Vendas

Como transformar seguidores em clientes: 12 dicas infalíveis para uma estratégia de sucesso

prospecção de cliente

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Quer saber como transformar seguidores em clientes? Aposte em segmentação, consistência e conteúdo de qualidade. Esses são os principais ingredientes de uma estratégia de sucesso nas redes sociais!

Parece contraditório, mas muitas empresas, apesar de conquistarem milhares de seguidores, não sabem como vender nas redes sociais. É o seu caso? Não se preocupe, pois há muitas maneiras de mudar essa situação.

Construir audiência é algo muito importante na internet, mas requer foco e planejamento para evitar armadilhas, como achar que simplesmente aumentar o público é suficiente. E o pior é que esse tipo de desentendimento é capaz de motivar empreendedores a cometerem erros ainda mais graves, como comprar seguidores ou bombardear o público com anúncios repetitivos.

Neste artigo, ensinamos a montar e a executar uma estratégia realmente eficaz nas redes sociais. São ações que não só aumentam o alcance do seu conteúdo e das suas ofertas, como permitem que você se aproxime das pessoas certas, da maneira certa. Bora conferir?

Ter muitos seguidores significa vender muito?

Antes de seguirmos para nossa lista de boas práticas sobre como transformar seguidores em clientes, precisamos ter uma conversinha sobre “vaidade”, algo que se passa com muitos empreendedores.

Não entenda mal, o assunto aqui são as chamadas métricas de vaidade, resultados que parecem ser ótimas notícias para o seu negócio, mas que, na prática, ajudam muito pouco ou nada. Veja alguns exemplos:

  • Um anúncio com muitas visualizações parece bom, mas e se tiver poucos ou nenhum clique?
  • Uma loja online que recebe milhares de visitantes todos os dias parece algo ótimo, mas e se a quase totalidade desses usuários sequer monta um carrinho?
  • E, finalmente, o foco do nosso post: de que adianta ter milhares de seguidores no perfil da sua empresa se poucos deles pensam em se tornar clientes?

Já deu pra entender, não é? Mas e como fugir dessas falsas vitórias no empreendedorismo online?

Bem, a primeira coisa a fazer é descobrir qual o verdadeiro objetivo do seu negócio ― o que não precisa ser, imediatamente, vender. Muitas empresas começam na internet construindo autoridade ou aumentando seu alcance, por exemplo.

Em todos os casos, porém, o que você precisa é atrair público qualificado, ou seja, pessoas que realmente se interessam pelo que você faz e podem vir a se tornar clientes. É com esse objetivo em mente que reunimos as orientações a seguir.

12 dicas incríveis de como transformar seguidores em clientes

É hora de transformar likes em vendas! Confira, agora, 12 ações infalíveis para desenvolver um trabalho de excelência nas redes sociais! Anote aí!

Conheça seu público

Existem muitas razões para você dar prioridade às mídias sociais na divulgação do seu negócio. A maior delas é a abrangência. Uma projeção do portal Statista, prevê que o número de usuários ativos nessas plataformas chegará a 4,41 bilhões em todo o mundo ― cerca de 157 milhões apenas no Brasil.

Isso significa que o seu público certamente marca presença nesses espaços online e é fundamental que a sua empresa também esteja presente. O desafio, porém, é encontrar as pessoas certas neste grande oceano de usuários.

Se você já tem clientes, é por eles que você deve começar. No entanto, como a interação nas redes sociais é mais próxima, precisamos ir além dos tradicionais dados demográficos, como idade, gênero e localização. Você deve entrar em contato com seus clientes para saber quem eles realmente são, descobrir seus ideais, seus problemas e o que eles realmente procuram.

Com essas informações, conseguimos construir personagens que se aproximam muito do que seria um cliente perfeito, algo que chamamos de persona. Com essa referência, você poderá criar conteúdos e ofertas muito mais segmentadas e eficazes para o seu público.

Caso ainda não tenha uma base de clientes, você pode dar uma espiadinha nas interações das pessoas nos canais dos seus concorrentes. É possível saber muito sobre elas analisando comentários, reações e avaliações postadas na internet.

Seja criativa!

Essa dica parece óbvia, mas é frequentemente negligenciada pelas empresas nas redes sociais. Você sabe o que é uma estratégia preguiçosa? É aquela que se limita a apenas o que os outros fazem. E nem precisa dizer porque você deve evitar cair nesse comodismo, né?

A internet é um espaço extremamente concorrido e, para se destacar, é preciso fazer algo diferente, original, algo que realmente chame a atenção das pessoas.

Não existe uma fórmula mágica para a criatividade, mas saiba que a melhor forma de obter inspiração é justamente estudando o mercado e o seu público. As boas ideias não surgem do nada, elas geralmente se encontram escondidas em pequenas brechas que podem ser descobertas ao analisar o mercado mais de pertinho.

Lembre-se também que não é preciso criar posts arrasadores ou inesquecíveis para ter sucesso. Na verdade, são pequenas ações descontraídas que costumam engajar a audiência nas redes sociais. E isso nos leva à próxima dica.

