Empreendedorismo

Trabalho autônomo: definição, tipos e vantagens [GUIA COMPLETO 2024]

Veja o que você irá encontrar neste artigo

O trabalho autônomo diz respeito a todas as atividades exercidas por profissionais de maneira liberal por meio de prestação de serviços para empresas ou outras pessoas por um tempo específico, mas sem vínculo empregatício.

Você já sentiu aquele desejo de buscar por algo a mais na carreira ou mesmo na vida, mas ainda sente que não encontrou a oportunidade ideal? A sensação de querer fazer algo, mas sem saber exatamente qual rumo seguir pode ser frustrante. Muitas outras pessoas que também se sentiam assim se encontraram no trabalho autônomo.

Essa modalidade é uma alternativa cada vez mais popular para aqueles que desejam trilhar seu próprio caminho — seja por meio de uma loja virtual ou pela prestação de serviços — e encontrar o tão sonhado equilíbrio entre trabalho e paixão.

Neste post, preparamos um guia sobre o trabalho autônomo. Aqui, você vai descobrir o que ele é, os diferentes tipos, as vantagens, as desvantagens, os direitos desse trabalhador, ideias para você começar nessa empreitada e muito mais. Acompanhe!

O que é trabalho autônomo?

Trabalho autônomo são todas as atividades exercidas por profissionais de maneira liberal por meio de prestação de serviços para empresas ou outras pessoas por um tempo específico, mas sem vínculo empregatício.

Esses profissionais são favorecidos por questões tributárias e pela facilidade em encontrar trabalho no mercado digital — que foi o responsável por fazer com que diversas pessoas pudessem se consolidar profissionalmente nos últimos anos. Tudo isso fez com que essa maneira de trabalhar se tornasse uma opção atraente.

Diferenças entre trabalhador autônomo e empregado formal

Uma das maiores diferenças entre o trabalhador autônomo e o empregado formal é que o primeiro exerce suas atividades profissionais sem ter um vínculo empregatício e o segundo é um trabalhador subordinado, que recebe ordens, é pessoa física e trabalha todos os dias — ou ao menos periodicamente.

Outra diferença entre esses dois tipos de trabalhadores é que o autônomo sempre tem uma relação comercial com o contratante dos seus serviços, enquanto o empregado tem uma relação trabalhista. Além disso, o primeiro profissional tem direito ao valor dos serviços prestados, enquanto o segundo tem direitos trabalhistas garantidos por lei.

Qual a diferença entre microempreendedor, profissional liberal e autônomo?

Atualmente, existem alguns tipos de trabalhador autônomo e cada uma dessas classes conta com características que as tornam diferentes uma das outras. Confira, a seguir, quais são as diferenças entre elas.

Microempreendedor Individual (MEI)

O MEI (Microempreendedor Individual) só pode ser uma pessoa jurídica, ou seja, uma empresa. Isso significa que ele precisa ter um CNPJ ativo para exercer as suas funções e preencher alguns requisitos para se encaixar nessa modalidade, como:

  • não ter mais de uma empresa;
  • não ser sócio ou administrador de mais de uma empresa;
  • precisa exercer uma das atividades permitidas à categoria;
  • pode contratar apenas um funcionário;
  • faturar até R$ 81 mil por ano (ou R$ 6.750 por mês).

Profissional liberal

Ao falar em profissionais liberais, muitas pessoas logo pensam em advogados, engenheiros, professores, médicos, dentistas, veterinários e por aí vai. Eles fazem sim parte dessa classe de trabalhadores e a maior característica entre eles é que podem exercer atividades em negócio próprio ou de terceiros.

Também podem ter vínculos empregatícios com mais de uma empresa, o que significa que têm direito de ter a carteira assinada e usufruir dos benefícios que ela proporciona — mas devem se responsabilizar pelos próprios erros.

Autônomo

O autônomo não tem vínculo empregatício — ou seja, não tem carteira assinada. Pode ser pessoa física ou jurídica e não precisa apresentar certificações ou habilitações para exercer a profissão que escolher. Além disso, pode prestar serviços para pessoas físicas ou jurídicas diversas, não está subordinado a uma cadeia hierárquica e responde pelos seus próprios erros.

