Gestão

Gateway de pagamento: o que é, como funciona e as melhores opções do mercado

Imagem ilustrativa de gateway de pagamento

Veja o que você irá encontrar neste artigo

O gateway de pagamento faz a comunicação entre o consumidor, as operadoras de cartão e instituições financeiras. Essa tecnologia permite transações online instantâneas e mais eficientes.

Não importa qual seja o segmento da sua loja, você certamente deseja oferecer vários meios de pagamento aos clientes. O consumidor atual está acostumado a utilizar recursos diferentes no dia a dia — como cartão de crédito, débito, boleto e PIX — e nenhum lojista quer perder uma venda por isso, certo?

A boa notícia é que, hoje, é muito fácil implementar as ferramentas necessárias para viabilizar essas transações. Há marketplaces e plataformas de e-commerce, inclusive, que já entregam tudo prontinho para o empreendedor.

Entretanto, mesmo que precise instalar um serviço por conta própria, a primeira coisa que você deve saber é que não há nenhum bicho de sete cabeças nesse processo. Você não precisa ter conhecimento na área e nem vai gastar rios de dinheiro com isso. Muito pelo contrário!

Neste artigo, preparamos um material simplificado com tudo o que um lojista precisa saber sobre assunto e nada mais. Nos tópicos a seguir, explicamos exatamente o que é um gateway de pagamento, como eles funcionam (sem termos complicados) e orientações para escolher o melhor serviço para a sua loja.

Quer entender tudo isso de uma vez por todas? É só seguir a leitura!

O que é um gateway de pagamento e como ele funciona?

Já parou para pensar em como funciona um gateway de pagamento? Ou melhor: já pensou em tudo o que acontece quando você faz uma compra usando o seu cartão de crédito?

Como você sabe, tudo acontece muito rápido. Após informar os dados, em questão de segundos o pagamento é aprovado e sua compra é confirmada. 

Entretanto, nos “bastidores” desse processo, os dados fazem uma verdadeira viagem, e, para entendê-la, precisamos conhecer os seus personagens e suas devidas funções:

  • cliente: você, no exemplo, que está realizando uma compra com o seu cartão;
  • adquirente: registra os dados da compra, como valor, prazo de pagamento, informações do cliente e também do estabelecimento;
  • bandeira: que localiza o emissor do cartão (banco ou conta de pagamentos) e envia o pedido de liberação do pagamento;
  • instituição financeira: verifica se o cliente tem saldo ou crédito suficiente para a transação solicitada e comunica a aprovação ou reprovação à bandeira, que informa à credenciadora para concluir o pagamento.

Além desses personagens, os sistemas geralmente incluem serviços antifraude e mecanismos de proteção de dados. Se tudo estiver certinho, você recebe a confirmação do pagamento na maquininha, na página de vendas ou em uma mensagem de e-mail.

Os valores, então, são transferidos (de acordo com o método de pagamento) entre todas as partes, incluindo taxas e tarifas cobradas pelas organizações que viabilizam a transação.

Quais são os principais gateways de pagamento para e-commerce?

Agora que você sabe quais fatores deve levar em conta na escolha de um serviço para a sua loja, é hora de conferir os melhores gateways de pagamento para e-commerce e comparar seus benefícios e tarifas.

Lembre-se que os valores abaixo podem sofrer alterações, por isso você deve verificar os números atuais nos sites oficiais das empresas, ok?

1. BagyPay

O BagyPay é o mais novo gateway de pagamento do Brasil, mas traz consigo toda a experiência e confiabilidade do grupo Locaweb. A ferramenta é uma divisão da VIndi e é exclusiva para os clientes da plataforma de e-commerce Bagy. Ela se destaca por ser uma solução inteiramente voltada para pequenos e médios lojistas, assim como todos os produtos da marca.

O ponto mais forte aqui, porém, é a facilidade. O gateway de pagamento é apresentado durante a criação de uma conta no aplicativo Bagy e pode ser ativado e configurado em pouquíssimos passos. Vale destacar que as lojas criadas com o app da Bagy já vêm integradas com o Instagram e os principais marketplaces do país.

Tarifas por transação à vista:

  • cartão de crédito a partir de 2,99% com recebimento integral em 30 dias;
  • boleto bancário com taxa fixa de R$ 2,39 e recebimento em 2 dias;
  • Pix: 0,95%

Tarifas por transação à prazo:

Cartão de crédito: as taxas variam de 2,99% (1 parcela) a 18,89% (12 parcelas). 

As taxas variam de acordo com o plano escolhido, confira mais detalhes clicando aqui.

