Empreendedorismo

Como comprar no atacado para revender: saiba tudo que precisa para iniciar agora as suas vendas

Aprenda como comprar no atacado para revender.

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Saber como comprar no atacado para revender em uma loja online é importante para pessoas empreendedoras. Essa é uma parte fundamental da gestão comercial e, se feito da forma certa, os resultados aparecem mais rapidamente.

Comprar no atacado para revender é uma estratégia comercial muito antiga. Isso foi feito desde sempre por pequenos empreendedores que não tinham suas próprias produções, mas mantinham uma clientela fiel. Não há nada de errado com isso, afinal, o que importa mesmo é garantir uma oferta de produtos de qualidade para a sua base de consumidores.

Se você ainda não tem seu negócio, mas está planejando empreender, entender mais sobre relação com fornecedores e compras no atacado é fundamental. Assim, poderá manter uma estratégia comercial devidamente estruturada e capaz de abastecer seu negócio. Esse é um passo importante para ter uma empresa de sucesso em qualquer setor de revenda.

Portanto, neste post vamos detalhar um pouco mais das diferenças entre varejo e atacado, além de mostrar os caminhos para ser uma revendedora em diferentes mercados. Continue a leitura e acompanhe!

Diferenças entre atacado e varejo

Você certamente já deve ter ouvido esses dois termos muitas vezes ao longo da sua vida. Atacado e varejo são dois tipos distintos de modalidades de vendas, cada uma delas com um objetivo e, principalmente, com um volume de comercialização. Portanto, entender esses conceitos é um bom ponto de partida para quem quer começar um negócio.

Varejo

O comércio de varejo é aquele em que clientes comuns, ou seja, pessoas físicas, compram produtos para uso próprio. Os preços respeitam o mercado, não ficando muito acima ou abaixo do que a concorrência geralmente cobra. Certamente, você faz muitas compras em varejistas no seu dia a dia de pessoa física.

Comprando no varejo
Freepik

Se você precisa fazer suas compras de mês, provavelmente você vai em um supermercado de rede, algo comum. Este estabelecimento é um varejista. Do mesmo jeito, se você vai ao shopping comprar um eletrônico ou algumas roupas, você também vai estar comprando diretamente de um varejista.

Se pudéssemos resumir o mercado de varejo de maneira simples, o ideal seria dizer que é o segmento em que lojas vendem produtos pelo preço de mercado, em baixas quantidades e para pessoas comuns. Na prática, são as lojas que estamos acostumados a comprar enquanto consumidores.

Atacado

As compras em atacado são feitas nos comércios atacadistas. Esses negócios se diferenciam porque, geralmente, produzem seus próprios produtos e, por conta disso, vendem mais barato. No entanto, essa venda não costuma ser feita a pessoas comuns, e o motivo é que atacadistas só vendem produtos em altas quantidades.

Venda de produtos no atacado
Freepik

Naturalmente, as vendas em atacados são feitas para empresas e pessoas revendedoras. Enquanto o comércio consegue comercializar altos volumes, do outro lado, as marcas compram em quantidade suficiente para abastecer seus estoques e, por conta desse volume grande, pagam o que chamamos de preço de fábrica.

Então, se você deseja ser uma empresa revendedora de qualquer produto que seja, suas mercadorias serão compradas no atacado. Assim, a revenda vale a pena porque as margens de lucro podem ser muito maiores. Para isso, basta encontrar um fornecedor atacadista de qualidade e que seja confiável para uma parceria a longo prazo.

Vale a pena comprar no atacado para revender?

Se seu setor é o de moda, você certamente já buscou saber como comprar roupas no atacado para revender. Se ainda não pensou nessa possibilidade, deveria começar agora mesmo. Isso porque há muitos motivos que justificam investir mais, mas também garantir um fornecimento consistente e ainda conquistar margens de lucro bem maiores.

Muitas pessoas empreendedoras sentem dificuldades em manter seus negócios ativos porque não conseguem custear os preços dos produtos que adquirem para revender. Um dos erros mais comuns que geram esse cenário é a compra fora de atacadistas. Ou seja, pagando o preço mais alto e sem a garantia mínima de abastecimento constante.

Portanto, se você quer saber se vale a pena comprar no atacado para revender, vamos ajudar a responder essa questão. Veja a seguir alguns bons motivos para optar por esse modelo de negócio e entenda o quão benéfico pode ser para sua marca.