Quais são os direitos do trabalhador autônomo?

De maneira direta, entre os principais direitos do trabalhador autônomo, é possível destacar:

  • aposentadoria por idade, invalidez, por tempo de contribuição ou especial;
  • salário-maternidade;
  • auxílio-reclusão;
  • pensão em caso de morte;
  • auxílio-doença.

Critérios para garantir os direitos

Um dos principais critérios para o trabalhador autônomo garantir seus direitos é procurar o INSS e se cadastrar como um contribuinte individual. A partir daí, ele será responsável pelos recolhimentos mensais de acordo com as atividades que desempenha.

Esse recolhimento é baseado na receita gerada com o serviço do profissional. É ele que garante os direitos citados acima.

A importância do INSS para a segurança social do trabalhador autônomo

O INSS é um imposto extremamente importante para a garantia da segurança financeira dos trabalhadores autônomos e das suas famílias. O pagamento deve ser realizado regularmente para que o acesso aos benefícios possa ser garantido.

O pagamento do INSS é obrigatório para os profissionais autônomos que se inscreveram como contribuintes. Quem não realizar o pagamento pode ficar desprotegido em caso de alguma necessidade e ainda pode ser autuado pela Receita Federal e pagar uma multa.

Como pagar o INSS sendo trabalhador autônomo

O passo a passo para pagar o INSS sendo trabalhador autônomo é muito simples. Basta:

  1. fazer a inscrição pelo site da Previdência Social ou por meio de uma agência presencial;
  2. informar o número do PIS e apresentar alguns documentos, como RG, CPF e comprovante de residência;
  3. escolher a alíquota e a contribuição;
  4. fazer o cálculo da contribuição;
  5. emitir a guia do pagamento no site da Previdência Social ou no aplicativo do INSS.

Quais são as vantagens e as desvantagens do trabalho autônomo?

Como você pode imaginar, existem muitas vantagens e desvantagens do trabalho autônomo, como em qualquer outra maneira de trabalhar. Pronto para conhecer quais são elas?

Vantagens

Existem diversas vantagens nessa modalidade de trabalho. Então, sem mais demora, vamos conhecer algumas delas a seguir.

Flexibilidade de horário

Uma das principais vantagens de trabalhar como profissional autônomo é a flexibilidade de horário que esse trabalho oferece. Isso porque você não precisa começar as suas atividades sempre no mesmo horário como se estivesse em uma empresa, ou sequer cumprir uma carga horária fixa.

Dessa maneira, conseguirá conciliar melhor a sua vida profissional com outras áreas tão importantes da sua vida quanto essa, como a família, social e de saúde.

Ganhos maiores

Geralmente, quem trabalha como autônomo consegue ter uma margem de salário muito maior do que os trabalhadores que cumprem o regime de carteira assinada. Isso porque o ganho é por produtividade e ainda existe a possibilidade de escalar os ganhos.

Um trabalhador formal, por sua vez, muitas vezes recebe menos do que merece pelos serviços realizados.

Liberdade criativa

Um trabalhador autônomo tem total controle de como vai desempenhar suas atividades. Também é ele quem decide se vai contratar alguém para ajudá-lo ou como — e para quem — vai vender o seu produto ou serviço.

A liberdade criativa para a resolução de problemas dos clientes não será prejudicada por um chefe com uma visão mais limitada e é o profissional que faz todas as tomadas de decisão. Isso proporciona um sentimento de orgulho e realização de criar um negócio de sucesso que só pertence a ele e mais ninguém.

Desvantagens

Como tudo na vida, o trabalho autônomo não tem só vantagens. Então, a seguir você confere algumas desvantagens dessa modalidade.

Ausência de privilégios trabalhistas

O fato de não assumir um vínculo empregatício não permite que o trabalhador autônomo conte com certos privilégios trabalhistas, como a carteira assinada e os benefícios que ela oferece — FGTS, 13º salário, horas extras, folga semanal remunerada, férias e assim por diante.

