Gestão

O que é e como fazer gestão de estoque no seu negócio

Imagem ilustrativa de gestão de estoque

Veja o que você irá encontrar neste artigo

A gestão de estoque consiste em promover o controle e organização de mercadorias e produtos em um espaço de armazenagem em um período de tempo. Esse controle é fundamental para melhorar a rotatividade dos seus produtos.

Item fundamental para que um negócio seja bem sucedido, o estoque pode ser definido como a quantidade guardada de produtos que uma empresa tem. 

Por variar de acordo com o tamanho e porte do lugar, para que um estoque se mantenha em dia, é preciso que ele seja constantemente averiguado. Isso é importante porque, dessa forma, evita-se que faltem produtos ou, ainda, que fiquem parados. 

E todo mundo sabe que ter estoque parado não é legal.

Contudo, nem sempre quem trabalha no ramo corporativo sabe como fazer gestão de estoque, muito menos da importância que tem – o que é preocupante, tendo em vista que esse processo é imprescindível para quem quer potencializar vendas e ter maior rentabilidade. 

E para que ele seja feito da maneira certa, é necessário um ótimo planejamento e bastante organização, pois são nos pequenos detalhes que bons insights podem surgir, assim como redução de custos e oportunidade de vendas.

Entenda mais sobre o assunto no artigo a seguir e aprenda a gerir o seu estoque de maneira eficiente.

O que é gestão de estoque?

Parte do processo logístico de uma empresa, a gestão de estoque é uma técnica que controla todos os itens estocados, desde a sua chegada ao estabelecimento, passando pelo seu armazenamento e finalizando na distribuição.

Com o objetivo principal de evitar a falta ou o excesso de algum produto, a atividade engloba diversas responsabilidades, como a definição do tipo de estoque, a metodologia que será utilizada na hora de organizá-lo e também como se dará o inventário.

Possuir um estoque bem organizado é sinônimo de reter clientes, pois, dessa forma, eles não terão nenhum tipo de problema com a falta de algo, o que pode frustrá-los com a experiência de compra.

Para que um bom controle de estoque seja feito, você pode utilizar diferentes artifícios, desde um simples caderno até softwares desenvolvidos especificamente para a função.

Quais são os tipos de estoque?

Um negócio que trabalha com produtos tangíveis pode fazer parte de diferentes setores, como, por exemplo, varejo, distribuidor ou indústria. Sendo assim, cada um deles terá um tipo de estoque, afinal, seus espaços são distintos, assim como a demanda por uma mercadoria.

No mercado logístico atual, existem vários tipos de estoques. Abaixo, você pode conhecer 5 deles:

Estoque de antecipação ou sazonal

Entende-se por sazonalidade toda a data ou período que pode aumentar as vendas de um negócio. Aqui no Brasil, essa ação ocorre principalmente em datas comemorativas, tais como:

  • Carnaval;
  • Páscoa;
  • Dia das Mães;
  • Dia dos Namorados;
  • Dia dos Pais;
  • Dia das Crianças;
  • Black Friday;
  • Natal.

Para conseguir atender toda a demanda que surge durante esses momentos, a empresa precisa se preparar e ter um estoque condizente. Caso contrário, uma má impressão pode surgir e seu negócio ficar mal visto.

Portanto, o estoque sazonal é aquele criado para quando há um aumento na expectativa de vendas. Dessa forma, os produtos ficam a pronta entrega, ampliando os lucros de uma empresa.

Estoque consignado

Mantido por terceiros, o estoque consignado é aquele realizado quando uma empresa não possui espaço suficiente para guardar os produtos ou, ainda, quando a demanda por uma determinada mercadoria não é alta.

Normalmente, esse modelo de estocar produtos é realizado por lojas online, já que não possuem um espaço físico e, consequentemente, também não possuem um local apropriado para guardar os produtos comercializados.

Logo, na prática, os produtos são armazenados nos fornecedores e despachados conforme a necessidade do cliente.

Estoque inativo

Apesar de não ser nada produtivo para uma empresa, o estoque inativo é bastante comum. Basicamente, esse tipo de estoque é composto por todos os produtos parados.

Quando uma empresa é aberta, um dos pontos principais que precisa ser analisado é o giro de estoque, que pode ser:

  • Fast mover (alto giro);
  • Low mover (baixo giro);
  • No mover (sem giro).

Em outras palavras, o estoque inativo se caracteriza pelo no mover, pois acaba ficando parado durante muito tempo, causando até mesmo prejuízo ao negócio.

Para que isso não ocorra, verifique qual é o tipo de mercadoria que existe no estoque, bem como a sua data de validade. Dessa forma, alguma ação de marketing pode ser feita para que os produtos possam ser vendidos.

