Gestão

Índice de lucratividade: o que é? Como calcular o do seu negócio?

Imagem ilustrativa de indice de lucratividade

Veja o que você irá encontrar neste artigo

O índice de lucratividade é um indicador que mensura a eficiência das operações realizadas na sua empresa e pode te ajudar a conhecer melhor a geração de lucro sobre os seus negócios.

Para muitos empreendedores, o índice de lucratividade de seu negócio ainda é um fator que pode gerar dúvidas. Apesar de ser extremamente importante entender esse indicador, nem todos sabem exatamente o que ele significa. 

Se você deseja crescer no mercado, é preciso conhecer as principais métricas que impactam a sua empresa e saber diferenciar cada uma delas. Dessa forma, você consegue avaliar o sucesso dos seus negócios de forma real. 

O índice de lucratividade representa a eficiência das operações da sua empresa, considerando todos os fatores necessários para as suas atividades e, principalmente, geração de receita. 

É importante compreender que o índice de lucratividade difere do lucro bruto, que é o resultado do cálculo da receita do negócio sem considerar os custos variáveis.

No lucro bruto, é tido como um indicador que varia a depender do ritmo de produção. Já o índice de lucratividade mede a eficiência operacional da empresa sob valores percentuais. 

Assim, considera o lucro líquido e a receita bruta em seu cálculo. Isso produz um resultado mais preciso, que demonstra resultados reais, que não estarão mascarados por desconsiderar fatores de relevância para a empresa. 

Nós te explicaremos direitinho como calcular lucratividade para mapear melhor as finanças da sua empresa e evitar prejuízos. Vamos nessa?

O que é o índice de lucratividade?

O índice de lucratividade é um dos mais importantes KPIs que você deve acompanhar para entender o desempenho da empresa e manter os seus negócios nos trilhos. 

Ele te ajuda a mapear e promover uma melhor gestão financeira da sua empresa, avaliando se ela está gerando lucro o suficiente para pagar as contas e se desenvolver. 

É com esse indicador que você mede a eficiência operacional do seu negócio

Assim, é possível conhecer o potencial de geração de rendimentos dos seus produtos e projetos e, com essa informação, saber para onde direcionar as energias. 

Ou seja, o índice de lucratividade é o lucro líquido em relação ao valor total da receita da sua empresa. Entenda os conceitos:

Receita total 

A receita total é o valor total recebido pelo seu negócio, sem contar descontos ou pagamentos que ainda devem ser realizados. 

Lucro líquido

O lucro líquido é o valor restante que ficará para a sua empresa após a realização dos pagamentos e descontos que você deve. 

O índice de lucratividade considera esses indicadores em seu cálculo, podendo ser muito positivo para ampliar o entendimento sobre como estão as suas contas e ações a tomar para entender os resultados e melhorá-los. 

Você deve, inclusive, aproveitar as oportunidades do cotexto socioeconômico e mercadológico sobre a sua empresa para calcular esses indicadores. 

Recentemente, os micro e pequenos empresários voltaram a ter confiança na melhora econômica do Brasil. Segundo a Sondagem Econômica MPE, promovida pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV). 

Essa pesquisa apontou que o Índice de Confiança de Micro e Pequenas Empresas (IC-MPE) teve um aumento de 2,7 dígitos e atingiu 100,6 pontos, a melhor pontuação já registrada desde 2013.

Ao se atentar a esses momentos e janelas de oportunidade, você deve investir em ferramentas para conhecer melhor o quadro financeiro da sua empresa e, a partir daí, tomar atitudes pelo seu desenvolvimento. 

O índice de lucratividade é uma ferramenta diagnóstica que te apresenta o desempenho do seu negócio e, nessas situações, pode te mostrar o que melhorar e onde investir.

Então, vamos aprender como calcular lucratividade?

Como calcular o índice de lucratividade do seu negócio?

Existem formas práticas de calcular o índice de lucratividade do seu negócio. Os resultados obtidos por esse indicador serão muito úteis para mensurar a eficiência operacional da sua empresa e mapear sua situação. 

