Empreendedorismo

Conheça os 9 primeiros passos para empreender e faça sucesso com seu e-commerce

Imagem ilustrativa sobre os primeiros passos para empreender.

Veja o que você irá encontrar neste artigo

A transformação digital abriu uma série de oportunidades para quem quer ter o seu próprio negócio, mas nem sempre é fácil dar os primeiros passos para empreender. A boa notícia é que existem algumas dicas que podem facilitar o início da sua jornada no mundo do empreendedorismo.

O empreendedorismo digital abriu várias portas para profissionais dos mais diferentes segmentos e origens, certo? Apesar disso, é muito comum ter dúvidas em um momento tão importante para o seu futuro profissional. Então, afinal de contas, quais são os primeiros passos para empreender?

Felizmente, existem algumas dicas que podem ajudar bastante a desenvolver o seu negócio próprio e ter sucesso. Tudo isso sem que você precise ter recursos ilimitados ou habilidades específicas. Existem oportunidades para os mais diferentes níveis de empreendedorismo.

O que acha, então, de tirar todas as suas dúvidas sobre o que precisa ser feito ao longo dos primeiros passos para empreender? Não perca tempo: continue a leitura e entenda o que você deve fazer em cada uma dessas etapas para criar um negócio de sucesso agora mesmo!

Procure uma oportunidade

A primeira etapa é bem simples: entender quais são as suas principais habilidades e preferências para, a partir disso, encontrar uma oportunidade. Afinal, o empreendedorismo está aberto para todos, não é mesmo? O mais importante aqui é encontrar algo que faça sentido para você.

Algumas pessoas têm uma proximidade com a área da moda, então, por que não empreender no varejo? Enquanto outras estão mais ligadas ao Marketing, o que pode abrir oportunidades de uma consultoria no assunto. Enfim, existem muitos caminhos e o fundamental aqui é tomar uma iniciativa sobre qual caminho seguir.

Cansado de tentar vender online sem sucesso? Este webinar é para você.

Escolha um segmento

Como falamos acima, o mercado está repleto de oportunidades e a transformação digital abriu inúmeras portas para quem quer empreender. Agora que você já sabe quais são as habilidades em que você pode atuar, é hora de definir exatamente qual vai ser o segmento do seu negócio.

As opções são várias para quem quer começar a empreender agora mesmo:

  • Produtos como afiliado;
  • Artesanato;
  • Decoração;
  • Importação de produtos;
  • Redação e revisão de textos;
  • Acessórios para pets;
  • Vestuário masculino e/ou feminino;
  • Produtos naturais;
  • Desenvolvimento de sites;
  • Assessoria ou consultoria.

Cada um desses caminhos é uma forma diferente de empreender, que varia de acordo com as especialidades de quem está tomando a iniciativa. Essas áreas são, sem dúvidas, as que mais estão em alta no momento, mas é mais importante encontrar algo em que você possa se destacar do que apenas seguir a tendência.

Estude seu público-alvo

Pronto, agora que você já tomou iniciativa e sabe qual caminho vai seguir para empreender, é hora de entender mais sobre o seu público-alvo. Afinal, é para essa audiência que você vai desenvolver os seus produtos e/ou serviços, o que torna fundamental conhecê-la nos mínimos detalhes.

Isso significa saber, por exemplo, quais são os canais de comunicação preferidos, as formas de pagamento que mais vão utilizar e até mesmo o tom de voz das suas comunicações. Tudo o que você fizer daqui para frente vai depender dos estudos que você fizer do seu público.

Analise a concorrência

Outra etapa importante dentro desse processo é fazer uma análise da concorrência. Quais são os outros negócios que podem competir na busca por uma maior atenção do seu público-alvo? Eles vão ajudar a definir as melhores estratégias para que o seu empreendimento se diferencie.

Vamos imaginar que você criou um e-commerce de artigos esportivos, tudo bem? Ao identificar quem são os concorrentes, você também passa a entender quais são os pontos positivos e negativos dessas empresas. A partir disso, é possível desenvolver ações e estratégias para explorar isso.

Seguindo nesse exemplo, se um dos seus concorrentes focar em fretes mais baratos, você já sabe que precisa encontrar uma forma de se manter competitivo, mas é ainda mais importante definir qual vai ser o fator que diferencia o seu serviço como um todo dessa marca.

Crie um modelo de negócios

Com todas as informações até aqui, você já tem o suficiente em mãos para desenvolver uma das partes mais importantes: criar um modelo de negócio. Mas o que é isso na prática? Simples, é a forma como você vai entregar a sua expertise para o seu público-alvo.