2. Vindi

Nossa segunda opção é a própria Vindi, que recentemente se uniu à Yapay para se tornar uma ferramenta ainda mais completa. A empresa também faz parte do grupo Locaweb e fornece soluções de pagamento online para diferentes plataformas, como aplicativos, plataformas SaaS e, claro, lojas físicas e online.

Com a junção dos dois serviços, a empresa disponibiliza um ecossistema de pagamentos completo para vendas online, recorrentes e presenciais, disponibilizando gateway e maquininhas de cartão.

Tarifas por transação à vista:

  • cartão de crédito a partir de 2,89% com recebimento integral em 30 dias;
  • boleto bancário com taxa fixa de R$ 2,39 e recebimento em 2 dias;
  • Pix: 0,95%

Tarifas por transação à prazo:

Cartão de crédito: as taxas variam de 2,99% (1 parcela) a 18,89% (12 parcelas). 

3. Moip By PagSeguro

A Moip é uma subadquirente que surgiu no Brasil em 2008 com enorme potencial de crescimento. Em 2016, foi comprada pela multinacional alemã Wirecard, que comandou a marca por quatro anos.

Em 2020, a Wirecard foi à falência e, em seguida, sua divisão brasileira, a Wirecard Brasil foi adquirida pela PagSeguro. Atualmente, o serviço segue com o nome Moip By PagSeguro.

Apesar das polêmicas internacionais do seu antigo proprietário, a empresa segue sólida no país, sobretudo por ter a sua operação apoiada no maior subadquirente brasileiro, o PagSeguro.

Tarifas por transação à vista:

  • crédito online: 5,49% + R%0,69;
  • débito em conta: 3,49% + R$0,69
  • boleto: 3,49%

Tarifas por transação à prazo:

  • fixo de R$0,69 + 4,5% (2 parcelas) a 12,5% (12 parcelas).

4. PagSeguro

Como dito, o PagSeguro é o líder em sua categoria. A empresa faz parte do grupo UOL e é uma das grandes pioneiras desse mercado na América Latina. Atualmente, a marca oferece soluções para lojas físicas e e-commerces, além de uma conta digital integrada aos seus sistemas de pagamento.

Tarifas por transação à vista:

  • cartão de crédito: 3,19% (receber em 30 dias), 3,99% (14 dias) ou 4,99% (na hora).

Tarifas por transação à prazo:

  • até 12x: + 1,41% por parcela;
  • entre 13x e 18x: + 1,31% por parcela (sujeito à aprovação do emissor).

5. Mercado Pago 

O Mercado Pago surgiu como suporte de pagamentos para o Mercado Livre, mas cresceu e tornou-se um dos maiores subadquirentes do Brasil. Atualmente também oferece soluções para lojas físicas e virtuais, além de uma conta de pagamentos e uma linha de crédito.

A empresa trabalha no sentido de transformar o serviço em uma instituição financeira completa. Já disponibiliza saques, carteiras de investimentos e até intermedeia transações em criptomoedas.

Tarifas por transação à vista:

  • cartão de crédito: 3,99% (receber em 30 dias); 4,49% (14 dias) ou 4,99% (na hora);
  • boleto: R$3,49;
  • Pix e Open Finance: 0,99%

Tarifas por transação à prazo:

  • 7,64% a 21,61%, a depender do número de parcelas.

6. PayPal

O Paypal é uma empresa de pagamentos norte-americana com atuação global. Oferece uma série de serviços de pagamento e transferência de valor, além de subadquirência para transações em lojas online.

Seu gateway de pagamento é um dos mais utilizados no mundo e conta com um programa antifraude exclusivo. Além disso, devido à sua popularidade mundial, seus serviços são facilmente integrados às mais diversas plataformas.

Tarifas por transação à vista:

  • cartão de crédito: fixo de R$0,60 + 4,79%;
  • micropagamentos: fixo de R$0,10 + 9,50%;
  • pix: grátis

Tarifas por transação à prazo:

  • adicional de 1,92% por parcela.

7. Pagar.me 

A Pagar.me é uma empresa de pagamentos online brasileira, que faz parte do grupo Stone Co. do qual também faz parte a Stone, fornecedora de maquininhas de cartão para estabelecimentos físicos. 

Seu gateway atende negócios de todos os tipos e tamanhos e busca oferecer uma experiência simplificada, inclusive para empreendimentos complexos.

Tarifas por transação à vista:

  • cartão de crédito: fixo de R$0,99 + 3,19%;
  • boleto: R$3,49;
  • Pix: a partir de 1,19%.

Tarifas por transação à prazo:

  • adicional de 1,59% por parcela.

8. iugu

A iugu é uma plataforma de pagamentos focada em negócios digitais. A empresa fornece soluções para SaaS, marketplaces, lojas virtuais, clubes de assinatura, entre outros, e atende diferentes tipos de empresas, exceto MEIs (Microempreendedores Individuais).

