E-commerce

O que é SKU do produto e como fazer gestão de mercadorias na sua loja virtual

Aprenda o que é SKU

Veja o que você irá encontrar neste artigo

É preciso pensar também em soluções que auxiliem a gestão do seu negócio, certo? Por conta disso, é muito importante ficar por dentro de estratégias e conceitos que ajudem no seu dia a dia de trabalho, inclusive impactando os resultados da sua loja e a experiência dos seus consumidores.

A gestão de estoque é tão importante para um e-commerce quanto as definições de preços e ofertas que ele oferece aos seus clientes. Afinal, é esse controle que permite a construção de um negócio de sucesso a longo prazo. Sem isso, as vendas podem ser boas por um tempo, mas dificilmente vão ter duração. Por isso, é importante se familiarizar com conceitos diversos de gestão, como saber o que é o SKU dos produtos da sua loja.

A sigla para Stock Keeping Unit (que pode ser traduzido como Unidade de Manutenção de Estoque) é uma das ferramentas mais eficientes para a gestão das suas mercadorias. Especialmente para um negócio que está começando a crescer ou que oferece uma variedade de itens e produtos para os seus clientes, é interessante construir mecanismos que otimizem o trabalho de gestão e controle.

Mas, afinal, o que significa esse código na prática? Quais são os benefícios para o seu negócio? Qual é a diferença, por exemplo, entre o SKU e o código de barras no seu dia a dia? E, mais interessante, como criar esse o SKU dos seus produtos e quais erros evitar? O que acha de esclarecer todas essas dúvidas? Então é só continuar a leitura do conteúdo para saber mais. Confira!

O que é SKU do produto?

O SKU de um produto nada mais é do que um identificador único e exclusivo para um item vendido por uma loja. São códigos criados pelos próprios donos do negócio, ou seja, cada lojista cria o seu tipo de categorização, não sendo um código universal. O que funciona para a loja A não vai ser, necessariamente, o mesmo SKU utilizado pela loja B, por mais que os produtos identificados sejam os mesmos.

A ideia principal desse conceito é conseguir criar uma diferenciação entre os itens de uma loja, permitindo que o gestor tenha um maior controle, por exemplo, sobre os níveis de estoque de cada produto no seu negócio. Para fazer isso, então, é comum definir algumas características e os seus respectivos códigos, como preço, fabricante, cor, estilo, tipo e tamanho.

Isso significa que um produto pode ter uma sequência muito similar a de outro, mas se tiver uma cor diferente, por exemplo, vai ter algum indicador dentro do seu SKU mostrando essa diferença. Para saber a fundo o que é um SKU de um produto, é preciso compreender as suas principais características:

  • Código único para cada lojista, não é uma identificação universal;
  • O código é composto por números e letras;
  • Não existe um tamanho específico, mas o ideal é não passar de 8 dígitos.

Muito simples, não é mesmo? Basta seguir esses pontos de acordo com os produtos vendidos pela sua loja para garantir um controle maior do estoque. Assim, é mais fácil identificar, por exemplo, quando um produto está faltando de forma mais precisa e segmentada. Mais do que uma tarefa de controle interno, o SKU de um produto é uma prática que todo empreendedor deve implementar em seu negócio.

Para que o SKU do produto é usado?

Mas por que você deve se preocupar com a criação de um código? Não vai dar muito trabalho? A ideia é exatamente o contrário: por mais que no início gere uma tarefa maior para definir quais são os critérios do SKU da sua loja, é um código bastante útil para o dia a dia de trabalho. Ele vai servir como um guia para a gestão do estoque de um negócio.

Na prática, isso representa uma produtividade ainda maior, já que o empreendedor consegue identificar, apenas com o código, quais são os itens específicos que estão, por exemplo, faltando em seu estoque. Esse planejamento prévio garante maiores chances de encontrar um erro ou uma necessidade de reposição antes que se torne uma dor de cabeça para o seu negócio.

Quer um exemplo? O estoque de blusas amarelas da sua loja pode estar cheio, mas o SKU não vai mostrar apenas isso, e sim quais tamanhos que estão em falta no seu estoque. A partir da análise dos SKUs, você identifica uma necessidade de reposição e pode entrar em contato com seu fornecedor para evitar que essa ausência de blusas amarelas em um tamanho específico represente menos oportunidades de venda para a sua loja.

Quais os benefícios do SKU do produto?

Agora que você já sabe o que é o SKU do produto, que tal entender como a definição desse código na sua loja pode gerar uma série de benefícios não apenas para o seu negócio, mas também para os seus consumidores? Confira!

Melhor controle do estoque

O primeiro benefício que o SKU proporciona para a sua loja é o melhor controle do estoque. Como falamos acima, você passa a visualizar exatamente o que está faltando e o que está sobrando. Pode ajudar não apenas a fazer um novo pedido para evitar o esvaziamento, mas pode ajudar a construir estratégias mais eficientes de validação de produtos vendidos pela sua loja.

