Marketing

O que é neuromarketing e como usar para aumentar as vendas?

Imagem ilustrativa de neuromarketing

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Neuromarketing é o estudo do comportamento humano em resposta à publicidade. Essa estratégia pode te ajudar a vender mais, expandir seus negócios e maximizar seus lucros! 

O neuromarketing é um campo da ciência que permite entender e conhecer melhor o comportamento dos consumidores diante de ofertas, vendas, publicidades e produtos para consumo. 

Essa técnica ajuda a entender os impulsos, gatilhos emocionais, sentimentos e sensações do consumidor quando se depara com um produto que está sendo anunciado na web. 

Usar estratégias de neuromarketing faz com que você explore o campo mental dos consumidores. 

Ao conhecer mais sobre o que os leva à tomada de decisão de compra, é possível explorar esse campo do sensível na mente dos clientes e conduzi-los em sua decisão. 

Essa é uma estratégia que se conecta ao marketing experiencial, em que se constrói uma relação com o consumidor e oferece uma nova visão para o cliente. 

Por isso, esses recursos científicos do marketing contribuem para a construção de uma nova relação com o consumidor e potencializam as vendas. 

Se você ficou interessado pelo assunto e quer saber mais, acompanhe os próximos tópicos e entenda de vez o neuromarketing! 

O que é neuromarketing?

Neuromarketing é a união entre o marketing e a neurociência

Esse campo de estudo se propõe a estudar o que se passa na cabeça das pessoas quando elas são expostas a anúncios, produtos para a venda, promoções e afins. 

Sempre que uma pessoa entra em contato com marcas, produtos, propagandas e serviços, o cérebro emite reações que podem ser estudadas e avaliadas. 

Dessa forma, entende-se quais são os sentimentos, emoções e reações fisiológicas despertadas por aquela visão. 

Um bom exemplo são os anúncios de comida. Ao ver uma propaganda de um sanduíche, chocolate ou alimento que aprecie, geralmente o consumidor tende a salivar e sentir fome. 

Essa é uma reação completamente natural do nosso cérebro ao estímulo visual recebido. 

Com isso, é possível ativar o gatilho de desejo na mente do potencial cliente e conduzi-lo às compras somente porque ele viu o item e passou a desejá-lo. 

Nesse momento, é provável que ele faça a compra daquele produto ou adquira algo de caráter semelhante. 

Apesar de usar a neurociência nessa tomada de decisão, é importante destacar que muito do que se estuda no neuromarketing está atrelado ao subconsciente. 

Isso significa que os desejos, reações e vontades são bem subjetivos e podem ser difíceis de compreender e mapear. 

Existem estudos que comprovam que boa parte das compras feitas pelos brasileiros são realizadas por impulso

De acordo com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), cerca de 52% dos brasileiros compram por impulso.  

Algumas dessas decisões de compras são tomadas graças ao neuromarketing. Por isso, é interessante que você conheça essa estratégia para aumentar as suas vendas e lucros. 

Martin Lindstrom,  autor do best-seller “A Lógica do Consumo”,  explica que o neuromarketing afeta muito as decisões dos consumidores.

Segundo o escritor, ao menos 85% de nossas decisões são definidas na zona inconsciente do cérebro. 

No entanto, as pesquisas tradicionais não captam as razões de ser dessa situação. 

Só se sabe que o nosso inconsciente é responsável por boa parte do que fazemos, então é possível usar esse conhecimento para trabalhar o comportamento dos consumidores. 

Entenda como funciona: 

Como funciona na prática?

O neuromarketing te ensina a programar as decisões do consumidor, de modo que elas sejam favoráveis para você e o seu negócio. 

Isso porque esse campo usa estratégias que influenciam o consumidor a optar por um produto e não por outro. 

Quando se tem uma boa gestão de marca, é possível desenvolver estratégias que posicionem a sua empresa no mercado. 

Com isso, você fortalece a lembrança da sua empresa na mente dos consumidores e viabiliza a aplicação do neuromarketing nos anúncios e gestão de marketing da sua loja. 

