Produtos e Nichos

7 nichos que mais vendem na internet: Descubra quais são!

Nichos que mais vendem na internet

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Os nichos que mais vendem na internet mostraram resultados de destaque nos últimos anos. Com o e-commerce como uma ideia cada vez mais estabilizada nos hábitos do consumidor, investir no segmento certo é fundamental.

Empreender e vender na internet deixou de ser uma dificuldade há muito tempo, à medida que os recursos de posicionamento dos negócios se tornaram mais populares. Mas não basta apenas estar online para vender, é necessário compreender alguns pontos. Entre os principais, detectar e estudar os nichos que mais vendem na internet é um dos mais importantes

Cada um desses segmentos têm públicos, produtos e concorrentes distintos. Esses fatores impactam diretamente no faturamento, o que significa que alguns nichos vendem mais do que outros. Portanto, se você deseja começar um negócio online quie tenha grande potencial de venda, precisa conhecer quais são esses nichos.

Neste conteúdo, mostraremos quais são os 8 segmentos comerciais que mais geram vendas na internet. Descubra quais são, porque geram grandes resultados e como podem ser explorados.

O que é nicho de mercado?

Nicho de mercado é um segmento comercial ao qual a empresa pertence. Trata-se da categoria de produtos ou serviços oferecidos, como o setor de eletrônicos. Dentro desse nicho, lojas podem vender o que quiserem, até mesmo produtos de algum sub-nicho ainda mais específico e segmentado, mas que tem um público fiel e consumidor.

Um nicho precisa ser escolhido, principalmente, pelo potencial de vendas. Por vezes, um empreendimento é iniciado sem que o produto ou o serviço em questão nunca tenha sido apresentado antes. O grande diferencial é justamente a capacidade de apresentar a ideia como uma inovação, o que também consiste em gerar interesse e resolver problemas.

Um bom nicho deve sempre ser capaz de entregar essa perspectiva de bons resultados no horizonte, por mais único que seja. A ideia central é que não existe nicho bom ou ruim, afinal, se há procura, há negócio. A partir daí, vai da capacidade de cada empreendimento em estruturar um bom modelo de negócio, trabalhar no branding e alcançar o público-alvo.

A importância dos nichos

Não necessariamente você precisa ter um nicho definido na hora de vender online. Há muitas empresas de sucesso que são apenas varejistas generalistas. Muitas delas começam em um nicho, mas acabam escalando sua operação e público-alvo, chegando a patamares altos. Mas lembre-se, isso acontece com um processo gradativo.

As vendas na internet têm uma característica muito específica e que reforça a importância do nicho, que é o fato de o consumidor buscar exatamente o que deseja. Ou seja, em vez de entrar em um varejo generalista, essa pessoa vai ao Google e digita exatamente o que quer, como, roupas de yoga plus size.

O exemplo em questão foi bastante específico, ou seja, nichado, justamente porque é um mercado que pode ser direcionado com precisão a um público. Graças ao posicionamento adequado da marca, somado a estratégias de marketing que deem importância ao inbound, cada vez mais pessoas vão chegar a um negócio como esse na web e, naturalmente, comprar.

Ou seja, o nicho é fundamental para que sua empresa determine de maneira organizada o que vende, para quem vende e como vende. Assim, é possível determinar as boas práticas de branding e entender exatamente as características do nicho.

Quais são os nichos que mais vendem na internet?

É natural a busca por nichos de mercado que tenham os melhores resultados na internet, afinal, ninguém deseja investir dinheiro em uma ideia de baixo potencial. Por isso, listamos a seguir os oito principais nichos e falamos um pouco mais sobre cada um. Veja!

1. Estilo de vida e saúde

O setor de saúde e estilo de vida é um dos que mais têm crescido nos últimos anos. Basicamente, este nicho engloba produtos de categorias como:

  • suplementos alimentares;
  • produtos de alimentação fitness;
  • roupas e acessórios para práticas de esportes.

O que se entende deste nicho é que engloba todo tipo de produto direcionado a uma vida mais saudável, sobretudo para pessoas que adotam essas práticas como parte de seu cotidiano. Impulsionado por influenciadores que compartilham suas rotinas saudáveis nas redes sociais, o segmento tem um ótimo potencial de vendas e já entrega grande faturamento.

