Vendas

Vendas pela internet: 16 dicas para se destacar e fazer sucesso vendendo online

Aprenda como fazer vendas pela internet

Veja o que você irá encontrar neste artigo

As vendas pela internet exigem uma boa preparação. Definir seus objetivos, conhecer o seu público, montar uma loja virtual e criar estratégias de marketing digital são apenas algumas ações. Veja agora as dicas que temos para você ter mais sucesso de vendas no e-commerce!

As vendas pela internet ainda são um desafio para você? O e-commerce oferece diversas vantagens em relação às vendas em lojas físicas, mas isso não quer dizer que seja fácil. Ganhar dinheiro com vendas online requer planejamento e conhecimento.

Você precisa saber o que está fazendo, conhecer o ambiente digital e traçar estratégias, antes de sair colocando a mão na massa. Uma boa preparação aumenta muito as suas chances de sucesso no comércio eletrônico!

Por isso, trouxemos aqui uma série de dicas para alavancar as suas vendas online — e não ser apenas mais uma loja perdida no universo da internet. Acompanhe agora para saber como vender mais no e-commerce:

Defina seus objetivos

Comece definindo seus objetivos. O que você quer alcançar com as vendas na internet? Que tipo de negócio você quer criar? Quais produtos você quer vender? Comece a definição dos objetivos de forma ampla, de olho no futuro que você visualiza para o seu negócio e a sua vida. 

Mas não fique apenas no plano dos sonhos, ok? Uma forma de tornar os objetivos mais tangíveis é desmembrá-los em metas, que são mais específicas, mensuráveis e com prazo definido. Defina, por exemplo, quantos pedidos você quer receber e quanto você quer faturar no primeiro ano de operação.

Assim, você pode começar a definir as estratégias para traçar o caminho até esse futuro desejado.

Escolha seu público-alvo

Público-alvo é um segmento de consumidores com características em comum que você quer atender. Para definir o público-alvo do seu negócio, é importante saber analisar o mercado e identificar uma boa oportunidade de negócio.

Faça uma pesquisa entre as lojas online, entenda quais categorias de produtos vendem mais, quais setores têm mais concorrência e quais ainda não são bem atendidos. Dessa forma, você pode perceber que determinado segmento de público ainda não tem suas necessidades atendidas pelos lojistas.

Então, aí está a sua oportunidade de preencher uma lacuna do mercado e atender um nicho que vai adorar os seus produtos. A partir daí, todas as suas estratégias vão ser direcionadas a esses consumidores.

Crie um perfil de cliente ideal

O cliente ideal é aquela pessoa que entende o valor do seu produto, que tem as necessidades atendidas pelo seu negócio, faz compras recorrentes e divulga o nome da loja entre seus conhecidos. O cliente ideal é aquele que gera mais receitas e demanda menos custos do seu negócio.

Então, procure descrever as características desse cliente ideal, desde a sua idade, localização e formação, até os seus interesses e comportamentos. Com essa descrição, você pode traçar estratégias de produto, preço e divulgação direcionadas para as pessoas certas, que tendem a comprar mais e trazer mais lucratividade.

Conheça bem o seu segmento de atuação

Conheça o território em que você está entrando. Além de entender como funciona o e-commerce e o ambiente digital, é importante estudar sobre o seu setor de atuação e como funciona a dinâmica desse mercado.

Comece pesquisando sobre os seus concorrentes, quem são eles, há quanto tempo estão no mercado, como está sua reputação e quais são as suas principais estratégias. É importante também entender quem são seus fornecedores, potenciais parceiros e possíveis entrantes no mercado, que podem acirrar a concorrência.

Além disso, entenda as expectativas dos consumidores: o que eles esperam dos produtos e dos vendedores nesse segmento de atuação? Isso vai ajudar você a se estabelecer no mercado com mais segurança.

Encontre os produtos certos para vender pela internet

Existem inúmeras categorias de produtos para vender pela internet. Mas nem todos representam uma boa oportunidade de negócio. Eles podem não ter demanda dos consumidores ou ter muita concorrência, por exemplo. Então, vale a pena fazer uma análise para escolher os produtos certos.

