Instagram

Shadowban no Instagram: o que é, causas e como evitar o bloqueio fantasma no seu perfil

Saiba o que o shadowban e como evitá-lo

Veja o que você irá encontrar neste artigo

O Shadowban do Instagram, ou “bloqueio fantasma”, é uma espécie de punição gerada para perfis que desrespeitam as regras e boas práticas da rede social. Não existe um esclarecimento oficial sobre o assunto, mas relatos de milhares de contas sugerem que o bloqueio é real e devemos tomar cuidado com ele.

Em tradução literal, shadowban (que vem de “shadowbanning”) significa banido à sombra. O termo é tradicionalmente usado na internet para descrever bloqueios temporários realizados em comunidades online para frear usuários que desrespeitam regras ou políticas de utilização.

O problema do shadowban do Instagram é que nem todos os perfis bloqueados realmente cometem uma infração. Pequenos vícios de utilização ou ações inadequadas podem ser interpretadas como má prática pela rede social, e é, por isso, que você deve tomar alguns cuidados para não prejudicar o seu alcance na rede social.

O tema parece um tanto obscuro, não é mesmo? Mas não se preocupe. Neste post, esclarecemos tudo sobre o assunto e listamos alguns cuidados para você tomar para garantir que a sua conta continue gerando resultados. 

Continue a leitura para conferir!

Como acontece o shadowban no Instagram?

O shadowban é popularmente conhecido como “bloqueio fantasma”, pois é mais ou menos isso que ele faz com um perfil que recebe a punição. Sem nenhum aviso prévio ou notificação, o conteúdo da conta para de ser exibido para os usuários em todas as seções da rede social (feed, stories e explorar, por exemplo), tornando-se um verdadeiro fantasma dentro da plataforma.

Nenhuma publicação é deletada e o acesso à conta também continua normal. Entretanto, as publicações só podem ser visualizadas acessando a bio diretamente, o que não é um comportamento muito comum do público do Instagram.

O resultado é um verdadeiro susto nos seus relatórios de marketing. De uma hora para outra, os números de alcance, engajamento, cliques, acessos ao perfil, ganho de seguidores e outras métricas despencam!

Como não há nenhuma orientação oficial sobre o assunto, o usuário, profissional ou empreendedor afetado começa uma jornada na tentativa de entender por que foi bloqueado e descobrir como resolver o problema.

Porque o Instagram pratica shadowban?

Toda plataforma digital regulamentada, como um buscador, um aplicativo ou uma rede social, tem normas e políticas de utilização que seus usuários devem seguir, sob risco de punição ou banimento. Sendo assim, é de se esperar que muitas delas adotem mecanismos de vigilância para manter o controle e a harmonia nesses espaços.

Quando falamos de uma plataforma como o Instagram, isso é ainda mais esperado. São mais de 1 bilhão de usuários e milhões de interações registradas a cada momento. Para monitorar um volume tão grande de pessoas, são necessários sistemas automatizados capazes de influenciar as contas da rede social.

Em outros contextos, mecanismos de controle automáticos são muito comuns. Ao postar uma foto no Instagram, por exemplo, a imagem é analisada para garantir que as regras da empresa estão sendo respeitadas. Se algum elemento não autorizado for detectado, a publicação é bloqueada.

Exemplo de publicação bloqueada

O mesmo acontece com os anúncios que violam as políticas da plataforma, ações que sugerem o uso de robôs ou publicação de links suspeitos.

Mas e quanto ao shadowban? Por que o Instagram bloquearia temporariamente o acesso às postagens de uma conta sem dar nenhum aviso?

Será que o shadowban do Instagram existe mesmo?

Ao fazer uma busca sobre shadowban do Instagram é natural se sentir um pouco confuso. Há muita especulação sobre o assunto e quase nenhum dado oficial disponível. Esse é o motivo da polêmica em torno do tema, que já gera discussões desde 2016.