Não ter renda fixa

Pode ser que nos primeiros meses e até nos primeiros anos o trabalhador autônomo enfrente períodos de instabilidade tanto na carreira quanto financeiramente justamente por não contar com uma renda fixa mensal.

Em alguns momentos, também poderá lidar com um volume de demandas pelo serviço muito menor. Por conta disso, os seus ganhos podem ficar abaixo do esperado — o que pode frustrar o profissional.

Ideias de trabalho autônomo

Como profissional autônomo, você tem inúmeras possibilidades de trabalho. Confira, a seguir, algumas delas.

Tenha uma loja online

Em um dos mercados mais promissores dos últimos anos — o e-commerce —, você pode encontrar diversas possibilidades para trabalhar como autônomo e vender ou até mesmo revender produtos na sua própria loja online ou em marketplaces. Você pode ter a sua própria loja virtual de:

Lembre-se de que o e-commerce e, consequentemente a sua loja online, é uma maneira bastante prática de fazer negócio por meio da internet. A única etapa que envolve o mundo físico consiste na entrega dos produtos para os seus clientes.

Ofereça aulas online

Se você for especialista em alguma área ou tiver conhecimento sobre algum assunto específico, você pode oferecer aulas online. Muitas pessoas têm interesse em aprender sobre coisas novas e essa pode ser uma ótima fonte de renda autônoma para você.

Você pode oferecer aulas sobre:

  • culinária;
  • idiomas;
  • redação;
  • instrumentos musicais;
  • adestramento de animais;
  • gravação e captação de imagens;
  • edição de fotos e vídeos;
  • exercícios físicos — caso você tenha uma certificação para isso.

Venda produtos artesanais

Caso você tenha habilidades manuais — como pintura, crochê, bordado ou até mesmo produção de cestos —, um trabalho autônomo que pode ser interessante é a venda de produtos artesanais.

Esse é um mercado bastante valorizado e que pode render bons ganhos. Dependendo do que você for produzir, pode não ter quase nenhum custo inicial. O único investimento que você precisará fazer são os gastos com a matéria-prima.

No mais, somente o seu talento e a qualidade do trabalho já serão o suficiente para falar por si só e ajudar você a vender os seus itens.

Trabalhe com marketing digital

Para que as marcas e os negócios consigam se comunicar de maneira mais eficiente com os seus clientes, um trabalhador autônomo pode oferecer a promoção ou o impulsionamento delas por meio de trabalhos como:

  • criação de blogs e sites;
  • gestão de redes sociais;
  • criação de conteúdo;
  • edição de vídeos.

Essas ações são essenciais para conseguir prospectar e atrair clientes que possam tornar a marca mais relevante no ambiente online. Caso você tenha alguma dessas habilidades, pode oferecer seus serviços de maneira autônoma.

Ofereça serviços de manutenção

Esse tipo de trabalho oferece diversas oportunidades de emprego por conta da alta demanda de clientes que precisam de profissionais que façam atividades de reparos e de manutenção nos mais diversos segmentos — como serviços elétricos, de construção, jardinagem e até de mecânica de automóveis.

Dê consultorias profissionais

Muitas pessoas buscam por profissionais que estejam dispostos a prestar consultoria para impulsionar seus negócios ou até mesmo suas carreiras. Caso você deseje elaborar planos estratégicos para ajudar essas pessoas, essa é uma ótima oportunidade para oferecer:

  • ajuda na transição de carreira;
  • treinamentos empresariais;
  • indicação de profissionais;
  • testes vocacionais;
  • marketing pessoal;
  • elaboração de currículo.

Esse tipo de consultoria está ganhando cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Por esse motivo, é preciso que você tenha muito domínio no assunto para passar segurança e credibilidade para que as pessoas contratem esse tipo de serviço.

Crie um infoproduto

Outra maneira de monetizar o seu conhecimento é criar um infoproduto — ou seja, produtos como vídeo aulas, e-books e cursos online — e comercializá-lo por meio das plataformas digitais.

