Empreendedorismo

Como começar a vender roupas com pouco dinheiro: guia completo para vender sem gastar muito!

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Aprenda a como começar a vender roupas com pouco dinheiro. Separamos dicas práticas e fáceis para que você consiga colocar em prática sem dificuldades. Desde a escolha do nicho de mercado às formas de pagamento!

Aprender a como começar a vender roupas com pouco dinheiro pode ser uma excelente ideia para quem deseja empreender e não sabe por onde começar. Afinal, por mais altos e baixos que enfrente, o segmento da moda realmente nunca sai da lista dos mais buscados pelos usuários.

É por isso que investir no setor da moda é sempre uma boa ideia. O melhor de tudo é que é possível criar a sua loja gastando bem pouco — e garantindo uma boa lucratividade.

Quer saber como fazer isso? Nós podemos te ajudar! Preparamos um guia completo sobre esse nicho que cresce todos os dias. Vamos te dar as orientações e as dicas mais quentes sobre o segmento de vendas na moda. Confira!

Por que começar a vender roupas online?

O empreendedorismo digital é outro ramo que tem se tornado cada vez mais popular. Afinal, ele é extremamente democrático! Isso significa que pessoas com diferentes níveis de investimento são capazes de criar uma loja online.

Dessa forma, podemos definir a nossa primeira grande dica sobre como começar a vender roupas com pouco dinheiro: crie um espaço de vendas virtual! É possível encontrar plataformas de e-commerce e marketplace que atuam gratuitamente ou por um valor muito baixo, condicionado à comissão sobre as suas conversões.

Logo, é uma alternativa real para criar uma vitrine virtual e oferecer os seus produtos para clientes do mundo todo. Não é preciso nem dizer que, quanto mais pessoas tiverem contato com os itens da sua loja, maiores são as chances de venda, certo?

Veja as principais vantagens de vender roupas online

Além da enorme visibilidade que o empreendedorismo digital oferece, ele ainda traz outras vantagens que o tornam uma ótima alternativa para quem está em busca de meios de como começar a vender roupas online e com pouco dinheiro. Confira a seguir quais são elas.

Crescente do mercado da moda

O mercado de moda online vem tendo um crescimento constante nos últimos anos. Esse aumento se deve em grande parte à crescente utilização da internet e ao aumento das compras online.

O que contribui para essa crescente também é a comodidade e o desejo das pessoas de terem acesso a uma grande variedade de roupas sem precisar sair de casa para isso. Todo esse crescimento demonstra cada vez mais essa demanda contínua por produtos de moda online.

Ampla audiência

Outra grande vantagem de vender roupas online é a capacidade de uma loja alcançar uma audiência muito grande — inclusive global. Ao contrário dos espaços físicos, que ficam limitados a uma localização geográfica específica, as lojas virtuais conseguem atender clientes em qualquer lugar do mundo.

Isso significa que o seu negócio não ficará restrito apenas às limitações de uma única área de atuação. Isso amplia de maneira muito significativa as oportunidades de vendas do seu negócio.

Variedade de produtos

Um ponto interessante sobre a venda de roupas online é que ela permite que a sua loja ofereça uma variedade bastante diversificada de produtos. Isso pode incluir roupas, acessórios, calçados e o que mais você quiser.

Essa ampla gama de produtos permite que você atenda a diferentes gostos e estilos do seu público-alvo. Você pode, por exemplo, adaptar os produtos para atender não só às tendências da moda como às preferências dos clientes. Assim, seu negócio se mantém relevante e bastante atraente.

Como começar a vender roupas com pouco dinheiro?

Se a sua ideia é dar uma guinada na sua vida profissional a partir de agora, vale a pena aprender como começar a vender roupas com pouco dinheiro. Confira, a seguir, algumas das melhores sugestões.

Dropshipping

Começar a vender roupas com pouco dinheiro por meio do dropshipping é uma opção bastante acessível, já que ela elimina a necessidade de você ter um estoque físico na sua loja.

Nesse modelo de negócios, você atua como um intermediário entre o fornecedor das peças e o seu cliente. Em vez de manter um estoque dos produtos, basta listar as mercadorias do fornecedor que você escolher no seu site e, quando alguém faz uma compra, o item é enviado para a pessoa em seu nome.

