Gestão

Gestão de marca: entenda o que é qual a sua importância!

Gestão de marcas

Veja o que você irá encontrar neste artigo

A gestão de marca, também conhecida como branding, é um trabalho que ajuda empresas a se manterem fortes na percepção do público. Para isso, é fundamental trabalhar com estratégias que ajudem no fortalecimento e promoção.

Colocar uma empresa no mercado é um trabalho um pouco mais complexo do que se pode pensar em um primeiro momento. Se a ideia é simplesmente vender alguns produtos, faturar e se dar por satisfeito, talvez não haja muito o que se preocupar. Isso muda, no entanto, se você deseja crescer, se estabelecer e fazer sucesso.

O trabalho de gestão de marcas é essencial para que sua empresa seja reconhecida, consiga transmitir a ideia certa para o público e conquiste espaço no mercado. É por meio de estratégias qualificadas que grandes empresas conseguem se manter relevantes por tantos anos, conquistando mais clientes cada vez mais.

Não importa o tamanho da marca, é importante pensar em um bom trabalho de gestão para que ela se mantenha sólida, capaz de atrair pessoas e ainda possa se desenvolver. Vamos tratar mais sobre este assunto ao longo do conteúdo. Acompanhe!

O que é gestão de marcas?

A gestão de marcas, também conhecida como branding, é o trabalho de valorização feito para valorizá-las, dar maior visibilidade, criar uma identidade sólida e gerar desejo no público.

Marcas precisam ser elementos vivos e capazes de gerar sentimentos e sensações no público. Isso só acontece quando há um trabalho contínuo com ações que vão gerar identificação com o consumidor, além de transmitir ideias mais concisas sobre a marca. É assim que grandes empresas conseguem se manter em notoriedade, sempre vendendo mais e conquistando mais clientes.

O trabalho de gestão de marcas é feito por meio de uma série de ações, desde as mais complexas até as mais simples, nas quais o público nem mesmo percebe que são intencionais. O segredo por trás do branding é justamente atuar em detalhes e gatilhos que vão despertar atenção, gerar conexão e fazer marcas serem relevantes e desejadas.

A importância

Não importa o quão boa é sua marca. No mercado, há muitos outros concorrentes que também podem cumprir com um excelente papel. Portanto, cabe à sua marca reforçar o quão boa a interessante é, garantindo que todo o destaque que merece seja realmente obtido, o que é feito por meio do impulsionamento da gestão de marcas.

O branding é fundamental para que marcas consigam reforçar a ideia por trás de sua concepção, destacando isso como elemento crucial de conexão com o público. Então, com ajuda de recursos de marketing e publicidade, essas marcas mostram o que são, para quem falam e qual é a mensagem mais importante por trás de todo o trabalho.

A gestão de marcas é importante porque ajuda empresas a mostrarem seus atributos e promessas de maneira contínua e de fácil entendimento pelo público. Por exemplo, se você vende biquínis, sua marca não precisa dizer explicitamente que esse é seu mercado, mas pode demonstrar isso por meio de estratégias de branding que façam o consumidor se sentir “abraçado” e envolvido por esse universo.

Existe diferença entre marca e branding?

São dois conceitos que podem gerar a ideia de que se tratam da mesma coisa, mas são duas questões totalmente diferentes. É fundamental entender o que cada termo representa para apurar o entendimento do que é a gestão de marca.

A marca pode ser definida como a representação conceitual da empresa, unindo todos os elementos que essa companhia deseja projetar para o público. Assim, as marca são compostas de alguns elementos, como:

  • nome;
  • identidade visual (logo, cores, fontes, símbolos, entre outros);
  • missão;
  • valores.

Quando se pensa em marcas, há muitos nomes que vêm a cabeça quase que instantaneamente. Ou seja, sabemos exatamente o que são marcas e que estão diretamente relacionadas às empresas. Na verdade, é muito natural pensar que marca e empresa são praticamente a mesma coisa, o que faz todo sentido.

A grande diferença é que as marcas estão mais ligadas ao posicionamento dessas empresas e a definição de como querem se posicionar no mercado. Ou seja, marcas são conceitos criados para representar essas companhias diante do público, criar relação com o consumidor e se expor diante dos concorrentes do mercado.

Já o conceito de branding tem uma definição totalmente diferente, mas está diretamente relacionado à marca. Na verdade, o branding só existe porque há marcas que desejam gerir suas imagens, criar maior proximidade com o público, ganhar notoriedade e se fortalecer. Branding é a estratégia de marcas para alcançar esses objetivos.

Como fazer a gestão de marcas?

O trabalho de gestão de marcas depende de alguns pilares importantes. Primeiramente, é importante que a marca tenha seus valores, missões e conceito bem definidos. Isso também deve se estender à identidade visual, algo cada vez mais importante, sobretudo em um mundo totalmente digital.