Se você sabe tocar violão, por exemplo, pode criar um curso online explicando como uma pessoa pode aprender o instrumento do zero. Se você sabe criar itens de crochê, seria interessante criar vídeo aulas para ensinar o passo a passo.

Até mesmo se você for uma pessoa que já superou dificuldades na vida pode aproveitar para compartilhar a sua história em um e-book inspirador. As pessoas podem aprender muito com tudo o que você já passou.

Se especialize em gestão de tráfego

As campanhas de tráfego pago são essenciais para alavancar os resultados de qualquer negócio na internet. Elas conseguem gerar mais visitantes e, consequentemente, mais leads e novos clientes por meio de anúncios publicitários.

Só que isso é algo que envolve muita estratégia e técnica para funcionar — e é aí que entra o profissional conhecido como gestor de tráfego. Para começar nesse trabalho, é interessante que você tenha pelo menos um curso básico de tráfego pago ou que busque conhecimento gratuito na internet para conhecer os primeiros clientes como autônomo.

Trabalhe com suporte ativo

O suporte ativo é a profissão de quem trabalha como atendente nas plataformas digitais. Esse é um trabalho autônomo muito importante, já que a experiência do cliente é um fator cada vez mais fundamental para as marcas serem bem sucedidas na internet.

Nessa profissão, você pode trabalhar no atendimento de lojas online para tirar dúvidas e resolver problemas dos potenciais clientes da marca em questão. Você também poderá participar de lançamentos e argumentar para quebrar as objeções que impedem alguém de comprar um produto ou de adquirir um serviço.

Seja afiliado

A profissão de afiliado é um trabalho autônomo bastante conhecido na internet. Nela, você atuará como um representante comercial de um infoproduto e receberá comissões por cada venda que fizer.

O mercado de afiliados conta com uma boa remuneração e algumas das comissões costumam ser altas. O mais interessante desse trabalho autônomo é que essa renda pode se tornar passiva quando você já tiver uma boa experiência com as vendas — o que pode proporcionar que você procure mais uma renda enquanto continua ganhando.

Seja um cuidador de pets

Não é novidade para ninguém que o mundo moderno está cada vez mais agitado e corrido, não é mesmo? Toda essa correria impede que muitas pessoas tenham tempo para dar o devido cuidado para os seus animais de estimação — e faz com que elas procurem outras pessoas para cuidar deles.

O trabalho se resumirá apenas em levar os pets para passear ou ficar de olho neles. Para começar nesse trabalho autônomo, não é preciso cumprir nenhum pré-requisito, a não ser gostar de animais. Você só precisará ficar com eles enquanto os donos estiverem ocupados com seus afazeres.

Ofereça reparo de eletrônicos

Por mais que comprar aparelhos novos seja uma opção, muitas pessoas ainda preferem realizar a manutenção dos seus eletrônicos para não gastar tanto com a compra de um item mais novo. Por esse motivo, essa profissão conta com uma grande demanda de serviço — especialmente em relação aos computadores e aos smartphones.

Os donos de computadores, por exemplo, além de mandarem os eletrônicos para o profissional consertá-los, podem fazer a troca de peças por outras melhores — o que é chamado de upgrade no desempenho do produto. Caso você desempenhe um bom trabalho, poderá ter clientes fiéis.

Abra um negócio de caixas de assinatura

O mercado de clubes de caixas por assinatura teve o seu “boom” em 2021 com um crescimento de 20% no setor e a estimativa é que continue crescendo nos próximos anos. esse crescimento levou à criação de novas marcas nesse nicho e a adoção desse tipo de serviço por grandes marcas, como o Walmart.

Você pode, por exemplo, abrir um negócio de clube de assinatura diretamente da sua casa. Atualmente já existem diversas oportunidades para você comercializar não só produtos, mas também a assinatura de serviços e até de aluguel de roupas por mês.

Faça doces e salgados por encomenda

O setor alimentício é um dos que mais movimentam a economia do Brasil — e um dos que mais geram empregos autônomos. Por sempre haver uma festa na própria vizinhança, batizados ou mesmo formaturas, os empreendedores que querem começar a trabalhar dessa maneira encontram muitas oportunidades nesse setor.

