Redes Sociais

Como colocar produtos para vender no Facebook: tudo que você precisa saber para criar um catálogo no Facebook

Aprenda como colocar produtos para vender no Facebook

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Entender como colocar produtos para vender no Facebook pode ser um diferencial para a sua loja. Mas para fazer isso é necessário conhecer um pouco mais dessa plataforma de vendas e algumas estratégias para aumentar as chances de sucesso do seu negócio.

Para quem está procurando por alternativas de como anunciar na internet, o primeiro passo é buscar o máximo de informações sobre as plataformas e os canais disponíveis, certo? Afinal, não basta ter uma loja com um portfólio atraente para o seu público, é preciso divulgar e promover o seu negócio. E uma das formas de fazer isso é entendendo como colocar produtos para vender no Facebook.

Uma rede social com bilhões de usuários pode ser muito interessante para divulgar a sua loja, não acha? Mas qual é o passo a passo para se fazer isso? E quais são os desafios para utilizar o marketplace do Facebook para promover o catálogo de produtos do seu negócio? Será que tem alguma vantagem ao usar essa plataforma para alcançar um público ainda maior?

O que acha de responder todas essas questões? Para não deixar você sem saber como vender pelo Facebook, preparamos um conteúdo completo com um passo a passo completo para criar o seu catálogo no marketplace e ainda separamos algumas dicas para que os seus anúncios realmente consigam converter mais. É só continuar a leitura para descobrir o que fazer!

O que é o marketplace do Facebook?

O marketplace do Facebook é um recurso de vendas online integrado à rede social. O usuário que estiver navegando na plataforma pode acessar a aba e ver uma série de anúncios de produtos dos mais variados segmentos. Como os grupos eram utilizados como canal de venda, esse espaço é o início de um processo para a formalização dessas negociações.

Assim, em vez de colocar uma publicação em um grupo específico, o lojista agora pode utilizar a ferramenta de marketplace para anunciar seus produtos. Para o vendedor, é uma forma de facilitar as suas estratégias de divulgação, já que a plataforma permite colocar fotos, descrição, valores, localização e outros detalhes que podem ajudar na hora de fechar uma venda.

O lojista ainda pode criar promoções específicas para alguns dos seus produtos, criar categorias para os seus itens e acompanhar todo o desempenho dos seus contatos por meio da plataforma. Quando alguém se interessa por algum dos seus anúncios, a negociação se inicia como se fosse uma conversa privada, o que gera uma naturalidade para o processo de venda, mas ela não é concluída por ali.

Como funciona o marketplace do Facebook?

Em resumo, o marketplace do Facebook funciona como uma plataforma para conectar lojistas e consumidores. A ideia é utilizar a mesma interface da rede social para que um e-commerce também possa divulgar o seu portfólio para uma audiência mais ampla. Dessa forma, você pode criar anúncios na sua página para atrair mais clientes em potencial e fechar mais vendas.

A plataforma é dividida em várias categorias, tudo para facilitar a experiência do usuário. Você pode selecionar a aba de veículos, de vestuário ou jardim. São muitas opções para que os consumidores consigam encontrar exatamente o que procuram. Assim, o usuário pode estar navegando pela rede social e com apenas um clique abrir uma série de anúncios e produtos na sua página.

Apesar de ser muito popular para a divulgação, o marketplace do Facebook não é uma solução completa para os lojistas. Para começar, a plataforma não traz nenhum recurso que contribua para a finalização da venda. O pagamento, por exemplo, não pode ser feito por meio desse espaço, assim como as condições para realizar a entrega, tudo deve ser combinado entre as duas partes via mensagens privadas.

Essa informalidade pode criar alguns obstáculos para o lojista, já que a jornada de compra se torna um pouco mais complexa até chegar à conversão. Mas se trata de uma plataforma muito interessante para quem quer divulgar os seus produtos em um espaço popular. É possível criar essa conexão e ampliar toda a base de consumidores da sua loja online.

Quais são as vantagens de vender no Facebook?

Mas quais são os benefícios de criar uma página de vendas no Facebook?

Presença em um canal popular

O principal benefício de entender como colocar produtos para vender no Facebook é justamente aproveitar toda a audiência da plataforma. São 131 milhões de brasileiros utilizando a rede social, com quase 80% desses usuários acessando o canal diariamente. Colocar os seus produtos para vender em um local com tantas visitas pode representar uma série de oportunidades para a sua loja vender mais.

Interação com clientes simplificada

A simplicidade da plataforma e o costume que muitos usuários já têm em relação ao canal são outros benefícios. Dessa forma, toda a interação com os clientes se torna muito mais simples. O recurso de envio de mensagens permite que a troca de informações aconteça de maneira prática para todas as partes, o que vai garantir maior praticidade para o seu dia a dia de trabalho.

