Gestão

Valuation: saiba o que, métodos utilizados e como calcular o valor de uma MEI

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Valuation é a estimativa do valor de uma empresa. Embora seja um termo frequentemente utilizado por empresas de capital aberto (que negociam ações), é calculado por negócios de todos os tipos e tamanhos, geralmente quando a organização ou parte dela é negociada entre sócios ou terceiros.

Você, como lojista, está acostumada a calcular custos para plano de negócios, precificar produtos, definir estratégia para fretes, promoções, entre outros valores que fazem parte da rotina de qualquer loja. Mas e quanto ao valor do seu negócio como todo? Já parou para pensar em quanto a sua empresa vale?

Pois é, embora não seja uma preocupação típica de pequenos negócios, saber o valor da sua loja pode facilitar negociações (como entrada ou saída de sócios ou parceiros comerciais), além de ser, também, uma forma de acompanhar o crescimento do seu empreendimento.

Até o Microempreendedor Individual pode se beneficiar desse conhecimento para ter uma melhor visão de mercado, tomar decisões de forma inteligente e negociar possíveis compras de uma forma mais correta e segura.

Neste artigo, explicamos o que é e como fazer o business valuation de uma empresa, com orientações especiais para quem é MEI. Vem com a gente!

O que é valuation?

Como dito, valuation ou business valuation (avaliação de empresas, em livre tradução), é uma estimativa de quanto vale uma empresa. Existem vários métodos para obter essa estimativa, sendo o Fluxo de Caixa Descontado o modo mais utilizado.

Este conceito é muito comum no mercado de capitais, no qual ações de empresas de capital aberto são negociadas em bolsa de valores e têm seu preço constantemente atualizado de acordo com diversos fatores.

No contexto das grandes organizações, portanto, o business valuation tem um papel fundamental na captação de recursos. Mas e em pequenas e médias empresas? Qual a importância do valuation?

Por que calcular o valuation de pequenos negócios?

Você, com certeza, tem curiosidade de saber o quanto o seu negócio vale, e existem muitas razões para calcular o valuation. Na maioria dos casos, porém, o empreendedor só se preocupa com isso quando precisa desse dado para contabilidade ou porque foi solicitado em um processo judicial.

No cenário das médias, pequenas e microempresas, o business valuation é especialmente útil para embasar decisões financeiras, acompanhar o seu ritmo de crescimento e descobrir se suas ações estão contribuindo ou não para a expansão do negócio.

De maneira geral, saber o quanto a sua loja vale te permite:

  • fazer uma relação entre o valor investido no negócio e seu faturamento (para ter uma visão do período necessário para obter retorno ou lucratividade);
  • identificar pontos que valorizam o seu negócio ou o oposto;
  • ter uma noção concreta do seu patrimônio para saber até quanto pode obter crédito para investir com segurança;
  • negociar com maior precisão a venda da empresa ou de parte dela.

Existem muitos fatores a se considerar ao avaliar o preço de um empreendimento e diferentes métodos de obter essa estimativa.

Como calcular o valuation de uma empresa?

Afinal, como calcular o valuation de uma empresa, independentemente do seu tamanho?

A seguir, você confere as três principais metodologias utilizadas e entende, também, porque a terceira é considerada a mais confiável.

1. Valor Patrimonial

Essa é estimativa mais simples, que nada mais é do que o valor patrimonial líquido do seu negócio, ou seja, a soma de todos os ativos menos a soma de todos os passivos.

Patrimônio líquido = Ativos – Passivos

Os ativos são tudo o que você tem ou vai receber, como:

  • caixa;
  • pagamentos a receber;
  • estoque;
  • máquinas e equipamentos;
  • etc.

Os passivos são as suas obrigações financeiras, como:

  • contas a pagar;
  • serviços de comunicação;
  • despesas com fornecedores;
  • salários;
  • impostos;
  • dívidas;
  • etc.

Embora seja um dado baseado em números reais, o patrimônio líquido nos diz muito pouco sobre os potenciais de um negócio, que também devem ser incluídos em seu valor. Se a sua loja tem muito potencial para crescer, você concorda que ela deveria valer mais do que outra que está encolhendo, certo?