Algumas pessoas veem o uso do neuromarketing como uma espécie de manipulação. No entanto, a proposta consiste em adequar o discurso, características e anúncios da empresa aos desejos dos clientes

Dessa forma, os consumidores têm um maior índice de satisfação, passam a associar a sua marca a coisas positivas e, assim, compram com justificativa e contentamento. 

O neuromarketing funciona por meio de uma série de ações que geram o desejo e terminam no impulso de compra no cliente. 

É possível aplicar essa prática em diversos produtos. Inclusive, esse texto que você está lendo utiliza as estratégias de neuromarketing em sua estrutura. Muito interessante, né? 

Na prática, usamos o neuromarketing para desenvolver o conteúdo que envolve a venda e distribuição do produto da melhor forma possível. 

Existem alguns processos que constroem o neuromarketing. Eles são: 

Processamento de estímulos 

O cérebro processa os estímulos oferecidos pelos conteúdos e anúncios das seguintes formas: 

  • Cérebro reptiliano: é o setor responsável pelo controle das nossas funções de sobrevivência, primordiais (como a respiração e os batimentos cardíacos); ativado por emoções como raiva, medo e fome. 
  • Cérebro límbico: processa as emoções complexas e armazena lembranças e dados, sendo ativado pelos cinco sentidos.
  • Neocórtex: é o campo cerebral usado na tomada de decisões; cuida dos aspectos sociais e do raciocínio humano. 

Essas regiões do cérebro orientam o ato de decisão de compra, que pode ser compreendido em três partes: 

  • Decisão: o cérebro pondera e decide o que a pessoa vai fazer;
  • transmissão: a consciência transmite a sensação de que a decisão da pessoa está sendo tomada com sabedoria e racionalidade, de modo inteligente;
  • ação: a pessoa age segundo a decisão tomada. 

Ao entender a tecnologia do neuromarketing é possível identificar e ativar os estímulos que acionam essas partes do cérebro do potencial consumidor.

Além disso, você consegue compreender como os clientes assimilam o seu produto ou serviço, através da análise das métricas do anúncio 

Por meio dessa análise, é possível avaliar se a propaganda faz com que o cliente pense antes de agir ou se ela ativa completamente seus impulsos.

Dessa forma é que se orienta a construção do neuromarketing, oferecendo estímulos para essas regiões do cérebro que coordenam a decisão de compra e orientam o comportamento do consumidor. 

Por isso, todo empreendedor deve usar as estratégias de neuromarketing

Com elas é possível construir impressões positivas e oferecer uma boa experiência de compra ao consumidor.

 Como o neuromarketing beneficia o negócio?

O neuromarketing pode ser uma técnica infalível para as vendas, logo ele beneficia a maioria dos negócios que usam dessa ferramenta para crescer e prosperar. 

Ao direcionar as estratégias de venda diretamente para a mente do consumidor, é muito provável que ele realize as compras e beneficie o seu negócio. 

É possível potencializar as suas vendas, aumentar a receita e aprimorar setores que precisam ser desenvolvidos na sua empresa. 

Além de crescer as suas vendas, é muito provável que o neuromarketing melhore a relação dos consumidores com a sua marca e a tornem mais apreciada. 

Todas essas são ótimas vantagens que você deve aproveitar. No entanto, a sua empresa deve oferecer um bom serviço ao consumidor de ponta a ponta

Isso porque não basta entregar produtos e serviços aos clientes. Eles precisam ter motivação para se conectar à sua empresa e se identificar com os anúncios gerados e itens vendidos por ela. 

Saiba quais os processos que envolvem essa relação: 

  • Tomada de decisão

Ainda que tentemos avaliar, ponderar e refletir ao máximo antes de fazer uma compra, o  processo de tomada de decisão não é tão racional e simples quanto costumamos acreditar. 

Ele foge do campo do pensar e afeta os processos sensíveis do cérebro, porque são acionados por diversos gatilhos. 