Interaja com a sua audiência

As redes sociais são muito atrativas para os usuários, e uma das principais razões disso é que elas são espaços extremamente interativos. Em vez de, simplesmente, consumir conteúdos passivamente, as pessoas podem expor suas opiniões e reações publicamente, compartilhar, comentar e também criar suas próprias postagens.

A sua empresa tem muito, mas muito mesmo, a ganhar abraçando essa característica. Ou seja, além de fazer publicações, você deve incentivar as pessoas a curtirem, reagirem e comentarem ― e nada de deixá-las sem resposta, tá?

Parece muito simples, mas é algo extremamente poderoso. Grandes organizações, que se tornaram gigantes com a ajuda das redes sociais, devem grande parte do seu sucesso a essa atitude.

Perceba que você tem ainda mais a ganhar adotando uma linguagem leve e divertida ― se fizer sentido para o seu negócio, claro. 

Nos dias de hoje, marcas e clientes conversam como amigos, e é a partir desse princípio que você deve orientar a sua comunicação, não só nas redes sociais, mas também nos chats, no site e nas mensagens de e-mail.

Trabalhe com influenciadores

Outra característica importante no comportamento do consumidor que ganhou maior dimensão com o crescimento das mídias sociais é a busca por curadorias. Isso significa que, diante de tantas informações e escolhas disponíveis atualmente, as pessoas procuram por autoridades ou personalidades marcantes para orientar o seu consumo.

A promoção de grandes companhias por celebridades é algo muito tradicional na publicidade. Entretanto, pequenos negócios também têm conseguido obter resultados com essa estratégia trabalhando em nichos nas redes sociais e fazendo parcerias com os chamados micro influenciadores.

Estes perfis, apesar do número relativamente pequeno de seguidores (entre 10 e 100 mil), contam com uma audiência muito específica e engajada. Ou seja, são perfeitos para atrair público qualificado!

Aposte no storytelling

Quer saber como transformar seguidores em clientes no Instagram ou em qualquer outra rede social e ainda construir uma grande rede de apoiadores do seu negócio? É simples: conte histórias!

A técnica storytelling é bastante difundida na internet, mas frequentemente gera estranhamento. Como assim contar histórias se isso não tem a ver com o que a minha empresa faz?

Entenda que esse trabalho não significa transformar a divulgação da sua empresa em um roteiro de cinema, mas incorporar elementos dessas obras na sua estratégia de conteúdo, como:

  • personagem: que pode ser um cliente (real ou fictício) ou uma autoridade do negócio que vivencia a transformação gerada por seu serviço ou por seus produtos;
  • conflito: elemento, causa ou problema que reflete as dores do seu público, como uma falha ou problema frequente no mercado que a sua empresa pode resolver;
  • mensagem: a ideia que você pretende transmitir com todas essas ações, algo que seja estimulante e que faça com que as pessoas a abracem, como uma qualidade exclusiva dos seus produtos.

Esses elementos não precisam estar presentes em uma só publicação. O ideal é trabalhá-los ao longo de uma série de conteúdos, de modo que as pessoas sejam conduzidas em uma jornada, a chamada jornada do cliente.

Analise as métricas das redes sociais

Uma das maiores revoluções geradas pelo Marketing Digital se deve a sua enorme capacidade de mensuração de resultados. Na internet, conseguimos fazer um verdadeiro raio X em nossas ações de divulgação para entender o que, de fato, funciona e o que requer algum ajuste.

Quase todas as plataformas oferecem um painel para visualização de dados. Uma das mais famosas é o Insights do Instagram, que nos permite entender o perfil e o comportamento das pessoas que recebem e interagem com o conteúdo postado na rede social.

Uma das dúvidas mais comuns de quem divulga sua marca na internet, por exemplo, são quais os melhores dias e horários para postar. Embora existam recomendações generalistas sobre isso, o ideal é analisar o comportamento da sua audiência, especificamente, dentro do Insights.

Existem várias outras plataformas de monitoramento que podem te ajudar a planejar e refinar a sua estratégia. Cabe a você descobrir quais delas você precisa e utilizá-las com sabedoria.

Planeje e aprimore a sua estratégia de conteúdo

Embora boa parte do conteúdo postado nas redes sociais inspire espontaneidade, na maioria das vezes existe uma estratégia muito bem desenhada por trás dessas publicações. Isso vale até para as seções de criação e consumo rápido, como nos Stories e Reels do Instagram.

Uma estratégia bem desenhada, baseada em estudos e testes, não só torna a sua divulgação profissional, como permite analisar seus resultados com muito mais precisão. Só não pense que analisar é o suficiente, tá bom?

Além de conferir os dados, é preciso usá-los para aprimorar as suas ações. Nenhuma estratégia nasce perfeita e a internet, por si só, é um ambiente extremamente fluido que nos obriga a inovar constantemente. Suas ações, portanto, devem ser flexíveis e acompanhar as tendências do seu público.

