Marketing

O que é CTA e por que ele é importante para o seu negócio

Veja o que você irá encontrar neste artigo

CTA é a sigla para a expressão em inglês “Call to Action” que, em livre tradução, significa chamada para ação. Essa é uma técnica bastante utilizada para chamar a atenção de um visitante de uma página para que ele realize uma determinada ação.

As vendas pela internet vêm crescendo a cada dia, mas mesmo com essa crescente muitos lojistas ainda têm dificuldade de vender online e buscam soluções para atrair mais clientes para sua loja virtual. Existem diversas ações de marketing para aumentar o tráfego dos sites e uma delas é o CTA.

Bastante utilizado em anúncios, e-mails marketing e nos e-commerces, esse recurso pode incentivar o usuário a realizar uma ação específica. Mas, para que ele funcione da maneira correta é preciso entender um pouco mais sobre ele e como utilizá-lo em uma estratégia. Por esse motivo, este post é dedicado inteiramente a esse assunto. Confira!

O que é CTA (Call to Action)?

CTA é a sigla para a expressão em inglês “Call to Action” que, em livre tradução, significa chamada para ação. Essa é uma técnica bastante utilizada para chamar a atenção de um visitante de uma página para que ele realize uma determinada ação.

O CTA geralmente é apresentado como um botão, um banner, um simples texto ou um link com uma cor de destaque e utiliza termos no imperativo, como “Clique aqui”, “Acesse”, “Confira”, “Compre” etc. Ele serve para indicar qual é o próximo passo a ser dado pelo usuário.

Objetivos do CTA

Um dos principais objetivos de um call to action é o de potencializar as vendas de um site ou de uma loja virtual. Além disso, ele também tem a intenção de promover a interação entre os usuários com a marca que utiliza essa estratégia.

Por meio de um CTA é possível guiar o visitante durante a sua jornada como cliente, já que outro objetivo bastante claro dessa estratégia é dar instruções do que a pessoa deve fazer em um determinado momento. Ele também permite guiar o usuário pelo funil de vendas e faz com que ele permaneça mais tempo no site, na loja virtual ou até mesmo nas redes sociais.

Exemplos de CTAs em diferentes canais

Os Call to Action podem ser utilizados em diferentes canais para auxiliar em estratégias específicas. Confira, a seguir, onde você pode inserí-los.

CTAs para sites

Quando alguém chega até o site da sua loja, é muito provável que essa pessoa tenha interesse em um — ou mais — produto que você vende. Por isso, é bastante interessante que você sugira alguma ação logo que o usuário entra.

A página inicial é um ótimo lugar para que você demonstre os objetivos do seu negócio, então você pode colocar um Call to Action logo no começo da página. As outras páginas também podem vir acompanhadas de uma chamada para a ação, como:

  • “Assine a nossa newsletter”;
  • “Inscreva-se na nossa lista VIP”;
  • “Envie para um amigo”;
  • e por aí vai.

Call to Action para e-mail marketing

Uma boa estratégia de e-mail marketing sempre deverá ser acompanhada de CTAs chamativos. Por meio deles, é possível guiar quem estiver lendo pelo funil de vendas e você conseguirá medir o interesse daquele lead no seu negócio ou em algum produto específico.

Nas suas campanhas de e-mail marketing, você pode inserir CTAs como:

  • “Não fique de fora!”;
  • “Aproveite porque são as últimas unidades!”;
  • “Pegue aqui o seu cupom de desconto!”.

CTAs nas redes sociais

Atualmente, as redes sociais são peças fundamentais nas estratégias de marketing de conteúdo para qualquer negócio. Por isso, é recomendado que você utilize Calls to Action no Instagram, Facebook, Twitter — ou qualquer outra rede que você utilize — que levem os seguidores da sua marca para o próximo estágio do funil de vendas.

Alguns exemplos de CTAs que você pode utilizar nas redes sociais são:

  • “Inscreva-se no canal!”;
  • “Curta a nossa página!”;
  • “Compartilhe este post com um amigo!”;
  • “Salve este post para ler depois!”.

Independentemente das redes sociais que você escolher para divulgar o seu negócio, lembre-se de ter sempre em mente qual é o público que você deseja atingir e qual a linguagem mais adequada em cada plataforma para chamar a atenção dessas pessoas.

