Gestão

Análise SWOT: o que é e como usar no seu negócio

Imagem ilustrativa de analise SWOT

Veja o que você irá encontrar neste artigo

A análise SWOT é uma das ferramentas mais importantes da gestão de empresas, utilizada no planejamento dos mais diversos projetos para embasar as decisões estratégicas da equipe.

Se você quer montar uma estratégia para vender mais no seu e-commerce, vamos apresentar agora uma ferramenta que vai te ajudar nessa tarefa: a análise SWOT.

Basicamente, a análise SWOT funciona como em decisões importantes que precisamos tomar nas nossas vidas. Para comprar um apartamento, por exemplo, as pessoas analisam os pontos positivos e negativos da região, a sua situação financeira, o momento econômico do país, entre outros fatores, não é?

Na SWOT, também é assim. Mas essa ferramenta estrutura melhor as análises para embasar as decisões estratégicas das empresas.

Para entender melhor do que estamos falando, siga conosco agora e saiba o que é e como fazer uma análise SWOT.

O que é análise SWOT?

Análise SWOT é uma ferramenta de gestão utilizada na etapa de planejamento estratégico, que realiza um diagnóstico sobre fatores internos e externos de uma organização. Também pode ser chamada de análise FOFA, em português.

Essa análise consiste, inicialmente, em um levantamento de dados sobre o cenário interno e externo da empresa, por meio de brainstorm com a equipe, análises de mercado, ferramentas de web analytics, relatórios de pesquisa, entre outros recursos.

Esses dados são resumidos e consolidados em uma matriz com quatro quadrantes, que identificam as forças, as fraquezas, as oportunidades e as ameaças, divididas entre fatores internos e externos, além de pontos positivos e negativos.

Assim, fica mais fácil visualizar e analisar os dados, a fim de tomar as decisões e estabelecer as estratégias do plano que deve ser elaborado.

Qual o significado de SWOT?

A sigla SWOT é formada pelas iniciais das seguintes palavras em inglês: Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Em português, a análise FOFA se refere às mesmas palavras, só muda um pouco a ordem: Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças.

A seguir, vamos entender melhor o que você deve analisar em cada elemento da SWOT:

S – Strengths ou Forças

Forças fazem parte do ambiente interno da organização. Você deve analisar fatores como as qualidades da equipe, a experiência de mercado, os recursos financeiros, a reputação, entre outros elementos que fazem com que o seu negócio prospere. Perceba que, internamente, você tem controle sobre esses fatores, diferentemente do ambiente externo.

W – Weaknesses ou Fraquezas

As Fraquezas também estão no ambiente interno da empresa. Aqui, você deve analisar fatores que podem prejudicar o desempenho da sua organização, como altos custos de manutenção, dificuldades em atrair clientes, localização remota, entre outros. Esses fatores, embora prejudiciais, também estão sob o controle da organização.

O – Opportunities ou Oportunidades

As Oportunidades estão do lado de fora da empresa. Fazem parte do cenário externo, no macroambiente (política, economia, cultura etc.) ou no microambiete (concorrentes, fornecedores, parceiros etc.). Elas representam aquilo que você pode aproveitar do ambiente externo para melhorar a sua empresa, mas que não pode controlar ou influenciar.

T – Threats ou Ameaças

Ameaças também fazem parte do ambiente externo. São movimentos ou tendências que vêm de fora e que podem prejudicar o seu negócio, como a facilidade de entrada de concorrentes no mercado ou a instabilidade econômica do país. As Ameaças também não estão sob o seu controle — o que você pode fazer é se preparar melhor para enfrentá-las.

Para que serve a análise SWOT?

A análise SWOT serve para fazer um diagnóstico da situação da empresa, considerando seus fatores internos e externos e seus pontos positivos e negativos. A matriz SWOT proporciona um panorama completo e conciso sobre esse cenário para que a equipe visualize facilmente as informações e possa tomar melhores decisões.

A partir da análise SWOT, você pode colocar projetos em ação com mais segurança e menos riscos. É possível aproveitar melhor as suas potencialidades e as oportunidades, bem corrigir as fraquezas e se preparar para as ameaças do mercado. Assim, seu negócio tem mais chances de ter sucesso em suas estratégias e, é claro, vender mais.

Quem deve fazer análise SWOT?

A análise SWOT pode ser desenvolvida por qualquer empresa, de todos os portes e segmentos. É uma ferramenta poderosa para qualquer tipo de projeto relevante para a organização, em que você precise analisar o contexto antes de tomar decisões estratégicas.

Internamente, é importante que a análise SWOT envolva toda a equipe, não apenas os gestores e gerentes de áreas. Afinal, os colaboradores vivem o dia a dia da empresa e conhecem melhor as suas forças e fraquezas. Eles podem contribuir com dados e sugestões valiosas para a análise.

Quando fazer a análise SWOT?

Muitas vezes, a análise SWOT é usada para planejar um novo negócio, lançar um novo produto, criar uma nova estratégia de marketing, montar um e-commerce, além de realizar aquisições ou fusões entre empresas.

Então, se você está em uma dessas situações, pode aplicar a análise SWOT no planejamento estratégico para analisar melhor o cenário. Essa ferramenta certamente vai te ajudar.