Primeiramente, entenda as suas preferências. É importante trabalhar em um segmento que você goste, com o qual você se identifique. Além disso, analise estes fatores do mercado: 

  • Concorrência: você pode vender em mercados concorridos, com preços competitivos, ou trabalhar em um nicho, com menos volume de vendas, mas com valores mais elevados.
  • Tendências: vale a pena entender quais produtos estão em alta e aproveitar a maior demanda por eles no mercado.
  • Disponibilidade: saiba se você consegue encontrar facilmente o produto, de preferência na sua região, para abastecer seus estoques.
  • Características do produto: analise o tamanho do produto, se é perecível, se há restrições de vendas, se é sazonal, entre outras características que afetam a gestão do estoque e as vendas.
  • Tamanho de mercado: entenda o tamanho potencial do mercado, para saber se você vai ter clientes suficientes para gerar lucros ao seu negócio.
  • Margem de lucro: calcule quanto você cobrar com esses produtos e se esses valores são capazes de gerar o faturamento e a lucratividade que você quer alcançar.

Tenha um mix de produtos diversificado

O mix de produtos se refere à variedade de itens que você vende. É interessante diversificar o seu portfólio para que as vendas não dependam apenas de um ou dois produtos

Mas também é importante não diversificar demais e fugir do perfil e interesse do seu público-alvo. Então, dentro do seu nicho de mercado, entenda quais outros produtos e variações também podem interessar ao seu público. Uma loja de capinhas de celular, por exemplo, pode vender também carregadores, cabos, películas de proteção e outros acessórios.

Dessa forma, o cliente não precisa procurar outro vendedor para comprar o que deseja — ele pode encontrar tudo na sua loja.

Otimize a experiência do cliente

O site em que você vende os seus produtos deve receber bem os clientes. Pense como se fosse uma loja física, em que os clientes esperam ver vitrines bonitas, olhar os produtos de forma organizada, encontrar facilmente o que desejam e aproveitar as melhores ofertas.

Por isso, o site de vendas deve ser funcional, sempre com foco na experiência do cliente. Ele não deve encontrar obstáculos para realizar qualquer ação no site. Lentidão no carregamento, botões que não funcionam, excesso de campos no formulário: tudo isso pode levar o cliente a desistir da compra.

Por outro lado, uma experiência positiva pode conquistar a sua satisfação e fazê-lo voltar outras vezes. Para isso, é importante simplificar o processo de vendas, facilitar a navegação no site e evitar qualquer erro que possa prejudicar sua experiência.

Escolha os melhores canais de vendas

Na internet, é possível trabalhar com diferentes canais de vendas, que são os espaços em que você vende seus produtos. Você pode:

  • Criar uma loja virtual própria, em uma plataforma de e-commerce;
  • Inserir seus produtos em marketplaces (Mercado Livre e Shopee, por exemplo);
  • Vender em aplicativos de mensagens (WhatsApp e Telegram, por exemplo);
  • Criar uma loja nas redes sociais (Loja do Instagram e do Facebook, por exemplo).

Quanto mais canais de vendas você tiver, mais chances tem de alcançar mais consumidores. Mas é importante escolher canais que você consiga administrar com eficiência.

Planeje os argumentos de venda

Se você já conhece bem o seu público e os seus produtos, pode criar argumentos de venda mais eficientes. Mire naquilo que é capaz de motivar os seus clientes, como o preço, o desconto ou as condições de pagamento.

Mas não fique apenas no plano racional da venda. Procure também se comunicar com a subjetividade dos consumidores. Os argumentos de venda podem mirar nos benefícios que o produto pode trazer para a vida das pessoas, como elas vão se sentir quando usá-los.

Na venda de um carro, por exemplo, você vende atributos como velocidade e conforto, mas vende também a sensação de liberdade.

Realize campanhas com ofertas limitadas

Ofertas limitadas acionam gatilhos mentais nos consumidores. Eles sentem que precisam comprar logo os produtos porque vão acabar (gatilho da escassez) ou porque o prazo está se esgotando (gatilho da urgência) e eles não querem ficar para trás.

Então, você pode explorar esses gatilhos para estimular as vendas. Expressões como “poucas unidades”, “restam apenas X unidades”, “apenas para os X primeiros clientes” ou “só até amanhã” têm um grande impacto nas decisões de compra dos consumidores.

Invista em anúncios

No marketing digital para e-commerce, investir em anúncios pagos é uma das estratégias mais importantes. A publicidade na internet oferece recursos de segmentação do público-alvo, que permite alcançar exatamente quem você deseja atrair, e de mensuração das ações, para você medir e otimizar os seus resultados.

