Marketing

O que é marketing viral e como usar essa estratégia? Dicas e exemplos para viralizar seu negócio na internet

Aprenda tudo de marketing viral

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Marketing viral é uma estratégia bastante desejada pelas marcas, que querem ver seus conteúdos se espalhando por todos os cantos da internet. Mas para conseguir isso, precisa-se de algumas medidas para aumentar as chances de compartilhamento. 

Que empresa não gostaria de ver seu nome espalhado por aí? Viralizar uma campanha de marketing significa colocar a marca na boca do povo e fazer mais pessoas conhecerem os seus produtos. É por isso que o marketing viral está na mira de tantas empresas!

Na era digital em que vivemos, um conteúdo pode viralizar rapidamente. Bastam alguns tweets e posts para alcançar milhares de pessoas — e essas milhares de pessoas podem espalhar a mensagem para outras milhares. E assim a marca se espalha por aí!

Mas, mesmo com a ajuda do marketing digital, não é qualquer campanha que consegue isso. E não é qualquer marca que viraliza de forma positiva — um conteúdo também pode viralizar porque o público não gostou dele…

Então, vamos entender neste artigo o que leva uma campanha a viralizar e como você pode impulsionar seus conteúdos com o marketing viral.

O que é Marketing Viral?

Marketing viral é um conjunto de estratégias que tem como objetivo potencializar a divulgação espontânea de um conteúdo, aproveitando o potencial de compartilhamento dos canais digitais. Também pode ser chamado de buzz marketing, expressão que faz referência à uma grande divulgação boca a boca para mais e mais pessoas.

A intenção é criar uma campanha, um anúncio ou uma publicação que despertem o interesse e a identificação das pessoas, de maneira que elas se sintam motivadas a compartilhar nas suas redes. Dessa maneira, o conteúdo pode se espalhar rapidamente, tal qual um vírus.

Sabe aquele anúncio que você acha tão legal que quer logo comentar sobre ele com um amigo? Esse é o tipo de campanha com potencial de viralização! É como se ela desse um “match” com o público e ganhasse o poder de se espalhar.

Assim como você, várias outras pessoas podem gostar do conteúdo e querer compartilhar com a sua rede de contatos. Assim, as próprias pessoas se tornam promotoras e propagadoras do conteúdo, sem que a marca precise pagar por isso.

Na era das redes sociais e influenciadores, um simples compartilhamento pode alcançar milhares de pessoas. Então, imagine vários usuários fazendo isso: sem fronteiras na internet, você pode alcançar um público enorme em apenas algumas horas!

Quais são as principais vantagens do marketing viral?

Não é por acaso que o marketing viral é uma das estratégias mais cobiçadas pelas empresas. Viralizar não traz apenas visibilidade, mas também benefícios diretos em vendas e receitas.

Vamos ver agora as principais vantagens que você pode aproveitar ao viralizar uma campanha:

Ganhar mais alcance orgânico

O grande objetivo do marketing viral é ampliar a visibilidade da marca para pessoas que talvez nunca soubessem sobre a sua existência. O conteúdo pode alcançar um público enorme, que passa a conhecer a empresa e pode se tornar um potencial cliente.

Melhor ainda é que esse alcance acontece de forma orgânica, ou seja, sem investimentos diretos da marca, que conta com os compartilhamentos dos usuários para propagar sua mensagem no boca a boca.

Gerar tráfego para o e-commerce

Se você tem um e-commerce, o marketing viral é poderoso para gerar tráfego. Quando o conteúdo viraliza, muitas pessoas tendem a entrar na sua loja virtual e conhecer seus produtos.

Muitas vezes, é só curiosidade, mas muitos desses visitantes já podem fazer uma compra ou, pelo menos, assinar uma newsletter, ler um post no blog ou baixar um material.

Fortalecer a presença digital

Quando um conteúdo viraliza, várias pessoas também tendem a chegar até os seus perfis nas redes sociais e buscar pela sua marca no Google. As pessoas ficam curiosas para saber mais!

Isso é ótimo para fortalecer a sua presença digital. Você aumenta a sua comunidade nas redes sociais e pode engajar mais pessoas. Além disso, quando muitos usuários pesquisam por uma marca, o Google entende que ela é relevante e pode melhorar o seu SEO.