Com o dropshipping, você ganha dinheiro na diferença entre o preço que o cliente paga e o preço que o fornecedor cobra por cada peça. Ou seja, você fica apenas com o lucro.

Revenda de roupas usadas

Uma boa opção para vender roupas com pouco dinheiro é iniciar um brechó online. Como esse é um modelo de negócios que envolve a revenda de peças de segunda mão — ou seja, que já foram usadas —, elas podem ser adquiridas a preços mais baixos e revendidas com margens de lucro atrativas.

Mas, é importante frisar que o sucesso de uma revenda de roupas usadas depende da qualidade do estoque e da capacidade de fazer boas estratégias de marketing. Além disso, como esse mercado tem ganhado bastante popularidade por conta da conscientização ambiental, investir nesse tipo de negócio é sustentável ao mesmo tempo em que é financeiramente vantajoso.

Produção local e artesanal

Caso você tenha habilidades em costura ou design, uma boa ideia é considerar criar roupas artesanais da sua região. Além de economizar em custos de produção, isso também pode atrair clientes interessados em produtos que sejam mais exclusivos e personalizados.

Encontre bons fornecedores

Encontrar bons fornecedores é essencial ao iniciar um negócio de vendas de roupas, especialmente se você estiver operando com um orçamento limitado. Isso porque são eles que garantem a qualidade dos produtos que você vende e roupas de qualidade superior atraem mais clientes.

Independentemente do tamanho do seu orçamento inicial para começar a vender roupas, é preciso investir bastante tempo na pesquisa e na seleção de fornecedores confiáveis. Essa decisão vai garantir a satisfação do seu público e a longevidade do seu negócio.

Dicas para como começar a vender roupas online

Agora que você já sabe onde encontrar bons produtos com bom custo-benefício, já pode começar a pensar em como começar a vender roupas online com pouco dinheiro. O intuito é aproveitar que esse tipo de venda está se tornando cada vez mais relevante para o nicho de roupas e se inserir nesse mercado.

Segundo um levantamento realizado pelo Melhor Envio, somente no Brasil as vendas de roupas e acessórios em 2022 representaram 24% do total de pedidos realizados nas lojas virtuais. É um número bastante expressivo, não é mesmo?

Se você também quer ter sucesso no mercado digital ao oferecer as suas peças e se destacar da concorrência, vale a pena conhecer algumas dicas que poderão dar mais visibilidade ao seu negócio e embasamento para você se tornar um profissional qualificado. Confira a seguir as que selecionamos para te ajudar!

Escolha um nicho de mercado

O primeiro passo é decidir em que tipo de nicho de mercado você deseja se especializar. Atualmente, existem várias opções que oferecem um bom retorno financeiro para quem decide investir nelas. A seguir, listamos as principais para você conhecer.

Adulto feminino

Um dos maiores segmentos do mercado de roupas. Inclui uma grande variedade de peças e de estilos, como moda formal, casual, roupas de festa, de trabalho e muito mais.

Adulto masculino

Assim como o segmento feminino, roupas para homens adultos abrangem roupas casuais, formais, esportivas, além de vestuário para ocasiões especiais.

Infantil

O nicho infantil é dedicado às roupas de bebês e crianças de todas as faixas etárias, desde recém-nascidos até pré-adolescentes. Abrange também roupas escolares, de festa e esportivas.

Plus size

Moda voltada para pessoas que usam roupas acima do padrão de tamanho convencional das lojas. Esse nicho abrange todos os sexos e faixas etárias e tem tido um grande crescimento no mercado fashion.

Esportivo

O nicho esportivo é focado em roupas que são projetadas para atividades esportivas e fitness. Inclui roupas esportivas de alto desempenho, além de peças para praticar ioga, corrida, para ir à academia, entre outras.

Streetwear

Também conhecido como moda urbana, esse segmento tem crescido muito nos últimos anos. O foco é vender roupas descontraídas e sem muitas regras para o público jovem das grandes cidades que é conectado com as tendências globais.

Roupas confortáveis

Conhecida oficialmente como loungewear, a popularidade desse nicho vem crescendo muito nos últimos anos — especialmente durante a pandemia. Essa tendência inclui peças de pijama ou peças que priorizam o conforto, como moletons e as feitas de algodão e linho.

Moda praia

A tropicalidade do Brasil é um fator que contribui para o aquecimento do nicho de moda praia no mercado. Seu foco são as peças de banho como sungas, biquínis e maiôs.