Call to Actions em anúncios online

Tenha em mente que toda boa estratégia de promoção precisa de um bom Call to Action para conseguir fisgar o usuário de maneira não só rápida como eficiente. Por esse motivo, é uma boa ideia apostar no senso de urgência para que quem esteja lendo sinta a necessidade de realizar a ação imediatamente.

Para anúncios online do seu negócio, por exemplo, você pode utilizar frases como:

  • “Código de desconto somente por este link!”;
  • “Oferta válida somente até sexta-feira!”.

Por que o CTA é importante no marketing digital?

Como você já percebeu, o CTA é uma estratégia extremamente importante para o marketing digital. Descubra os motivos disso a seguir.

Aumento das taxas de conversão

A partir do momento em que você planeja e utiliza bons CTAs, o seu negócio consegue estimular mais conversões. Isso porque as pessoas passam a ser estimuladas a continuar no funil de vendas ao assinar uma newsletter ou a baixar algum item em uma landing page, por exemplo.

Com isso, um visitante pode facilmente se tornar um lead ao oferecer uma forma de contato para interação constante com ele e qualificação por parte da sua loja. Essa comunicação específica é o que fará com que ele se converta em um cliente no futuro.

Engajamento dos usuários

Os Calls to Action também são importantes para gerar um bom engajamento dos usuários nas redes sociais do seu negócio. Isso porque você pode estimular reações e comentários dessas pessoas a partir de um convite que os direcione a fazer isso.

Com isso, a sua loja online poderá conseguir boas menções nesses canais de contato para melhorar a reputação da sua marca como um todo.

Aumento das vendas

Além das conversões, um bom CTA também pode ser responsável por gerar mais vendas. Você pode estimular ações diretas dos seus clientes, que entenderão que os produtos que você comercializa serão úteis para solucionar alguns dos seus problemas.

Em um conteúdo direcionado para o meio do funil, por exemplo, o Call to Action pode finalizar uma estratégia de convencimento e engajamento para concretizar uma venda. Uma simples frase como “Saiba mais sobre tal produto” pode levar o seu cliente diretamente para uma página de compra para que ele finalize o processo.

Compartilhamento

Um Call to Action bem feito pode incentivar a viralização de um conteúdo quando a ideia é solicitar o compartilhamento. Essa estratégia não vai conduzir diretamente a uma venda, mas pode ajudar a gerar mais reconhecimento de marca e a fazer com que a pessoa que compartilha engaje com o seu negócio.

Fidelização

Um CTA é como se fosse uma solicitação do seu negócio para que o seu cliente se comprometa com ele. Sendo assim, ele funciona como uma abertura para um novo estágio no relacionamento entre vocês dois.

Nesse caso, o Call to Action pode ser utilizado como uma grande — e poderosa — estratégia de fidelização. A sua loja pode, por exemplo, convidar os clientes a se tornarem fiéis como uma maneira de responder positivamente ao valor que foi gerado com o conteúdo em questão.

Quais são as melhores práticas para criar um Call to Action?

Criar um CTA não tem segredo, mas para que ele seja bem sucedido é preciso seguir algumas boas práticas. A seguir nós te contamos quais são elas.

Utilize cores e foque no design

O design e as cores do CTA impactam diretamente na realização de uma ação. Sendo assim, o recomendado é que você dê a ele um destaque para que seja possível atrair o olhar do visitante.

As cores mais quentes, como o laranja, vermelho e amarelo, geralmente costumam ser mais chamativas enquanto as mais frias, como o verde e o azul são mais neutras. O ideal para chamar a atenção, então, acaba sendo as do primeiro grupo.

Foque em uma linguagem persuasiva

Um bom Call to Action precisa convencer o usuário a fazer o que o seu negócio deseja — ou seja, fazer com que ele deixe de ser somente um espectador e tome uma ação, seja clicar em um link, preencher um formulário ou o que você julgar necessário. O ideal é que ele passe a crer que precisa do que você tem a oferecer.

Para ser persuasivo, uma boa dica é disparar algum gatilho mental em frases como “Descubra em primeira mão”, “Saiba mais” ou “Garanta o seu antes que acabe”.