Existem duas principais plataformas de anúncios na internet: o Facebook Ads e o Google Ads. Com elas, você pode anunciar no Facebook, Instagram e Google, além de milhares de sites da web. Assim, os seus produtos ganham destaque e visibilidade nos canais digitais que o seu público mais utiliza. 

Invista em marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo também é uma das principais estratégias que os lojistas virtuais podem utilizar. Diferentemente dos anúncios pagos, essa estratégia é orgânica, ou seja, você não precisa pagar diretamente pela mídia.

Para trabalhar com marketing de conteúdo, você pode criar um blog no seu site e produzir artigos para tirar dúvidas dos consumidores, dar dicas de uso dos produtos, explicar termos e conceitos mais difíceis, entre outros temas. Se esses artigos forem relevantes para as pessoas, eles podem aparecer nas primeiras posições do Google e atrair mais visitantes para o seu site.

Uma loja de produtos de beleza, por exemplo, pode oferecer tutoriais de maquiagem, explicar sobre os tipos de cabelo e ensinar como cuidar da pele. Assim, leitoras e leitores se sentem mais próximos da marca e confiam no que ela vende.

Aproveite as redes sociais

As redes sociais são grandes aliadas para você vender mais pela internet. Não pense que elas só servem para bisbilhotar a vida das pessoas ou publicar as fotos do seu aniversário. Elas também servem para se relacionar com consumidor, atrair potenciais clientes e vender.

No Facebook, Instagram, Pinterest, TikTok e outras plataformas, você pode publicar conteúdos do interesse da sua audiência. Interaja com os usuários e estimule o relacionamento com a sua marca, que cria proximidade e confiança.

Mas use também as redes sociais para divulgar e vender seus produtos. Marque os itens da sua loja nas publicações e direcione os usuários para o seu site, onde eles podem finalizar a compra. O social commerce é uma forte tendência do comércio eletrônico, então aproveite também no seu negócio.

Conte com uma estratégia pós-venda

No e-commerce, uma venda não termina quando o cliente faz o pagamento. O produto ainda precisa ser separado e despachado até o endereço do cliente, que vai receber o pedido, ver se está tudo ok e se quer trocar ou devolver.

Se ele quiser, o lojista tem que executar a troca ou devolução, de maneira que esse processo seja simples para o comprador. Se o cliente ficar satisfeito com a compra, o lojista pode aproveitar para estreitar o relacionamento com ele e incentivar que volte a comprar, além de recomendar a loja para outras pessoas.

Toda essa etapa de pós-venda deve fazer parte do planejamento da loja. Dessa forma, você tem mais chances de ganhar a satisfação e a fidelidade dos clientes.

Ofereça um atendimento diferenciado

A qualidade do atendimento é determinante para a satisfação do cliente. Lembre-se de que o consumidor online faz as suas compras à distância. Então, ser bem atendido é essencial para se aproximar da marca e sentir confiança na loja.

Então, quando um cliente entrar em contato com uma dúvida ou um problema, ofereça um atendimento ágil e atencioso. Fique de olho também nas redes sociais, que as pessoas gostam de usar para entrar em contato e, muitas vezes, reclamar das marcas. Nesse caso, seja cordial e procure entender a insatisfação do cliente.

No pós-venda, quando acontecem problemas na entrega ou defeitos no produto, por exemplo, o atendimento é ainda mais importante para reverter a má impressão.

Conte com uma boa plataforma de vendas

Uma boa plataforma de vendas é essencial para ter sucesso no e-commerce. Esse é o ambiente em que você vai receber os clientes, apresentar as suas ofertas, dispor os seus produtos e fazer as vendas.

Por isso, esse ambiente precisa ser seguro, atrativo e organizado. Deve oferecer a melhor experiência de compra para o cliente, mas também facilitar a gestão das vendas pelo lojista. As plataformas de e-commerce oferecem inúmeros recursos para isso, desde a criação do layout com ferramentas simples e intuitivas, até a gestão dos pedidos na administração da loja.

Enfim, essas são as dicas que temos para você vender pela internet e se destacar no comércio eletrônico. A concorrência é grande, conquistar os clientes é um desafio, mas uma boa preparação — como você está fazendo ao ler este artigo! — vai facilitar o seu caminho até o sucesso.

Não perca a oportunidade ter a sua loja online com a Bagy e se destacar no mercado digital!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Artigos relacionados

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.