Começar nesse ramo pode parecer difícil a princípio, principalmente por conta da concorrência, mas ao montar uma linha de produção de maneira organizada e oferecer um serviço de qualidade, os clientes valorizarão o seu trabalho — e o seu esforço se transformará em lucro.

Trabalhe com dropshipping

Você sabia que existe uma variedade de negócios online que você pode abrir que não envolvem questões como ter um estoque de produtos ou mesmo o envio deles para o seu cliente?

Esse tipo de negócio utiliza um modelo chamado dropshipping. Nele, uma terceira parte fica responsável pela produção, pelo armazenamento e pelo envio dos seus produtos em seu nome. Você terá que se preocupar apenas com o marketing do seu negócio e com o atendimento ao cliente.

Dicas para aumentar a produtividade no trabalho autônomo

Para que você tenha sucesso nessa modalidade profissional, é imprescindível maximizar a sua produtividade. Como nós sabemos que isso nem sempre é possível porque o cansaço bate, listamos algumas dicas a seguir para ajudá-lo.

Organize seu espaço de trabalho

É muito comum que muitos trabalhadores autônomos trabalhem em casa. Por isso, ter um ambiente adequado — e organizado — para desenvolver as suas tarefas é muito importante para que você consiga alcançar o melhor resultado possível.

Certifique-se de que você tenha uma boa conexão com a internet, uma boa iluminação, mobiliário adequado e com uma boa organização para não acumular itens desnecessários no seu local de trabalho e tenha papel e caneta sempre à mão para fazer anotações importantes.

Estabeleça metas e objetivos

O primeiro passo para uma carreira como trabalhador autônomo é saber onde quer chegar. Para isso, você pode estabelecer metas e objetivos claros. Eles não precisam ser grandes ou mirabolantes, mas saber quais os próximos passos você precisa dar é essencial para a sua carreira.

Anote o número de clientes que você deseja ter ou atender, o retorno financeiro que eles precisam trazer para o seu negócio, valores necessários para investir em equipamentos novos ou tirar férias, entre outros objetivos. Conseguir visualizá-los dá mais motivação e aquele impulso necessário para você trabalhar com mais foco e determinação.

Utilize técnicas de gestão de tempo

Saber gerenciar o tempo é crucial para um trabalhador autônomo. Isso porque sem esse gerenciamento o profissional pode acabar trabalhando mais do que deveria ou procrastinando demais.

Sendo assim, é importante pensar em técnicas e processos para ajudar na realização das tarefas diárias, como criar listas de tarefas, reduzir as distrações, fazer anotações, dividir tarefas grandes em menores e utilizar métodos como o Pomodoro para ter foco quando precisa realizar o trabalho.

Tenha um bom equilíbrio entre vida pessoal e trabalho

Como trabalhador autônomo tem a liberdade de escolher quando e onde trabalhar, isso pode levar a uma maior flexibilização entre a vida pessoal e a profissional, mas é preciso muito cuidado. Para uma maior produtividade, o desafio é encontrar uma maneira de equilibrar essas duas áreas da vida para que nenhuma seja prejudicada.

Cuide da saúde física e mental

É imprescindível que o trabalhador autônomo cuide tanto da saúde física quanto da saúde mental para ter uma boa produtividade no dia a dia. Isso porque a instabilidade desse tipo de trabalho pode causar problemas como ansiedade, procrastinação, insegurança e sedentarismo.

Uma boa maneira de evitar que isso aconteça é lembrar de se hidratar corretamente, se alimentar bem, fazer algum tipo de atividade física e utilizar métodos para descansar e relaxar, como a meditação ou o yoga.

Conseguimos elucidar todas as suas dúvidas sobre o trabalho autônomo? Essa modalidade é extremamente vantajosa para quem deseja ter mais liberdade profissional e com um pouco de organização ela pode ser uma ótima oportunidade para você.

E por falar em oportunidade, quer um incentivo para criar a sua loja online de uma vez por todas? Então aproveite o e comece a utilizar todas as funcionalidades da Bagy!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.