Gestão

Análise Pestel: o que você precisa saber sobre essa ferramenta

Imagem ilustrativa de análise pestel

Veja o que você irá encontrar neste artigo

A Análise Pestel identifica os efeitos do ambiente externo sobre a sua empresa, apontando fatores que podem influenciar no desempenho da mesma.

Diversos fatores podem afetar o desempenho de uma empresa no mercado e nem sempre são relativos às questões internas da organização. 

As mudanças no meio externo também determinam a situação da empresa. Assim, analisar esse cenário de forma crítica é fundamental para prevenir impactos negativos nos negócios. 

A análise pestel é a ferramenta que identifica os efeitos do cenário externo à organização sobre a mesma, contribuindo para a prevenção de perdas e danos para a empresa. 

Diferente da análise SWOT, que levanta dados sobre o cenário interno e externo da empresa por meio de diversos recursos, a análise pestel avalia o impacto que o ambiente externo pode ter sobre a firma. 

Esses dois instrumentos de gestão empresarial são diferentes, contudo, fundamentais para identificar os cenários e situações que afetam o planejamento da empresa. 

Para entender melhor o assunto, continue conosco e saiba o que é e como fazer uma boa análise pestel para monitorar os cenários e aprimorar a gestão da sua empresa: 

O que é análise Pestel?

A análise Pestel é uma ferramenta usada para avaliar e identificar o impacto que o meio externo pode exercer sobre a empresa, produtos comercializados e serviços oferecidos. 

Ela é uma versão mais completa e precisa da análise PEST e permite o desenvolvimento e percepção macro do cenário mercadológico onde a empresa está inserida. 

A expressão Pestel é uma sigla que se refere aos seguintes aspectos: 

  • Políticos (P)

Esse aspecto da análise foca na influência do cenário político sobre a atuação da empresa. 

Os fatores políticos podem impactar bastante na atuação de uma empresa, especialmente conforme os produtos e serviços oferecidos por ela. 

A estabilidade e tendências políticas do país também podem interferir na gestão da empresa e atuação em seu segmento. 

Mudanças na legislação, políticas de privacidade e gerenciamento de dados, regulamentação dos setores, acordos comerciais e políticas macroeconômicas são exemplos da influência política sobre as empresas. 

Outros pontos consideráveis em que a política pode interferir nas empresas são: 

  • As relações comerciais com outros países, que podem interferir nos preços e logística de insumos para algumas firmas; 
  • planejamento público de incentivo para empreendedores;
  • legislação sobre meios e modos trabalhistas; 
  • mudanças e regulamentos que viabilizam ou travam negócios

Por isso, a política pode interferir diretamente nos aspectos relativos à gestão das empresas. 

  • Econômicos (E)

Os fatores econômicos são muito importantes para o desenvolvimento empresarial e o comportamento dos consumidores. 

A economia determina a oferta e a procura, incentivos e gestão fiscal, impostos e taxas, políticas de emprego e manejo de desemprego, entre outros pontos como:

  • Microeconomia;
  • sazonalidades; 
  • tarifas e taxas (de juros, alfandegárias, entre outras); 
  • tendências econômicas e macroeconômicas; 
  • tributações; 
  • variações cambiais. 

O índice de confiança na economia também é relevante, por atrair ou declinar investimentos e influenciar nas decisões futuras dos empresários. 

  • Sociais (S)

Os fatores sociais impactam na construção de estratégias de marketing, divulgação e relacionamento com o cliente

Além disso, as características e vivência do consumidor também afetam a empresa, como: 

  • Crescimento demográfico;
  • distribuição geográfica dos clientes; 
  • estilo de vida na zona de atuação da companhia; 
  • expectativa de vida dos consumidores; 
  • hábitos de consumo; 
  • migração, emigração e imigração;
  • níveis de escolaridade dos consumidores; 
  • papéis sociais dos clientes; 
  • questões étnicas; 
  • taxas de natalidade e mortalidade. 

Todos esses pontos que afetam a sociedade certamente atuam sobre o desenvolvimento e gestão empresarial; por isso, são relevantes na análise pestel. 

