Gestão

Descubra o que é cubagem, como calcular e como interfere no valor?

Imagem ilustrativa de cubagem

Veja o que você irá encontrar neste artigo

A cubagem é um cálculo que determina a relação entre o peso de um produto e o tamanho que ele ocupa no transporte. Com essa avaliação, é possível descobrir a carga real de uma mercadoria e planejar a melhor forma de enviá-la, além de cobrar o frete justo.

Se você quer ter um planejamento estratégico de frete e aproveitar a capacidade máxima dos seus envios, então precisa saber como calcular a cubagem dos seus produtos.

Esse conceito, apesar de pouco conhecido, é uma parte fundamental do frete, e influencia diretamente no carregamento das mercadorias.

Afinal, existem outros cálculos que você deve considerar antes de pensar na montagem e despacho das suas vendas.

Caso contrário, poderá comprometer a eficiência das entregas, ou deixa de aproveitar todo o espaço útil do transporte.

Ao administrar um negócio, existem muitos custos que o gestor precisa conhecer e calcular se quiser operar de maneira bem-planejada.

No entanto, muitos se concentram apenas em aprender o que é CAC ou como encontrar os melhores indicadores financeiros para a empresa, sem dar atenção a uma fase imprescindível de qualquer venda: a entrega.

Foi pensando nisso que preparamos um conteúdo especial sobre um dos elementos que você não pode deixar de conhecer.

Continue com a gente para entender porque a cubagem é tão importante para o seu frete, e como esse cálculo simples pode te ajudar a economizar com os seus envios.

O que é cubagem?

Cubagem é um termo técnico que representa a relação entre o peso e o tamanho de uma carga

Isso é feito por meio de uma avaliação do volume real do objeto, e o espaço que ele irá ocupar no veículo.

Operações de entrega e fretagem dependem de uma série de regras de compartimento, definidas pelos órgãos de fiscalização para garantir a segurança da operação.

Nesse caso, não é possível colocar um tamanho ou uma quantidade de mercadorias que ultrapassem o valor total permitido ao transporte.

No entanto, sem uma análise estratégica de como organizar os pacotes, o seu negócio pode ter prejuízos, precisando pagar, por exemplo, mais de uma viagem para despachar todas as vendas.

Por outro lado, existem alguns cálculos que podem ajudar a ter um entendimento melhor do volume e do espaço ocupado pelos produtos, e um deles é a cubagem.

Com ela, é possível verificar como o tamanho dos materiais carregados vão influenciar no preço do frete, e qual a melhor forma de ocupar o armazenamento sem comprometer a volumetria do compartimento.

Para isso, basta realizar um cálculo simples, que permite encontrar a relação entre o peso e o empacotamento dos seus produtos.

Qual a diferença entre volume, cubagem e peso cubado?

O volume de um objetivo equivale à quantidade de espaço que ele ocupa dentro de um mesmo corpo.

Enquanto isso, a cubagem é a relação entre peso e espaço, considerando dois conceitos, e não apenas um.

Por fim, o peso cubado é o peso do objeto transformado de acordo com o espaço que uma carga ocupa. 

Enquanto o segundo termo trata sobre o conceito que compara as duas unidades, o peso cubado é o resultado convertido por meio do cálculo.

É comum que muitas pessoas confundam esses termos, por serem dados parecidos. No entanto, é fundamental estabelecer a diferença entre eles, pois são análises diferentes.

O volume, por exemplo, considera apenas a área do corpo, e não o local onde ele está empacotado. Assim, uma bola, por exemplo, tem seu próprio volume esférico. Se ela estiver em uma caixa, existirá o volume do objeto e da caixa, separadamente.

Por outro lado, ao avaliar o volume da bola dentro da caixa, avaliando como ela ocupa aquele espaço e qual o seu peso, passa a ser uma análise de cubagem.

Ainda, quando você realiza o cálculo definitivo e encontra o total cúbico da mercadoria total, basta converter para quilos, encontrando o peso cubado do objeto.

Para que serve a cubagem?

A cubagem é um cálculo que serve para ajudar no planejamento de carregamentos e na definição correta do preço do frete.

Em um primeiro momento, esse conceito atende a dois objetivos principais:

  • evitar que uma carga fique muito volumosa, mas com baixo peso;
  • evitar que uma carga fique pouco volumosa, mas com muito peso.