Nosso sistema nervoso filtra algumas informações antes de legitimar decisões. 

Um exemplo pode ser quando buscamos um determinado produto e ele está acima do nosso orçamento, mas é possível pagar no crédito. 

Talvez essa não seja a melhor decisão para a nossa saúde financeira. Contudo, conforme for a assimilação do anúncio e gatilhos propostos pelo conteúdo, é possível que optemos pela compra. 

Isso porque nem sempre as decisões são completamente racionais. 

Dessa forma, o cérebro é capaz de se convencer que precisa daquele item e não pode esperar, optando por comprar no crédito, ainda que isso afete a saúde financeira. 

  • Melhora da experiência do consumidor

É possível usar recursos do neuromarketing para melhorar a trajetória e experiência de compra do consumidor na sua página ou site por meio de recursos sensoriais. 

Alguns instintos primitivos são acionados por determinados estímulos de sentido, por isso a experiência sensorial pode contribuir muito para o aumento das suas vendas. 

Aposte em trabalhar com os aspectos da visão, porque costumamos desejar aquilo que vemos e consideramos desejável. 

No geral, seres humanos costumam ser atraídos por coisas esteticamente harmoniosas, brilhantes e que despertem os instintos primitivos em sua essência. 

Nosso cérebro é muito visual. Portanto, invista em boas fotos e conteúdo audiovisual atraente para os seus anúncios e produtos. 

Tente pensar se o que você vê ali te atrairia enquanto consumidor, independentemente dos produtos ou serviços com que você trabalha.

Essa é uma ótima técnica: se colocar no lugar do consumidor e pensar como você se sentiria no lugar dele. 

  • Aumento das vendas

Se você já aplica boas técnicas de venda online, mas não usa o neuromarketing, com certeza você precisa reavaliar suas estratégias. 

Isso porque o neuromarketing pode mudar as perspectivas dos clientes sobre a sua loja e aumentar muito as suas vendas. 

Com os gatilhos mentais certos, um bom anúncio e direcionamento do conteúdo, certamente você vai aumentar as suas vendas. 

Como mencionamos, a técnica do neuromarketing é praticamente infalível. 

Portanto, estude o seu nicho de mercado e as melhores formas de implementar o neuromarketing dentro do seu campo de atuação, comece e colha os resultados!

Como usar o neuromarketing para vender?

É possível usar o neuromarketing para diversas aplicações, mas certamente a mais rentável e positiva são as vendas. 

Você pode usar diversas estratégias e metodologias envolvidas pela prática. Conheça as principais: 

  • Storytelling

Storytelling é uma expressão em inglês que significa, em tradução livre para o português, ‘contação de história’. 

Com essa técnica você foca em contar uma narrativa que te aproxime do cliente, demonstrando que existe um problema que a sua empresa e seus serviços ou produtos podem solucionar. 

É um ótimo meio de te aproximar dos consumidores. Com isso você passa uma mensagem e envolve as pessoas por meio da transmissão de narrativas

Com essa técnica, você consegue humanizar sua marca, demonstrando que ela entende as emoções e sentimentos do cliente. Assim, é mais fácil gerar envolvimento e conexão emocional.

  • Gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são técnicas usadas para persuadir o cliente por meio de percepções produzidas pelos mesmos. Essas são completamente conectadas às emoções e sentimentos. 

Esses recursos conduzem o comprador à sua empresa, somente por meio de adequações em seu discurso. 

Os principais gatilhos mentais são: 

  • Gatilho da autoridade
  • Gatilho da escassez
  • Gatilho da Urgência
  • Gatilho da reciprocidade
  • Gatilho da exclusividade
  • Prova Social

Com eles você pode direcionar as opiniões e visão do cliente sobre a sua marca, gerando engajamento e atitude de compra

  • Psicologia das cores

A psicologia das cores envolve usar determinados tons para transmitir emoções e sensações ao seu consumidor quando ele entrar em contato com a sua marca. 

