Empreendedorismo

15 mulheres empreendedoras de sucesso que vão te inspirar

Conheça 15 exemplos de mulheres empreendedoras

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Conhecer a história de mulheres empreendedoras pode inspirar outras pessoas a começar seu próprio negócio, além de trazer lições valiosas sobre acreditar em si mesmas e tomar a liderança!

Você já parou para pensar em tudo que pode aprender com mulheres empreendedoras?

Para nós, o mundo dos negócios pode ser intimidante e desafiador, principalmente pelos desafios que precisamos enfrentar para nos estabelecermos enquanto empresárias.

No entanto, conhecer lições inspiradoras pode trazer o incentivo necessário que várias mulheres precisam para começar a perseguir os seus sonhos.

Durante séculos, o mercado foi dominado exclusivamente por homens. E mesmo com as mudanças que temos hoje, ainda é difícil para as mulheres conseguirem um espaço para seus projetos.

No entanto, histórias de superação e negócios bem-sucedidos mostram que o empreendedorismo feminino está avançando, e nós viemos para ficar!

As lideranças femininas vêm se mostrando cada vez mais fortes, e carregam um significado simbólico para todas as pessoas que têm o desejo de começar o próprio negócio.

Destacar essas personalidades fortes também é uma maneira de levar esperança e inspiração para mulheres que precisam de coragem para enfrentar os desafios que o mercado apresenta.

Por esse motivo, é importante falar sobre mulheres empreendedoras, e contar um pouco sobre as dificuldades que elas passaram até se tornarem líderes de sucesso.

Foi pensando nisso que a Bagy preparou um conteúdo mais que especial, trazendo 15 líderes femininas de sucesso e um pouco da sua história, para inspirar e incentivar novas mentes que desejam aprender como empreender.

Qual a importância das mulheres empreendedoras?

A presença de mulheres empreendedoras no mercado é mais importante do que muitas pessoas imaginam.

Em um cenário dominado por homens, ter personalidades para se inspirar é uma maneira de incentivar novas mentes e ideias, mostrando que é possível construir um empreendimento de sucesso.

Só no Brasil, são mais de 24 milhões de mulheres empreendedoras, segundo dados do Sebrae, em parceria com o Global Entrepreneurship Monitor (GEM). 

Isso equivale a quase metade do mercado empreendedor brasileiro, representando 48,7% do mercado!

Desde 2019, somos o sétimo país com o maior número de negócios liderados pelo público feminino.

Além disso, mulheres empreendedoras estão entre as principais empregadoras e geradoras de oportunidades. 

Segundo o relatório do GEM, em 2020, mais de 30% das donas de negócio afirmaram esperar contratar mais colaboradores no período de cinco anos.

Os números não mentem: a força do empreendedorismo feminino está aumentando cada vez mais, e serve de incentivo para outras mulheres que têm o sonho de ter a própria empresa.

O impacto feminino no mercado

Ainda, incentivar mulheres empreendedoras é uma forma de reduzir as diferenças de oportunidades de carreira entre os dois gêneros, favorecendo a diversidade de negócios no mundo.

Muitas vezes, um negócio de sucesso surge de necessidades comuns, como aumento da renda familiar ou independência em uma situação desfavorável.

No entanto, quanto mais o empreendedorismo feminino cresce, maior é a geração de empregos, e mais portas se abrem para outras mulheres.

De acordo com uma matéria publicada na Forbes, diminuir a diferença de gênero no mercado empresarial pode aumentar o PIB global entre US$2,5 trilhões e US$5 trilhões, segundo um estudo do Boston Consulting Group.

Por isso, é importante mostrar a presença de personalidades fortes no mercado, e contar a trajetória de grandes líderes, e mostrar que existem alternativas no mundo dos negócios para mulheres fortes e decididas.

Mulheres empreendedoras de sucesso: Veja 15 exemplos

Depois de entender a importância de contar a história de mulheres empreendedoras de sucesso, é hora de conhecer algumas das personalidades mais marcantes do Brasil.

Essas líderes femininas são responsáveis por empresas e projetos revolucionários no mercado brasileiro, e trazem lições importantes para quem quer seguir os seus passos.

