Aprenda tudo sobre SEO para e-commerce

SEO para e-commerce: para que serve, os benefícios em utilizar e as melhores práticas

SEO para e-commerce reúne as práticas de otimização de lojas virtuais para que elas alcancem os primeiros lugares do Google. Algumas são bastante técnicas, outras são mais estratégicas. Agora, você vai aprender as principais dicas para otimizar o seu site.

Você quer que a sua loja virtual seja encontrada por mais pessoas, não é? Quer também gerar mais tráfego para o e-commerce e ser uma referência no seu mercado? Então, você precisa entender o que é SEO para e-commerce e a importância dessa estratégia para o sucesso do seu negócio.

Se você tem uma loja virtual, precisa entender de marketing digital, que é o seu maior aliado na divulgação do seu negócio online. A otimização para mecanismos de busca, que chamamos de SEO (Search Engine Optimization) é uma das principais estratégias digitais. Seu objetivo é alcançar as primeiras posições do buscador mais usado do mundo: o Google.

Vamos entender agora como o SEO para e-commerce pode ajudar a sua loja virtual e quais são as principais técnicas que você deve aplicar. Acompanhe!

O que é SEO para e-commerce?

SEO para e-commerce é o conjunto de estratégias de otimização de um site, com o objetivo de alcançar as primeiras posições dos buscadores da internet, entre os resultados orgânicos (não-pagos) da pesquisa.

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, que significa otimização para mecanismos de busca — entre eles, principalmente o Google.

O SEO envolve uma série de técnicas que vão desde a produção de conteúdo para o e-commerce até os detalhes de otimização do código das páginas. Tudo isso afeta a forma como os robôs do Google leem o seu site e armazenam no seu grande índice de páginas da web.

Quando um usuário faz uma pesquisa no Google, o buscador ativa esse índice, em busca de páginas que atendam aos termos que a pessoa pesquisou.

Ao exibir os resultados, o Google utiliza vários fatores de rankeamento para organizar a ordem de exibição dos links. Eles consideram a relevância das páginas para a pesquisa, de maneira personalizada para cada usuário, e a qualidade da experiência que elas oferecem aos visitantes.

Então, a intenção do SEO para e-commerce é oferecer a melhor experiência de navegação, conteúdo e compra nas suas páginas. Assim, o Google entende que a sua loja virtual é relevante e merece aparecer nos primeiros resultados das pesquisas dos usuários. 

novidades para ter loja online de sucesso

Para que serve o SEO?

O objetivo do SEO é conquistar as primeiras posições nos resultados orgânicos da pesquisa do Google. Mas para que isso serve?

O Google é o mecanismo de pesquisa da web mais usado no mundo, com mais de 90% de participação no mercado de buscas. As pessoas utilizam o buscador para pesquisar sobre qualquer assunto, desde o significado de uma palavra até a localização de um negócio.

Então, é claro que o Google aparece também nos hábitos de compra. Os consumidores passam por lá para pesquisar preços, saber mais informações sobre um produto, comparar lojas concorrentes e chegar até uma loja virtual para efetivar a compra.

De acordo com a pesquisa State of Search Brasil, entre as pessoas que usam o Google, 70% pesquisam produtos para comprar e 47% usam para efetivamente comprar.

Portanto, estar no topo do Google significa estar em uma das posições mais privilegiadas do marketing digital para e-commerce. A sua loja virtual vai ganhar uma visibilidade enorme em um mecanismo usado por vários compradores em sua jornada de compra.

Mais interessante ainda é que os usuários estão buscando ativamente por alguma informação naquele momento. Então, é a hora certa para exibir seus produtos e atrair potenciais clientes. 

Lá na sua loja virtual, você vai oferecer a melhor experiência ao usuário, porque você já organizou e otimizou as suas páginas, para que ele encontre e realize facilmente o que deseja. Então, o SEO também é um caminho para conquistar a satisfação dos clientes.

Além disso, chegar às primeiras posições do Google é também uma forma de mostrar a autoridade do seu e-commerce. As pessoas clicam nos primeiros resultados porque confiam na classificação do Google. Significa que você oferece boas ofertas, bons conteúdos e boas experiências. Portanto, a sua loja virtual passa a ser considerada uma referência no mercado.

Quais são os tipos de SEO?

