Gestão

Entenda o que é lucro real e como calcular para seu e-commerce

Imagem ilustrativa de vendedor calculando o lucro real.

Veja o que você irá encontrar neste artigo

O lucro real é um regime tributário que considera somente o lucro líquido como base de cálculo para os impostos. Ou seja, desconta os custos e despesas, diminuindo o valor da contribuição. Qualquer empresa pode adotar esse enquadramento, sendo uma alternativa flexível e que traz redução nas alíquotas!

Se você possui um negócio online em crescimento, pode ter dúvidas se o lucro real é o melhor regime tributário para ele.

Afinal, esse enquadramento é voltado para empresas com faturamento considerável, e pode trazer vantagens no cálculo dos impostos.

Por outro lado, é um modelo que existe um planejamento estratégico aprimorado, pois depende de uma base concreta com todos os lucros e despesas do período.

Nesse caso, antes de optar por esse formato para o seu e-commerce, vale a pena conhecer mais sobre ele e entender qual a diferença para os outros regimes.

Para te ajudar, separamos um conteúdo especial sobre esse formato tributário, com tudo que você precisa saber antes de mudar a classificação da sua empresa.

Confira quais as taxas, características e vantagens do lucro real, e saiba quando vale a pena trocar o seu enquadramento para aproveitar um cálculo mais flexível!

O que é lucro real?

O lucro real é um regime tributário que determina como as empresas devem calcular seus impostos. Nesse caso, ele usa como base os ganhos efetivos das operações, descontando todas as despesas e custos. 

Ou seja, é um método de apuração simples, que considera a realidade econômica da empresa, ao contrário de outros formatos, que usam critérios presumidos ou estimados.

Além disso, o lucro real é importante porque permite que as empresas tenham mais precisão na apuração de seus impostos.

Como consequência, evitam pagar mais impostos do que necessário, algo que compromete a saúde financeira do negócio.

Esse regime também permite que as empresas descontem as despesas das suas atividades, algo que deixa o imposto menor.

No entanto, vale lembrar que esse regime exige uma contabilidade mais detalhada, para não se perder nas contas.

Nem todas as empresas são obrigadas a adotar esse formato, pois depende do seu porte, atividade e faturamento.

Cansado de tentar vender online sem sucesso? Este webinar é para você.

Lucro real x lucro presumido

Podemos dizer que a principal diferença entre o lucro real e o lucro presumido é o critério de apuração do imposto que cada empreendimento deve pagar.

No formato Real, a base considera apenas o lucro líquido, descontando custos e despesas da rotina. 

Dessa forma, as empresas podem deduzir seus principais gastos da tributação, tendo uma economia na contribuição.

Enquanto isso, no lucro presumido, o imposto é calculado com base em uma margem prevista anteriormente, com base apenas na receita bruta da empresa. Ou seja, desconsidera suas despesas reais.

Embora seja uma forma simplificada, que permite estipular o lucro e a tributação, trata-se de um modelo mais complexo. Afinal, ele pode trazer tributos maiores ou menores, a depender do faturamento mensal.

Por isso, é um regime indicado para empresas com uma margem de lucro mais elevada, em relação aos seus custos.

Quando e como aderir ao lucro real?

O lojista deve optar pelo lucro real no início do ano-calendário ou quando começar suas atividades, sendo obrigatório apenas quando sua receita bruta anual ultrapassar R$78 milhões.

Nesse caso, se o empreendedor possuir outro enquadramento, mas quiser adotar esse regime, precisa esperar até o começo do próximo ano.

Enquanto isso, outros lojistas que estejam começando também podem considerar a opção, mesmo sem obrigatoriedade.

Por outro lado, como nem todas as empresas são obrigadas a adotar o lucro real, é importante analisar as particularidades do negócio e as regras da legislação tributária.

Para adotar esse regime, o responsável deve comunicar à Receita Federal até o último dia útil do mês de janeiro. 

Além disso, é fundamental manter uma contabilidade organizada, para comprovar que é possível adotar esse enquadramento.

Periodicamente, será necessário informar a apuração do lucro líquido efetivo e a discriminação das despesas e custos reais.

Também existem obrigações na apresentação de documentos, incluindo:

  • Livro Diário; 
  • Livro Razão; 
  • Livro de Inventário; 
  • Livro de Apuração do lucro real; 
  • Livro para Registros de Entradas e Saídas.

Deixar de apresentar esses documentos pode trazer penalidades fiscais, além da possibilidade de desenquadramento.

Por isso, vale apostar em uma empresa de contabilidade profissional. E além de um setor financeiro adequado, também é interessante ter uma plataforma de controle completa, para conferir cada atividade.