  • Tecnológicos (T)

O desenvolvimento tecnológico e a revolução digital também interferem na atuação da empresa, podendo viabilizar melhorias e facilitar processos. 

Por isso, é determinante que a empresa se mantenha atenta às novas possibilidades, percebendo o impacto das inovações tecnológicas sobre sua atuação e usando-as como recurso para se aprimorar.

  • Ecológicos (E)

Este fator nem sempre influencia todas as organizações e seus produtos ou serviços. Contudo, ao fazer a análise Pestel é possível visualizar se as questões ecológicas atuam sobre sua empresa. 

Também é importante se atentar para o fator ecológico porque cada vez mais clientes estão buscando consumir de empresas que considerem a responsabilidade ambiental na sua cadeia produtiva. 

E alguns fatores ecológicos podem afetar as empresas, como: 

  • Gestão de resíduos e materiais; 
  • políticas de desenvolvimento sustentável; 
  • redução das emissões de carbono; 
  • regulamentação ambiental; 
  • uso de energias e insumos renováveis. 

O modo como os fatores ecológicos afetam as empresas pode diferir para cada uma; por isso, é importante fazer análise pestel para descobrir se é o caso da sua companhia.  

  • Legais (L)

Os elementos e dispositivos legais são o fechamento da análise pestel, estabelecendo um elo com os outros fatores. 

Isso porque política, economia, sociedade, tecnologia e meio ambiente são elementos que se conectam, regidos pela legislação. 

Dessa forma, as leis podem ser oportunidades ou fatores de risco para a atuação de uma empresa.  

Para que serve?

A análise Pestel identifica o impacto e influência dos fatores políticos, econômicos, sociais, tecnológicos, ecológicos e legais, no contexto empresarial. 

Ela permite reconhecer as ameaças, perspectivas e oportunidades exteriores à empresa. 

Por meio desse estudo, é possível ter um conhecimento aprofundado sobre o segmento e mercado em que se atua e ponderar a atuação da empresa nesse meio. 

Por meio das conclusões e relatórios extraídos com a análise pestel a empresa pode antecipar potenciais problemas que possa enfrentar, desenvolvendo soluções e estratégias para lidar com os mesmos. 

Outro ponto relevante é que ela ajuda a propor inovações e medidas que contribuam com a gestão de negócios e planejamento estratégico da companhia. 

Ao avaliar o ambiente e fatores externos, a análise pestel pode prever e assimilar algumas tendências do mercado, do comportamento dos consumidores, etc. 

Desse modo, compreende-se o cenário que pode impactar a empresa a médio e longo prazo. 

Tudo isso oferece um suporte e orienta medidas a serem tomadas em diversos setores da empresa. 

Quando utilizar?

Você pode usar a análise pestel em algumas situações que demandam tomada de decisão, desenvolvimento de planos e modificações nas tendências da empresa. 

Alguns momentos em que a análise pestel pode ser útil e positiva para o planejamento da empresa são: 

  • Durante a estruturação de um novo negócio ; 
  • durante o processo de planejamento estratégico da empresa; 
  • no desenvolvimento de métodos e meios de atuação da empresa; 
  • ao estabelecer inovações para o negócio; 
  • no ingresso em um novo mercado; 
  • busca por novas possibilidades e oportunidades no mercado;
  • para repensar o posicionamento organizacional; 
  • na tomada de decisões que afetem o futuro da empresa; 
  • quando se pretende lançar um novo produto ou serviço; 
  • quando se busca fazer atualizações no gerenciamento da empresa; 
  • quando se deseja conhecer os possíveis problemas que vão impactar na organização e estabelecer, de antemão, soluções para os mesmos; 
  • quando se deseja conhecer as tendências de mercados adjacentes, explorando outros segmentos que não os que a empresa já atua; 
  • quando se deseja saber mais sobre a rota de mercado que está sendo seguida. 

Essas são as principais situações e circunstâncias em que se pode realizar uma análise pestel. 

Contudo, você conhece a sua empresa e ambições para a mesma e, se sentir que a análise vai ajudar em outra etapa que não as apontadas, invista nesse procedimento. 

