E-commerce

Descubra tudo que você precisa saber sobre contabilidade para e-commerce

Saiba tudo sobre contabilidade para e-commerce

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Contabilidade para e-commerce envolve todo o processo de monitoramento e estruturação das movimentações financeiras do seu negócio online, bem como o pagamento de tributos e impostos em dia. Este processo é fundamental para a vitalidade do seu empreendimento.

Muitos donos de e-commerce têm dificuldade de gerir o seu negócio. Principalmente quando se trata de gestão financeira, gestão de estoque ou da temida contabilidade.

Em muitos destes casos, falta o conhecimento dos termos técnicos e, por isso, os erros acabam se acumulando e gerando uma bola de neve que, se não for resolvida, pode trazer sérios problemas à saúde financeira da loja.

Se você se encaixa nessa situação, continue lendo e saiba o que é preciso sobre contabilidade para e-commerce.

O que é contabilidade para e-commerce?

De forma geral, a contabilidade para e-commerce é responsável por calcular os tributos a serem pagos pela empresa, sendo que os impostos aplicados em lojas virtuais são os mesmos aplicados em lojas físicas.

Além disso, muitos escritórios e profissionais também auxiliam o e-commerce a reduzir custos e pagar menos impostos e taxas, para que o dono consiga emitir as notas fiscais, obter empréstimos, financiamentos e adquirir mercadorias com facilidade.

Por que a contabilidade para e-commerce é tão importante?

Em resumo: a contabilidade é a base para qualquer negócio financeiramente estável e viável. Incluindo o e-commerce.

Não importa em qual plataforma esteja a sua loja virtual, você precisará de um bom sistema para gerenciar as suas finanças.

E se você ainda duvida que a gestão financeira do seu negócio não seja importante, aqui vão os benefícios principais:

A contabilidade ajudará você a construir um modelo de negócios financeiramente estável e confiável

Se você tiver um método, que pode ser por meio de tecnologia ou não, para registrar todas as transações e despesas, poderá obter informações claras sobre como o seu e-commerce está operando a qualquer momento.

Além disso, ter noção de todos os números a todo momento é uma excelente maneira de evitar surpresas desagradáveis no final do mês, quando é hora de pagar os funcionários ou pagar os impostos.

A contabilidade vai te ajudar a prever o futuro do seu negócio

Depois de conhecer os seus números, você pode criar projeções que preveem a atividade futura do e-commerce.

Isso permitirá que você planeje melhor, trabalhe de forma mais inteligente ou tome decisões estratégicas para potencializar o seu negócio.

A contabilidade garantirá a preparação de suas declarações fiscais

Processos de contabilidade sólidos vão lhe poupar muito tempo e dores de cabeça quando se trata de arquivar, pagar e organizar os seus impostos a cada ano.

Ao manter os seus registros financeiros bem estruturados, você poderá agir de acordo com as leis tributárias federais e estaduais e cumprir todas as regulamentações corretamente.

Além disso, planejar com antecedência também permite que você economize mais dinheiro com os seus impostos.

Afinal, se você esperar até o último minuto, talvez não tenha tempo para fazer todo o planejamento tributário e garantir que você maximize as suas deduções. 

Uma contabilidade sólida ajudará você a vender o negócio

Por fim, ter uma contabilidade sólida, organizada e bem estruturada é fundamental se seu objetivo for vender o seu e-commerce no futuro ou mesmo encontrar parcerias de negócios.

No que diz respeito à venda do seu negócio, por exemplo, um relatório completo da sua contabilidade será o documento mais importante que você pode trazer para a mesa.

Talvez esta não seja a sua prioridade no momento, mas tenha em mente que deixar a contabilidade de lado pode afetar a sua loja virtual e, até mesmo, fazer o seu negócio falir.

Quais os pontos a serem observados na contabilidade para e-commerce?

Como você já deve ter percebido, a contabilidade para e-commerce não se diferencia tanto da contabilidade tradicional. No entanto, existem alguns pontos que você deve se atentar.

  • Quais são os principais impostos a serem pagos;
  • Quais são as especificidades do ICMS;
  • E em qual regime tributário o seu e-commerce está enquadrado, como Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Quais os impostos envolvidos na contabilidade para e-commerce?

Mesmo que você ainda não tenha um contador, é muito ter conhecimento sobre todos os impostos que devem ser pagos e também ter uma noção de como a contabilidade funciona em um e-commerce.