A forma mais prática de fazer esse cálculo é dividindo o lucro líquido da sua empresa pela receita total e depois multiplicar o resultado dessa operação por 100.

Se manter informado sobre os lucros e rendimentos da sua empresa é fundamental. Isso vai te permitir tomar atitudes caso as coisas não estejam correndo bem

Conforme informações do IBGE, 48% das empresas brasileiras fecham em até três anos, e o principal motivo é a falta de gestão eficiente. 

Por isso, se mantenha atento aos processos relativos aos seus negócios, atualizado sobre as demandas de mercado e conectado aos desejos do consumidor

Essa é uma parte importante da gestão de negócios. Por isso, te explicamos, na prática, como calcular lucratividade:

Exemplo prático de como calcular o índice de lucratividade

Agora você conhece a diferença entre lucro bruto, receita total, lucro líquido e, claro, lucratividade. 

Possivelmente, já percebeu a importância de calcular e aplicar esses indicadores para desenvolver ferramentas que tragam prosperidade e desenvolvimento para a sua empresa. 

Desse modo, te explicamos como calcular lucratividade, na prática: 

Para começar os cálculos, você aplicar a seguinte fórmula:

Lembre-se que receita bruta é a soma dos rendimentos do negócio antes dos descontos e o lucro líquido equivale ao valor remanescente para a empresa após o pagamento das dívidas. 

Imagine que você tenha uma loja de dez reais, em que vende um determinado produto por esse preço. 

Após a venda, cerca de 20% desse valor (ou R$ 2,00), é usado para cobrir a carga tributária. Outros R$ 1,50 se referem aos valores de material e mais R$ 1,50 serão usados para quitar a mão de obra. 

Com isso, estima-se que, a cada unidade vendida, você obterá um lucro líquido de R$ 5,00. 

E é importante visualizar o longo prazo nessas contagens. Se durante um mês a sua empresa vendeu 300 itens, a receita bruta será de R$ 3.000,00. 

Contudo, o valor do lucro líquido será de R$ 1.500,00.

A partir daí, você deve calcular: 

Lucratividade (%) = R$ 1500,00 / R$3.000,00 x 100

O valor percentual de lucratividade é igual a 0,5 x 100, ou seja, de 50%. Portanto, a lucratividade atinge o percentual de 50% nesse exemplo.

Para o caso de seus custos serem de apenas R $5,00, sua lucratividade aumentaria para 65%. 

Isso, especialmente, se considerar a carga tributária fixa, porque se ela aumentasse para R$ 4,00, a lucratividade seria de 30%.

Por trás da matemática, existem informações valiosas que vão te mostrar como está a eficiência da sua empresa, se as estratégias de vendas negócios estão funcionando e muito mais. 

Você pode aplicar o índice de lucratividade ao cenário geral da sua empresa ou, ainda, fazê-lo por setores — para ter uma perspectiva cada vez mais específica e acurada. 

É importante, também, estabelecer uma periodicidade para a realização do cálculo. Assim, você sempre ficará por dentro de tudo o que ele representa e como está o desenvolvimento da sua empresa ao longo do tempo. 

Mas, sabendo desses índices e resultados, como analisá-los? Pode parecer complicado, mas não é! Entenda:

Como analisar o resultado do índice de lucratividade?

Os resultados apresentados pelo índice de lucratividade são percentuais, apontando o desempenho geral do negócio. 

Ao avaliar o resultado apontado no cálculo acima (30%), é possível perceber que há, sim, eficiência operacional — comprovada pelos índices positivos. 

Nesse caso, demonstra-se que para cada R$10,00 vendidos, a lucratividade é de R$ 3,00. 

Essa deve ser a proposta dos empreendimentos: trabalhar com um bom índice de lucratividade, que apresente valores positivos e consideráveis. Com isso, será possível fazer investimentos e desenvolver ainda mais a sua empresa! 

Como entender o resultado do índice de lucratividade em diferentes visões?

Como destacamos, é possível aplicar o índice de lucratividade em diferentes setores da sua empresa para, então, assimilar diferentes perspectivas sobre a situação da sua empresa no mercado. 