Crie um senso de urgência

Na maioria das vezes, pequenos detalhes de um CTA podem fazer uma grande diferença. Isso porque não adianta que o usuário apenas note a chamada, é preciso que ela seja interessante o suficiente para que ele clique nela.

Calls to Action que contam com um senso de urgência podem aumentar as vendas. Por esse motivo, é sempre uma boa ideia utilizar desse artifício para promover um bom CTA. Frases como “Compre agora”, “Última oportunidade” e “Economize hoje” tendem a ter uma boa performance.

Preste atenção no posicionamento do CTA

Uma das partes mais importantes na criação de um CTA é a escolha do posicionamento dele para que ele seja visualizado sem nenhuma dificuldade. O ideal é que o usuário não precise rolar a barra até o fim do conteúdo para encontrar a chamada.

A posição também precisa estar adequada ao contexto da oferta. Caso você queira que alguém saiba mais sobre um determinado produto, é interessante posicionar o Call to Action próximo de um trecho do texto que fale sobre ele.

Exemplos de CTAs eficientes

Agora que você já entendeu o que é uma chamada para a ação, onde utilizá-la, a sua importância e como criar uma, nada melhor que ler alguns exemplos para entender como criar as suas na prática, não é mesmo? Confira alguns a seguir.

CTAs de compra

Os Call to Action de compra são aqueles que incentivam os usuários a tomar uma ação específica relacionada à compra de um produto. Geralmente eles são curtos e vão direto ao ponto, sem muita enrolação.

Alguns exemplos desse tipo de chamada incluem:

  • “Compre agora e receba 10% de desconto”;
  • “Adquira o seu hoje para ganhar frete grátis”;
  • “Adicione ao carrinho para garantir o seu”;
  • “Aproveite a oferta de lançamento e compre agora”;
  • “Compre com um clique”.

CTAs de inscrição

Esses CTAs são criados para incentivar os usuários a fazer algum tipo de inscrição. Eles podem sugerir que se inscrevam em uma newsletter, recebam alguma atualização ou tenham acesso a conteúdos exclusivos.

Nesse tipo de Call to Action, é comum utilizar frases como:

  • “Inscreva-se para fazer parte da nossa comunidade!”;
  • “Receba o nosso guia gratuito”;
  • “Inscreva-se para receber atualizações semanais por e-mail”;
  • “Registre-se para receber promoções e ofertas exclusivas”.

CTAs de compartilhamento

Essas chamadas são utilizadas para incentivar os usuários a compartilhar informações, conteúdo ou outros recursos com outras pessoas. O intuito é aumentar o alcance orgânico do negócio e a visibilidade de um produto, mensagem ou campanha de marketing.

Alguns exemplos incluem:

  • “Ajude a nossa loja a alcançar mais pessoas. Compartilhe essa oferta especial!”;
  • “Compartilhe este post para espalhar a conscientização sobre essa causa!”;
  • “Compartilhe essa história inspiradora para motivar seus amigos a perseguirem seus sonhos!”;

Lembre-se que os CTAs de compartilhamento devem ser envolventes e cativantes. Eles precisam ter uma razão convincente para que os usuários compartilhem o conteúdo com as pessoas com quem convive. Ninguém compartilha algo apenas por compartilhar.

CTAs de download

Os Call to Action de download são utilizados em estratégias para oferecer materiais gratuitos — como e-books, guias ou templates — em troca do preenchimento de um formulário ou inscrição em uma lista. Ao mesmo tempo em que são utilizados para capturar leads, oferecem valor aos usuários e direcionam o engajamento.

Alguns exemplos de uso desse tipo de CTA incluem:

  • “Baixe o nosso e-book gratuito!”;
  • “Faça download do nosso infográfico e visualize nossos principais produtos”;
  • “Baixe o nosso calendário de planejamento mensal e organize o seu mês com mais eficiência”;
  • “Faça download do nosso checklist e garanta o sucesso do seu evento!”.

Otimização das campanhas de marketing

Os CTAs também podem desempenhar um papel essencial na medição do desempenho das campanhas de marketing e na identificação de oportunidades de melhoria. Isso porque ao monitorar e analisar as taxas de resposta — e conversão —, é possível avaliar o impacto dessas campanhas e fazer ajustes estratégicos.