Estoque máximo

Como seu nome já sugere, o estoque máximo é aquele que caracteriza a perspectiva máxima da quantidade de produtos que um lugar pode ter dentro de um período de tempo.

Para que esse tipo de estoque seja praticado, alguns pontos são importantes, como o tamanho do seu espaço e se o orçamento é viável para tal. Ademais, a reposição de estoque é fundamental também e, para isso, algoritmos são necessários baseados nas vendas finais.

Estoque mínimo

Ao contrário do estoque máximo, o estoque mínimo consiste na menor quantidade possível de um produto que precisa ser armazenado.

Para que ele seja calculado, é preciso conhecer a demanda pelos itens e saber se há algum período de sazonalidade a fim de evitar com que um produto acabe antes de atingir o seu estoque mínimo.

Por que a gestão de estoque é importante?

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que a gestão de estoque é imprescindível para o crescimento de toda e qualquer empresa. Isso se dá pelo fato do sucesso ser alcançado a partir de um envio rápido dos produtos, satisfazendo toda a cadeia, mas, principalmente, os clientes.

Diante disso, aprender como fazer gestão de estoque deve ser um dos pontos que você mais precisa ficar atento, pois assim irá ter na prática o estoque ideal para a sua realidade, o que significa que não existirá nem produto a mais e nem a menos.

Entenda que estoque com superlotação representa perda de investimento e, na mesma linha de raciocínio, falta de mercadoria no estoque significa insatisfação por parte dos clientes – sem contar na falta de credibilidade e confiança que isso causa.

Portanto, ao saber gerenciar toda a sua mercadoria, você garante a qualidade de todo o processo de venda, desde o pré até o pós-venda. Além de tudo, você também terá relatórios mais precisos à sua disposição, fazendo com que as próximas ações sejam muito mais assertivas.

Como fazer a gestão de estoque na sua loja?

Gerir o estoque de um negócio é um desafio, mas não impossível. Por isso, fique por dentro de algumas maneiras de você fazer isso.

Crie um inventário de estoque

Um inventário nada mais é do que uma lista de todos os produtos que você possui, bem como a quantidade de cada um. 

Conforme os produtos forem saindo (ou entrando) no estoque, essa lista precisa ser atualizada. É importante colocar, também, as datas de atualização, pois isso previne falhas.

Para que tudo saia conforme o esperado, o ideal é centralizar a atividade em apenas um colaborador ou equipe.

Projete a demanda

Outra maneira de gerir o seu estoque de forma certeira é projetando a demanda dos seus produtos. Por exemplo: se você tem uma livraria, verifique quais títulos estão em alta, pois provavelmente serão eles que terão mais saída.

Ao fazer isso, você mantém o seu estoque com a quantidade certa de produtos: sem falta, mas também sem excessos.

Faça treinamento com sua equipe

Instruir os seus colaboradores a aprender a mexer no estoque é essencial para que seu gerenciamento esteja sempre em dia.

Portanto, invista em treinamentos, palestras, workshops e demais opções educativas. Aqui, é importante que haja um líder para acompanhar o desenvolvimento de cada pessoa.

Saiba como fazer a reposição

Não tem como fazer uma boa gestão de estoque sem ter um modelo de reposição. Logo, é preciso conhecer os tipos existentes para ver qual é o melhor para o seu negócio.

Resumidamente, existem dois tipos de reposições: a contínua e a periódica. Enquanto a primeira é indicada para quando os produtos possuem maior valor, a segunda costuma ser comum com produtos mais baratos.

Aqui, é imprescindível que o responsável também saiba fazer análise de mercado, a fim de identificar o potencial de cada produto comercializado.

Faça giro de estoque

Como já comentamos, não é incomum que alguns produtos fiquem encalhados no estoque. Porém, é preciso fazer com que eles sejam vendidos, para que novas mercadorias possam ser estocadas.

Algumas sugestões para fazer esse estoque girar é realizar as famosas queimas de estoque, com ações do tipo: compre 1 e leve 2, porcentagem de desconto na compra do segundo item, entre outras.

Lembre-se que o objetivo principal dessa prática é evitar o prejuízo.

A Bagy pensa sempre no melhor para os seus clientes, desde oferecer uma plataforma simples para a criação de um site até a gestão de estoque sem a necessidade de um software para isso.

Ademais, a Bagy também oferece a integração do estoque cadastrado no Shopee e no Mercado Livre, facilitando ainda mais a vida do lojista. Para entender um pouco mais sobre a logística integrada que tanto prezamos, convidamos você a ler este artigo.

Em caso de qualquer dúvida, entre em contato com o nosso suporte, um dos únicos do país que foca no sucesso!

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.