Vendas

Live commerce: o que é e como usar essa estratégia de vendas ao vivo no seu negócio

Aprenda o que é live commerce

Veja o que você irá encontrar neste artigo

Live commerce é uma estratégia com o objetivo de vender por meio de uma transmissão on-line e ainda interagir com o público, a estratégia é excelente para quem quer sair do e-commerce tradicional e tem habilidade com as câmeras.

Se você nasceu entre os anos 70 e 80, provavelmente já viu algum tipo de programa de compra em sua TV, certo? Também chamada de home shopping, esses programas eram transmitidos ao vivo ou gravado e visavam a venda de diversos produtos para os telespectadores. Mas e em live commerce, você já ouviu falar?

Com um conceito muito próximo a esses programas de TV de antigamente, o live commerce nada mais é do que uma live de vendas, ou seja, transmissões ao vivo feitas pela internet por marcas que têm o intuito de não só vender produtos, mas também interagir e ficar cada vez mais próximas de seus clientes.

Com a pandemia de Covid-19 que assolou o mundo todo, as lives, que já eram comuns nas redes sociais, passaram a ser vistas como oportunidades de negócios. Segundo a Revista Exame, as buscas por essas transmissões aumentaram em torno de 4.900% no YouTube no início do confinamento. Além disso, por meio de uma pesquisa feita pela CNN Business Brasil, descobriu-se que 76% dos usuários que acompanham o modelo  querem que ele continue existindo mesmo após o isolamento.

Diante disso tudo, é de se compreender que o e-commerce tradicional já não é mais suficiente. Na verdade, para que os vendedores desse nicho se destaquem, algumas mudanças precisam ser feitas – e nada melhor do que começar pelo que faz sucesso, não é mesmo?

A seguir, você vai entender um pouco melhor sobre a estratégia de vendas que tem dado o que falar e aprender a realizá-la para o seu negócio. Vamos lá?!

O que é live commerce?

Não se sabe ao certo onde que o live commerce surgiu, porém, uma coisa é fato: foi na China que ele se destacou e tornou-se um grande fenômeno. Para se ter uma noção, só nesse país, o formato de vendas faturou mais de US$ 200 bilhões em vendas em 2020.

Mas o que é esse streaming e-commerce e por que será que ele tem chamado tanto a atenção?

Primeiramente, é preciso entender o que significa o termo live commerce. Traduzindo de maneira bem simples, essa estratégia pode ser entendida como comércio ao vivo – que é o que, na prática, acontece.

Durante uma transmissão on-line, um vendedor (ou influencer), apresenta vários produtos de uma determinada marca às pessoas que estão assistindo. Nessa apresentação, é possível realizar a sua demonstração de uso, bem como explicar as características específicas que cada um possui.

Muito próximo aos canais de vendas que eram tão famosos na TV, o live commerce se difere principalmente por uma questão: a interatividade. Quando acontece uma transmissão ao vivo, as pessoas podem fazer perguntas e interagir com o vendedor, elementos fundamentais na hora de decidir por uma compra.

Por que investir nessa estratégia?

O Brasil possui um grande potencial para que o live commerce ocorra, no entanto são poucas as marcas que ainda o utilizam em suas vendas.

Logo, se você investir nessa tática, com certeza sua marca se destacará das demais. E nós te explicamos o porquê:

Aumento da interatividade

Como já comentamos, o live commerce possibilita a interação com o seu público. E em uma época em que a empatia significa tanto, isso é fundamental.

Além do fato do vendedor demonstrar na prática como funciona um produto ou serviço, o diálogo com o cliente acontece de forma instantânea e pode ser exatamente o que faltava para que ele decidisse comprar algo ou não.

Dessa forma, o conteúdo torna-se muito mais completo e significativo ao usuário.

Demonstração prática do produto

Sabe a premissa de que quanto mais detalhada a explicação, melhor? Pois bem, por proporcionar a demonstração de uso do produto, o live commerce entrega ao usuário uma experiência muito próxima a que ele tem em uma loja física – só que no conforto de sua casa.

Com isso, o cliente fica por dentro de como utilizar algo exatamente como deve, além dele ter respostas para dúvidas que talvez nem imaginasse ter.

Intensifica as vendas durante a live

É de comum acordo que o principal objetivo de um negócio é vender – e o mesmo acontece no live commerce.

Nessa estratégia, o vendedor utiliza gatilhos mentais (como o de urgência ou de escassez) para intensificar as compras. E pelo fato dela já estar aliada a um checkout de e-commerce, as compras por impulso acontecem em grande quantidade.

Melhoria na experiência de compra

A pessoa que está à frente do live commerce é aquela que tem contato direto com o público. Sendo assim, a marca possui uma cara, o que aumenta o seu valor diante dos clientes.

Todo processo de compra é uma experiência sensorial. E se na loja física o toque é um dos itens principais que estimulam uma venda, no live commerce é a atenção que o comprador recebe daquele que está apresentando o conteúdo.

Atração de novos clientes

Muitas vezes, uma pessoa acaba acessando um live commerce por mera curiosidade. E se ela não conhece a marca, melhor ainda, porque através do conteúdo que está sendo transmitido pode ser que um novo cliente seja captado naquele exato momento.

Então, durante uma transmissão ao vivo, você pode disponibilizar ao público um link para que um formulário seja preenchido e, consequentemente, conquistar mais leads qualificados.

Como vender produtos na live?

Agora que você já sabe os principais motivos de investir no live commerce, é hora de aprender a vender os seus produtos utilizando a ferramenta.