Conquistar a identificação e a confiança do público

Quando o conteúdo se espalha no buzz marketing, significa que ele conseguiu conquistar o público. Isso significa que a sua marca estabeleceu uma conexão emocional com as pessoas, muito além de uma publicidade qualquer.

Além disso, essa conexão com o consumidor se fortalece quando outras pessoas recomendam o seu conteúdo. Se um anúncio aparece para alguém, é só mais uma publicidade de marca. Mas, se um amigo diz que vale a pena conferir aquele conteúdo, a confiança na marca é muito maior.

Aumentar o conhecimento e a lembrança da marca

O marketing viral coloca o nome da sua marca na boca — e na mente — do povo. Mais pessoas passam a conhecer e reconhecer a sua marca. Assim, na hora de comprar, o consumidor já tem mais familiaridade com a sua marca e lembra dela com mais facilidade.

Como fazer uma campanha de marketing viral?

O marketing viral depende da ação das pessoas. São elas que devem ter a iniciativa de compartilhar o conteúdo para que ele se espalhe espontaneamente. Portanto, essa estratégia não está totalmente sob o seu controle.

Mas é possível estimular a propagação do conteúdo com algumas medidas, desde o planejamento de uma campanha até a sua execução. Veja agora algumas dicas para colocar em prática e ter sucesso com o marketing viral:

Conheça bem o comportamento do público

Se você quer conquistar o público, precisa saber com quem está falando. Para começar uma campanha de marketing viral, estude os comportamentos das pessoas que acompanham a sua marca, saiba o que desperta o seu interesse e como você pode se comunicar melhor com elas.

Defina a mensagem que você quer passar

Na criação de uma campanha, é importante definir qual o seu argumento principal. Você deve ter um conceito de campanha definido, ou seja, uma mensagem que você quer passar para o público. Pense que, ao viralizar, é essa mensagem que vai se fixar na mente das pessoas.

Selecione imagens atrativas

Vivemos em uma era visual. As redes sociais reforçam o apelo das imagens, que atraem e encantam nossos olhares.

Então, uma campanha de marketing viral precisa de imagens chamativas, que prendam a atenção. Lembre-se de que a internet lança milhares de estímulos para as pessoas — então, o seu conteúdo precisa se destacar entre eles.

Crie um título chamativo

Além das imagens, um título chamativo também tem o poder de captar a atenção e o interesse das pessoas. Com uma boa dose de criatividade, você pode criar uma chamada que faça as pessoas pararem o que estão fazendo para saber o que você tem a dizer.

Envolva o público com o lado emocional

Não se faz marketing viral divulgando ofertas do dia, descontos ou outros conteúdos banais. Para viralizar, um conteúdo precisa surpreender. A pessoa deve olhar a campanha e sentir algo diferente que a faça rir, chorar, odiar ou achar genial.

Quando o conteúdo mexe com as emoções, ela também é capaz de motivar a pessoa a agir e compartilhar com alguém.

Use o tom de voz da marca e a linguagem do público

Se o conteúdo viralizar, ele precisa transmitir a identidade da sua marca para milhares de pessoas.

Então, não dá para fugir do tom de voz que a marca já usa — ou seja, a sua forma de comunicação deve ser coerente. Mas você pode adaptar a linguagem e os formatos dos conteúdos para cada plataforma, a fim de se comunicar com o público que está lá.

Crie o planejamento do lançamento

Planeje o lançamento da sua campanha. Os primeiros dias (em alguns casos, as primeiras horas) são determinantes para o conteúdo ganhar tração e viralizar.

Então, pense em estratégias para impulsionar a viralização por meio dos seus canais de marketing digital, como as suas redes sociais e a sua lista de e-mail marketing.

Faça parcerias com influenciadores digitais

Uma das formas de impulsionar o lançamento da campanha de marketing viral é fazer parcerias com influenciadores.

Como eles têm uma grande e fiel audiência, os conteúdos podem ganhar grande visibilidade. Então, escolha pessoas estratégicas para o seu público e que tenham afinidade com a sua marca.

Mostre que está todo mundo comentando

Outra forma de potencializar o conteúdo é mostrar que as pessoas estão comentando sobre ele na internet.

Você pode compartilhar posts que os usuários estejam fazendo sobre a sua marca, que funcionam como prova social: se tantas pessoas estão gostando, mais gente se sente estimulada a ver e compartilhar o conteúdo.