Mensalidade:

  • a partir de R$49.

Tarifas por transação à vista:

  • cartão de crédito: 4,19%;
  • boleto: R$3,50;
  • Pix: 0,99%.

Tarifas por transação à prazo:

  • 2x a 6x: 4,85%;
  • 7x a 12x: 4,85%.

9. Stripe 

A Stripe é uma plataforma que oferece grandes vantagens para quem recebe valores de fora do país. Essa característica a torna uma das principais concorrentes do PayPal.

Assim como outras ferramentas, seu propósito é simplificar a integração e o gerenciamento de transações realizadas em ambientes online, bem como etapas burocráticas envolvendo conversão de moedas e taxas de câmbio.

Tarifas por transação à vista:

  • cartão de crédito: fixo de R$0,39 + 3,99%;
  • boleto: R$3,45.

Tarifas por transação à prazo:

  • não faz parcelamento.

10. Cielo

A Cielo é a única adquirente da nossa lista e está nela porque também oferece um gateway de pagamentos voltado para soluções online. A empresa também oferece planos com valores de taxa diferenciados a depender do perfil de movimentação do cliente.

Tarifas por transação à vista:

  • plano Cielo Facilita: 2,39% (débito) e 4,99% (crédito);
  • plano Cielo Aluguel: 1,99% (débito) e 4,49% (crédito);
  • Pix: 0,70%

Tarifas por transação à prazo:

  • plano Cielo Facilita: fixo de 2,99% + 5,59%;
  • plano Cielo Aluguel: fixo de 2,99% + 4,49%.

Como escolher um bom gateway de pagamento?

Se você entendeu bem o que é e como funciona um gateway de pagamento, você sabe que precisará escolher um adquirente ou um subadquirente para disponibilizar vendas por cartão e outras modalidades na sua loja.

Independentemente de qual tipo de solução pretende adquirir, é fundamental analisar os fatores que listamos a seguir. 

Segurança

Estamos falando de dinheiro, então todo cuidado é pouco, certo?

Todas as grandes adquirentes e subadquirentes são equipadas com sistemas e serviços de verificação e segurança para garantir a integridade das transações, mas vale dar uma conferida no que cada empresa fala sobre o assunto.

É também importante dar uma espiada no perfil das marcas em redes sociais e sites especializados, como o Reclame Aqui. Avaliações negativas frequentes sobre esse fator merecem atenção.

Conformidade com a lei de dados

Caso não saiba, no Brasil temos uma lei de proteção de dados pessoais, a LGPD. A legislação estabelece uma série de normas para empresas que coletam e processam informações de caráter pessoal no país, incluindo lojas virtuais.

Naturalmente, transações financeiras envolvem o uso de dados pessoais, inclusive dados sensíveis, como número de cartão de crédito e de contas bancárias. É fundamental que a empresa fornecedora do gateway esteja em conformidade com a lei e conte com mecanismos de proteção para garantir a segurança e a privacidade dos seus clientes.

Opções de pagamento

As opções de pagamento dos gateways podem variar em vários aspectos. Em relação ao meio, as possibilidades mais comuns são:

  • cartão de crédito: que pode variar nas bandeiras, limites e prazos disponibilizados;
  • boleto: emissão de boleto online;
  • PIX: geração de códigos de pagamento personalizados;
  • link de pagamento: criação de links e códigos para pagamento online.

Quando você contrata uma adquirente, você pode escolher com quais bandeiras vai trabalhar, assim como integrar ou não o seu gateway à programas federais e benefícios empresariais, como vale-alimentação. Esse processo pode exigir negociações e várias etapas burocráticas em alguns casos.

Contratando uma subadquirente, por outro lado, você terá disponíveis os meios de pagamento já fixados pela empresa fornecedora. Dessa forma, você deve verificar se eles atendem o público da sua loja.

Valores de equipamentos e taxas 

Além das opções de pagamento, você também deve se atentar ao investimento envolvido na implementação do sistema e as taxas cobradas em cada transação.

As empresas que fornecem maquininhas de cartão geralmente disponibilizam diversos modelos para os clientes, dos mais básicos (e mais acessíveis) aos mais robustos (e um pouco mais caros).

As taxas, por sua vez, podem variar de acordo com a opção de pagamento, a bandeira e, claro, o prazo concedido (no caso do cartão de crédito). O lojista também pode escolher absorver ou repassar as taxas de juros aos seus clientes. 

Na contratação com adquirentes, os serviços também podem ser disponibilizados em planos com limites de transação mensal. Essa modalidade é mais interessante para negócios que já apresentam um volume de vendas substancial e consistente.