Confira 15 exemplos de mulheres empreendedoras e conheça suas trajetórias até se tornarem grandes modelos de inspiração:

Leila Velez e Zica Assis

Leila Velez e Zica Assis (Reprodução: Revista PEGN/Globo)

Leila Velez e Heloísa Assis, conhecida como Zica Assis, são co-fundadoras do Instituto Beleza Natural, o primeiro instituto voltado para cabelos crespos e ondulados no Brasil.

Zica começou a trabalhar aos 9 anos de idade, para ajudar no sustento da família, que contava com 12 irmãos.

Quando cresceu, procurou um curso de cabeleireira para aprender a cuidar do seu próprio cabelo, volumoso e muito crespo. No mercado, nunca havia encontrado produtos próprios para ele, e não desejava alisar seus fios.

Foi quando surgiu a ideia de desenvolver produtos especializados para esse tipo de cabelo.

Junto com Leila Velez, as mulheres passaram a realizar testes químicos em familiares e em si mesmas, buscando a fórmula ideal.

Hoje, o instituto Beleza Natural conta com mais de 50 tratamentos para cabelos crespos, além de 25 filiais em todo o país, e centenas de colaboradores.

Além de se tornarem mulheres empreendedoras, Zica e Leila também se tornaram inspirações para o público feminino assumir sua identidade natural.

Luiza Helena Trajano

Luiza Trajano (Reprodução: G1)

O nome de Luiza Trajano é popular na mídia, afinal, ela é um dos maiores exemplos de mulheres empreendedoras no Brasil.

Atualmente, ela lidera uma das maiores lojas de varejo do país, o Magazine Luiza. A ideia, que surgiu como uma loja no interior de São Paulo, hoje tem um patrimônio que ultrapassa R$1 bilhão.

Luiza Trajano começou trabalhando com seus tios, que, na época, eram donos da pequena venda de móveis.

No entanto, suas ideias revolucionárias permitiram expandir a loja para outras cidades, alcançando níveis nacionais, com mais de 700 pontos de venda na ativa.

Hoje, Luiza não apenas é referência no mercado empresarial, como também entrou para a lista de maiores personalidades brasileiras.

E isso não se dá apenas pelo seu patrimônio pessoal bilionário, mas também pelas suas iniciativas de inclusão e incentivo ao empreendedorismo feminino.

Além de presidir as empresas Magazine Luiza, a empresária também é investidora e patrocinadora de dezenas de projetos que buscam abrir novas portas para as mulheres no mercado de trabalho.

Assim, Luiza Trajano utiliza sua influência para ajudar novas mulheres empreendedoras, mostrando a importância de incentivar outras pessoas rumo ao sucesso, como ela foi incentivada.

Cristina Junqueira

Cristina Junqueira (Reprodução: Revista Exame)

É impossível falar sobre mulheres empreendedoras sem citar a co-fundadora do maior banco digital da atualidade, o Nubank.

Cristina Junqueira se mudou sozinha para a capital de São Paulo para cursar engenharia de produção em uma das escolas técnicas mais renomadas do mundo, a Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

A área, por si só, já era predominantemente dominada por homens, mas Cristina continuou sua trajetória até o mestrado e doutorado no exterior.

Quando retornou para o Brasil, iniciou uma carreira no Itaú Unibanco, como consultora de liderança.

No entanto, em 2013, Cristina Junqueira decidiu abandonar tudo para procurar um novo sonho. Insatisfeita com a sua carreira, sofreu duras repressões por abrir mão de uma trajetória promissora.

Contudo, ao ser convidada para investir em uma nova ideia financeira, Cristina se lançou no empreendedorismo feminino e apostou tudo na criação do Nubank, junto com outros dois fundadores.

Hoje, a fintech é o maior banco digital do País, com mais de 30 milhões de clientes.

As lições que Cristina Junqueira traz para novas mulheres empreendedoras é não desistir do que você acredita, mesmo com críticas.

Hoje, é um exemplo de liderança feminina, e vice-presidente de uma das maiores instituições financeiras do mundo.

Sônia Hess

Sônia Hess (Reprodução: UOL)

Sônia Hess é a idealizadora da famosa marca de roupas Dudalina, e uma das mulheres empreendedoras mais populares do cenário brasileiro.