O Instagram só se pronunciou em 2021 em uma postagem de Adam Mosseri, atual chefe da plataforma. Nela, ele nega a existência de qualquer mecanismo de punição que bloqueie funções do aplicativo e atribui os relatos a erros internos ou oscilações naturais nos resultados gerados pelos conteúdos.

No mesmo texto, porém, ele admite que a equipe do Instagram nunca foi muito transparente em relação ao funcionamento da plataforma e que pretendem melhorar as notificações do app e as orientações ao usuário no futuro.

O público, por outro lado, não se conforma. São milhões de depoimentos de usuários comuns, empresas e especialistas em marketing digital de todo mundo que afirmam que o shadowban existe, mesmo que não seja um recurso oficializado pelo Instagram.

O debate, portanto, está aberto. Entretanto, seja o shadowban uma função secreta, seja uma anomalia da rede social, o fato é que você não tem nada a perder se prevenindo, concorda?

O que causa o shadowban?

Como era de se esperar, também não está claro o que realmente causa o shadowban, mas existem ações que são frequentemente citadas por pessoas que vivenciaram o problema. A principal delas é o uso de hashtags denunciadas ou banidas da rede social.

No Brasil, um dos banimentos mais famosos foi o da #sextou.

Exemplo de hashtags denunciadas ou banidas do Instagram
Fonte: G1

O que ocorreu foi que o termo em sites estrangeiros é frequentemente usado como “sex to u” (sexo para você) e, por isso, a hashtag estava sendo usada para agregar publicações com conteúdo pornográfico. 

O descumprimento das regras da rede social somado a denúncias de usuários fizeram com que a plataforma banisse o termo, o que acabou afetando o público do Brasil.

Além das hashtags problemáticas, outras más práticas merecem a sua atenção:

  • serviços de automação: ferramentas usadas para gerar interações automáticas violam as regras do Instagram;
  • crescimento incoerente: aumento de interações ou seguidores em grande quantidade e muito rapidamente, sugerindo compra;
  • comportamentos viciosos: curtidas, comentários ou compartilhamentos repetitivos que podem ser confundidos com ações de robôs;
  • publicações impróprias: postagem frequente de conteúdos que violam as regras da rede social, como fotos com nudez, assédio e incitamento a atos de violência.

Quais são os impactos na minha conta?

Como o shadowban impede que seu conteúdo chegue até as pessoas, é como se as suas ações de marketing no Instagram fossem pausadas. Seus resultados ficam quase congelados até o último momento em que a conta funcionava normalmente.

A questão é que em contas comerciais esse congelamento pode significar muito prejuízo, afinal as empresas investem muito na criação de conteúdo e anúncios. O rombo pode ser ainda maior se o bloqueio coincidir com alguma data importante, como Natal ou Black Friday, o que seria um verdadeiro pesadelo para lojistas de e-commerces.

A boa notícia é que o shadowban, aparentemente, não deixa “sequelas”. Ainda que ocorram prejuízos durante o bloqueio, todas as funções da conta, assim como o desempenho usual das postagens voltam ao normal ao fim da penalidade.

Como saber se estou em shadowban?

O primeiro “sintoma” do shadowban no Instagram é geralmente uma queda incomum dos resultados. As postagens parecem não atingir muitas pessoas, os stories registram pouquíssimas visualizações ou as interações e contatos dos usuários, simplesmente, desaparecem.

Entretanto, como essa suposta prática é muito sorrateira, como podemos saber se estamos realmente sofrendo alguma punição ou apenas tendo um dia difícil nas ações de marketing?

Bem, existem algumas formas de verificar se a sua conta está apresentando alguma limitação. Há, inclusive, ferramentas para isso. Confira, a seguir, duas formas de descobrir se está ou não em shadowban.

Ferramentas para identificar shadowban

Na internet, encontramos alguns serviços que prometem verificar alterações importantes nos dados do Instagram e identificar um possível shadowban. Uma delas é o The Heist. Basta informar o nome de usuário da sua conta no local indicado e clicar em “analyze”.

