Vendas

O que as pessoas compram: conheça os melhores produtos para começar a vender online!

O que as pessoas mais compram

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Descobrir o que as pessoas compram é uma ótima estratégia para começar um negócio com mais segurança e maiores chances de sucesso. No e-commerce brasileiro, aparelhos eletrônicos, itens de casa e decoração, produtos para pets, peças de vestuário, livros e alimentos estão entre as opções mais procuradas pelos consumidores.

Quem está dando seus primeiros passos nas vendas online costuma ter muitas dúvidas sobre qual produto investir. A preocupação com esse fator é natural, afinal, é essa escolha que traçará o caminho do seu empreendimento. Entretanto, a decisão não precisa ser um bicho de sete cabeças.

É importante analisar os segmentos que você tem maior familiaridade ou que apresentam alguma vantagem na sua região ou com alguma audiência que você já tem, seja na internet, seja na sua cidade ou entre amigos.

A primeira coisa a fazer, porém, é avaliar as opções e estudar o mercado para descobrir o que as pessoas mais compram, afinal, são seus consumidores que darão vida ao seu negócio. E é isso que trazemos para você neste post, além de dicas para estudar o público e tomar a decisão certa.

Bora conferir?

O que as pessoas mais compram?

O e-commerce brasileiro já é bastante consolidado. As pessoas compram desde pequenos itens, como celulares, medicamentos e roupas, até bens de alto valor, como veículos e imóveis.

Entretanto, como o nosso conteúdo é focado em pequenos empreendedores que estão começando na internet, preparamos uma lista com nichos de mercado mais acessíveis e que também estão entre os produtos que as pessoas mais compram online. Confira a seguir!

Eletrônicos

Os eletrônicos e os acessórios dessa categoria desempenharam um importante papel no crescimento do e-commerce brasileiro. Smartphones, fones de ouvido, caixas de som, computadores, pendrives e outros itens de informática têm grande demanda há vários anos e continuam entre os produtos que as pessoas mais compram na internet.

Casa e decoração

Diante das medidas de isolamento social, as pessoas passaram a se concentrar mais em suas casas, o que se refletiu na busca por itens de cama, mesa e banho, móveis, vasos, eletrodomésticos e utensílios em geral. A maior vantagem desse segmento é a enorme variedade de produtos disponíveis e seus variados nichos de atuação.

Cosméticos

Os cosméticos são muito movimentados na venda direta (de porta em porta) e em estabelecimentos de marcas famosas, mas, diante da pandemia, também passaram a ser muito procurados na internet. Maquiagens, esmaltes, perfumes, sabonetes, hidratantes, shampoos, perfumes e outros itens ligados à saúde e à beleza serão sempre ótimas opções para se investir.

Roupas e calçados

A compra de itens de vestuário pela internet costumava ser vista com desconfiança pelo público pelo risco de o produto não cair bem quando chegasse. Tudo indica, porém, que esse tabu foi superado, pois a venda de roupas e calçados nunca foi tão forte na internet. Isso se deve às melhorias nos serviços de entrega e devolução, bem como ao crescimento da divulgação em canais que funcionam muito bem para esse setor, como o Instagram.

Acessórios

Óculos de sol, chapéus, pulseiras, anéis, brincos, bolsas e outros acessórios também merecem destaque, pois, junto aos itens de vestuário, são frequentemente procurados pelo público. Os empreendedores que optam por esse segmento podem atuar como revendedores de marcas famosas ou como pequenos produtores, tendo em vista que o uso de peças artesanais sempre foi muito comum e valorizado no Brasil.

Artesanato

Falando em peças artesanais, não podemos deixar de falar do artesanato em geral, que também contempla itens de decoração, móveis, utensílios e até produtos de consumo, como sabonetes e velas aromáticas. Esse tipo de produto é muito tradicional entre pequenos empreendedores e ganha destaque pela qualidade e pela exclusividade.

Alimentos e bebidas

A venda de alimentos e bebidas por delivery decolou durante a pandemia, e a comodidade parece ter caído no gosto do brasileiro, pois o sucesso se mantém mesmo com o afrouxamento das medidas de isolamento. Além do comércio de produtos frescos, lanches e refeições, a internet também tem amplo espaço para venda de itens de maior valor agregado como cervejas artesanais, vinhos, queijos e petiscos.

Esporte e lazer

Algo que também mudou bastante nos últimos anos é a preocupação das pessoas com a saúde e o bem-estar. Com isso, nota-se uma grande procura por itens de moda fitness, bem como acessórios e equipamentos para esportes, academia e exercícios domésticos, como tapetes para yoga, pequenos halteres e elásticos para treino.

Suplementação

Também atrelados à saúde, bem-estar e produtividade em geral, os suplementos são muito procurados para aumentar a vitalidade no dia a dia, fortalecer a imunidade e aumentar o desempenho nos treinos. O empreendedor que deseja investir nessa área, porém, deve ficar atento à fiscalização e aos seus fornecedores, vendendo apenas mercadorias regulamentadas.

Produtos personalizados

Produtos personalizados, como canecas, camisetas, itens decorativos e até alimentos e bebidas, são uma excelente opção para quem deseja presentear uma pessoa querida com um produto exclusivo. Além disso, esse tipo de serviço é também muito procurado por empresas para criar materiais corporativos. A depender do item, existem fornecedores que viabilizam a aquisição de mercadorias personalizadas, mas, na maioria dos casos, é necessário investir em maquinário próprio.