Na primeira situação, o veículo atenderá ao limite de volume, mas não estará carregando sua capacidade máxima de peso, desperdiçando o seu potencial.

Enquanto isso, um envio com pouco volume, mas muito peso, impede que outras mercadorias sejam colocadas no mesmo transporte, pois ele terá atingido seu total em bagagem.

Ambas as situações podem trazer prejuízos financeiros para o negócio, pois ele não terá aproveitado o frete por completo.

Isso acontece porque se basear apenas nas dimensões do produto não indica, exatamente, como seu espaço pode ser ocupado.

Nesse caso, calcular a cubagem permite avaliar as duas unidades juntas, e não separadas, como no exemplo da bola. Em vez de elaborar uma estratégia pensando apenas no volume que uma bola tem, o conceito leva em conta a caixa onde ela está e como ambos se relacionam.

Além disso, essa conta também serve como base para calcular o frete. Após encontrar o peso cubado, você poderá ver se precisará de mais transportes para enviar a venda, ou o quanto ela compromete seu veículo.

Quando usar a cubagem?

O uso da cubagem é indicado antes de qualquer envio de mercadoria e precificação de frete.

Esse cálculo é especialmente interessante para pessoas com loja virtual, e trabalham com vendas online, onde precisam despachar as compras de maneira física.

Nesse caso, é recomendável avaliar os aspectos do produto antes de montar os envios. Por exemplo, a compra de um móvel tem uma cubagem maior, pois seu peso e volume são mais elevados.

Assim, o frete proposto ao comprador também aumenta, pois o veículo que transporta esse produto precisa ser adaptado, ou, muito possivelmente, não poderá levar outras mercadorias junto.

Por isso, vale a pena considerar esse cálculo antes de planejar os seus fretes.

Grandes negócios, ou lojas que possuem um alto volume de vendas, também se beneficiarão com essa conta, por conseguiram organizar as mercadorias de maneira mais estratégica.

Qual a importância do cálculo da cubagem?

A cubagem é importante para que o gestor possa ter um melhor controle dos seus custos e melhorar a gestão logística da sua empresa.

Com essa fórmula, o setor de entregas poderá ter um entendimento mais real sobre a capacidade da sua frota, bem como suas limitações de peso e volume.

Dessa forma, poderá distribuir as entregas de maneira mais eficiente, aproveitando todo o seu potencial e reduzir os custos de enviar mais um veículo, por exemplo.

Nesse caso, a cubagem é um cálculo que não apenas permite otimizar os envios e transporte de mercadorias, como também permite diminuir os gastos da empresa.

Com uma logística apropriada, é possível enviar as mercadorias com mais rapidez e cuidado, evitando danos ao produto.

Consequentemente, você também poderá melhorar a experiência do seu cliente, trazendo um bom custo-benefício para suas operações e para o público.

Como realizar o cálculo da cubagem?

O cálculo da cubagem de um produto é simples, e depende apenas de algumas informações sobre a mercadoria.

Inicialmente, a fórmula mais utilizada é:

Cubagem = Comprimento x Largura x Altura x Fator de cubagem.

Dessa forma, considera-se os três dados de inspeção da mercadoria, além do fator de cubagem.

Esse valor é um número constante, definido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que equivale a exatamente um metro cúbico (1 m³). 

Ou seja, o fator cubagem determina qual o peso ideal (kg) para preencher 1 metro cúbico do espaço de armazenamento do veículo de entrega (m³).

A própria ANTT definiu alguns fatores de cubagem para diferentes modais, COMO:

  • Fator rodoviário: 1m³= 300 kg;
  • Fator aéreo: 1m³= 166,7 kg;
  • Fator marítimo: 1m³= 1.000 kg.

Em seguida, se avalia as demais medidas para encontrar o total.

Exemplo prático

Considere uma mercadoria que pesa 1.500 kg, mas é composta por 3 caixas que medem, cada uma, 2,0 m de largura por 2,0 m de comprimento e 2,0 m de altura. Todas as caixas juntas ocupam:

Volume= 3 x (2,0x 2,0x 2,0) = 24 m³.

Nesse caso, é preciso transformar o volume em quilos, para encontrar o peso cubado. Basta multiplicar a metragem cúbica pelo fator de cubagem. 