Veja só:

Escolha uma plataforma de qualidade

Ao contrário da China, aqui no Brasil não há muitas empresas que desenvolvem plataformas de live commerce, as quais suportam todas as funcionalidades necessárias, como transmissão, interação e compra – porém, existem algumas e você vai conhecer quais são mais para frente.

Caso você queira iniciar a prática do live commerce em uma rede social, verifique primeiro qual é a que mais conversa com o seu público. Em outras palavras, analise se as pessoas estão no YouTube, no Facebook, Instagram, TikTok… enfim, esteja onde as pessoas estiverem.

Invista em estrutura

Não pense que fazer um live commerce precisa apenas de uma câmera e os produtos que serão apresentados. Na verdade, aqui é a hora de você experimentar e ver o que dá certo para o perfil da sua marca.

Invista em um cenário personalizado e em equipamentos que vão te entregar um trabalho de qualidade. Exemplos de aparelhos são os de iluminação, sonorização e captação de imagens.

Busque influenciadores

Mesmo que o objetivo central do live commerce seja vender, o conteúdo acaba sendo um tipo de entretenimento também. Por isso, pense bem em quem você colocará à frente da transmissão, pois essa pessoa precisa estar alinhada com seus valores.

Além dos apresentadores, você pode cogitar, também, a contratação de um influencer. Para isso, observe como é o seu público e o seu segmento, pois, muitas vezes, um micro ou um nanoinfluencer já pode ser uma ótima escolha para a estratégia.

Crie um roteiro para ser seguido

Antes de começar a transmissão do seu conteúdo, prepare-se!

Aqui, a presença de um roteiro é imprescindível, pois é o que vai guiar toda a ação durante o tempo planejado.

Veja abaixo alguns itens que precisam ser levados em conta:

  • Quais produtos serão apresentados;
  • Quais são as características principais desses produtos;
  • Quais serão os momentos de interação que o apresentador terá com o público.

É claro que esses conteúdos são apenas algumas sugestões. Na verdade, no seu roteiro você pode colocar tudo o que achar relevante.

Planeje momentos de interação

Durante a transmissão on-line, é muito importante que você incentive a interação do público com o seu conteúdo. Então, se dúvidas surgirem no chat, por exemplo, responda-as de forma clara e simples a todos.

Além disso, lembre-se de sempre incentivar o cliente a acessar o link da sua loja para que a compra seja efetuada o quanto antes. Para isso, utilize um QR Code na tela ou envie o link pelo chat mesmo.

Crie promoções e incentivos

Promoções são um chamariz imenso para compras. Então, pense em descontos e condições especiais que você pode oferecer durante a sua live para vender, fazendo com que a taxa de conversão seja cada vez mais alta.

Prepare os produtos

Antes de sair divulgando todos os produtos que você vende, verifique se há o estoque necessário para atender a demanda do live commerce. Afinal, a última coisa que você quer nesse momento é frustrar o cliente.

Divulgue o live commerce

O sucesso dessa estratégia está relacionado diretamente com a forma que você a divulga. Sendo assim, não faça nada em cima da hora.

Planeje-se, observe seu público-alvo, veja o que faz mais sentido em apresentar no momento ou não. Todos os detalhes fazem uma grande diferença.

Quais são as principais plataformas para live commerce?

Na hora de decidir por uma plataforma de e-commerce streaming, uma análise minuciosa de vários pontos precisa ser feita. 

Primeiro, pense em qual é a idade do público. Depois, em qual rede social ele mais está presente. Acredite, pensar nesses tópicos pode ajudar – e muito – na hora de definir por uma plataforma.

E por falar nelas, vamos conhecer algumas que estão desenvolvendo a tecnologia aqui em nosso país:

Stream Shop

Surgido no começo de 2020, o Stream Shop é um espaço que visa a humanização das vendas pela internet. Inaugurou o live commerce no Brasil com o case da chocolateria Dengo.

Os diferenciais da plataforma são a customização da live, fontes de transmissão variadas e número ilimitado de SKUs para os produtos.

Alive.haus

Desenvolvida pela Huia, a Alive.haus é uma plataforma de live commerce que proporciona as vendas acontecerem em um clique só, eliminando a necessidade de fazer qualquer tipo de download (como de aplicativos, por exemplo).

Mimo

A Mimo é posicionada como a primeira plataforma de live commerce da América Latina. Nela, vendedores, influenciadores e consumidores são conectados em um só lugar.

4Show

Com diversos planos para contratação, o 4Show é uma plataforma que realiza transmissões ao vivo, interação no chat e vendas por e-commerce.

Laralive

Com o Laralive, você não precisa de um aplicativo específico para realizar o seu live commerce. Isso acontece porque a ferramenta é compatível com diversas plataformas de e-commerce, possibilitando que a transmissão seja feita por meio da própria loja virtual.

Neste artigo, pudemos ver que o live commerce é uma excelente ferramenta para aumentar as vendas do seu negócio. Pelo fato de conectar consumidores com a sua marca de uma forma totalmente nova, a estratégia pode te surpreender com os resultados que é capaz de trazer.

Portanto, investir nessa frente é uma ótima maneira de interagir com o público, ficando cada vez mais próximo dele, inclusive.

Caso num primeiro momento você realize seu live commerce através de alguma rede social, não esqueça do tráfego para o seu e-commerce, isto é, de direcionar o cliente para a sua loja, incentivando-o para a compra.
E se você ainda não tiver a sua própria loja, conte com a Bagy. Somos a forma mais completa de começar a vender com sua loja na internet e no Instagram​!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.