Identificar shadowban com a ferramenta The Heist

A ferramenta não é perfeita, assim como várias outras que fizeram sucesso na web há alguns anos, mas vale a pena tentar. Caso a análise apresente algum erro ou não traga muitas respostas, você pode fazer uma verificação manual.

Testando o shadowban manualmente

Como explicamos, o principal efeito provocado pelo shadowban é a exclusão do seu conteúdo do feed, stories e outras seções do aplicativo, o que impede que a sua marca chegue até os usuários. Sendo assim, podemos verificar se as suas publicações estão sendo realmente bloqueadas ou limitadas usando contas de perfis que não te seguem na rede social. 

Não há um número certo para essa análise, mas muitos blogs recomendam que, ao menos, cinco usuários que não seguem a sua conta verifiquem se os seus conteúdos aparecem ao buscar pelas hashtags e localização utilizadas.

Você pode pedir para alguns conhecidos deixarem de seguir a sua conta temporariamente para fazer o teste. Feito isso, basta fazer uma publicação como de costume, usando o conteúdo, as hashtags, a localização e termos que geralmente utiliza.

Se as pessoas confirmarem que seu novo conteúdo não aparece nas buscas, é muito provável que esteja enfrentando um shadowban.

Quanto tempo dura o shadowban?

A duração do shadowban também pode variar bastante. Há muitos relatos de que a limitação das postagens dura apenas 24 horas, mas também existem muitos depoimentos e blogs que afirmam que o problema pode durar semanas.

De maneira geral, o Instagram parece voltar ao normal quando o usuário interrompe a prática inadequada que gerou a punição e passa a seguir as diretrizes da rede social corretamente. Sendo assim, a primeira coisa a fazer é identificar a ação que gerou o ban.

Pense bem: o que você fez de diferente na sua conta ou nas suas postagens nos últimos dias que pode ter sido interpretado como má prática pelo Instagram?

Como desbloquear a minha conta?

A maneira mais eficaz de sair do shadowban é identificando a ação que gerou a punição. Se você conduz uma estratégia de marketing com muitas atividades e serviços, esse trabalho pode ser um pouco difícil, mas existem caminhos que você pode trilhar. Veja!

Compare suas publicações

Analise características no conteúdo atualmente bloqueado com anteriores que geravam resultado. Seu objetivo aqui é tentar encontrar algum elemento inédito que pode ter sido entendido como ilegal ou spam pela rede social.

É importante verificar detalhes na imagem, palavras utilizadas nas descrições, links citados e hashtags. Caso encontre algo que pareça uma má prática, registre e providencie a atualização desses conteúdos com as devidas correções.

Elimine hashtags banidas

Faça uma busca no Google por “hashtags banidas do Instagram”. Você encontrará artigos com listas atualizadas de termos com relatos de banimento. Acesse, então, os principais sites listados e verifique se as suas publicações utilizam alguma hashtag citada. Se for o caso, elimine-as das suas publicações imediatamente.

É sempre bom ficar de olho em termos em inglês que são usados de forma popular no Brasil e palavras que sugerem algum tipo de ambiguidade. Na dúvida, acesse a hashtag pelo Instagram e verifique diretamente as publicações agregadas a ela.

Analise as suas ferramentas externas

Se você usa alguma plataforma externa para gerenciar a sua conta no Instagram, é importante verificar como essa ferramenta realmente age e se suas práticas respeitam as regras da rede social.

Encontrar e analisar políticas de utilização pode ser bastante exaustivo, mas vale a pena em casos mais graves. O caminho mais prático é visitar o perfil da empresa no Google, nas redes sociais e em portais especializados, como o Reclame Aqui, para verificar se há outros clientes se queixando dos mesmos problemas.