A empresária é a única mulher entre 11 irmãos homens, e com suas habilidades e visão empreendedora, assumiu os negócios da família e transformou a pequena loja do seu pai em uma das maiores exportadoras de camisas do País.

Inicialmente, a ideia começou por acidente, quando seu pai, costureiro, comprou um estoque maior de tecido. Para não ter prejuízos, Sônia utilizou o tecido para personalizar uma camisa que tinha na venda do pai.

A peça fez tanto sucesso que os pais, seu Duda e dona Lina, apostaram na mulher para tocar os negócios, criando a famosa marca de roupas brasileira.

Hoje, a lição que Sônia Hess passa para novas líderes femininas é acreditar em seu potencial, mostrando que, como mulheres, é possível alcançar lugares de prestígio e provar a sua competência.

Alcione Albanesi

Alcione Albanesi (Reprodução: Folha/UOL)

Alcione Albanesi é um grande exemplo para mulheres empreendedoras, trazendo histórias de sucesso em diferentes áreas.

Aos 14 anos, conseguiu um trabalho de modelo, que a apresentou ao mundo da moda. Com o sonho de ter a sua própria confecção, trabalhou nos bastidores de corte e costura para abrir sua própria loja.

Aos 17 anos, já tinha cerca de 80 funcionários, mas se tornou realmente bem-sucedida em outra área.

Em uma de suas viagens aos Estados Unidos, se deparou com uma lâmpada fluorescente vendida a baixo custo. O produto era uma novidade para o Brasil, e não era vendido de maneira acessível.

Ao verificar que se tratava de uma produção chinesa, Alcione viajou, sozinha, para a China, em busca de conhecer mais sobre as lâmpadas.

Foi quando fundou a FLC Lâmpadas, pioneira no Brasil, se tornando uma das maiores empresas do segmento.

Alcione Albanesi conquistou inúmeros prêmios, e realizou mais de 70 viagens ao continente asiático para firmar uma parceria estável com os fornecedores internacionais.

Hoje, a empresária é uma inspiração para as mulheres que desejam ter o próprio negócio, mostrando a importância de perseguir seus sonhos e tomar a liderança.

Janete Vaz e Sandra Costa

Janete Vaz e Sandra Costa (Reprodução: Startup Saúde)

Janete Vaz e Sandra Costa são ícones do empreendedorismo feminino nacional. Bioquímicas, as amigas trabalhavam juntas quando decidiram abrir mão da carreira em um renomado hospital para iniciar seu próprio laboratório.

Na época, esse tipo de negócio era mantido por médicos homens e profissionais de saúde com grande influência no segmento.

Para se consolidar no meio, as sócias criaram empresas com diferenciais não oferecidos pelas companhias que já existiam, como serviços de coleta de exames no período da tarde.

Posteriormente, as mulheres foram pioneiras na área, sendo um dos primeiros laboratórios a disponibilizar resultados online.

Hoje, o grupo Sabin de Janete Vaz e Sandra Costa emprega mais de 4 mil pessoas, onde 80% são mulheres, abrindo as portas para novas empreendedoras.

Alice Ferraz

Alice Ferraz (Reprodução: Blog Mais Bonita)

Alice Ferraz é uma empresária brasileira e CEO do blog FHits, maior plataforma de moda e lifestyle da internet.

Ela começou sua carreira em 1990, abrindo uma empresa de comunicação, mas só em 2011 criou a multiplataforma conhecida mundialmente. Hoje, a FHits tem a maior audiência feminina da América Latina.

São mais de 12 milhões de inscritos no YouTube, 16 milhões de assinantes do seu blog e 30 milhões de seguidores no Instagram.

Além disso, Alice também foi reconhecida como uma das mulheres empreendedoras mais influentes do país, com prêmios internacionais de reconhecimento.

No entanto, suas atividades não se concentram apenas na internet. Alice também criou o primeiro curso de graduação em Social Mídia do Brasil, no Centro Universitário Belas Artes.

Ela ministra palestras em todo o mundo falando sobre revolução digital e dando dicas para mulheres que desejam começar a empreender sozinhas, utilizando sua influência e popularidade para ajudar outras pessoas.

Ana Fontes

Ana Fontes (Reprodução: Forbes)

A empreendedora Ana Fontes é uma inspiração para mulheres que têm medo de trocar de profissão.

