicadores do negócio será de grande ajuda.

A visão analítica é extremamente necessária na gestão de uma loja virtual. Por exemplo, você pode detectar um grande volume de acesso em um produto, mas observa que as taxas de conversão e vendas estão baixas. A partir desse olhar analítico, dá para avaliar hipóteses como:

  • as fotos do produto está ruim, o que não convence as pessoas a comprar;
  • o preço do produto está alto;
  • as formas de pagamento não são amplas o suficiente;
  • o frete está muito caro.

Humanize seu atendimento

Atendimento é fundamental em qualquer tipo de negócio e isso é ainda mais importante no mercado de e-commerce. Quanto às empresas, um dos cuidados principais deve ser em relação à forma como o consumidor é tratado. Nem sempre há jogo de cintura suficiente para humanizar o atendimento, algo que pode prejudicar as vendas.

Nem sempre seu consumidor vai ficar satisfeito com respostas padronizadas. Na verdade, isso só funciona quando são solicitadas informações muito específicas (o que a FAQ pode resolver). Portanto, é importante humanizar o atendimento, ou seja, dar atenção a cada consumidor e trabalhar para entregar uma resposta valiosa a ele.

Use o marketing de afiliados

O marketing de afiliados consiste em trabalhar com pessoas que são uma espécie de vendedoras da sua empresa. Tudo que elas precisarão fazer é divulgar ao máximo seus produtos para que eles alcancem o máximo de consumidores possível. Para isso, pessoas afiliadas têm seus próprios links de vendas desses produtos.

A grande vantagem para quem trabalha como vendedor afiliado é que essas pessoas recebem comissões a cada produto vendido. Para você, empresa, a vantagem é alcançar mais pessoas por meio de um trabalho intenso de divulgação que seu afiliado faz. Mesmo que você perca um percentual de comissão, a primeira, e muitas outras vendas, acontecem!

Esteja no Instagram

O Instagram é hoje, indiscutivelmente, uma das melhores plataformas de posicionamento para marcas na internet. Lá dá para divulgar sua marca, se comunicar com as pessoas, criar conteúdo para engajar e ainda vender, principalmente depois do recurso da sacolinha. Deixar de estar no Instagram é um erro que você não pode cometer.

Outro equívoco que empresas cometem em relação a essa presença no Instagram é não ter consistência. Sua marca vai simplesmente ser esquecida se as publicações não são frequentes e se os posts não são interessantes. Portanto, fazer um trabalho contínuo, atualizado e de qualidade vão trazer visibilidade à marca e engajamento.

Quanto tempo demora até fazer a primeira venda?

Esta é uma pergunta difícil de ser respondida, até porque, não há uma receita fixa que vai trazer resultado garantido. As 25 estratégias que você acabou de ver são projetadas, no entanto, para que você consiga fazer essa primeira venda nos seu primeiro mês de loja, é claro, com tudo já devidamente estruturado a nível de ações.

Depois que você já tiver preparado tudo que for necessário, invista em anúncios no Google Ads e nas redes sociais por 30 dias, claro, respeitando seu orçamento. Não deixe, no entanto, de trabalhar em estratégias orgânicas e também siga monitorando os resultados dos anúncios. Assim, você aprende quais estratégias vão funcionar melhor diante da sua audiência.

Bônus: como criar o primeiro site de venda online

Ainda precisa ter seu primeiro site de venda online? Não tem problema, ajudamos você com isso!

Com a Bagy você cria um site de vendas eficaz e confiável que ficará associado à sua página do Instagram.

A primeira venda online é um momento único e que traz muita esperança para pessoas que vendem na internet. Esse pode ser o presságio de um futuro de sucesso e muito lucro, porém, é necessário trabalhar de forma estratégica para que isso aconteça.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.