A otimização do site para o Google envolve diversas técnicas, que podem ser classificadas em 4 tipos de SEO. Vamos conhecê-los:

SEO Técnico

O SEO Técnico corresponde às otimizações que você faz no nível da estrutura do site. O objetivo é garantir que o Google rastreie e entenda corretamente as páginas, além de melhorar a experiência dos usuários. Estas são algumas das tarefas do SEO Técnico:

  • Identificar erros de rastreamento;
  • Melhorar a velocidade de carregamento;
  • Tornar o site compatível com dispositivos móveis;
  • Garantir a segurança dos dados.

Embora nem todo empreendedor digital ou profissional de marketing saiba lidar com códigos, existem ferramentas e plugins que facilitam esse tipo de otimização.

SEO On Page

O SEO On Page se refere às otimizações que o administrador do site pode fazer nas suas páginas. A intenção é melhorar a compreensão do Google sobre as páginas, bem como otimizar a experiência do usuário na interação com os conteúdos. Esse tipo de SEO deve:

  • Pesquisar palavras-chave para otimizar o conteúdo;
  • Produzir conteúdos relevantes para o usuário;
  • Otimizar títulos e intertítulos das páginas;
  • Otimizar as imagens das páginas.

SEO Off Page

O SEO Off Page engloba as estratégias de otimização das páginas que devem ser feitas fora delas. O objetivo é mostrar para o Google que a marca é reconhecida no mercado e é uma referência para outros sites importantes. O SEO Off Page deve:

  • Conquistar backlinks (links de outros sites) de qualidade;
  • Criar relacionamento com outros sites relevantes;
  • Aumentar a autoridade da marca no mercado.

SEO Local

O SEO Local se refere às estratégias de otimização de negócios locais, como lojas físicas, restaurantes, salões de beleza etc. O Google identifica quando as pessoas buscam por empresas locais e exibe os resultados de maneira diferenciada. Estas são algumas tarefas:

  • Cadastrar a empresa no Google Meu Negócio;
  • Receber avaliações positivas no Google Meu Negócio;
  • Otimizar o site para palavras-chave de buscas locais.

No caso do SEO para e-commerce, as otimizações para buscas locais só valem a pena se você tem também uma loja física. Assim, a loja física fortalece a loja virtual e vice-versa.

dicas exclusivas para vender na shopee

Como fazer SEO para e-commerce? 14 dicas para otimizar sua loja virtual!

A seguir, você vai conhecer os principais passos para otimizar sua loja virtual com SEO para e-commerce. Confira agora as dicas essenciais para isso:

Realize uma auditoria de SEO

A auditoria de SEO é um diagnóstico da situação atual do seu site. Nessa etapa, você identifica erros e problemas na otimização do site.

Na auditoria, você pode notar que existem links quebrados que não levam a lugar algum, páginas com carregamento lento e oportunidades de otimização dos conteúdos, por exemplo. Tudo isso deve entrar no planejamento do projeto de SEO.

Garanta o rastreamento e a indexação do site

Uma das primeiras medidas que você deve tomar no início de um projeto de SEO é garantir a indexação do site. O Google deve conseguir localizar o seu site, rastrear suas páginas e indexar seus conteúdos. Isso é imprescindível para que o site apareça no buscador.

Para isso, você pode usar o Google Search Console, uma ferramenta gratuita do Google que informa sobre erros de rastreamento e como corrigi-los.

Aumente a segurança dos dados

No e-commerce, a segurança dos dados dos clientes é primordial. O Google também quer garantir a segurança dos usuários e prioriza no ranking aqueles sites que se preocupam com isso.

Então, o SEO para e-commerce deve também se preocupar com a segurança do site. Confira se a sua plataforma de e-commerce trabalha com certificados de segurança e o protocolo HTTPS, que utiliza a criptografia de dados como proteção.

Melhore a velocidade de carregamento

A velocidade das páginas é determinante para a experiência do cliente. Se demorar muito, a pessoa já pode abandonar a página e comprar do concorrente.

Melhorar a velocidade de carregamento faz parte do SEO Técnico. Existem várias técnicas para acelerar o carregamento, como a eliminação de códigos desnecessários e a redução do tamanho das imagens. Teste seu site no PageSpeed Insights para verificar a sua velocidade.

Tenha uma loja virtual compatível com celulares

Segundo a pesquisa State of Search Brasil, que já mostramos antes, 93% dos usuários brasileiros utilizam smartphones e tablets para fazer buscas na internet (um aumento de 11% em relação a 2020). Isso significa que tem muita gente pesquisando no Google e comprando pelo celular.

Então, a sua loja virtual deve ser compatível com dispositivos móveis para oferecer a melhor experiência aos usuários. O Google também prioriza esses sites nos resultados da busca.