É um modelo que funciona bem em grandes empresas que atuam em mercados muito estáveis. Os pequenos negócios, por sua vez, frequentemente têm problemas para organizar suas contas e costumam apresentar resultados muito variáveis.

2. Avaliação por Múltiplos

Na avaliação por múltiplos, o valuation é baseado na multiplicação do faturamento atual do negócio, tendo em vista o seu potencial de gerar dinheiro ao longo do tempo. É um método comum no mercado de capitais, que fornece tabelas oficiais com base nas movimentações econômicas.

O problema é que não existem tabelas de múltiplos para micro, pequenas e médias empresas. Ou seja, quando esse método é usado por esse tipo de empreendimento, os múltiplos são geralmente baseados em negociações de empresas semelhantes. Note que, por mais que duas empresas atuem na mesma área e regime tributário, seus resultados podem ser muito diferentes.

Logo, enquanto o método do Valor Patrimonial só olha para o passado, o método de Avaliação por Múltiplos olha para um futuro incerto, que também é baseado no passado. Em ambos os casos, temos uma visão incompleta e pouco confiável do valor de um pequeno negócio.

Isso nos leva ao último método.

3. Fluxo de Caixa Descontado

Este método de valuation também foca no futuro, mas de um modo concreto. Em vez de nos basearmos somente no fluxo de caixa registrado no passado, fazemos uma projeção do fluxo de caixa futuro. Essa projeção deve levar em conta tudo que a empresa é capaz de produzir, além dos riscos assumidos. 

Ou seja, o dinheiro que a sua loja fez no passado não importa tanto hoje, mas sim o quanto de dinheiro ela é capaz de fazer daqui para frente.

Somente a projeção do fluxo de caixa, porém, não é suficiente para obtermos um business valuation confiável. Como você sabe, o dinheiro tende a mudar o seu valor ao longo do tempo, de acordo com fatores econômicos, como inflação, taxa de câmbio, crises econômicas etc. 

Com cem reais no passado você conseguia comprar muito mais coisas no mercado do que consegue hoje, concorda? 

Tendo isso em mente, devemos considerar no nosso cálculo a Taxa de Desconto, que, basicamente, significa estimar o quanto o valor gerado pela empresa no futuro vale nos dias de hoje.

Essa taxa pode ser calculada com base em vários fatores, como taxa de juros da economia, nível de risco do negócio, entre outros.

Como você pode perceber, o cálculo não é tão simples de fazer. Existem muitas variáveis e questões econômicas envolvidas. Por isso, é sempre recomendável solicitar a avaliação de um profissional ou empresa especializada para obter um business valuation confiável.

Como é o cálculo do business valuation para MEI?

Ao pensar em valuation para MEI, precisamos levar em conta algumas características dessa categoria, como:

  • o limite de faturamento do MEI é de R$81 reais por ano;
  • como os custos tributários são baixos, a maioria das MEIs apresentam fluxo de caixa positivo;
  • além do faturamento, outros fatores podem ser levados em conta, como setor de atuação, localização e capacidade de aumentar lucros e migrar para ME (Microempresa).

Para essa categoria, o método de Fluxo de Caixa Descontado é também o mais confiável para obter o business valuation do negócio, e é calculado da mesma forma. 

Entretanto, como a MEI é geralmente entendida como uma empresa que está dando seus primeiros passos, ter um plano de negócios bem montado pode ajudar a agregar valor ao empreendimento. Em pequenas empresas, o potencial de crescimento é um fator fundamental!

Vale destacar que o CNPJ do MEI não é negociável, ou seja, é um registro pessoal que não pode ser vendido. Logo, o valuation, nesse caso, tem o objetivo de verificar o potencial de expansão da empresa para outra categoria, como ME (onde é possível entrada e saída de sócios), controle de finanças ou aumento de limite de crédito, o que merece cautela.

Muito cuidado com golpes!

Muita atenção às ofertas de empréstimos que exigem o cálculo do valuation por consultorias pouco conhecidas no mercado!