Além do que já foi citado, eles podem auxiliar a:

  • segmentar o público-alvo;
  • rastrear a origem de tráfego;
  • observar como o público se comporta em diferentes etapas do funil de vendas;
  • analisar as taxas de rejeição;
  • fornecer feedbacks qualitativos.

Por meio dessa análise, você poderá avaliar o desempenho das campanhas, além de identificar o que está funcionando — e o que não está — e tomar medidas para otimizar as estratégias de marketing.

Como analisar os resultados de um Call to Action?

Mais do que apenas inserir a utilização de CTAs na sua estratégia de marketing, é preciso saber como analisar os resultados alcançados por meio delas. Descubra como a seguir.

Defina as principais métricas

Definir métricas é fundamental para analisar os resultados de um CTA porque somente por meio delas é possível avaliar o desempenho e a eficiência das ações que foram realizadas. Com esse acompanhamento, é possível saber se as chamadas atingiram os objetivos desejados e identificar possíveis áreas de melhorias.

Algumas das principais métricas para fazer essa avaliação incluem:

  • Taxa de cliques (CTR);
  • Taxa de conversão;
  • Taxa de abandono;
  • Tempo médio gasto no site;
  • Taxa de rejeição (Bounce Rate);
  • Taxa de compartilhamento;
  • Custo por aquisição;
  • Taxa de cancelamento.

Utilize ferramentas de análise

Esse é outro passo importante para fazer uma análise eficaz e detalhada dos resultados de um Call to Action. Isso porque essas ferramentas fornecem dados precisos, além de insights valiosos e visualizações claras que facilitam a compreensão do desempenho das chamadas e pontos de melhoria.

Esses recursos também fazem um monitoramento em tempo real e comparam métricas para que você consiga tomar decisões mais assertivas. As principais ferramentas utilizadas para esse fim incluem:

  • Google Analytics;
  • Meta Analytics;
  • Google Tag Manager;
  • Power BI;
  • Google Data Studio;
  • Hotjar;
  • Hubspot Analytics.

Se baseie em análise de dados

Quando você se baseia na análise de dados para constatar o resultado de um CTA, terá em mãos informações fornecidas por meio de uma abordagem objetiva e baseada em evidências. Isso permite tomar decisões informadas, identificar padrões, entender o comportamento do público e descobrir oportunidades de melhoria.

Algumas dicas que o seu negócio pode fazer para interpretar os dados coletados e identificar melhorias tanto nas campanhas de marketing quanto nos próximos CTAs incluem:

  • estabelecer objetivos claros;
  • acompanhar métricas relevantes;
  • comparar dados ao longo do tempo;
  • segmentar o público corretamente;
  • analisar o funil de conversão;
  • examinar o comportamento do usuário;
  • buscar insights qualitativos;
  • aprender com os sucessos — e os fracassos — passados;
  • ajustar e experimentar.

Aqui, é importante frisar que a análise de dados é um processo contínuo. Ao fazer isso com frequência, você tem a chance de refinar cada vez mais as suas estratégias para aumentar as chances de sucesso das chamadas de ação que utilizar no seu negócio.

Faça testes A/B

Os testes A/B são uma estratégia utilizada para comparar a taxa de conversão de uma página — ou de um anúncio — com a taxa de conversão de outra. Para que a diferença entre elas seja atribuída a algo concreto, é importante que apenas uma variável seja, de fato, diferente. Caso contrário, não é possível saber o motivo da diferença.

Para analisar os resultados de um Call To Action, você pode fazer pequenas alterações no texto, no posicionamento ou até mesmo na cor do botão utilizado. Com isso, será possível saber a quais variáveis os usuários mais respondem ao que foi solicitado e o que funciona melhor em cada caso.

Lembre-se que, nesse caso, testar é essencial para que você consiga otimizar os resultados do seu negócio a longo prazo.

Conseguiu entender o que é CTA? Esse elemento é extremamente importante para a estratégia da sua loja virtual porque além de potencializar as vendas também promove a interação entre os usuários com o seu negócio. Por isso, invista em chamadas bem elaboradas para obter melhores resultados no marketing digital.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.