Vantagens do lucro real

O lucro real apresenta diversas vantagens em relação a outros regimes tributários, como o lucro presumido e o simples nacional. 

Nesse caso, se estiver em dúvida sobre esse enquadramento, vale a pena conferir esses pontos positivos sobre o modelo antes de adotá-lo. Veja mais detalhes:

Tributação ajustada a realidade da empresa

No lucro real, a tributação é calculada com base no lucro líquido efetivo da empresa, respeitando sua realidade.

Isso porque o modelo considera também suas despesas e gastos para realizar as atividades, diminuindo a contribuição.

Dessa forma, o empreendimento pode pagar impostos de acordo com sua realidade financeira, sem gastar mais do que é necessário em tributos.

Ainda, possibilita um cálculo personalizado para cada negócio, sem taxas totalmente fixas, algo que aumenta a contribuição para alguns casos.

Abertura para créditos de PIS e COFINS

Além disso, as empresas que optam pelo lucro real podem aproveitar créditos de PIS e COFINS para quitar eventuais despesas das suas atividades.

Isso permite arcar com menos impostos, melhorando a situação financeira ao disponibilizar mais recursos para investimentos.

O abate é proporcional à cada segmento e companhia, um fator positivo para se adequar às necessidades do negócio de maneira mais flexível.

Com o reajuste nas porcentagens dessas contribuições, é uma vantagem interessante para os empreendedores terem créditos para descontar na tributação.

Assim, torna o enquadramento ainda mais vantajoso para a empresa, especialmente do ramo comercial.

Abertura para planejamento tributário

Vale mencionar, ainda, que o lucro real oferece mais oportunidades para o planejamento tributário da empresa.

Afinal, ele conta com uma contabilidade mais detalhada, podendo se basear em valores anteriores para ter previsões ainda mais concretas.

Também é um regime que combina com a realidade atual do negócio, sem taxas fixas ou a necessidade de prever o faturamento, por exemplo.

Dessa forma, se um período for mais positivo que outro, os impostos acompanharão esse cenário, e a empresa se beneficia com oportunidades de pagar menos impostos, estando dentro da lei.

Como calcular lucro real para lojas virtuais

O cálculo do lucro real para lojas virtual segue etapas parecidas para negócios virtuais, apurando o lucro líquido e aplicando os percentuais de cada imposto.

Esse processo pode acontecer em diferentes períodos, mas é comum que acontece trimestral ou anualmente.

O primeiro passo é encontrar a base de cálculo, utilizando uma fórmula simples. Basta subtrair as despesas da receita do período e encontrar o total.

Nesse caso, seria Receita – Despesas = Lucro Real. Isso permite encontrar os valores exatos de contribuição sem incluir os gastos nos impostos.

Contudo, é nesta etapa que a documentação e o monitoramento das atividades se torna tão importante, pois o administrador deve reunir cada entrada e saída ao longo do período, para não ter uma base errada de cálculo.

Por isso, reúna todos os livros e comprovantes para confirmar antes de estabelecer o valor final de cálculo.

Em seguida, com esse total, será possível traçar a contribuição a partir das taxas e alíquotas desse regime.

Corra! Esta oferta não vai durar para sempre! Garanta sua loja online por apenas R$1 no primeiro mês! Cupom: 1MÊS1REAL

Quais são as alíquotas?

Atualmente, a alíquota aplicada pelo órgão é de 15% para lucros de até R$20 mil mensais. Além disso, existe um adicional de 10% quando o faturamento for superior a este valor no mesmo período. 

Por exemplo, um lojista que possui lucro real de R$40 mil em um trimestre deverá calcular 15% sobre o lucro de R$20 mil, equivalente a R$3.000, mais 10% sobre os R$20 mil excedentes, no caso, R$2.000. Assim, sua contribuição final será de R$5 mil ao todo.

Além disso, é importante destacar que empresas desse enquadramento também coletam a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CLSS). A porcentagem atual é de 9% em relação ao lucro do período.

Recentemente, a base tributária passou por algumas mudanças, e o PIS passou a ser 1,65%, enquanto o COFINS pode chegar a 7,6% sobre as receitas.

Por fim, basta considerar esses tributos no pagamento e realizar a contribuição corretamente, com descontos simples para o negócio.

O lucro real pode ser o regime ideal para a sua loja virtual, com flexibilidade nos cálculos e possibilidade de descontos nos impostos.

No entanto, é importante ter um monitoramento organizado das suas atividades, para não perder nenhum valor na base de cálculo.

Por isso, conte com a plataforma da Bagy para montar seu negócio de forma completa e estruturada. Confira nosso Webinar e veja como turbinar suas vendas com essa solução!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.