E-commerce

O que é malware, quais os tipos e como se proteger?

Imagem ilustrativa de malware

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Vírus, Cavalos de Tróia, Spywares e Hijackers são apenas alguns exemplos entre os diversos tipos de malware. Recebe esta classificação qualquer tipo de software criado com o propósito de causar danos a um sistema, dispositivo ou pessoa.

Não há dúvidas de que a popularização da tecnologia, dos serviços online e, principalmente, do e-commerce trouxe vários benefícios para as pessoas. Entretanto, essa transformação digital exige novos cuidados, seja por parte dos consumidores, seja por parte dos lojistas.

Além de sempre garantir que está acessando sites seguros, é preciso ter cautela com links e e-mails suspeitos, entre outras medidas.

A melhor forma de se proteger, porém, é conhecendo o inimigo. Existem vários tipos de malware, e saber como cada um deles funciona é a melhor forma de prevenir ataques e possíveis prejuízos.

Neste artigo, explicamos as principais características dos malwares e o modo como eles agem, e também trazemos dicas para garantir a sua segurança pessoal ou a do seu negócio. Vamos lá?

O que são malwares?

Chamamos de malware qualquer tipo de software ou código de programação malicioso criado com a finalidade de causar danos, roubar dados ou ganhar acesso não autorizado a um dispositivo ou sistema. 

Entre eles, temos os famosos vírus, os Cavalos de Tróia, os sequestradores de navegador, entre vários outros tipos de ameaça. Logo mais, apresentaremos as principais características desses e de vários outros. 

Embora também possam ser usados para fins legítimos, como protestos por causas sociais importantes ou investigações policiais, a quase totalidade dos malwares encontrados na internet servem a propósitos criminosos e, por isso, são considerados ilegais.

Que tipo de perigo os malwares representam?

Os riscos envolvidos variam de acordo com o tipo de malware e a gravidade da ameaça provocada por ele. Entre os perigos mais comuns, podemos citar:

  • danos ao sistema: o malware pode danificar ou destruir arquivos, causar problemas no sistema operacional e até provocar falhas no hardware (componentes físicos);
  • roubo de dados: os malwares podem roubar informações confidenciais, como senhas, números de cartão de crédito, informações bancárias e outros dados pessoais;
  • espionagem: certos malwares também podem ser projetados para espionar ou monitorar as atividades de um usuário ou de uma empresa, acessando câmeras, microfones e outros dispositivos;
  • rápida propagação: alguns malwares se espalham automaticamente para outros dispositivos, como vírus e Cavalos de Tróia, aumentando a extensão dos danos;
  • ciberataques: os malwares podem ser usados para conduzir ciberataques, como negação de serviço distribuído ou DDoS (sobrecarga de acessos no sistema) e sequestro de dados;
  • perda de dinheiro: os malwares podem ser projetados para fazer compras online, transferências bancárias não autorizadas, ou fazer uso de informações financeiras do usuário;
  • interrupção de negócios: os malwares também são capazes de causar interrupções significativas nas operações de negócios, causando prejuízos financeiros e danificando a reputação da empresa.

Qual a diferença entre vírus e malware?

Frequentemente ouvimos alguém dizer que o celular ou computador está com Vírus, mas o termo mais correto seria malware. Como dito, malware é um termo geral para software malicioso, o que inclui os Vírus, mas também abrange outros tipos de ameaça.

Essa confusão acontece porque o primeiro malware criado foi chamado de “vírus” e vários programas de segurança do passado também optaram por ser chamados de “antivírus” devido à popularidade do termo.

O Vírus é um tipo específico de malware que se espalha ao se anexar a outros arquivos legítimos, como documentos de texto ou arquivos de música. Ele se replica ao se anexar a outros arquivos e se espalha para outros dispositivos quando esses arquivos são compartilhados. Daí o nome “Vírus”.

Em resumo, todo Vírus é um malware, mas nem todo malware é um Vírus, entendeu?

Quais são os principais tipos de malware?

Existem vários tipos de malwares, por isso, eles são classificados de acordo com o seu objetivo ou seu modo de atuação. Saiba um pouco sobre os principais deles, a seguir! 

Vírus

Como explicado, os Vírus são programas maliciosos que se espalham por meio de arquivos e dispositivos, causando danos ao sistema ou roubando informações pessoais. 

Eles geralmente se propagam através de downloads, e-mails e dispositivos de armazenamento removíveis, como pendrives. Um vírus pode ser incluído em outro software legítimo, como jogos ou aplicativos, e ser instalado sem que o usuário saiba.

Cavalo de Tróia (Trojan)

O Cavalo de Tróia (também conhecido como “Trojan”, em inglês) é um tipo de software malicioso que se disfarça de legítimo para convencer os usuários a instalá-lo. Caso isso ocorra, seu software pode roubar informações pessoais, espionar a atividade do usuário, bloquear o acesso ao sistema, entre outras ações maliciosas. 