Mesmo com 17 anos de carreira, Ana Fontes estava infeliz e se sentindo pouco realizada, motivo que fez com que ela começasse o próprio negócio.

Os desafios que enfrentou ao longo da sua profissão, e, principalmente, depois de abrir mão para seguir seus sonhos, a fez perceber a dificuldade que mulheres empreendedoras enfrentam sem uma rede de apoio.

Por isso, ela criou a Rede Mulher Empreendedora, um canal focado no empreendedorismo feminino.

Hoje, ela conta com mais de 57 mil mulheres cadastradas, proporcionando o empoderamento e mostrando novas possibilidades para todos os tipos de público.

Além disso, também oferece conteúdos de capacitação e amparo para mulheres em situações de vulnerabilidade.

Seu impacto social e a importância do seu serviço a tornam uma das maiores líderes femininas da atualidade.

Camila Achutti

Camila Achutti (Reprodução: Revista Exame)

Camila Achutti é uma referência na área de tecnologia, um dos segmentos mais sexistas que existem.

As oportunidades para mulheres empreendedoras nesse ramo ainda são escassas, mas Camila mostra que é possível batalhar por um espaço de destaque.

Com menos de 30 anos, já possui um diploma de especialista em Ciência da Computação pela USP, trabalhando para diversas empresas renomadas, incluindo nomes como Google, Itaú e Accenture.

Além disso, Camila também desenvolveu um blog chamado “Mulheres na computação”, que luta pela igualdade de gênero no mercado de TI. 

Ela também faz da Ponte21, uma empresa de consultoria da FIAP responsável pelo início do desafio de empreendedorismo e tecnologia para meninas brasileiras, o Technovation Challenge Brasil.

E para completar, Camila foi a primeira estudante latino-americana a conquistar o prêmio Women of Vision, em 2015. 

Atualmente, ela viaja pelo país inspirando outras mulheres a transformarem o mercado da tecnologia, e mostra que é possível ser uma empreendedora em segmentos dominados por homens.

Chieko Aoki

Chieko Aoki (Reprodução: Revista PEGN/Globo)

Chieko Aoki era apenas uma funcionária de um hotel nos anos 80 quando decidiu abrir mão da sua carreira como diretora de marketing para investir no próprio negócio.

Foi assim que ela descobriu seu talento para o empreendedorismo, criando sua própria rede hoteleira, a Blue Tree Hotels.

Hoje, ela possui mais de 20 unidades em todo o País, com um alto faturamento administrado por ela mesma.

Embora não tivesse apoio, Chieko não deixou de acreditar em si mesma, e se tornou uma das mulheres empreendedoras mais famosas em um ramo de alta competitividade.

Márcia Tozo

Márcia Tozo (Reprodução: YouTube)

A história de Márcia Tozo é de superação e inspiração para várias mulheres.

Aos 16 anos, precisou abandonar os estudos para se dedicar à maternidade, mas nunca deixou seu sonho de se formar. 

Mais tarde, conseguiu um diploma em Publicidade, e passou a usar a internet para compartilhar sua história e iniciar seu próprio empreendimento.

Hoje, possui uma rede bem-sucedida de doces gourmet, além de cursos que ensinam receitas para outras mulheres, para que elas também alcancem a independência financeira.

Arianna Huffington

Arianna Huffington (Reprodução: HSM University)

Entre as mulheres empreendedoras internacionais de maior destaque, temos Arianna Huffington, criadora do The Huffington Post, um popular site de notícias.

Embora o mercado jornalístico seja dominado por homens, seu blog se tornou referência, conhecido internacionalmente e vendido por mais de 300 milhões de dólares.

Além disso, Arianna continuou exercendo o empreendedorismo, tornando-se conselheira da Uber, atuando ativamente no mercado.

Mae Jemison

Mae Jeminson (Reprodução: Revista Galileu)

Mae Jemison foi a primeira mulher negra a ir para o espaço em 1992.

Este, por si só, já é um grande feito, mas ela abandonou sua carreira bem-sucedida na Nasa para abrir sua própria empresa, a Jemison Group.

Com ela, pôde implementar soluções de tecnologia avançada, como projetos de energia solar e telecomunicação por satélite.