Moda evangélica

O público evangélico movimenta um enorme mercado próprio com diversos produtos, como entretenimento, artigos religiosos e — claro — moda. Na maior parte, o público é feminino e busca por vestidos mais longos e decotes fechados, mas que, mesmo assim, permitam que quem use não perca o estilo.

Moda íntima

Antigamente, a moda íntima era tratada como tabu, então as peças eram feitas para ficarem escondidas e nunca vistas. Mas, semelhante ao mercado de moda praia, aqui também existe a valorização da sensualidade e da beleza — sem falar do conforto.

Depois de conhecer mais sobre as opções disponíveis no mercado, você conseguirá escolher a que mais te atrai e, a partir daí, criar uma comunicação mais assertiva. Além disso, também vai poder se dedicar a encontrar os melhores fornecedores para cada segmento.

Analise a concorrência

Analisar os seus concorrentes é extremamente importante. Afinal, é essencial que você identifique como eles atuam no mercado e qual a relevância de cada um.

Fazer uma pesquisa aprofundada é fundamental para que você crie uma boa estratégia de vendas. Nela, você pode identificar quais são os pontos fortes deles para poder se inspirar, assim como os pontos fracos — para conseguir encontrar diferentes oportunidades de se destacar.

Analise e encontre os melhores fornecedores

Depois de avaliar o nicho de mercado e o seu espaço de atuação, é hora de colocar a mão na massa no projeto de como começar a vender roupas online com pouco dinheiro.

Para isso, primeiramente você precisará fazer um levantamento de bons fornecedores. O próximo passo é verificar qual a margem de lucratividade que você conseguirá operar a partir do seu investimento inicial.

Conheça o seu público

Mesmo depois de segmentar o seu nicho de mercado, você deve conhecer o seu público com profundidade para poder oferecer os produtos corretos para eles.

Se você investiu, por exemplo, em uma grande quantidade de roupas femininas nos tamanhos P e M, mas o seu público mais abrangente é plus size, certamente ficará com itens empacados no estoque.

Construa um plano de negócios

Um detalhe essencial para quem vai iniciar uma jornada empreendedora é investir na gestão do negócio. Aqui, a dica é ir além de somente vender e criar uma empresa.

Aprenda mais sobre branding, planejamento estratégico, administração e construa um verdadeiro plano de negócios para a sua marca de roupas. Isso vai solidificar todo o seu planejamento e aumentar ainda mais as chances de conquistar sucesso na empreitada.

Pense em como vai divulgar seu negócio

Já ouviu aquela famosa frase da publicidade, que diz que “quem não é visto, não é lembrado”? Certamente ela é muito verdadeira. Por isso, ainda pensando na parte de gestão empresarial, saiba que você vai precisar divulgar — e muito — a sua loja.

É fundamental que os seus possíveis clientes tenham acesso à sua loja, conheçam os seus produtos e saibam que você, efetivamente, existe para que possam ter interesse em comprar.

Então, invista em divulgação! No começo, ela pode ser feita por você mesmo por meio de táticas simples de marketing online e offline.

Desenvolva o branding da sua marca

Que tal ir além de somente vender roupas e criar uma grife? Já pensou em ter uma loja que se destaque e que tenha relevância entre os concorrentes?

Tudo isso pode ser conquistado se você investir em branding. Essa palavra difícil nada mais é que a consolidação de uma marca feita com elementos essenciais e que te diferenciarão de outros vendedores.

Uma marca forte e consolidada se fixa com muito mais facilidade na mente do público. Isso pode ser um diferencial e tanto no momento das conversões e, consequentemente, no faturamento do seu negócio.

Aposte em boas fotos e descrições dos produtos

Aqui, é importante você sempre se lembrar que o segmento de moda se alimenta do apelo visual. Então você precisará atrair o seu público imediatamente pelo olhar.

Isso só é possível se você fizer um bom trabalho com as imagens das peças da sua loja online. Cuide para tirar fotos bonitas que destaquem os pontos fortes dos seus produtos.

Além disso, também será preciso investir tempo — e dedicação — para criar descrições que sejam assertivas e chamativas. Nelas, escreva tudo o que for importante em relação às peças, como tamanho, medidas, cores disponíveis e assim por diante.