Verificar se outros usuários estão sofrendo shadowban no Reclame Aqui

Se reclamações relacionadas a shadowban forem muito frequentes, é recomendável desabilitar o serviço por alguns dias para verificar. Para fazer isso, basta acessar o aplicativo do Instagram e seguir os seguintes passos:

  • acesse o menu (três barrinhas no topo da tela);
  • clique em “Configurações”;
  • selecione, em seguida, “Segurança”;
  • role um pouco o menu atual e clique em “Aplicativos e sites”

Você verá o resumo com os aplicativos com autorização ativa, vencida ou removidos. Clique em “Ativo” para gerenciar seus serviços internos atuais e remova o acesso da ferramenta desejada.

Se a sua conta voltar a funcionar normalmente dentro de alguns dias, é confirmada a influência da ferramenta. Nesse caso você deve trocá-la imediatamente.

Gerencie sua atividade de login

Outro dica para tentar se livrar do shadowban do Instagram é gerenciar os acessos da sua conta na rede social. Embora o Meta (atual nome da corporação do Facebook, WhatsApp e Instagram) tenha melhorado muito seus sistemas de segurança, existe a possibilidade de invasões.

A questão é que esse nem sempre é o caso. Muitas vezes, pequenos deslizes inofensivos podem fazer com que a plataforma desconfie do acesso, como logins em regiões distantes de onde você vive, troca de aparelhos ou erros frequentes no nome de usuário e senha.

Para gerenciar sua atividade de login basta seguir os seguintes passos no aplicativo:

  • acesse o menu;
  • clique em “Configurações”;
  • clique, em seguida, em “Segurança”;
  • e depois em “Atividade de login”.

Você verá, no topo, mapas dos locais onde foram feitos os últimos logins e logo abaixo uma lista com as datas e os dispositivos de acesso. Verifique cada um deles selecionando a opção “Fui eu” ou “Não fui eu”.

Como gerenciar sua atividade de login

Dessa forma, você ajuda a plataforma a garantir a segurança da sua conta. Se algum acesso suspeito for encontrado, o Instagram o orientará sobre o que fazer para protegê-la.

Mas atenção! A localização exibida é uma informação aproximada, por isso, é possível que o aplicativo informe cidades vizinhas no seu histórico. Você deve desconfiar apenas de logins realizados em regiões muito distantes, em especial fora do país.

Entre em contato com o suporte do Instagram

Se nenhuma das dicas anteriores funcionar, o jeito é entrar em contato com a equipe do Instagram para informar o problema. A primeira coisa a fazer, porém, é verificar se existe algum conteúdo violado em sua conta. Você pode fazer isso pelo próprio app:

  • acesse o menu;
  • clique em “Configurações”;
  • depois em “Ajuda”;
  • em seguida “Solicitação de suporte”;
  • e, por fim, selecione “Violações”;

Se houver algum conteúdo no seu perfil que foi bloqueado, ele será exibido nessa área e você poderá entrar em contato para obter esclarecimentos.

Caso a sua conta não tenha nenhum conteúdo violado, retorne duas páginas e selecione a opção “Relatar um problema”. Uma janela surgirá e você deverá selecionar, mais uma vez, “Relatar um problema”.

Um campo de texto surgirá no qual você deverá explicar, em poucas palavras, a situação que está enfrentando, no caso o shadowban. Procure explicar exatamente as anormalidades que observou.

Relando um problema no Instagram

Se demorarem a responder ou a resposta não for satisfatória, você pode acessar a Central de Ajuda da rede social e, no último caso, abrir uma reclamação no Reclame Aqui. 

Vale dar uma pesquisada nas reclamações de outras pessoas sobre shadowban, pois existem várias por lá. É possível que você encontre alguma informação importante com usuários que vivenciaram situações semelhantes.

Como evitar o shadowban?

Melhor prevenir do que remediar, certo? Para finalizar este artigo, reunimos algumas boas práticas para garantir a qualidade das suas publicações e evitar dores de cabeça. Confira!