Mae está entre as mulheres empreendedoras de maior influência do mundo, pois também levou seus projetos para regiões mais vulneráveis, especialmente na África Ocidental, onde seu trabalho mudou a vida de milhares de pessoas.

Kylie Jenner 

Kylie Jenner (Reprodução: Vogue)

Quase todo mundo conhece a influenciadora Kylie Jenner, membro da família Kardashian.

Embora conhecida pelo reality show, Kylie é considerada a mais jovem entre as mulheres empreendedoras do século 21. Com apenas 21 anos, ela reúne um patrimônio de 900 milhões de dólares.

Em 2015, lançou uma linha de cosméticos que ganhou o mundo, além de contribuir para o empreendedorismo digital em suas redes sociais.

A empresária também aparece na lista da Forbes como uma das mulheres mais influentes do mundo, e inspira milhares de garotas e jovens a seguirem o caminho do empreendedorismo.

Paola Carosella

Paola Carosella (Reprodução: Purepeople)

Por fim, temos a argentina Paola Carosella, uma das mulheres empreendedoras mais populares e influentes do mundo.

Ao concluir o ensino médio, não tinha interesse por nenhuma carreira, e começou a cozinhar e entregar marmitas para escritórios.

Foi quando passou a trabalhar em restaurantes, e só decidiu empreender depois de 12 anos.

Quando abriu seu próprio negócio, em Buenos Aires, começou a se especializar como gestora e cozinheira.

Hoje, é uma empreendedora bem-sucedida, com sua própria linha de restaurantes, premiada no mundo todo.

Principais frases de mulheres empreendedoras para te inspirar

Depois de conhecer mais sobre mulheres empreendedoras bem-sucedidas, aqui vai algumas frases de grandes personalidades para te inspirar e incentivar a seguir seu próprio caminho:

1. “Empreendedorismo, para mim, é fazer acontecer, independentemente do cenário, das opiniões ou das estatísticas. É ousar, fazer diferente, correr riscos, acreditar no seu ideal e na sua missão.” –  Luiza Helena Trajano

2. “Uma garota deve ser duas coisas: quem e o que ela quiser.” – Coco Chanel, estilista francesa e fundadora da marca Chanel S.A.

3. “Nós temos de nos forçar a aprender o tempo todo. Temos dois ouvidos e uma boca, para ouvirmos mais do que falamos. Não se aprende sem ouvir.” – Sônia Hess

4. “Alguns fracassos são inevitáveis. É impossível viver sem fracassar em alguma coisa, a não ser que você viva tomando tanto cuidado com tudo que você simplesmente não viva.” – J. K. Rowling, escritora britânica.

5. “O grande segredo da vida é que não há nenhum grande segredo. Seja qual for o seu objetivo, você pode chegar lá se estiver disposto a trabalhar.” – Da Oprah Winfrey, apresentadora norte-americana.

6. “Você pode ir tão longe quanto sua mente permite. O que você acredita, lembre-se, você pode alcançar” – Mary Kay

7. “Às vezes a gente tem de ser meio louco mesmo, extremamente obstinado, porque a loucura funciona – desde que exista disciplina, um objetivo muito claro, pé no chão e a humildade de saber que a gente vai errar muito, vai aprender com os erros e continuar.” – Leila Velez

8. “Temos que aceitar que nem sempre tomaremos as melhores decisões, que vamos errar muito – perceber que o fracasso não é o contrário de sucesso, já é parte do sucesso.“ – Arianna Huffington

9. “Uma das lições com as quais eu cresci foi a de sempre permanecer verdadeiro consigo mesmo e nunca deixar que as palavras de alguém distraiam você dos seus objetivos.” – Michelle Obama

10. “O que você decidir ser, seja de forma plena. Quando sou mãe, sou de forma plena e quando sou a presidente, também é assim.“ – Rachel Maia, contabilista e empresária brasileira, atualmente CEO da Lacoste no Brasil.

Se você se sentiu inspirada por essas frases e trajetórias, saiba que é possível começar o seu próprio negócio hoje mesmo.

Existem diversas alternativas para desenvolver a sua própria empresa, especialmente com as possibilidades da internet.

Quer saber mais sobre o assunto? Não deixe de conferir nosso conteúdo especial sobre empreendedorismo digital e seja bem-sucedida como todas essas mulheres empreendedoras!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.