Pense nas embalagens

Quanto mais você se diferenciar da concorrência, maior será o seu destaque para o público. E isso se mostra essencial quando se pensa em alguns detalhes mais específicos, como as embalagens.

Pense fora da caixa e vá além da simples sacolinha ou da caixa de papelão marrom. Invista um pouquinho de dinheiro a mais e crie uma embalagem bonita, personalizada e que ofereça uma experiência diferente e completa ao cliente quando for abri-la.

Crie um processo para a troca e devolução de produtos

Principalmente se você for investir no segmento digital para criar a sua loja de roupas, tenha em mente que é essencial ter um processo e uma política clara a respeito de trocas e devoluções.

É comum que os clientes comprem pelo apelo visual sem dar muita atenção aos detalhes que envolvem o produto em si. Então, além de cuidar para que essas informações tenham um grande destaque no site da sua loja, também busque identificar como serão feitas as reposições.

Esse é o famoso “combinado que não sai caro”. Quanto mais transparente for o seu processo, menor é a chance de ter dores de cabeça com clientes problemáticos.

Escolha formas de pagamento e envio

Também é importante não se esquecer de uma das partes práticas — e uma das mais importantes — do mundo das vendas: pagamento. Aproveite a grande variedade que a tecnologia oferece e utilize métodos de pagamento diversos para poder oferecer mais comodidade e poder de escolha para os clientes.

Além disso, é importante que você defina qual será o seu método de envio. Os Correios sempre são uma boa opção, mas vale a pena você entrar em contato com transportadoras que atendam a sua região. Elas podem oferecer preços interessantes para os fretes, o que pode se tornar um diferencial que irá conquistar seu público.

Vale a pena vender roupas em Marketplaces?

Uma das maiores dúvidas de quem está começando a empreender nesse ramo é saber qual é o melhor site para vender roupas online. Nessa busca, além do próprio site em plataformas de e-commerce, muitos acabam esbarrando na possibilidade de disponibilizar as peças em um marketplace e desejam saber mais sobre o assunto.

É o seu caso? Então a seguir falaremos mais sobre isso.

Principais marketplaces de roupas

O nicho de moda tem espaço em canais de venda generalistas que investem nessa categoria. Alguns dos grandes marketplaces que podem potencializar a venda de roupas online incluem:

  • Amazon;
  • Mercado Livre;
  • Netshoes;
  • Americanas;
  • Magazine Luiza.

Nos últimos anos, vários gigantes do varejo convencional do ramo específico de roupas e acessórios também transformaram as suas lojas virtuais em marketplaces. Alguns deles incluem:

  • Renner;
  • C&A;
  • Riachuelo;
  • Dafiti;
  • Posthaus;
  • Zattini.

Com tantas opções disponíveis, basta escolher a que mais te agradar ou a que mais fizer sentido com as estratégias do seu negócio.

Maiores vantagens dessa estrutura

Vender roupas em marketplaces oferece inúmeras vantagens e a primeira delas é a segurança. Isso porque você geralmente se beneficia das medidas das próprias plataformas que protegem tanto os vendedores quanto os compradores, como sistemas de pagamento seguros e procedimentos para resolver disputas.

Outra vantagem é a visibilidade, já que marketplaces são locais onde milhões de consumidores fazem compras diariamente. Você, então, tem a chance de ter acesso a uma audiência muito maior do que teria apenas no seu site.

A facilidade de logística reversa também é uma vantagem dos marketplaces. Muitas vezes, eles oferecem políticas padronizadas e procedimentos simplificados para gerenciar tanto as devoluções de produtos quanto o reembolso do valor da compra.

Quais roupas mais vendem?

Antes mesmo de começar a vender roupas online, para aumentar ainda mais as chances de ter boas vendas na sua loja, você precisa saber quais são as peças que mais vendem. Ter essa noção é bom principalmente no começo do negócio para nortear as suas estratégias e as tomadas de decisões.