Analise os resultados gerados

Fique de olho nos resultados. Para saber se o conteúdo viralizou, você precisa analisar as métricas de desempenho da campanha, especialmente nas primeiras horas de lançamento. Com base nos dados, você também pode entender o que funcionou ou não e planejar melhor as suas próximas campanhas.

Como encontrar temas que podem viralizar? Veja algumas dicas!

Acertar em cheio no marketing viral é um desafio. Mas você tem mais chances de viralizar se analisar o que acontece nas redes e entender quais conteúdos geram mais conversas.

Veja algumas dicas e exemplos para se inspirar:

Entenda a linguagem da web

Para viralizar na web, você precisa entender a web. É preciso saber como as pessoas se informam e se comunicam nas redes sociais, como funciona cada plataforma e qual é o público que está lá.

A Netflix soube fazer isso ao lançar o Tudum Challenge, um desafio no TikTok que incentivava os usuários a compartilharem a sua dancinha. É o tipo de conteúdo que tem grande potencial naquela rede social — mas pode não funcionar em outras plataformas…

Tenha atenção ao momento

Assuntos que estão em alta geram mais engajamento. As pessoas querem participar das conversas e, se você criar um conteúdo interessante sobre o assunto, elas vão gostar de compartilhar.

Uma marca que aproveitou bem o momento foi o Instituto Butantan. Para incentivar a vacinação durante a pandemia de coronavírus, o instituto fez uma nova versão da música Bum Bum Tam Tam, de MC Fioti, e gravou um clipe que viralizou nas redes.

Acompanhe as tendências nas redes sociais

Fique de olho nas redes sociais. É lá que as conversas acontecem. Se uma marca viraliza, ela vira assunto no Twitter, no Instagram, no TikTok, no Facebook, até no LinkedIn. Então, entenda quais tipos de conteúdo têm mais chances de viralizar nas redes e inspire-se com eles.

Você pode observar, por exemplo, como as redes se movimentam durante os programas do Big Brother Brasil. O Guaraná, por exemplo, aproveitou uma ação da Coca-Cola no BBB 21 para alfinetar o concorrente — e, com um simples tweet, conseguiu viralizar.

Atenção: cuidado com o marketing viral negativo!

Quando uma campanha viraliza, ela sai do controle da marca. Se o conteúdo está na boca do povo, as pessoas podem utilizá-lo das mais diversas formas e tomar rumos inesperados.

Um exemplo de viralização surpreendente aconteceu em 2013, quando a Fiat lançou a campanha “Vem pra rua”, com o objetivo de convocar o torcedor brasileiro para a Copa das Confederações. Porém, naquele ano, diversos protestos políticos se espalharam pelo Brasil — e não é que o jingle da campanha foi usado pelos manifestantes?

A marca não esperava se vincular a questões políticas, por isso retirou a campanha do ar quando a música viralizou como tema dos protestos, como informou o Yahoo Notícias.

Outro exemplo de viralização negativa aconteceu com a marca de roupas Reserva, acusada de racismo. Como explica o site Metropoles, uma loja de Salvador posicionou um manequim preto como se estivesse invadindo a vitrine, o que dava a ideia de que estaria assaltando o estabelecimento.

Portanto, o marketing viral requer cuidado, porque um conteúdo também pode viralizar de forma negativa. E, nesse caso, você precisa se preparar para lidar com os “haters”, que só querem xingar a marca. Quanto mais um conteúdo se espalhar, mais chances ele tem de atrair esse tipo de usuário.

Uma informação equivocada, um conteúdo que não representa o público ou uma imagem que vai contra valores éticos podem depor contra a marca, como no caso da Reserva. Até mesmo quando a campanha vai bem, mas encontra um contexto adverso, como no caso da Fiat, a viralização pode ser negativa.

Então, crie campanhas de marketing viral, pensando no burburinho que você pode criar em torno da sua marca, mas lembre que a internet pode fazer usos e interpretações surpreendentes do seu conteúdo.

Com as dicas que demos neste artigo, você vai conseguir aumentar o potencial de viralização das suas campanhas de marketing e lançamento de produtos e, ao mesmo tempo, minimizar as chances de erros. Aproveite e comece a aplicar essas dicas nas suas estratégias de marketing digital!

Se você quer começar a vender pela internet, o marketing viral pode ajudar você a alavancar seus produtos e torná-los mais conhecidos. Leia agora sobre como fazer sua primeira venda no marketing digital e alcançar o sucesso no e-commerce!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.