Além disso, você deve estudar os dados propostos ali nos resultados por meio de uma visão contábil e financeira e, claro, uma visão gerencial:

Análise gerencial

A proposta da análise gerencial é usar os resultados do índice de lucratividade para melhorar a tomada de decisões dos gestores da empresa. 

Você consegue obter um Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE) gerencial com esses dados e alinhar os objetivos e estratégias ao que os resultados expõem, buscando desenvolver os lados mais fracos da empresa. 

Essa ação vai te mostrar os melhores cenários, onde investir e o que precisa ser melhorado na empresa, além de apontar as forças — que sempre podem crescer. 

Análise contábil

A análise contábil considera os resultados da lucratividade para desenvolver o posicionamento de mercado da sua empresa. 

Você pode obter bons relatórios de desempenho com essa documentação, use as estruturas de Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE) contábil para captar mais detalhes sobre seu fluxo de caixa e toda a contabilidade. 

Essas informações podem tornar o seu resultado contábil mais realista, com definição dos prazos de serviços que você prestou e que te foram prestados e sua relação com as notas fiscais. 

Aplique o índice de lucratividade na realidade contábil da sua empresa e obtenha maior precisão nos panoramas financeiros que ela te oferece. 

Qual a diferença entre lucratividade e rentabilidade?

Como destacamos ao longo desse texto, existem diversos tipos de indicadores que você pode (e deve) aproveitar para conhecer melhor os quadros gerenciais e financeiros da sua empresa. A lucratividade e rentabilidade fazem parte desse grupo!

Na prática, a diferença entre esses índices está em sua base de cálculo:

  • Lucratividade: 

É calculada com base no lucro líquido e receita total do negócio

A lucratividade é, basicamente, a eficiência e capacidade operacional que a empresa tem de gerar lucro. A fórmula para o cálculo da lucratividade é lucro líquido/receita total x 100. 

  • Rentabilidade: 

A rentabilidade relaciona o lucro aos valores investidos na empresa. Ela é calculada para permitir que o lojista entenda qual é o seu custo de oportunidade de investimentos iniciais para abrir a empresa. 

A fórmula para o cálculo da lucratividade é lucro líquido/investimento x 100.

Lucratividade não é a mesma coisa que lucro: entenda a diferença

Apesar de remeterem a algo similar, lucratividade e lucro são índices diferentes

Basicamente, o lucro é definido pelo cálculo da dedução de valores recebidos nas vendas em relação aos custos e despesas. 

A fórmula para o cálculo do lucro é receitas — despesas = lucro.

A lucratividade se relaciona ao montante de vendas e receita total, oferecendo um panorama mais detalhado e expressivo de como estão os negócios para o lojista. 

Você precisará conhecer ambos os indicadores (e muitos outros) para fazer a melhor gestão das suas finanças e manter as contas da empresa em dia. 

Esses dados vão te ajudar a definir os preços dos seus produtos, conhecer os seus gastos e visualizar melhor os rendimentos da sua empresa. ]

Afinal, qual é a importância do índice de lucratividade para uma empresa?

O índice de lucratividade é uma ótima ferramenta operacional e contábil para a sua empresa. Ele é importante porque vai te mostrar a relação entre o seu lucro e receita e, com isso, fornecer informações precisas sobre a empresa. 

A lucratividade traz transparência e clareza sobre o momento vivido pela empresa, o que deve ser um incentivo para calculá-la periodicamente. 

Você pode usar seus resultados para corrigir erros, tomar decisões diferentes, acompanhar a execução dos planejamentos da empresa e entender melhor o seu posicionamento no mercado. 

Tudo isso permite que você faça uma gestão contábil e gerencial mais realista e desenvolva boas soluções e propostas para a sua empresa. 

Portanto, use os índices de lucro e rentabilidade, aprenda como calcular lucratividade, avalie os cenários e decisões da sua empresa e aplique todas as informações que obtiver em seu desenvolvimento e melhora! 

Afinal, com certeza você quer crescer… não é mesmo? Então, precisa buscar dicas, conteúdos e notícias para se desenvolver e aprender a usar melhor todas essas ferramentas e estratégias para chegar lá. 

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Tenha um site pronto para sua loja vender!