Produtos de bebê

Além de itens essenciais que podem ser encontrados com preços mais atrativos na internet, pais e familiares empolgados adoram presentear os bebês com mimos, roupinhas, brinquedos e até pequenos eletrônicos para auxiliar nos cuidados do dia a dia. Esse mercado é muito aquecido e tende a atrair públicos com bom poder aquisitivo.

Produtos para pets

O número de pets nos lares brasileiros cresceu 30% durante a pandemia, de acordo com uma pesquisa da Comissão de Animais de Companhia (Comac). Isso ilustra o aumento da procura por produtos desse universo, que já fazem enorme sucesso em grandes e-commerces e, principalmente, nos marketplaces.

Cursos e mentorias

Os cursos online fazem muito sucesso no Brasil, assim como os eventos presenciais que são promovidos em canais digitais. Se você tem uma especialidade ou domina uma atividade de interesse do público, pode se dar bem compartilhando esse conhecimento. Para quem pretende seguir esse caminho, porém, saiba que o ideal é atuar como um influenciador para atrair audiência e conseguir clientes.

Livros

Por fim, temos os livros, um produto com enorme apelo popular, cultural e emocional que nunca sai de moda. Nos grandes e-commerces e marketplaces, eles sempre fizeram muito sucesso também por serem itens de fácil armazenamento e transporte. É claro que competir com grandes livrarias não é algo muito vantajoso para pequenos empreendedores, mas existem outras possibilidades, como a revenda de livros didáticos e a promoção de publicações independentes.

Qual nicho investir para abrir um e-commerce?

Embora pareça tentador escolher um segmento muito procurado, existem outros fatores que você deve analisar. O primeiro deles é a concorrência, afinal, mercados com grande demanda atraem muitas empresas e vendedores, o que pode exigir maior investimento em divulgação ou a adoção de margens de lucro muito baixas.

Por outro lado, vários empreendedores se dão bem apostando em nichos muito específicos ou produtos personalizados, pois conseguem ter maior participação no mercado e maior atenção do público. Além disso, a construção de relacionamento é mais fácil e rápida, bem como o reconhecimento da marca.

Entretanto, tudo isso é muito relativo. Como dito logo no início do artigo, é também importante que você se identifique com a área que pretende atuar. Investir em um negócio que não reflete seus interesses e seus valores pode ser algo extremamente frustrante, especialmente na internet, onde é fundamental produzir conteúdos e interagir com a sua audiência.

É preciso, portanto, balancear o seu conhecimento, suas experiências e seus ideais em relação ao negócio com o comportamento e os desejos dos consumidores. Quanto mais alinhados forem esses fatores, maior será a sua energia para tocar o empreendimento e maiores serão as suas chances de fazê-lo dar certo.

Como entender o comportamento do público e descobrir bons produtos para vender na Internet?

A melhor forma de entender o comportamento das pessoas é analisando suas ações bem de pertinho, o que na internet conseguimos fazer observando padrões e interações nas grandes plataformas. Veja só!

Buscadores

Os buscadores são a melhor forma de conhecer as pessoas, pois elas revelam praticamente tudo sobre suas vidas nas pesquisas no dia a dia. Obviamente, nós não temos acessos a esses dados, mas podemos descobrir alguns padrões de busca no Google com a função “autocompletar”, que exibe as continuações mais buscadas enquanto digitamos. Outra opção é usar o portal de análise de tendências oficial da empresa, o Google Trends.

Redes sociais

As redes sociais são também um excelente meio de entender as pessoas. Primeiro, porque os usuários passam várias horas por dia dentro delas e, segundo, porque as suas interações são capazes de indicar preferências e reações emocionais.

Marketplaces

Com a enorme ascensão dos marketplaces, eles são, hoje, uma das melhores formas de descobrir o que as pessoas mais gostam de comprar online. Algumas plataformas compartilham tendências de busca com seus lojistas, mas, mesmo para quem ainda não é, é possível descobrir os produtos mais procurados e mais vendidos pelas diferentes seções de recomendação dos sites ou pela concorrência.

Relatórios de tendências

Pesquisas divulgadas por grandes consultorias também são interessantes para entender o panorama do mercado e obter ideias para investir no futuro. Você só deve tomar cuidado com o fato de esses dados, geralmente, serem muito generalistas. Isso significa que eles são importantes, mas não podem ser a sua única referência.

Agora que você sabe o que as pessoas compram na internet e conferiu dicas sobre como escolher um bom nicho de mercado, falta só tomar a grande decisão. Pesquise bastante, pense com calma e fique tranquila, pois existem diversos caminhos diferentes para se dar bem na internet.

O que você não pode errar mesmo é a escolha da sua plataforma de e-commerce. Com a Bagy, você cria uma loja online com a plataforma mais completa do mercado.

Quer saber mais? Então acesse nosso site e descubra todas as vantagens de ser uma cliente Bagy!

Pedro Fonseca

Especialista em Marketing e Estratégias Digitais, atua no mercado de e-commerce a mais de 3 anos. Hoje seu principal foco, como CMO na Bagy, é trazer conteúdo relevante para empreendedores de todos os portes e segmentos, a fim de melhorar seus resultados e disseminar boas práticas no comércio eletrônico.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.