Cada uma delas têm um significado, você pode aproveitar para construir a sua identidade visual fazendo recurso das mesmas. 

Avalie as características dos produtos e serviços com que trabalha para definir a paleta de cores ideal para o seu negócio. Assim, você se conecta aos consumidores e, ainda, pode transmitir a visão da sua marca! 

  • Imagens

Como pontuamos, o ser humano é muito atraído pelo visual. Por isso, você deve investir em boas imagens para criar as suas campanhas e anúncios, divulgando a verdadeira identidade dos seus produtos. 

Avalie o seu nicho, estude os seus concorrentes e busque entender a melhor forma de produção de conteúdo imagético para a sua empresa. 

Esse pode ser um ponto-chave para você entregar ao consumidor o que ele busca, além de ativar os gatilhos de autoridade, urgência e reciprocidade em sua mente. 

  • Oferecimento de valor

Oferecer um valor para os seus produtos pode ser um grande diferencial. 

Certamente a sua marca é orientada por ideais, valores e desejos. Portanto, você precisa transmitir isso para os seus clientes. 

Assim, as chances de ele se identificar com a sua empresa são maiores. Os valores de uma marca geram afinidade e intimidade com os clientes, que comprarão por acreditar nessa mensagem.

Um bom exemplo da aplicação de valores no neuromarketing certamente são os produtos sustentáveis, porque os consumidores costumam buscar por esses itens por eles se adequarem aos ideais futuristas e de preocupação com o meio ambiente. 

Tudo isso está super em alta no mercado. Logo, os compradores vão buscar por lojas que entreguem a pegada com que mais se identificam! 

  • Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma das maiores invenções e descobertas da atualidade, porque leva conhecimento associado ao marketing para os clientes. 

Essa estratégia consegue atraí-los por meio da divulgação de conteúdos que auxiliem o público a conhecer, escolher e utilizar os produtos comercializados pela loja virtual. 

Profissionalize o seu negócio

Frases de neuromarketing para vender

Algumas frases de neuromarketing para vender ativam os gatilhos mentais dos consumidores, justamente por associarem alguns dos pontos aqui expostos. 

Por isso, você pode empregá-las como estratégia para potencializar as suas vendas e se conectar aos consumidores. Confira exemplos:

  1. “Essas são as últimas unidades disponíveis deste produto!”
  2.  “O desconto é válido só até amanhã.”
  3. “Satisfação 100% garantida ou seu dinheiro de volta em até X dias”
  4. . “Ao adquirir este produto estará economizando X reais por ano.”
  5. “Nosso produto conta com uma exclusiva e inovadora tecnologia”

Esses exemplos apontados reúnem gatilhos de escassez, autoridade, prova de satisfação e exclusividade. 

Com certeza, só de ler essas frases você sentiu uma reação em sua mente. Esse é o poder dos gatilhos e do neuromarketing! 

Para ampliar a sua atuação e desenvolver os seus negócios, estude quais são as melhores estratégias para a sua empresa e comece a aplicar no cotidiano da sua empresa. 

Conforme for usando o neuromarketing, você conseguirá refinar e aprimorar as técnicas para que se encaixarem cada vez mais em seu segmento de atuação e conectem a sua marca aos seus consumidores. 

Aqui você aprendeu sobre o neuromarketing e as principais características desse campo de estudos, que revolucionou a experiência de vendas e consumo dos empreendedores e clientes. 

É importante que busque conhecer cada vez mais a identidade da sua empresa e o perfil dos seus potenciais consumidores. Assim, você conseguirá aplicar as técnicas de forma cada vez mais direta e assertiva!

E se você curtiu esse conteúdo e quer receber uma assistência personalizada, que te permita gerenciar a sua loja em uma plataforma única, com todas funcionalidades que você precisa para multiplicar o seu faturamento, vem conhecer a Bagy

Nós te ajudamos a expandir a sua empresa e chegar ao seu potencial máximo, aumentando os seus lucros e te conectando com os clientes. 

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.