Lembre-se de que há uma ampla concorrência neste setor e, para sobreviver, você precisa investir em duas bases: inovação e comunicação de destaque. Ou seus produtos são únicos e incríveis, ou você faz um marketing diferenciado com sua base de clientes. Assim, pode se destacar e fazer sucesso em um nicho que entrega muito.

2. Tecnologia

Tecnologia é um mercado realmente muito amplo e que abrange todo tipo de pessoa. Por isso, é necessário ter certo cuidado na hora de investir em um negócio que comercializa acessórios e aparelhos eletrônicos. Afinal, você pode ir desde computadores até headsets para gamers, ou seja, há muitos sub-nichos dentro da tecnologia.

A alta procura, por si só, é um fator animador para empreendedores, mas deve ser colocado em perspectiva com a alta concorrência. A melhor maneira de fugir dessa disputa exagerada é focar em um só mercado. Por exemplo, vender apenas smartphones, ou somente acessórios para gamers. Quanto mais segmentado, melhor.

Um ponto que faz muita diferença no setor de tecnologia é a credibilidade, principalmente porque muitos desses produtos são de alto valor. Ou seja, o consumidor vai precisar ter a certeza de que sua loja é confiável. Para isso, trabalhe uma boa comunicação nas redes sociais, tenha um bom site e invista em um atendimento de ponta. São fatores que fazem a diferença.

3. Moda e beleza

Em 2021, moda e beleza foi o nicho que simplesmente liderou o número de vendas no e-commerce. O resultado, tão emblemático e animador, mostra para muitos empreendedores que aí há um caminho de excelente potencial. É preciso, no entanto, saber explorá-lo da maneira certa, principalmente porque, mais uma vez, a concorrência é grande.

No nicho, você pode vender produtos como:

  • cosméticos;
  • roupas;
  • lingerie;
  • maquiagem;
  • produtos de beleza no geral;
  • calçados;
  • bolsas e acessórios;
  • perfumaria.

Como se trata de um segmento muito amplo, é sempre uma boa investir em moda e beleza. Aqui, há duas possibilidades interessantes: ser uma revendedora, assim como um varejo tradicional, ou produzir seus próprios produtos. Por exemplo, você pode vender sabonetes e hidratantes naturais feitos de maneira artesanal.

É altamente recomendável estudar bem este nicho de mercado antes de se aventurar. Grandes marcas do setor podem servir de inspiração para estruturar um planejamento de marketing e uma boa estratégia de comunicação de marca.

4. Animais de estimação

O mercado pet no Brasil é o 3º maior do mundo e, em 2021, faturou R$ 51,7 bilhões, números de cair o queixo, mas que também despertam a percepção óbvia: este é um dos nichos que mais vendem na internet e é uma excelente ideia investir nele. A explosão da adoção de pets ocorrida no Brasil durante a pandemia, sem dúvidas, foi um dos motivos que alavancou o mercado.

Este segmento de animais de estimação trata das lojas que vendem produtos e serviços para pets, de forma geral. Podemos listar como principais:

  • rações e alimentação geral;
  • farmácia e cosméticos para pets;
  • acessórios e confecção;
  • brinquedos;
  • itens para a casa, mas relacionados à criação de pets.

É um mercado de muita responsabilidade, mas também bastante divertido, o que abre um caminho produtivo para explorar estratégias de marketing criativas. Donos de pets costumam investir em itens para o bem-estar de seus animaizinhos, o que significa que, praticamente, não há barreiras para explorar os mais diferentes itens.

5. Entretenimento e lazer

Neste nicho, a criatividade conduz as criações de produtos, o que requer a busca por ótimos fornecedores. O mercado de entretenimento e lazer engloba alguns assuntos, entre os principais, games, séries, filmes e, de maneira geral, o mundo geek.

Entretanto, não dá para focar só nisso. Aqui, é possível também trabalhar com itens do universo esportivo, como o futebol, paixão nacional. Entram neste mercado, itens como chuteiras, bolas, tênis, camisas de time de futebol, entre outros produtos relacionados.

Todas as ideias que puderem ser extraídas desses assuntos podem resultar em propostas interessantes de produtos. Algumas pesquisas devem ajudar e você pode, rapidamente, encontrar seu lugar no nicho vendendo itens criativo e originais.