É importante destacar que a análise pestel é uma matriz com um protocolo padrão para ser realizada. Porém, não existe um modelo pronto para fazê-lo. 

Cada empresa tem suas particularidades, posicionamento e características. Por isso, não adianta tentar seguir uma receita. 

A matriz pestel vai fornecer direcionamentos específicos e adequados a cada negócio, com os respectivos passos a serem dados para crescer e prosperar. 

Assim, ao entender o que é análise pestel, você deve utilizá-la quando perceber que pode ser positiva para a gestão e desenvolvimento de um bom plano de negócios para a sua empresa. 

Qual a diferença entre análise Pestel e análise SWOT?

A análise pestel e a análise SWOT são ferramentas que contribuem para identificar processos que precisam e podem ser aprimorados na empresa. 

As semelhanças entre elas estão nos aspectos que permitem mapear pontos fortes e fracos nos negócios e atuação da empresa. 

Muitos gestores estão familiarizados com a conhecida análise SWOT, contudo esse instrumento difere da análise pestel e o uso de uma não elimina o emprego da outra. Aliás, elas podem se complementar.  

A análise pestel é a matriz mais completa e específica para avaliar riscos e oportunidades de origem externa, já a SWOT é mais generalista e trata das ameaças e oportunidades de forma mais ampla. 

Portanto, a principal diferença entre elas é que a análise SWOT consegue identificar problemas próprios da organização, avaliando fatores internos. 

Já a análise pestel abrange apenas os elementos externos à empresa, mas que podem afetar e prejudicar os negócios.

A análise SWOT deve ser feita quando se busca conhecer melhor a própria empresa, já a análise pestel é empregada para conhecer os pontos alheios que influenciam na atuação da corporação. 

Para a empresa que busca crescer, aumentar sua atuação e expandir seus lucros a análise pestel pode ser mais interessante. 

Isso porque a análise SWOT não inclui pontos que não dependem da empresa, mas que são determinantes para seu desenvolvimento. 

Portanto, se você precisa entender melhor o cenário em que atua ou que deseja se inserir, é importante fazer uma análise pestel. 

Essas duas ferramentas são interessantes para conhecer a organização e determinar um plano de ações para o crescimento corporativo, então podem ser realizadas de modo complementar. 

Ao usar ambas as metodologias, você consegue expandir o potencial da sua empresa, obtendo um melhor panorama sobre ela, melhorando seus resultados e se tornando mais competitivo no mercado. 

Para isso, você pode promover uma análise pestel e outra SWOT e combinar os resultados obtidos em ambos os processos. Essa certamente é uma boa abordagem! 

E se você ainda tem dúvidas sobre a análise pestel, continue conosco e entenda melhor os benefícios dessa ferramenta:

Quais os benefícios da análise Pestel?

Entender o que análise pestel e quais os seus benefícios é fundamental para que você decida quando aplicá-la. 

Essa ferramenta contribui para uma visão sistêmica sobre a atuação da empresa, facilitando o seu desenvolvimento e permitindo uma melhor tomada de decisões. 

Segundo o dicionário Cambridge, a análise pestel é “um método de gestão que examina o efeito que eventos ou influências externas podem ter no desempenho de uma empresa, ou organização.”

O dicionário destaca, ainda, que esse é um dos recursos usados para ajudar os gerentes a identificar seu posicionamento e pontos fortes no mercado.

As vantagens de se empregar essa ferramenta são muitas. Por isso, listamos alguns dos principais benefícios de se fazer uma análise pestel: 

  • É uma ferramenta relativamente simples de usar e que fornece um bom panorama sobre o mercado e fatores de influência sobre a empresa. 
  • A análise pestel contribui para que os gestores entendam melhor o ambiente em que a organização está inserida. 
  • Seu uso permite o desenvolvimento de uma visão sistêmica sobre a empresa. 
  • Os resultados da análise pestel incentivam o pensamento e posicionamento estratégico. 
  • Esse recurso permite o mapeamento e redução de futuros problemas e ameaças ao desenvolvimento empresarial. 
  • Permite identificar e aproveitar novas oportunidades. 
  • Permite entender melhor os fatores externos, facilitando o planejamento de ações para a empresa. 
  • Oferece uma vantagem competitiva ao seu negócio. 
  • A análise pestel entrega informações que auxiliam a tomada de decisões e planejamento a curto, médio e longo prazo. 