Relevância das marcas para os clientes

De acordo com informações do próprio Facebook, 99% dos usuários da rede social afirmaram que leem o que as marcas publicam em suas contas. Dessa forma, como negar a importância dessa ferramenta? Com um investimento baixo, é possível obter ótimos resultados e em pouco tempo.

Experiência de compra positiva

Outro ponto positivo é a experiência de compra do consumidor, que já está habituado com a navegação na plataforma e visita a rede social diariamente. Isso significa que não é difícil encontrar os produtos que procura e, consequentemente, as chances de conversão aumentam bastante. Com a confiança nesse canal, toda a jornada de compra se torna mais prática para o cliente.

Maior alcance para novos clientes

Mais acima, falamos sobre os 131 milhões de brasileiros no Facebook, certo? Quantos deles são seus clientes? Poucos, não é mesmo? Mas quantos podem passar a consumir os seus produtos? Em resumo, entender como vender pelo Facebook pode abrir uma série de oportunidades para alcançar novos clientes e ampliar a base de contatos da sua loja online.

Geração de dados para a sua loja

Além disso, outro ponto importante é a quantidade de informações que circulam nas redes sociais. Com uma presença forte no Facebook e altas taxas de engajamento, por exemplo, você vai conseguir uma quantidade ainda maior de dados sobre os seus usuários e, consequentemente, realizar ações mais eficientes, compreendendo, de fato, quem é a sua persona.

Como criar meu catálogo e colocar produtos para vender no Facebook?

Agora que você já conhece os principais benefícios de criar uma página de vendas no Facebook, o que acha de colocar em prática? Separamos um passo a passo completo com tudo o que você precisa saber para começar a anunciar os seus produtos no marketplace, confira!

1º passo: acesse o marketplace do Facebook

A primeira etapa para começar a vender no Facebook é muito simples: acessar a página de marketplace. O ícone da vitrine virtual está disponível na sua página dentro da própria rede social, no canto esquerdo da sua tela quando estiver no feed de notícias. O ideal é ter um perfil comercial para dar ainda mais valor ao seu negócio e fortalecer a sua reputação.

Acesse página de marketplace do Facebook

2º passo: crie um novo classificado

Agora você precisa criar a sua oferta, ou seja, fazer o seu classificado. No canto esquerdo da sua tela, selecione a opção “+ Criar novo classificado”.

Crie sua oferta no marketplace do Facebook

3º passo: selecione o tipo de anúncio

Em seguida é preciso escolher qual é o tipo de anúncio a ser feito. Existem quatro opções: “imóveis”, “veículos”, “vagas de emprego” e “item para venda”, a última opção deve ser a sua escolha se quiser vender roupas, por exemplo.

Selecione o tipo de anúncio a ser feito

4º passo: preencha as informações

Essa etapa é a mais importante para quem quer vender no Facebook, já que é o formato em que o anúncio vai aparecer para o seu público. É hora de preencher as informações e os detalhes do seu classificado. Nome do item, preço, categoria, condição (se é usado ou não), descrição, disponibilidade (para quem trabalha com artesanato, por exemplo, você pode colocar se aquele produto é “único”), etiquetas e localização.

Preencha o anúncio no marketplace do Facebook

O objetivo aqui é adicionar o máximo de detalhes possíveis para que o consumidor tenha todas as informações em mãos antes de tomar uma decisão. Além de preencher os campos acima, também é muito importante adicionar fotos de qualidade para melhorar ainda mais a experiência de compra do usuário. No centro da sua tela, você vai poder acompanhar uma prévia de como está o seu anúncio.

Veja a prévia do anúncio

5º passo: publique o seu classificado

Pronto, agora é só publicar o seu anúncio no marketplace do Facebook. Se tem mais itens do seu portfólio que deseja vender, basta repetir esse processo até que a sua página de classificados esteja repleta de produtos do portfólio da sua loja.

6º passo: edite e altere o status dos produtos

Mas ainda não acabou o seu trabalho no marketplace do Facebook. Além de precisar fazer todo o contato com os consumidores interessados em algum item, é necessário atualizar os seus anúncios regularmente. Acabou de fechar uma venda? Adicione a tag de vendido para que outros clientes em potencial não se frustrem por não encontrarem aquele produto disponível.

Se a negociação está em andamento e se trata de um item único, você pode adicionar a tag de “pendente” para que o produto fique reservado para o cliente. Com a confirmação do pagamento, por exemplo, você pode seguir e modificar a tag para vendido.

6 erros mais comuns de quem vende pelo Facebook

Além de seguir o passo a passo acima para começar a vender pelo Facebook, é importante seguir algumas práticas no dia a dia para conseguir melhores números e resultados. Para ajudar você nessa tarefa, listamos os erros mais comuns que você precisa evitar para fazer mais vendas. Confira!