Essa não é uma exigência típica para MEIs, pois, como dito, o faturamento máximo da categoria é muito limitado. A maioria das instituições leva em conta apenas a DASN SIMEI (Declaração Anual de Faturamento), o IRPF (Declaração de Imposto de Renda) e a situação cadastral do Microempreendedor para definir valor de empréstimos e juros.

Estão em alta golpes em que se oferecem altos valores de crédito, sob a condição do Microempreendedor Individual pagar por uma consultoria para obter um valuation da sua MEI.

O business valuation só é solicitado para o MEI em situações muito específicas e deve ser sempre realizado por um profissional ou empresa de confiança, com boa reputação no mercado.

O valuation representa o valor exato de um negócio?

Precisamos ressaltar que o valuation é apenas uma estimativa do valor de um negócio, não um número exato. Seu valor pode variar de acordo com o tipo de cálculo adotado, as variáveis utilizadas, o período em que foi realizado, entre outras questões.

Você pode calcular o valuation por conta própria para gerenciar suas finanças de uma forma mais confiável, bem como para acompanhar a evolução da sua loja. Entretanto, o valor obtido dessa forma dificilmente será aceito em uma negociação ou processo judicial.

Sendo assim, caso seja esse o seu objetivo, é fundamental contratar um profissional para realizar o cálculo. Além das consultorias que oferecem o valuation como serviço, administradores, contadores, advogados, economistas e outros profissionais de finanças podem realizar o cálculo do valuation de forma segura. Fique de olho, porém, na reputação deles!

Como tornar o valuation mais realista?

Embora o valuation não seja um valor exato, alguns cuidados podem ajudar a tornar esse cálculo mais confiável, ou seja, representar o valor do negócio de uma forma mais realista. Veja!

1. Controle o viés emocional

O empreendedor se envolve muito com o seu negócio e, por isso, muitas vezes tende a enxergá-lo como algo maior do que ele realmente é. 

Em outras palavras, não basta “sentir” que a sua loja vai crescer. Aspectos do dia a dia de um negócio podem sim sinalizar que ele está indo bem e tem grande potencial de crescimento, mas isso precisa ser comprovado em dados para fazer sentido aos olhos de pessoas que não estão dentro da empresa.

2. Cuidado com a modéstia!

Enquanto uns enxergam muito além, outros enxergam muito abaixo do valor real, especialmente em pequenas empresas. 

Sua loja pode valer muito mais do que você imagina, especialmente se você estiver tomando as atitudes certas para fazê-la crescer, como usar ferramentas de qualidade e caprichar no Marketing

3. Considere o objetivo do valuation

Ao definir o cálculo e as variáveis utilizadas para calcular o valuation é muito importante levar em consideração o objetivo dessa informação. Para que você quer saber o valor do seu negócio?

Isso nos ajuda a direcionar a avaliação e a obter dados mais úteis para o que realmente precisamos ou queremos fazer.

4. Não se esqueça do capital humano

Uma empresa não é só feita de instalações, escritórios, papéis e produtos, mas principalmente de pessoas. Se você, empreendedora, ou um colaborador é uma pessoa muito qualificada ou influente em sua área, isso também é um fator de valor.

Quem você acha que tem mais potencial de gerar lucro, a lojista que é influenciadora e tem um público extremamente engajado nas redes sociais ou aquela que só tem uma marca e nenhuma audiência definida?

5. Não se prenda ao presente

Mesmo quando fazemos projeções, o valuation é sempre um retrato das circunstâncias e perspectivas atuais de um negócio. Se você tem interesse em fazer a sua empresa crescer mais, nunca é tarde para investir em novas tecnologias e novas estratégias para gerar valor e melhorar as suas futuras avaliações.

Concluímos, portanto, que o valuation é uma importante ferramenta de gestão e negociação para empresas de todos os tipos e tamanhos. Embora o valor seja uma estimativa, ele torna as negociações mais justas e também nos ajuda a entender o crescimento do nosso negócio além de melhorar as nossas estratégias de gestão e venda.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Artigos relacionados

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.