Você pode usar a análise pestel para ampliar as suas percepções sobre a sua empresa, a concorrência, o mercado e todo o cenário que a cerca. 

Com isso, é possível prevenir perdas e danos e aproveitar nova possibilidades que o mercado possa oferecer. 

Tudo isso vai contribuir imensamente para o crescimento e prosperidade da sua empresa. 

Quais os fatores da análise Pestel?

A análise pestel auxilia na tomada de decisões da empresa, permitindo que ela se antecipe e posicione diante de alguns desafios. 

Para fazê-la de forma correta, é importante considerar fatores que perpassam as questões políticas, econômicas, sociais, tecnológicas e ecológicas e que afetam a empresa. 

Os principais em cada tópico podem ser: 

Fatores políticos na análise pestel: 

  • Atividades de lobby;
  • comitês de ação política;
  • controle comercial;
  • despesas de defesa;
  • envolvimento do governo em sindicatos e acordos;
  • estabilidade/instabilidade do governo;
  • liberdade de imprensa;
  • nível de corrupção;
  • nível de subsídios governamentais;
  • orçamentos governamentais;
  • políticas fiscais;
  • quantidade de protestos do governo;
  • regulamento da concorrência;
  • regulação e desregulamentação do governo;
  • regulamentação e restrições de importação-exportação;
  • relações bilaterais (acordos entre nações);
  • tarifas especiais;
  • taxas de participação dos eleitores.

Fatores econômicos na análise pestel: 

  • Déficits orçamentários do governo federal;
  • disponibilidade de crédito;
  • flutuações de preços;
  • nível de renda disponível;
  • propensão das pessoas em gastar;
  • taxa de câmbio;
  • taxa de crescimento;
  • taxa de inflação;
  • taxa de juros;
  • tendências do desemprego;
  • tendências do produto interno bruto (pib);
  • tendências do mercado de ações.

Fatores sociais na análise pestel: 

  • Atitudes em relação à aposentadoria;
  • atitudes em relação ao atendimento ao cliente;
  • atitudes em relação a estrangeiros;
  • atitudes em relação ao lazer;
  • atitude em relação ao governo;
  • atitude em relação ao trabalho;
  • atitudes em relação à qualidade do produto;
  • atitudes para economizar;
  • atitude para investir;
  • classes sociais;
  • consciência sobre a saúde;
  • distribuição de idade;
  • distribuição de riqueza;
  • estilos de vida;
  • hábitos de compra;
  • igualdade racial;
  • minorias;
  • nível de educação;
  • níveis de criminalidade;
  • normas e valores culturais;
  • número de casamentos;
  • número de divórcios;
  • papéis sexuais e distribuição;
  • preocupações éticas;
  • religião e crenças;
  • renda média disponível;
  • renda per capita;
  • tamanho e estrutura da família;
  • tamanho da população e taxa de crescimento;
  • taxas de expectativa de vida;
  • taxas de imigração e emigração
  • taxas de mortalidade;
  • taxas de nascimento;
  • tamanho da população e taxa de crescimento;
  • uso de anticoncepcional.

Fatores tecnológicos na análise pestel: 

  • Acesso à nova tecnologia;
  • atividade de p&d (pesquisa e desenvolvimento);
  • automação;
  • ciclo de vida da tecnologia;
  • consciência tecnológica;
  • incentivos tecnológicos;
  • infraestrutura de comunicação;
  • infraestrutura de internet;
  • mudança tecnológica;
  • nível de inovação.

Fatores ecológicos na análise pestel: 

  • Alterações Climáticas
  • apoio a energias renováveis;
  • atitudes em relação aos produtos verdes;
  • clima;
  • desastres naturais;
  • normas de reciclagem;
  • políticas ambientais;
  • poluição do ar e da água;
  • pressões de ONGs.