Preços mais baixos

Uma das vantagens mais atrativas do comércio atacado são os preços mais baixos. Portanto, se sua ideia é revender, então você precisa sempre buscar os produtos nos melhores preços possíveis. Isso vai afetar diretamente a sua margem de lucro, o que é fundamental. Quanto a esses preços mais baixos, há algumas razões para isso:

  • atacadistas de moda, por exemplo, cobram mais barato porque produzem seus próprios produtos;
  • o preço é mais baixo porque no atacado se vende só a partir de determinado volume. Nesses casos, vale a pena para o atacadista porque se ganha no volume e não no lucro em cada unidade.

Portanto, comprar em atacadista é pagar menos, lucrar mais e ainda poder vender por um preço menor, atraindo mais clientes. É uma relação altamente vantajosa em que todos os envolvidos saem ganhando.

Produtos de diferentes qualidades

Você não precisa vender o produto mais premium do mercado para ser uma loja de sucesso. Por isso, é importante saber que há os mais variados públicos, ou seja, que podem pagar por diferentes faixas de preço. O importante é que você consiga encontrar seu público-alvo e oferecer produtos que caibam no bolso dessas pessoas.

No comércio atacadista você encontra produtos de diferentes níveis de qualidades, o que é uma grande vantagem. Assim, você pode escolher se manter dentro de um desses níveis ou até mesmo variar a sua oferta, adequando o preço para cada qualidade de produto. Ter essa liberdade de escolha é ótimo para posicionar bem sua marca dentro do mercado.

Fornecimento consistente

Você vai precisar ter sues estoques abastecidos com consistência, ou seja, sempre que for necessário. Nem sempre isso pode ser garantido com lojas de menor porte ou varejistas, já que esses comércios não trabalham com estoques grandes. Em contrapartida, esse é simplesmente o modelo de negócio dos atacadistas.

Em parceria com uma empresa dessa categoria, sua loja nunca ficará sem poder oferecer determinado item para seus clientes porque eles não estão mais em estoque. Se você comprar no atacado, sempre haverá a opção de fazer novos pedidos com seu fornecedor. Isso ajuda sua marca a conquistar clientes e oferecer uma experiência satisfatória.

Como comprar no atacado para revender: o que fazer?

Independentemente se você quer saber como comprar cosméticos no atacado para revender, ou roupas, é importante entender que há alguns requisitos e adequações. Sua empresa deve estar pronta para uma relação com fornecedores atacadistas, o que passa por formalização, cadastro e também outras regras que cada loja pode exigir.

Portanto, esse momento de preparação é essencial para que não haja nenhuma decepção na hora de começar sua atuação como empresa. Para ajudar nessa adequação, preparamos uma lista com os itens que sua marca precisa garantir antes de comprar no atacado. Acompanhe para entender melhor.

Comprar uma quantidade mínima de produtos

A compra no atacado tem como principal restrição o número de itens que você leva. Portanto, é importante saber que nem sempre dá para escolher exatamente o volume de produtos que irá levar pra casa. É que atacadistas só vendem mais barato se houver lucro de alguma forma e, geralmente, essas empresas ganham no lucro por volume.

Então, procure sempre mais informações sobre a quantidade mínima que cada empresa dispõe para vendas. Pode ser que isso seja o único investimento possível para você no início do negócio. Assim, você evita frustrações e consegue se relacionar com fornecedores que têm regras que estão alinhadas com sua capacidade financeira.

Alguns atacadistas definem o volume de compras por produtos, ou seja, você precisa comprar um número mínimo de itens para conseguir fechar negócio. Em outros casos, lojas definem que esse mínimo deve ser um determinado montante em compras. Tudo depende do modelo de negócio desse atacadista, ou seja, é algo que pode variar.

Ter um CNPJ

Esse é um passo importante que muitas pessoas empreendedoras sentem dúvidas sobre quando dar e se, de fato, devem dar. A nossa dica é direta e simples: tenha o seu CNPJ! Há muitos motivos para isso, mas vamos nos concentrar no que se relaciona com o que estamos falando sobre. Sendo uma pessoa jurídica, você pode comprar no atacado por preço de revenda.