6. Decoração e móveis

Em 2020, após as restrições sociais impostas pela pandemia, um setor do e-commerce se destacou: decoração e móveis. À época, a subida foi de mais de 20%, o que mostra um possível início de maior interesse do público em comprar esses produtos online. Afinal, durante o momento mais crítico da pandemia as lojas e shoppings estavam fechados.

A tendência é que o setor continue expandindo sua operação online, trazendo uma verdadeira nova era de hábitos de consumo. Isso significa que o consumidor não vê como um problema comprar móveis e objetos de decoração pela internet. Para isso, empresas também precisam fazer sua parte na hora de divulgar os itens que estão comercializando.

Portanto, se for investir neste nicho de mercado, trabalhe sempre com fotos de boa qualidade para que os produtos em questão sejam mostrados com o maior nível de detalhamento possível. Não deixe também de fornecer informações técnicas, principalmente nos móveis. Isso vai ajudar a estabelecer uma relação de confiança entre seu negócio e o público-alvo.

7. Personalizados

Itens personalizados têm um lugar especial na nossa lista, já que a internet tem recebido cada vez mais e-commerces desse nicho. Nesta categoria, a ideia é simples: vender produtos diversos e permitir que o consumidor personalize essas mercadorias. Ou seja, as pessoas podem colocar seus nomes, fotos, ou escolher os temas que preferirem.

As camisetas personalizadas abriram caminho para que viessem canecas, chaveiros, quadros, garrafas e uma série de outros itens. Há também aqueles e-commerces que personalizam brindes de festas, como copos e presentes para os convidados. Uma boa loja virtual neste setor é aquela que alia uma ampla oferta de itens a possibilidades variadas de personalização.

Uma boa ideia para seu negócio é também permitir que essas pessoas escolham as estampas para seus itens, mas selecionando também uma opção entre possíveis variações de itens. Por exemplo, um cliente escolhe uma estampa da série The Office, em uma camiseta de manga longa de cor preta. Essas possibilidades tornam o serviço ainda mais incrível!

O que todos esses nichos têm em comum?

Os nichos que mais vendem na internet trazem diferentes possibilidades, dos produtos ao público que os consome. Por isso, a decisão deve ser tomada com muita consciência, entendendo perfeitamente o que cada uma das escolhas vai gerar para o negócio. Cada caminho a seguir em relação ao nicho vai gerar desafios e oportunidades distintas.

Entretanto, estamos falando de diversas possibilidades de negócios, mas todos eles no mesmo ambiente: o digital. Diante disso, o grande ponto de convergência, ou seja, o que todos esses nichos têm em comum, é que podem funcionar em lojas virtuais. Esse é um ponto fundamental para alcançar seu público-alvo e, principalmente, gerar vendas.

Para todos esses nichos será necessário ter uma estratégia digital de marketing, uma estruturação logística e também um atendimento de ponta. Porém, o fator mais certeiro que todos os nichos apresentados têm em comum é a necessidade de um site de vendas. Essa plataforma será a casa da sua empresa na internet.

Além de ser esse local de recepção dos consumidores, um bom site também precisa ser uma loja virtual. Vender pelo site é mais seguro, traz maior organização para seu negócio e, principalmente, gera maior credibilidade para a empresa. Tenha certeza: seu público vai preferir comprar em um site bem estruturado em vez de negociar pelo Instagram, por exemplo.

O Bagy pode ser a solução certeira

Com o Bagy, você estrutura sua loja virtual e começa a vender em poucas horas, tendo todo o suporte do time de especialistas da empresa. Você ainda consegue assessoria para conquistar a sacolinha no Instagram, o que é fundamental para colocar preços nos seus produtos e se conectar rapidamente com seu site.

Escolher uma opção entre os nichos que mais vendem na internet é uma das etapas que mais exigem planejamento e visão de futuro. Por isso, entender mais sobre os detalhes ao longo deste conteúdo é fundamental.
Já escolher o site para sua marca é a parte mais fácil. A Bagy é a melhor solução para quem quer um site completo e que venda muito!

Pedro Fonseca

Especialista em Marketing e Estratégias Digitais, atua no mercado de e-commerce a mais de 3 anos. Hoje seu principal foco, como CMO na Bagy, é trazer conteúdo relevante para empreendedores de todos os portes e segmentos, a fim de melhorar seus resultados e disseminar boas práticas no comércio eletrônico.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.