Entre as roupas que mais vendem atualmente, é possível citar:

  • jeans: são considerados como unanimidade na moda. Do clássico ao mais descolado, são um item básico no guarda-roupa de praticamente todo mundo — além de terem alta demanda durante o ano todo;
  • roupas íntimas: outras peças eu têm demanda constante e estão sempre entre as mais vendidas. Seja para o dia a dia ou para ocasiões especiais, são essenciais para o guarda-roupa de todas as pessoas;
  • malhas: peças versáteis que caem bem em qualquer estação. Podem compor looks diferentes e exclusivos tanto dentro da moda masculina quanto da feminina;
  • fitness: a prática de atividade física vem se tornando cada vez mais uma prioridade na vida das pessoas que buscam saúde física e mental, além de uma satisfação com o próprio corpo. Hoje em dia é possível encontrar uma ampla variedade de estampas, tecidos e estilos para todo tipo de público.

Lembre-se de que não é obrigatório vender essas peças na sua loja de roupas. Mas é bom considerar ter algumas delas no seu estoque para que as vendas possam acontecer com mais facilidade no início do negócio.

Depois, caso você sinta a necessidade de mudar, pode ir incorporando outros itens no seu site que combinem mais com a sua estratégia.

Por onde começar a vender roupas na internet e fora dela?

Uma das principais vantagens de vender roupas é que você conta com diversas alternativas de onde oferecer os seus produtos. Desde o contato direto com os clientes em uma loja física, todas essas maneiras garantirão muitas conversões.

Vale acrescentar que o brasileiro aprendeu e gosta de comprar online. Então, é essencial que você solidifique a sua marca no segmento digital. Tanto, que entre as nossas sugestões, essas são as que aparecem com prioridade.

Afinal, além de demonstrar bastante profissionalismo, a loja virtual não exige um investimento muito alto. Entenda melhor cada uma delas!

Marketplaces

Assim como dito anteriormente, uma alternativa de venda online é cadastrar os seus produtos nos marketplaces. Com todas as vantagens que já listamos sobre essa opção, vale a pena considerar utilizar esses canais na sua estratégia.

Redes sociais

Agora, se você realmente quer se conectar com o público e criar uma marca engajada, não deve, jamais, se esquecer de usar as redes sociais a seu favor. Inclusive, como um canal de vendas!

É por meio delas que você terá a oportunidade de conversar diretamente com quem se interessa pelos seus produtos e criar uma conexão real. Aproveite para tirar as dúvidas do público e reforçar o seu posicionamento de mercado.

Mas, não se esqueça que as redes são, em suma, vitrines da sua loja. Por isso, sempre faça boas postagens e tenha moderação no que será escrito. Também invista na divulgação de boas imagens.

Lembre-se de que a sua primeira intenção é atrair, para depois disso converter e, finalmente, fidelizar seus consumidores.

Loja física

Jamais podemos abrir mão do modelo de vendas mais antigo que existe e que funciona muito bem: o da loja física.

Aliás, esse pode ser um segundo passo na estrada de sucesso que decidiu iniciar ao procurar mais informações sobre como começar a vender roupas com pouco dinheiro. Vale a pena iniciar as suas vendas digitalmente e, assim que conseguir um pouco mais de valor em caixa, pensar em abrir um espaço físico.

Certamente os seus clientes mais próximos desejarão conhecer a sua loja e adorarão saber que você tem um ponto fixo para poderem experimentar e visualizar os seus produtos mais de perto.

Instagram

Já falamos sobre vender roupas nas redes sociais de um modo geral, mas vale um destaque para o Instagram, já que essa plataforma conta com uma base de usuários ativos gigantesca e tem um apelo visual muito forte.

Com diversos recursos interessantes, como o Instagram Shopping — a famosa sacolinha —, é possível marcar seus produtos diretamente nas postagens, o que simplifica o processo de compra para o seu cliente.

Além disso, como toda rede social, o Instagram é um ambiente propício para a construção de uma marca, já que ele permite interagir diretamente com os clientes e criar conteúdo visual atraente.

Loja virtual

Para quem está em busca de como começar a vender roupas com pouco dinheiro, a loja virtual é uma alternativa real e concreta.

Existem plataformas de e-commerce que oferecem espaços e divulgação por valores muito atraentes que são compensatórios e ainda te ajudam a tornar as suas ações muito mais profissionais.

Certamente você vai perceber como as conversões aumentam quase que por uma consequência de um bom trabalho prestado.

Então, se quiser saber como começar a vender roupas com pouco dinheiro, vale a pena conhecer algumas plataformas, como a Bagy. Aqui, você pode criar a sua loja online e ter o seu site de vendas. Não perca tempo e conheça agora!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Artigos relacionados

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.