Fique de olho nas diretrizes do Instagram

Seja sincera: você já leu a página de diretrizes Instagram? Pois deveria ler e acompanhar as novidades postadas no blog oficial da empresa!

Nesse documento, você descobre tudo o que é recomendado ou proibido dentro da rede social e pode se prevenir de ações indevidas. Essa é a melhor forma de garantir que o seu conteúdo está de acordo com as políticas do Instagram e não sofrerá nenhuma punição.

Mantenha a sua conta sempre ativa

Precisamos ficar atentos aos sinais que damos ao Instagram. Fazer diversas publicações de uma vez só e desaparecer. Voltar e depois desaparecer, mais uma vez. Esse tipo de comportamento não só gera desconfiança dentro da plataforma, como não ajuda em nada a sua marca a crescer.

As redes sociais esperam que os produtores de conteúdo apresentem um trabalho consistente. Não existe um número ou uma frequência certa que valha para todos, mas é fundamental adotar um ritmo. Dessa forma, além de evitar shadowban, você fortalece a comunicação com o seu público.

Diversifique as suas ações e seus conteúdos

Se não quer ser confundido com um robô, então não aja como um!

Os robôs são geralmente identificados pelas práticas viciosas, como curtidas, comentários e até unfollows (deixar de seguir um perfil), muito numerosas e repetitivas. Você deve usar a rede social da maneira mais natural possível e procurar expressar o máximo autenticidade em suas ações e publicações.

Sendo assim, diversifique sua atividade, varie os formatos e as descrições dos seus conteúdos, e interaja com seus seguidores de forma pessoal, sem respostas padronizadas e repetitivas.

Use hashtags com sabedoria

Além de evitar as já mencionadas hashtags proibidas, é importante não exagerar no uso delas, mesmo que elas não apresentem problemas.

O Instagram permite adicionar até 30 hashtags em legendas de postagens e comentários e até 10 nos stories. Entretanto, é importante não abusar, até porque seus resultados não vão aumentar tanto quanto imagina.

Além de não usar o limite de hashtags, é também importante variar. Como comentamos agora pouco, qualquer tipo de comportamento vicioso pode ser interpretado como uma ação automatizada. E por falar nisso…

Nada de automações!

Os bots são muito usados por empresas nas redes sociais para agilizar o atendimento e promover engajamento de uma forma mais rápida. Entretanto, essa prática não é bem-vista pelo Instagram.

Em 2018, a empresa fez um comunicado oficial no qual deixou claro que um dos objetivos da plataforma é reduzir as chamadas “atividades inautênticas”. Essas atividades são curtidas, reações, compartilhamentos, comentários e outras interações geradas por ferramentas ou robôs.

Segundo o próprio Instagram, as contas que usam esse tipo de tecnologia podem ter a sua experiência afetada e, caso persistam na utilização, podem até serem banidas da rede social. Sendo assim, nada de automações!

Escolha ferramentas confiáveis

Embora as automações sejam proibidas, existem vários outros tipos de serviços externos que são permitidos e que podem te ajudar a melhorar seus resultados no Instagram. Entre eles, podemos citar os editores de vídeos e imagens, geradores de links e ferramentas de e-commerce, por exemplo.

Você não deve, portanto, abrir mão dessas soluções, mas é fundamental escolhê-las com sabedoria. Contrate apenas serviços conhecidos pelo público e com boa reputação no mercado. Outro ponto importante é a qualidade do atendimento, principalmente se você não tiver muita experiência no assunto. Com auxílio especializado, você não corre o risco de realizar alguma configuração que pode ser mal interpretada pela rede social.

Seguindo todas essas recomendações, você pode ficar tranquila, pois dificilmente sofrerá algum shadowban no Instagram. Entretanto, se acontecer, agora você sabe o que deve fazer para se livrar do “castigo” o mais rápido possível.

Quer saber mais sobre essa incrível rede social? Então continue por aqui e confira agora 15 métodos para atrair clientes no Instagram!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.