Por isso, confira a seguir quais são os impostos que incidem sobre a produção e comércio de produtos e serviços aqui no Brasil:

  • Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS): incide sobre a aquisição de mercadorias em geral, serviços de transporte, serviços de telecomunicação e importação de mercadorias. A alíquota varia para cada mercadoria ou serviço, mas fica entre 7% a 35%, de acordo com cada estado;
  • Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ): é um tributo federal que incide sobre os lucros obtidos por pessoas jurídicas. Dependendo do regime tributário, pode incidir sobre o faturamento ou sobre uma presunção do lucro. É considerado o regime de tributação da empresa para definir a alíquota;
  • Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS): incide sobre a prestação de serviços por empresas ou profissionais autônomos. A alíquota varia entre 2% a 5% sobre o valor do serviço prestado. ;
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI): incide sobre os produtos da indústria nacional ou na importação de produtos estrangeiros no desembaraço aduaneiro. A alíquota varia de acordo com o produto e, em alguns, poderá ter alíquota 0%;
  • Programa de Integração Social (PIS): é um programa em que as empresas privadas depositam, mensalmente, uma contribuição para um fundo ligado aos seus funcionários, que vai para o Fundo de Amparo ao Trabalhador e paga benefícios como seguro-desemprego e abono salarial;
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins): incide sobre PJs e empresas e o seu objetivo é custear algumas esferas da seguridade social brasileira, como saúde pública, previdência social ou programas de assistência social. É calculado a partir da receita bruta das instituições.
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL): é uma contribuição que incide sobre as pessoas jurídicas e tem como objetivo gerar recursos financeiros para a Seguridade Social. É considerado o regime de tributação da empresa para definir a alíquota.

Como a contabilidade para e-commerce é feita?

Mesmo que você já esteja em um nível avançado e conte com um contador para auxiliar nos processos burocráticos do seu e-commerce, ainda assim é importante entender como a contabilidade da loja virtual é feita e garantir que os processos estejam corretos.

Desta forma, fica ainda mais fácil realizar análises e tomar as decisões certas sobre o dinheiro que entra e sai do caixa da sua empresa.

Veja a seguir como a contabilidade para e-commerce é feita.

Tenha uma visão geral do seu negócio

Conhecer todas as etapas comerciais do seu negócio, quanto dinheiro sai e entra, como estão os processos de entrega dos produtos e ter uma visão geral do funcionamento é muito importante para ter uma visão de fora e agir de forma racional nas decisões da sua empresa.

Isso garante que você tome decisões mais eficientes, calcule os riscos e alcance o lucro desejado,

Organize todas as despesas mensais

Saiba quais todos os seus gastos fixos por mês, seja com pessoas, plataforma, marketing e até impostos e tributos.

Esse conhecimento será importante para que você tenha um melhor controle do que é necessário vender mensalmente para garantir que todos os gastos serão pagos e continuar tendo lucro.

Organize toda a contabilidade da loja

Além de conhecer os gastos fixos mensais, é preciso organizar toda a contabilidade da loja. E isso inclui:

  • valores que entram e saem da empresa;
  • registro das vendas;
  • pagamentos realizados;
  • entre outras informações financeiras importantes.

Além de garantir que tudo isso será acessado mais facilmente, você também começa a ter um panorama completo da saúde financeira da sua e saberá exatamente onde há problemas, para corrigir com rapidez e precisão.

Não deixe de contratar um profissional qualificado

Quando se está no início da jornada empreendedora, é absolutamente normal fazer de tudo sozinho.

No entanto, com o passar do tempo, é imprescindível contratar um contador qualificado para cuidar da contabilidade do seu e-commerce e garantir que os dados e números serão tratados com o mesmo nível de eficiência e que você terá tempo livre para outras atividades.

Como fazer um planejamento contábil eficiente?

Siga o passo a passo para fazer um planejamento contábil eficiente do seu e-commerce.

Mantenhas as configurações de taxas sempre atualizadas

Se você abriu uma loja física, as suas taxas e impostos são calculados de acordo com o estado, município e país em que você se encontra.

No entanto, uma loja virtual não tem fronteiras, afinal você pode enviar produtos para o seu vizinho ou para o outro lado do mundo. 

Neste caso, você precisa ter em mente que a tributação será diferente. Por isso, para não pagar mais do que o devido e acabar tendo prejuízo, você deve organizar todas as taxas em um único local e estudar qual imposto incide sobre cada tipo de operação.

Verifique como anda a saúde financeira do negócio

Mantenha relatórios completos e detalhados sobre a situação financeira da sua empresa.

Isso significa registrar tudo:

  • custos do e-commerce;
  • ordens de compra;
  • notas fiscais;
  • despesas fixas;
  • gastos envolvidos na operação do negócio;
  • etc.

Para um e-commerce no início da jornada, vale a pena ter uma planilha organizada. Porém, se você já está crescendo, comece a pensar na possibilidade de contratar uma tecnologia para automatizar os processos.

Tenha um plano para períodos de tributação

Esquecer de pagar um tributo dentro do prazo pode ser um caos para a sua gestão financeira, afinal terão multas e os valores podem ser altos.

Por isso, mantenha uma organização coerente sobre as datas de pagamento e entrega de documentos necessários e adicione lembretes para não esquecer de nada.
Agora que você já entende a importância da contabilidade para e-commerce, chegou a hora de ter a sua própria loja online na Bagy!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.