Faça anúncios (mas sem exagero)

Anunciar é fundamental, especialmente no varejo. Postagens coerentes e recorrentes nas redes sociais são capazes de despertar o interesse e a admiração do público pela sua marca e seus produtos. Já os anúncios são aquele empurrãozinho final que tem o poder de transformar seus seguidores em clientes fiéis.

Suas postagens patrocinadas devem ser produzidas com o mesmo cuidado (em termos de qualidade e segmentação) empregado nos demais conteúdos. No entanto, tão importante quanto isso é saber como dosar adequadamente os seus anúncios.

O mais recomendável é começar aos poucos e nunca exagerar. As pessoas são bombardeadas por anúncios o dia inteiro, o que as faz ignorar a maior parte deles, especialmente os mais repetitivos.

Uma boa referência para quem está começando é o clássico Princípio de Pareto, a tendência que prevê que 80% dos efeitos surgem a partir de 20% das causas. Nesse caso, porém, usamos a proporção como referência para a produção de conteúdo, ou seja, recomenda-se que 80% das suas postagens sejam comuns (gratuitas ou orgânicas) e 20% delas, impulsionamentos ou anúncios (tráfego pago).

Compartilhe depoimentos de clientes

Por mais que a sua marca seja forte e extremamente confiável, não há nada que se compare à opinião de outras pessoas. As plataformas na internet sabem disso e é, por isso, que a maioria delas dá espaço para que as pessoas comentem e avaliem produtos e serviços livremente.

Isso é o que chamamos de prova social: depoimentos ou evidências públicas que comprovam as promessas do seu negócio.

As pessoas se sentem mais confiantes para comprar quando se deparam com clientes satisfeitos, primeiro por se tratar de uma ação espontânea e, segundo, por essas declarações serem geradas por pessoas como elas. É pura empatia!

Você pode incentivar seus clientes a deixarem depoimentos mandando mensagens por e-mail ou chat perguntando o que acharam e como se sentem. Só não vale oferecer brindes ou descontos em troca desse tipo de ação, ok? Os depoimentos devem ser espontâneos e sinceros!

Aposte em ofertas e promoções

Não podíamos deixar de falar nas tradicionais ofertas e promoções, especialmente para quem é lojista, não é mesmo?

Essas ações nunca saem de moda e podem ser um ótimo instrumento para aumentar seus clientes no Instagram e em outras redes sociais. Uma boa dica são os famosos cupons de desconto. Na internet, inclusive, você encontra vários templates para usar.

Nesse tópico, vale a mesma recomendação que citamos para os anúncios. Suas promoções só terão bons resultados se estiverem incluídas em uma sequência de publicações consistente. 

A pior coisa que você pode fazer é sumir e só aparecer para falar sobre anúncios e ofertas. O sucesso do anúncio ou da promoção se constrói muito antes da sua publicação.

Tenha um site de vendas profissional

As redes sociais têm tudo o que você precisa para fazer um negócio girar, mas é preciso ter em mente que o espaço que elas oferecem não é realmente seu. Dentro dessas plataformas, você está limitada à tecnologia, às regras e ao visual desse espaço. É, por isso, que você tem muito a ganhar investimento em um site de vendas profissional.

Com uma loja própria, você tem um cantinho realmente seu na internet e pode oferecer muito mais vantagens aos seus clientes, como melhor visualização de produtos e meios de pagamento mais vantajosos. Isso sem falar na credibilidade que um só um endereço www pode oferecer ao seu negócio.

E não pense que isso é algo difícil de ser implementado. Com a ajuda de aplicativos, como o Bagy, você consegue criar uma loja profissional em poucos minutos e ela já vem integrada ao Mercado Livre e ao Instagram.

Ative a sacolinha do Instagram

Na prática, a famosa sacolinha do Instagram é o pequeno ícone em formato de sacolinha exibido no canto esquerdo das publicações de produtos. Clicando nele, o usuário vai direto para a página de venda do site da loja e consegue fazer a compra rapidamente.

O objetivo desse recurso, portanto, é simplificar o processo de compra e aumentar as suas chances de fazer uma venda, especialmente naquelas pequenas janelas de oportunidade em que seu cliente está muito motivado, mas acaba desanimando quando encontra algum obstáculo.

Mas não é só isso. Como o recurso só é habilitado para lojistas que cumprem uma série de requerimentos, ele agrega muito profissionalismo ao seu negócio, o que também contribui para as vendas. Ativar a sacolinha não é difícil, mas requer alguns investimentos, configurações e cuidados. Se você não tem experiência no assunto, o ideal é contar com a ajuda de empresas especializadas, como o Bagy.

Nossas dicas ficam por aqui. Como você pôde perceber, o segredo do sucesso nas redes sociais é desenvolver ações consistentes e bem segmentadas. E não se esqueça: não há como transformar seguidores em clientes sem uma estratégia bem desenvolvida e que seja adaptável às mudanças do mercado.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.