Analise a arquitetura do site

A arquitetura do site diz respeito à organização e à hierarquização dos conteúdos e informações. No e-commerce, é principalmente a forma como os menus, categorias e subcategorias estão organizados.

Essa estrutura deve facilitar que o robô do Google entenda seu site e que o usuário encontre facilmente o que quer.

Crie um blog para e-commerce

O blog é considerado o principal canal de uma estratégia de marketing de conteúdo. Lá você pode publicar artigos que falem sobre seus produtos, conceitos importantes do seu mercado e dicas para os consumidores.

Se você publicar conteúdos de qualidade e relevância, as páginas do blog têm grandes chances de aparecer no Google e atrair mais tráfego para o e-commerce. Além disso, elas ajudam a construir sua autoridade no mercado e engajar os consumidores com a sua marca.

Pesquise as palavras-chave do seu e-commerce

As palavras-chave são essenciais para trazer os usuários até o seu e-commerce. Você deve identificar os termos que eles usam e que podem direcioná-los para as suas páginas. Então, são esses termos (e suas variações) que você vai utilizar nos seus conteúdos.

A pesquisa de palavras-chave ajuda a planejar os conteúdos do blog, já que você vai saber quais temas deve abordar, com base nos termos mais usados ou menos concorridos.

Otimize as descrições de produtos e categorias

No SEO para loja virtual, os textos mais importantes para a otimização são as descrições de produtos e categorias. Você deve criar textos informativos e persuasivos para o cliente, mas também pensar nas palavras-chave que podem acionar suas páginas nos resultados do Google.

Fuja daquelas descrições que os fornecedores mandam e que se repetem em vários sites. Crie textos com as suas próprias palavras, que sejam mais eficientes para o seu e-commerce.

Otimize as imagens da loja virtual

As imagens também são importantes no SEO para e-commerce. Primeiramente, elas são essenciais para a experiência do cliente, que precisa de referências visuais para decidir sua compra.

Mas elas também precisam ser otimizadas para aumentar as chances de aparecer nas buscas por imagens do Google. Para isso, é preciso editar o nome do arquivo, o texto alternativo e as legendas com palavras-chave, além de reduzir o tamanho dos arquivos para não prejudicar o carregamento.

Organize os títulos e intertítulos das páginas de produto

Heading tags são as marcações que os títulos e intertítulos recebem nos códigos da página. Elas ajudam o Google a entender a organização dos conteúdos. Começam com a tag H1, que é a mais importante; depois, vêm a H2, H3, até a H6, em ordem de hierarquia.

Em uma página de produto, por exemplo, o nome do item à venda geralmente é o H1, principal título da página. Já os intertítulos de Descrição do produto, Especificações técnicas, entre outros, podem ser marcados com a tag H2.

Construa parcerias com outros sites relevantes

Além do SEO Técnico e do SEO On Page, lembre-se também do SEO Off Page. O link building é a principal estratégia desse tipo de SEO e consiste em conquistar links de outros sites (chamados de backlinks), que devem ser relevantes para o Google.

Quanto mais backlinks de qualidade receber, mais você mostra que é uma referência. Para isso, é importante construir parcerias e relacionamentos com outros sites importantes do mercado. Uma estratégia de assessoria de imprensa digital ajuda a construir essas redes.

Analise as estratégias dos concorrentes

Fique de olho no que os concorrentes estão fazendo. Existem ferramentas para isso, como a Semrush e a Moz, que informam quais são as páginas de maior relevância de sites concorrentes e em quais palavras-chave eles estão se destacando.

Dessa forma, você pode aprender com eles como otimizar suas estratégias e se inspirar com ideias para os seus conteúdos.

Monitore e otimize os resultados do SEO

O SEO para e-commerce é um trabalho contínuo. Você sempre pode identificar alguma oportunidade de otimização, algum conteúdo que pode ser produzido ou alguma página que pode melhorar.

Para isso, use ferramentas de análise de dados, principalmente o Google Analytics, mas também as plataformas de SEO que citamos antes (Semrush, Moz, entre outras).

Dessa forma, você pode iniciar um projeto de SEO para e-commerce com bons resultados, mas também manter o crescimento contínuo do site.

Você vai ver que o retorno de um trabalho de otimização não vem da noite para o dia. Os resultados costumam vir no médio ou longo prazo — mas, quando vêm, eles são consistentes e duradouros.

Agora, se você quer mais dicas de como criar um e-commerce de sucesso, assista ao aulão em que ensinamos tudo para vender online. Aproveite!

Chegou a hora de profissionalizar o seu negócio