Imagens que não engajam

Quando se fala em vender online, um dos pontos negativos é justamente a distância física dos consumidores em relação ao produto, não é mesmo? Então é uma obrigação do lojista garantir que esse obstáculo se torne menor. Como fazer isso? Utilizando imagens que engajam e sejam atrativas para o seu público. Não é qualquer foto que vai atrair os olhares dos consumidores no marketplace do Facebook.

Colocar uma imagem que não mostre a cor real de uma blusa, por exemplo, é um erro grave. Assim como não organizar o ambiente por trás do produto. Todos os pequenos detalhes podem fazer uma enorme diferença se o que você quer é fortalecer a reputação da sua loja e aumentar as chances de venda. A boa notícia é que mesmo os smartphones mais simples são capazes de tirar fotos de boa qualidade e atrativas.

Descrições pouco atrativas

A imagem funciona como um excelente cartão de visitas para o seu anúncio, mas ela sozinha não vai fazer todo o trabalho de conversão. Antes de ter o contato com o consumidor, é muito importante que ele tenha informações detalhadas sobre aquele produto, o que exige uma descrição atrativa e completa sobre as principais características do item que está sendo anunciado.

Tente fugir do padrão e não colocar apenas detalhes básicos no seu anúncio. Destaque os diferenciais do seu item. Por que a blusa que está sendo anunciada é uma excelente opção para o consumidor? A personalização é de melhor qualidade? Ou o seu material que é muito bom? O ideal é não ser muito básico e fugir dos padrões de anúncios que se tornam cada vez mais repetitivos.

Não informar o valor do produto

Lembra que mais acima falamos sobre as informações que devem ser preenchidas ao anunciar os seus produtos no marketplace do Facebook? Pois bem, uma das mais relevantes é o valor do item. A transparência é um ponto muito importante quando se quer conquistar a confiança do consumidor, certo? E isso passa diretamente pela apresentação dos preços dos produtos anunciados.

Em primeiro lugar, isso é uma forma perigosa para atrair clientes, que podem acabar se interessando por um produto, mas logo se frustrando quando você faz a apresentação dos valores. O melhor, então, é definir um preço que seja atraente para a realidade daquele consumidor e deixar bem claro quais são os valores e até mesmo as condições de pagamento em cada descrição.

Tentar vender a qualquer custo

Tentar vender a qualquer custo é mais um erro que pode prejudicar a reputação da sua loja. É preciso, em primeiro lugar, definir valores que sejam atraentes para o consumidor, mas que também sejam viáveis para manter o seu negócio funcionando. Não adianta imaginar que preços muito baixos vão gerar os resultados no longo prazo, é fundamental ter equilíbrio.

Não utilizar integração com outras plataformas

A integração com outras plataformas é outro ponto relevante para quem quer vender no Facebook. Para começar, como vai ser feito o pagamento do produto anunciado? Por isso, é muito importante contar com uma loja completa para o seu negócio, garantindo que o consumidor tenha uma experiência de compra mais positiva e possa finalizar a transação em um ambiente seguro.

Além de bom para os seus clientes, também é uma forma do lojista se proteger contra golpes e fraudes que são muito comuns em plataformas que não oferecem uma infraestrutura mais sólida. No longo prazo, esse é o tipo de investimento que pode fazer uma enorme diferença para consolidar a sua loja entre os seus consumidores.

Não apostar em outro canal de venda

Outro erro muito comum de quem quer vender no Facebook é utilizar apenas esse canal de venda. Como mostramos ao longo deste conteúdo, a plataforma de marketplace da rede social não é totalmente completa, o que pode gerar uma série de problemas para você se apostar tudo nesse canal. Por mais que sejam vários os benefícios do Facebook, existem outras redes e plataformas, como Mercado Livre, para divulgar a sua loja.

Por que não criar uma estratégia também no Instagram? Aliás, o fato de ter uma conta comercial pode ser importante para conseguir a tão sonhada sacolinha no Instagram. Isso é um exemplo de como apostar em diferentes frentes e canais pode potencializar o seu negócio como um todo, aumentando as chances de ser relevante dentro do seu segmento de atuação.

Saber como colocar produtos para vender no Facebook é muito importante para qualquer negócio que queira se destacar no ambiente online. Aproveitar toda a popularidade da rede social para aumentar o alcance da sua loja pode ser um diferencial.

Mas lembre-se que você não pode usar todas as suas fichas em uma única solução para realmente atingir as suas metas e objetivos de vendas! Mas anunciar e vender pelo Facebook é apenas um primeiro passo para ter melhores resultados.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Artigos relacionados

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.