Se o transporte for um caminhão, segundo a ANTT, o valor de 1m³ corresponde a 300 kg. Assim, o  peso cubado total do exemplo é de 24 x 300 = 7.200 kg.

Sendo assim, temos uma mercadoria que pesa 1.500 kg, mas ocupa o lugar de 7.200 kg dentro do caminhão. 

É por isso que a cubagem é importante, pois, agora, o cálculo do frete deve ser feito com base no peso cubado, sendo de 7.200 kg.

É importante destacar que você deve considerar sempre o maior peso. 

Se a mesma mercadoria tivesse peso cubado de 7,200 kg, mas o produto real apresentasse 9.000 kg, o preço de frete deve ser calculado pelo tamanho real, pois é mais pesado.

Ainda, vale lembrar que, na hora de fazer esses cálculos, é fundamental usar as mesmas unidades de medida para o volume.

Algumas empresas podem trabalhar com métricas diferentes, como gramas ou toneladas, em vez de quilos, ou centímetros, em vez de metros. 

Caso as unidades não combinem, a conta terá um resultado irreal. Por isso, sempre multiplique os valores para encontrar a conversão correspondente.

Como a cubagem afeta o valor dos produtos?

A cubagem pode afetar o valor dos produtos de duas formas, sendo por meio do frete e dos gastos que a empresa tem.

Em um primeiro momento, se o peso cubado for muito maior do que o valor normal, a precificação tende a aumentar, por conta do volume de transporte.

É o caso de móveis ou outras mercadorias mais complexas para montar. Se elas precisam ir em várias caixas, mesmo que seja um material leve, o frete ainda pode sair mais caro.

Alguns negócios, como estratégia de venda, podem optar por não cobrar frete, mas incluir o valor no total do produto. Dessa forma, ele sofre um aumento por conta do seu peso.

Enquanto isso, os gastos da empresa também precisam ser considerados.

Afinal, para transportar uma mercadoria, é preciso contratar fretes, pagar motoristas e ter uma frota com a devida manutenção.

Se o produto tem um alto peso cubado, ele pode impedir o envio de outros produtos no mesmo caminhão, por exemplo, demandando duas viagens. Isso aumenta os custos que a empresa tem, por conta de uma mercadoria que prejudica a sua logística.

Sendo assim, existe a possibilidade do produto sofrer um aumento de valor, com base nos gastos que o negócio tem para enviá-lo.

Embora não seja um cálculo diretamente relacionado com as despesas para fazer a mercadoria, por exemplo, a cubagem é um balanço que pode alterar o preço dos seus produtos.

O que acontece se não fizer o cálculo da cubagem?

As consequências de não fazer o cálculo adequado da cubagem são variadas, desde a cobrança injusta de frete, até impactos mais significativos para a sua empresa.

Caso a mercadoria tenha um peso maior do que o real, você pode sair no prejuízo ao não considerar esse fator na sua precificação.

Além disso, o envio dos produtos deve seguir uma série de regras de segurança determinadas pela ANTT e outros órgãos de fiscalização.

Se o seu transporte for interceptado com volume ou peso acima do permitido, você pode receber multas ou até mesmo ter suas atividades suspensas, com os itens apreendidos.

Por isso, é importante estar atento para a logística das suas entregas, e isso só pode ser feito com a ajuda da cubagem.

Como a tecnologia pode ajudar?

Para otimizar o seu cálculo de cubagem e precificar corretamente as suas vendas, é possível contar a tecnologia para te ajudar, por meio de ferramentas como um sistema de roteirização de entregas.

Essa pode ser a solução ideal para evitar problemas de análise e adequação dos produtos no seu transporte.

Além disso, um software especializado ajuda a organizar os tamanhos com maior precisão, fornecendo todas as informações volumétricas de maneira automática, sem a necessidade de cálculos manuais.

Ainda, a tecnologia também pode te ajudar a conhecer melhor os veículos que realizam suas entregas, conhecendo a capacidade da frota, disponibilidade dos motoristas e outros fatores que organizam melhor as suas rotinas de entrega.

Por isso, vale a pena contar com um sistema automatizado para calcular a cubagem dos seus itens e te auxiliar na organização estratégica deles.

Dessa forma, você poderá ter menos custos, e contar com uma gestão ainda mais profissional para o seu negócio.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.