Custos de integração

A implementação de um gateway pode envolver vários fatores, como softwares, equipamentos e serviços digitais. Essa tarefa é mais complicada quando envolve a integração de plataformas, especialmente em lojas físicas.

Mesmo em um e-commerce, onde não há maquininhas e os pagamentos são realizados diretamente pelos gateways, ajustes podem ser necessários para integrar o site com os elementos e recursos adicionais da página de pagamento.

O gateway também pode ser vinculado a um sistema CRM (ferramenta de gestão de relacionamento com o cliente) a fim de informar ao cliente as etapas do pagamento por e-mail ao aplicativo. Tudo isso pode exigir configurações técnicas que exigem apoio profissional.

Para simplificar essa operação, muitos intermediadores de pagamento permitem criar páginas de checkout externas. Nesse caso, para concluir a compra, o cliente é redirecionado para um endereço criado pela subadquirente e finaliza a compra por lá.

Apesar de comum, esse método não é bem visto por todos os clientes, por isso é recomendável utilizar um gateway dentro do site.

Ferramentas de gestão

Não basta viabilizar pagamentos, você precisa gerenciar as suas vendas, especialmente os recebíveis, os valores que a sua loja tem a receber a partir de boletos gerados e pagamentos parcelados.

Sendo assim, além de todos os fatores citados anteriormente, é essencial que a adquirente ou subadquirente contratada ofereça uma boa ferramenta administrativa para o seu negócio. A maioria dos softwares disponibilizados pelas fornecedoras atualmente são intuitivos e quase todos contam com aplicativos que facilitam ainda mais a gestão.

Ainda assim, vale a pena dar uma conferida nas funções e na interface de cada um, pois pequenos elementos podem fazer toda a diferença no seu dia a dia. Você deve escolher a ferramenta que melhor se encaixa nas suas necessidades e nas demandas do seu negócio.

Suporte 

Por fim, temos o suporte, um fator imprescindível quando falamos de qualquer serviço digital. Como você pôde perceber, as transações online envolvem uma série de etapas e dependem de inúmeros sistemas integrados, a começar pelo que está vinculado à sua loja.

Naturalmente, falhas, problemas de conexão e atualizações não agendadas podem interferir no desempenho da sua loja e exigir ajustes. É nessas horas que um suporte de qualidade faz toda a diferença.

Quem trabalha com maquininhas, deve verificar a disponibilidade de técnicos da fornecedora em sua região. Para quem atua exclusivamente online, é importante checar se a empresa conta com meios ágeis de atendimento, como chamados (por e-mail), telefone e WhatsApp.

Quais são as vantagens do gateway de pagamento?

Agora que você sabe como funciona um gateway de pagamento, fica claro que sem ele não há como oferecer opções variadas de pagamento aos seus clientes. Entretanto, as vantagens dessa ferramenta não param por aí. Veja só!

Maior taxa de conversão

No Marketing Digital, obtemos uma conversão toda vez que um usuário faz o que desejamos, como fazer uma compra. A flexibilidade nas opções de pagamento quebra as objeções do consumidor e o faz se sentir mais próximo da solução desejada. Isso se reflete, consequentemente, em uma maior taxa de conversão.

Segurança nas transações

Além de oferecer maior praticidade aos seus clientes, as empresas fornecedoras de gateways cuidam de toda a parte técnica e burocrática das transações, o que garante maior segurança e agilidade nos pagamentos.

Praticidade na gestão

Outro ponto positivo nos gateways é que suas ferramentas de gestão de pagamentos organizam e simplificam muito a gestão dos recebimentos do seu negócio. Isso não só torna o seu dia a dia mais fácil, como também permite realizar previsões mais precisas.

Emissão automática de nota fiscal

Entre outras facilidades administrativas, muitos gateways podem emitir notas fiscais ou se integrar a sistemas de emissão. Dessa forma, você tem uma operação de venda inteiramente automatizada.

Por que investir em um gateway de pagamento é importante?

Dificilmente você encontrará uma loja física ou online que não recebe pagamentos via gateway, seja nas maquininhas, seja nas ferramentas online. Para quem não adere à tecnologia, o prejuízo é óbvio, especialmente na internet onde a maior parte das compras são feitas via cartão.

Como dito, os gateways também simplificam a gestão e agregam segurança às transações e aos dados dos seus clientes, o que é extremamente importante em um momento no qual fraudes e roubos de informações são frequentes.

Felizmente, esses serviços nunca foram tão práticos e acessíveis. As ferramentas se ajustam aos mais variados tipos de comércio e e-commerce, e a maioria delas oferece taxas atraentes para opções de pagamento populares. O seu trabalho, portanto, é escolher o melhor gateway de pagamento para o seu negócio.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.