Ele é chamado de “Cavalo de Tróia” porque se disfarça como algo seguro, assim como na história grega, em que soldados se esconderam em uma estrutura em forma de cavalo para entrar na cidade de Tróia.

Spyware

O Spyware é um tipo de malware que coleta informações pessoais sem o consentimento ou o conhecimento do usuário. Pode ser instalado por meio de anexos de e-mail, downloads de software, assim como sites ou aplicativos comprometidos. 

Eles podem rastrear as atividades do usuário na internet, roubar informações bancárias, de cartão de crédito e senhas, bem como exibir anúncios indesejados.

Keylogger

Os Keyloggers registram as teclas digitadas pelo usuário em um dispositivo afetado. São geralmente usados ​​para coletar informações confidenciais, como senhas, números de cartão de crédito e outros dados sensíveis. Alguns tipos podem até capturar screenshots da tela e gravar atividades do mouse e do teclado.

Os Keyloggers também são instalados por meio de anexos de e-mail maliciosos e downloads de software infectado, mas muitos deles exploram vulnerabilidades de segurança. Eles geralmente se ocultam entre os arquivos de um sistema e podem ser difíceis de detectar e remover.

Hijacker (“sequestrador de navegador”)

O Hijacker é um tipo de software que altera as configurações do navegador, como a página inicial, sem o consentimento do usuário. Ele pode ser usado para redirecionar a navegação para sites maliciosos, exibir anúncios indesejados, roubar informações pessoais ou instalar outros tipos de malware no mesmo dispositivo.

São geralmente distribuídos por meio de downloads suspeitos, cliques em anúncios maliciosos ou através de outros softwares maliciosos instalados previamente em um computador.

Rootkit

O Rootkit é um tipo de malware conhecido por ser capaz de se esconder dos sistemas de detecção de segurança, o que o torna difícil de ser detectado e removido. 

Eles geralmente obtêm privilégios de administrador nos dispositivos afetados e usa esse tipo de acesso para coletar informações confidenciais, monitorar o usuário, controlar o sistema e perpetuar atividades maliciosas.

Criptomineradores 

Os malwares criptomineradores são aqueles que utilizam os recursos do computador infectado para minerar criptomoedas, sem o conhecimento ou consentimento do usuário. Assim como a maioria dos malwares, eles se instalam no computador ou smartphone por meio de downloads, cliques em anúncios maliciosos ou através de programas ilegais já instalados no dispositivo.

Seu principal objetivo é utilizar os recursos da CPU, do GPU ou outros recursos do computador para resolver equações complexas e minerar criptomoedas, como Bitcoin ou Monero. Esse processo pode causar lentidão no sistema, superaquecimento e até danos físicos ao hardware.

Profissionalize o seu negócio

Como se proteger de malwares?

Existem várias medidas que você pode tomar para se proteger contra ataques de malware, seja você um empresário preocupado com a integridade do seu negócio, seja um consumidor de olho na segurança dos seus dados.

Em ambos os casos, é extremamente recomendável:

  • manter sistemas e aplicativos atualizados: as atualizações geralmente corrigem vulnerabilidades conhecidas e ajudam a impedir que invasores explorem brechas de segurança;
  • usar softwares de segurança confiáveis: procure listas com os melhores antimalwares (antivírus e firewall, por exemplo) para as suas necessidades;
  • ser cuidadoso ao abrir e-mails e anexos de desconhecidos: não abra arquivos ou clique em links inesperados ou de remetentes desconhecidos;
  • não baixar arquivos de fontes não confiáveis: evite baixar arquivos de sites de compartilhamento de arquivos sem filtros ou serviços de proteção;
  • usar senhas fortes e únicas: cadastre senhas seguras e diferentes para cada uma de suas contas, e as guarde em um gerenciador de senhas conhecido e confiável;
  • ativar a verificação em duas etapas: habilite a verificação em duas etapas em suas contas online para adicionar uma camada adicional de proteção;
  • fazer backup regulares de arquivos importantes: para evitar perder arquivos de valor em eventuais ataques de malware, certifique-se de fazer backup regularmente.

Agora você sabe o que são malwares e conhece as características dos principais tipos. Como pôde perceber, esses softwares podem causar grandes prejuízos financeiros e pessoais e, por isso, é fundamental adotar medidas de segurança, principalmente gestores e empreendedores.

Gostou do conteúdo? Imagine receber orientações e dicas como essas, semanalmente, na sua caixa de entrada, sem pagar nada por isso! Entre para nossa lista de e-mail e faça parte do nosso grupo VIP!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.