Comerciantes dessa categoria querem dar preferência para revendedores que vão levar seus produtos para milhares de outras pessoas. Isso fará com que sempre haja demanda, criando uma espécie de relação de parceria entre o atacadista e o revendedor, que no caso, será um varejista. Então, por isso pessoas com CNPJ têm vantagens nas compras.

Você não precisa se preocupar com altos custos de impostos se ainda é uma pequena empresa. Uma ótima ideia para começar um pequeno negócio e não pagar impostos exorbitantes é começar como MEI, que é um CNPJ como qualquer outro. Nessa modalidade, a partir de 2021, você pode faturar até R$ 130 mil anuais, o que dá pouco mais de R$ 10 mil mensais.

Fazer cadastro no sistema das lojas atacadistas

Lojas atacadistas preferem sempre trabalhar em formato de parceria. Esse modelo é vantajoso para elas pelo fato de terem vendas certas para cada remessa de produção, o que evita estoque parado. Além disso, essas atacadistas também garantem parcerias sólidas e a longo prazo com revendedores varejistas que sempre precisam de produtos.

Portanto, o que você precisa fazer em sua posição de loja varejista é estar em contato com esses atacadistas e se cadastrar no sistema dessas empresas. Isso vai permitir que você seja um parceiro formalizado e tenha acesso a todas as novas coleções e produtos que venham a ser lançados pela empresa. Isso é fundamental para ir bem no mercado e entregar novidades ao público.

Então, cadastre-se no sistema de atacadistas sempre que possível, fazendo isso atento às regras de fornecimento e outros detalhes importantes. Trabalhar assim vai trazer muito mais segurança logística para sua marca, algo que é essencial, sobretudo para quem vai atuar com lojas virtuais e vendas por meio do Instagram.

Tenha dinheiro em espécie para adquirir produtos

Um dos pontos mais importantes sobre como comprar no atacado é entender que muitas dessas lojas exigem que o pagamento seja feito em espécie. Essa é também uma das condições que fazem os preços serem mais baixos. É que para elas, não seria vantajoso praticar valores mais acessíveis, mas ter que lidar com taxas de cartão de crédito, por exemplo.

Então, aqui temos uma questão clara de planejamento que precisa ser conduzida. nem sempre é fácil manter dinheiro em espécie para esse tipo de compra, mas ele vai garantir que você tenha acesso aos melhores preços possíveis para abastecer seu negócio. Portanto, incluir esse esforço no planejamento vai fazer muita diferença.

Hoje, com o Pix como uma das modalidades de pagamento mais ágeis e que também é livre de taxas, muitos atacadistas já estão considerando abrir mão do pagamento em espécie. Nesse caso, a transferência acontece instantaneamente e pode ser facilmente rastreada. Portanto, o Pix também funciona bem em conjunto com o dinheiro.

Escolha bons fornecedores de atacado

O sucesso de lojas varejistas com estoque sempre abastecido e acesso a produtos de qualidade passa pela parceria com fornecedores atacadistas. Portanto, você precisa mais do que simplesmente ter lojas que forneçam para você. É realmente necessário que isso seja feito com qualidade, cuidado e com o dinamismo que uma loja virtual exige.

Bons fornecedores terão impacto direto no sucesso do seu negócio. Acredite: sua loja depende muito dessas empresas e, se você firma parcerias com atacadistas competentes e que se importam com revendedores, seu negócio vai conseguir resultados incríveis. Portanto, procure trabalhar com fornecedores que contemplem as seguintes características:

  • têm preços competitivos;
  • flexibilizam os métodos de compra (mais especificamente, aceitam Pix além de dinheiro em espécie);
  • fornecem produtos de vários estilos e qualidades;
  • conseguem entregar em prazos estratégicos para seu negócio;
  • se preocupam com o seu negócio de revenda;
  • estão sempre atento a tendências do mercado;
  • têm canais de atendimento direto e estão sempre disponíveis.

Saber como comprar no atacado para revender é algo importante para todo negócio que está começando. Assim, você pode estabelecer as parcerias certas e que vão ajudar sua loja virtual a manter sempre um bom volume de vendas e ter clientes fidelizados.

Na hora de criar uma loja online, certamente você precisará de um serviço de qualidade como a Bagy. Não perca a oportunidade e conheça a nossa plataforma.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Artigos relacionados

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.