A partir disso, o trabalho de gestão de marca consiste em explorar ações que vão ajudar a empresa a afirmar suas ideias por meio de publicidade ou ações de marketing. Isso pode ser feito com:

  • campanhas de ativação;
  • storytelling (contar histórias para reforçar como sua marca ajuda pessoas a conquistarem objetivos);
  • parceria com eventos, outras marcas e influenciadores;
  • comunicação visual e com tom de voz bastante sólidos e consistentes;
  • fidelidade aos valores e conceito da marca;
  • criação de campanhas de divulgação ou de reforço de marca que possam ser veiculadas nos mais diferentes canais de marketing e comunicação.

O branding pressupõe que sua marca esteja no lugar certo e falando com quem realmente é importante. Fazer isso de maneira consistente e contínua vai ajudar a colocar sua marca na cabeça do consumidor, criando uma ideia bastante forte sobre o que sua empresa vende e como vende.

Dicas práticas para realizar a gestão de marca

Agora, chegou a hora mais esperada: saber como colocar em prática um bom trabalho de gestão de marca. Mostramos algumas ações essenciais que vão ajudar no branding da sua empresa. Confira!

Defina o seu propósito

Por que a sua marca existe? Se ela foi criada, é porque tem um propósito. Portanto, é fundamental voltar ao momento em que essa marca foi criada para promover esse exercício de reflexão e pensar qual é o real propósito da sua marca.

Esse propósito pode ser vender barato, levar produtos inovadores ao público, fazer as pessoas se sentirem mais bonitas, ou qualquer outra coisa. É fundamental refletir sobre esse propósito e defini-lo. Isso vai ajudar na hora do branding, inclusive sendo até mesmo parte do seu slogan de marca.

Promessa de marca

A promessa de marca é o que sua empresa vai entregar enquanto marca que está em determinado segmento concorrendo com outras companhias. A ideia é justamente reforçar ao público o que sua empresa vai entregar enquanto existir.

Se você quer vender velas aromáticas, a promessa da sua marca é transformar ambientes e fazê-los mais aconchegantes e agradáveis. Então, todo seu branding precisará ser feito considerando essa intenção, que será percebida pelo público e reconhecida como uma característica da marca.

Atributos de marca

Atributos são características únicas variadas que marcas têm. Estamos falando de vários fatores, mas que, principalmente, sejam capazes de fazer empresas serem melhor reconhecidas. Detalhes do tipo são fundamentais para uma comunicação mais personalizada, algo que é primordial no trabalho de branding.

Os atributos podem ser a linguagem, elementos estéticos, gêneros musicais utilizados em campanhas de divulgação e ações. De uma forma geral, esses atributos darão uma “cara” às marcas, ou seja, criarão uma personalidade que será muito bem percebida e recebida pelo público-alvo. 

Posicionamento

O posicionamento é um objetivo central que a empresa tem enquanto negócio. Se sua marca se posiciona como popular, isso vai influenciar em diversos fatores, como preços, produtos vendidos, comunicação feita com o público, formas de pagamento, entre outros pontos.

Portanto, definir o posicionamento é essencial para que a gestão de marca seja feita em torno deste pilar principal da empresa. É importante lembrar também que um posicionamento até pode mudar depois de um rebranding, mas é importante fazer isso só se houver motivos justificáveis.

Construa uma identidade visual marcante

Toda marca tem seu próprio logo, símbolos que usa, formas, cores, fontes de texto, estilo de fotografia, estilo de design, entre outros elementos. Quando todas essas características são criadas com base no conceito da marca e, posteriormente, aplicadas com consistência, há uma identidade visual realmente marcante.

Uma das bases do trabalho de gestão de marca é justamente ter uma estratégia de comunicação visual capaz de entregar consistência e solidez. A partir disso, as pessoas vão se envolver mais facilmente com sua empresa.

Entenda como a tecnologia se torna uma aliada neste processo

A tecnologia é uma plataforma de ampliação das estratégias de comunicação da empresa. Principalmente com ajuda das redes sociais, é mais fácil alcançar pessoas de maneira constante e mostrar a elas o que sua marca é capaz de entregar e, além disso, como essas entregas (de conteúdo ou produto) são feitas com base no branding.

A nível de recursos, as ferramentas de automação de marketing são essenciais para potencializar essa amplitude de comunicação. Essas soluções permitem que mais pessoas sejam alcançadas sem que haja a necessidade de um trabalho humano constante. Assim, é possível gerar mais oportunidades de engajamento e vendas com ajuda de estratégias de branding.

A gestão de marca é um trabalho importante para qualquer empresa, sobretudo com a transformação digital como realidade para essas companhias. É fundamental entender o assunto para, pouco a pouco, preparar estratégias de branding que vão ajudar a engajar mais o público e, consequentemente, impulsionar as vendas.

Quer saber como ter um site completo e eficiente para sua marca? A Bagy ajuda sua empresa!

Pedro Fonseca

Especialista em Marketing e Estratégias Digitais, atua no mercado de e-commerce a mais de 3 anos. Hoje seu principal foco, como CMO na Bagy, é trazer conteúdo relevante para empreendedores de todos os portes e segmentos, a fim de melhorar seus resultados e disseminar boas práticas no comércio eletrônico.

Tenha um site pronto para sua loja vender!