Fatores Legais da Análise Pestel

  • Leis antitruste;
  • leis de defesa do consumidor
  • leis de direitos autorais e patentes;
  • leis de discriminação;
  • leis de educação;
  • leis de proteção de dados;
  • leis de saúde e segurança;
  • leis trabalhistas.

Como fazer uma análise Pestel?

Para fazer a análise pestel, é importante considerar os fatores apontados acima e deliberar quais deles se encaixam na realidade da sua empresa. 

Você pode, então, seguir algumas etapas que vão organizar o processo: 

Entenda e analise cada fator isoladamente

Faça um brainstorming e avalie a possível influência de cada um dos fatores no desempenho da sua empresa. 

Formule perguntas para cada um e busque respostas e porquês para assimilar melhor os cenários. 

É claro que você não precisa incluir todos os fatores na análise. Por exemplo, se você não trabalha com produtos importados, então não precisa considerar esse ponto. 

Reconheça as oportunidades

Após analisar o mercado por meio da ponderação dos fatores relevantes para a sua empresa, busque detectar quais oportunidades podem surgir por meio deles. 

Também é fundamental ponderar sobre como elas podem favorecer o desenvolvimento do seu negócio. 

Aproveite para mapear as tendências que vão aumentar a venda dos seus produtos, expandir seu ramo de atuação, etc. 

Também é interessante construir novas estratégias e valores de marca que te aproximem do seu público, conforme identificar informações sobre ele. 

Procure potenciais ameaças

Após avaliar os fatores, identifique quais deles podem oferecer um risco à estabilidade da sua empresa. 

Liste tudo aquilo que você reconhecer como ameaças externas e que possam comprometer o desenvolvimento dos seus negócios. 

Assim, você poderá desenvolver previamente os planos de ação para cada possível ameaça, prevenindo perdas e danos e resolvendo os problemas da melhor maneira possível. 

Quais dados observar na análise?

Para fazer a análise pestel, é importante que você determine quais fatores são relevantes no nicho de mercado e segmento onde a sua empresa atua. 

Assim, você saberá quais dados são mais relevantes para a sua empresa e como coletá-los. 

Defina finalidade da pesquisa, quem vai coletar os dados e como fazê-lo; busque fontes apropriadas de informação; reúna e trate essas informações; analise as descobertas e proponha ações para resolver os problemas. 

Com esses passos, você estará no caminho para fazer a análise pestel e usá-la no desenvolvimento da empresa. 

Como mensurar os resultados?

Para mensurar os resultados da análise pestel, é interessante que você considere os objetivos, o horizonte temporal e os prazos (curto, médio e longo) e analise os fenômenos ali expostos. 

É possível usar ferramentas para automatizar os processos, recebendo dados já tratados e com resultados estabelecidos. Dessa forma, você economiza tempo e facilita a assimilação dos resultados. 

Você pode fazer mineração de dados por meio de softwares e uso de inteligência artificial, que vão te entregar informações organizadas, com relações e padrões de comportamento nos fatores analisados. 

Aproveite também os relatórios de empresas de pesquisa que já estão disponíveis na web, com resultados e dados mensurados e tratados. 

Exemplos de empresas que utilizaram da análise Pestel?

Muitas empresas de destaque usam a análise pestel para aprimorar seus produtos, serviços, relação com o mercado e consumidores. 

Entre elas estão a Amazon e Netshoes, duas gigantes do mercado de e-commerce e marketplace

Usando essa ferramenta, elas potencializam estratégias e determinam planos de ação, além de propor mudanças no fluxo de trabalho e identificar potenciais riscos e problemas, lidando com eles antes de acontecerem.

Aqui você certamente entendeu muito sobre a análise pestel e como ela pode transformar as ações do seu negócio. 

É importante que você se mantenha atualizado sobre o mundo dos negócios, aprendendo cada vez mais sobre como se posicionar no mercado. Isso vai expandir a sua atuação e potencializar os seus lucros. 

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.