Quais os benefícios da análise SWOT?

Ao aplicar a análise SWOT, você pode perceber uma série de benefícios para o planejamento estratégico dos projetos do seu e-commerce. Vamos ver agora quais são os principais:

Focar nos fatores mais importantes para o seu negócio

A análise SWOT deve ser bastante focada e resumida. Não é uma ferramenta para escrever um livro sobre o seu negócio… Por isso, você consegue focar nos aspectos mais importantes para o seu negócio, que realmente podem fazer diferença para o seu sucesso.

Conhecer melhor a sua empresa

O levantamento de dados e análise da matriz SWOT fazem a empresa olhar profundamente para si mesma. No dia a dia, as forças e fraquezas podem passar despercebidas, mas esse é o momento de parar e refletir sobre elas, o que faz você conhecer melhor o seu negócio.

Analisar o mercado estrategicamente

Nas rotinas do dia a dia, também não sobra muito tempo para analisar o que está acontecendo lá fora. Então, a análise SWOT é a oportunidade de analisar o mercado estrategicamente, entender os movimentos que estão acontecendo e como podem afetar o seu negócio.

Identificar oportunidades de crescimento

De olho no cenário externo, você pode identificar oportunidades de mercado que poderiam passar despercebidas. Pode ser a chance de lançar novos produtos, ampliar a atuação em novas regiões, criar parcerias vantajosas e, assim, fazer seu negócio crescer.

Preparar-se melhor para o futuro

Do lado de fora, também vêm as ameaças. Mas, quando você analisa os dados na matriz SWOT, consegue identificar as tendências de mercado que podem afetar seu negócio. Assim, você consegue potencializar suas Forças para que elas ajudem a enfrentar as Ameaças.

Tomar melhores decisões

Por fim, um dos principais benefícios da análise SWOT é embasar a tomada de decisões. Com base em dados sobre a sua empresa e o mercado, você pode criar estratégias e ajustar os problemas da sua empresa para ter maior sucesso nos seus planos.

Como fazer análise SWOT?

Então, vamos ver agora como colocar a análise SWOT em prática, conforme os seguintes passos:

Comece com um brainstorm

Comece a análise SWOT com um brainstorm para levantar aspectos importantes sobre o cenário interno e externo. Integre a sua equipe para esse momento em que todos podem contribuir com suas percepções. A ideia é começar a preencher a matriz SWOT de forma ágil, com todas as ideias que surgirem — depois você pode filtrar e descrever melhor.

Anote os aspectos internos

No brainstorm e em outras pesquisas complementares que você fizer, olhe primeiramente para o cenário interno. Identifique as Forças e Fraquezas do seu negócio, da sua equipe, da sua estrutura e leve todos esses dados para a matriz FOFA.

Pesquise sobre os fatores externos

Depois de levantar os dados internos, analise o ambiente externo. Isso pode envolver uma pesquisa um pouco mais complexa, já que depende de informações de fora da empresa, sobre micro e macroambiente. Identifique quais fatores externos podem impactar no seu negócio.

Monte a matriz SWOT

Agora, monte a matriz SWOT para visualizar e analisar os dados com mais clareza. Lembre-se de que é uma matriz com quatro quadrantes, formada por duas linhas e duas colunas (2×2).

Em uma linha da matriz, posicione os fatores internos (Forças e Fraquezas); na outra, os fatores externos (Oportunidades e Ameaças). Já nas colunas, coloque os pontos positivos em uma delas (Forças e Oportunidades) e, na outra, os pontos negativos (Fraquezas e Ameaças).

Analise os dados

Depois de montar a matriz FOFA, fica mais fácil visualizar as informações e fazer cruzamentos entre elas. Além de analisar cada ponto individualmente, entenda, por exemplo, quais Forças podem frear as Ameaças ou quais Fraquezas você precisa corrigir para potencializar as Oportunidades. A partir dessa análise, você pode começar a montar as estratégias do plano.

Exemplo de análise SWOT

Agora que você já entendeu o que é e como aplicar a análise SWOT, vamos ver um exemplo para você fixar o que aprendeu até agora. Aqui, vamos analisar o caso de uma pet shop online fictícia, que já atua há bastante tempo no e-commerce.

Digamos que você já levantou dados sobre o mercado e sobre esse e-commerce. Então, em cada quadrante da matriz SWOT, você poderia citar os seguintes fatores:

·        Forças: experiência de mercado, qualidade dos produtos, atendimento qualificado, equipe especializada.

·        Fraquezas: ausência de processos internos, equipe desmotivada, atrasos nas entregas.

·        Oportunidades: novas plataformas de e-commerce, realização de eventos de pet shops no país, concorrentes em defasagem tecnológica.

·        Ameaças: poucas barreiras de entrada no mercado, cenário econômico instável, previsão de aumento de impostos.

Demos apenas alguns exemplos do que você pode preencher nas Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. Mas uma análise SWOT completa pode abranger mais aspectos, ok? Lembre-se apenas de criar tópicos sucintos, para tornar a visualização mais fácil.

Agora você já conhece uma importante ferramenta que vai ajudar você a organizar a gestão do seu e-commerce e potencializar seus resultados.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Tenha um site pronto para sua loja vender!