Você decidiu empreender com artesanato? Sem problemas, então precisa pensar no seu modelo de negócio: você compra a matéria-prima das suas criações com qual fornecedor? Quais são os prazos? Qual é o tempo de produção de cada peça? E como os produtos vão ser anunciados, vendidos e entregues aos clientes?

Todas essas dúvidas precisam ser respondidas no seu modelo de negócio. Em resumo, é uma documentação muito útil para que você saiba exatamente o que vai ser feito em cada etapa até que se entregue a sua oferta de valor ao cliente final. Sem isso, o seu produto pode ser ótimo, mas o negócio não vai funcionar.

Formalize sua empresa

Agora chegamos na parte burocrática: é preciso criar um CNPJ e formalizar a sua empresa. A boa notícia é que isso é cada vez mais fácil de fazer e está longe de ser um processo tão lento — ou caro — como já foi no passado. A melhor alternativa para quem está começando é fazer um MEI.

Essa sigla representa uma categoria de empresas classificadas como Microempreendedor Individual. Em resumo, o MEI é destinado para quem criou o seu próprio negócio e trabalha por conta própria, resultando em menos taxações para os resultados financeiros desse negócio e estimulando o empreendedorismo.

À medida que o seu negócio for se desenvolvendo, é natural que isso se modifique. Mas esse é um problema — positivo — para o futuro do seu negócio. O mais importante aqui é entender que o MEI abre uma série de oportunidades e facilita a formalização de empreendedores.

Use a internet para alavancar o seu negócio

Até aqui já abordamos bastante o termo transformação digital, não é mesmo? Então não vai ser agora que vamos deixá-lo de lado: utilize a internet e todos os seus benefícios para alavancar o seu negócio, seja para divulgar os seus produtos ou para expandir a atuação do seu negócio.

Mas é fundamental olhar para a internet além dos contatos que ela pode oferecer: os dados para facilitar as tomadas de decisão. A internet e as ferramentas que estão disponíveis ali vão ajudar bastante no desenvolvimento do seu negócio ao longo do tempo.

Os dados e métricas podem ser utilizados em situações mais simples, como a definição dos melhores horários para publicação no Instagram e outras redes sociais, ou mesmo para questões mais relevantes para o futuro do seu negócio, como a precificação dos produtos ou a escolha dos métodos de pagamento ideais para o seu público.

Esteja em constante capacitação

Você chegou até aqui e já está achando que acabou? Calma, ainda temos dicas pela frente, até porque mesmo os negócios mais inovadores e de sucesso precisam passar constantemente por mudanças. Por isso, o empreendedor precisa buscar regularmente por capacitação.

Você pode começar fazendo um curso de Marketing Digital, mas também pode focar na busca por informações sobre um CRM que ajude a ter um controle maior sobre as ações realizadas com seus clientes em potencial. O importante para o empreendedor é sempre encontrar formas de melhorar o seu trabalho.

Os números do seu e-commerce, por exemplo, estão bons? Ótimo, mas tente identificar quais são as áreas em que ele pode evoluir. A partir disso, é muito mais fácil encontrar as oportunidades para que você melhore e, consequentemente, o seu negócio também se desenvolva ao longo do tempo.

Corra! Esta oferta não vai durar para sempre! Garanta sua loja online por apenas R$1 no primeiro mês! Cupom: 1MÊS1REAL

Qual o momento para começar a empreender?

Essa é uma das perguntas mais comuns para quem quer saber quais são os primeiros passos para empreender, mas a verdade é que o momento ideal para ter o seu negócio próprio é agora. Como mostramos ao longo deste artigo, você já tem acesso a uma série de ferramentas que podem ajudar.

O mais importante: a informação é cada vez mais acessível, o que permite que você crie e desenvolva o seu negócio ao longo do tempo. Por isso, a hora de iniciar a sua jornada no empreendedorismo é exatamente agora.

Pronto: agora que você já sabe quais são os primeiros passos para empreender, é o momento ideal para tomar a iniciativa e começar o seu negócio. Fica ainda melhor por conta das muitas ferramentas disponíveis para que você facilite ainda mais a sua jornada rumo ao sucesso.

Quer mais um exemplo prático? Então comece a empreender com a Bagy e aproveite nossa promoção de um mês por um real! Em apenas alguns passos, você vai conseguir criar a sua loja online de alto nível utilizando a plataforma mais moderna do mercado!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.