Um exemplo disso é identificar se um produto é sazonal ou não, por exemplo. O SKU também pode ser utilizado para ter mais precisão ao identificar que um dos produtos da sua loja não está sendo vendido como o esperado. Enfim, o gestor consegue ter um controle maior de tudo o que está entrando, saindo e os níveis de cada um deles ao longo do período a ser analisado.

Maior produtividade

Na prática, o SKU também representa maior produtividade para o lojista. Em vez de ficar procurando por um código aqui ou ali, vasculhar o estoque, você pode saber exatamente qual item está sobrando ou faltando apenas a partir da conferência desse código. No dia a dia, isso vai significar uma produtividade muito maior, permitindo que você e a sua equipe se concentrem em ações mais estratégicas.

Você não vai precisar ficar de olho ao longo de uma manhã na busca por um produto, por exemplo. Tudo vai ficar mais fácil de ser identificado, utilizando um único sistema para reunir todas essas informações. Assim, na hora de realizar o planejamento estratégico do seu negócio, você vai ter todos os dados em uma plataforma, permitindo que você tome as decisões mais embasadas e estratégicas.

Menos custos de negociação

Quando o planejamento é feito com antecedência, é mais fácil conseguir negociações mais atrativas para o seu negócio. A lógica é muito simples, enquanto o fornecedor pode cobrar preços mais altos para entregar um produto com urgência, esse controle eficiente do seu estoque possibilita identificar sempre o melhor momento de fazer um novo pedido para atender a demanda da sua loja e não impactar tanto os seus recursos.

Na prática, o controle do seu estoque permite um planejamento mais amplo e organizado, identificando exatamente quais são as necessidades específica de cada período para, assim, negociar preços melhores com seus fornecedores. Além disso, a tendência é que a relação com seu fornecedor também melhore, os prazos passam a ser respeitados e as duas partes ficam satisfeitas.

Melhor serviço ao consumidor final

No fim, todos os pontos listados acima representam um grande benefício específico: a melhor experiência do consumidor final. Com mais organização nos mínimos detalhes, a sua loja não vai deixar que um produto falte e impeça, por exemplo, a entrega para um cliente. O controle é feito de perto, garantindo que tudo o que está sendo comercializado no seu site, de fato, esteja disponível em seu estoque.

Evitando esse tipo de insatisfação, você contribui para a maior conversão e fidelização de clientes. Além disso, aumenta as oportunidades de vendas, evitando a frustração dos consumidores com uma compra que não é finalizada, por exemplo. Ou seja, por mais que pareça um conceito benéfico apenas para a área de gestão da sua loja, o SKU do produto tem um impacto direto na satisfação dos seus consumidores.

Qual a diferença entre SKU e código de barras?

Mas você precisa fazer um SKU e também ter um código de barras? Pode parecer confuso, mas os dois indicadores têm propósitos diferentes. Aliás, eles têm uma estrutura diferente. Lembra que mais acima falamos sobre as características do SKU? Pois bem, o código de barras segue a mesma regra, mas tem as suas características específicas que o diferenciam bastante:

  • Código universal, ou seja, o produto tem o mesmo código em todas as lojas;
  • O código é composto apenas por números;
  • Varia entre 12 e 13 números em sua composição.

O mais importante nessas diferenças está na sua utilização. Enquanto o SKU é exclusivo de cada lojista e serve apenas para a gestão de um negócio próprio, o código de barras é o mesmo para todos os lojistas. Enquanto o SKU da blusa amarela, por exemplo, é diferente em cada e-commerce, o código de barras é o mesmo. Além disso, ele é criado em outras etapas, não deve ser uma preocupação do lojista que adquiri o produto.

Como criar um SKU do produto?

Mas, na prática, quais devem ser os critérios utilizados para criar o SKU dos produtos da sua loja? Que tal conferir algumas dicas?

Considere as informações essenciais

Antes de mais nada, é preciso definir quais são as informações e características essenciais que vão ser analisadas para montar o SKU dos produtos da sua loja, como preço, tamanho, cor ou outras variações. Isso vai depender também da sua preferência para ter maior controle e, é claro, o tipo de negócio que você tem e os produtos que são comercializados.

Siga uma sequência lógica

É fundamental construir uma sequência lógica na hora de montar o SKU, até mesmo para facilitar o entendimento de outros profissionais que trabalhem com você. Até mesmo porque a ideia é facilitar o dia a dia, não é mesmo? Caso crie um código muito complexo, isso pode representar mais dores de cabeça do que qualquer outra coisa.

Crie um código para cada produto

Já falamos algumas vezes ao longo desse artigo, mas é sempre bom repetir: o código SKU deve ser exclusivo para cada produto. E isso significa que cada uma das suas particularidades também deve ser alterada. Uma loja de velas, por exemplo, precisa diferenciar as essências ou o seu tamanho. Enfim, o importante é que cada item tenha o seu código alfanumérico exclusivo.

Crie variações

Quanto maior for o estoque da sua loja, mais variações você deve criar. E quanto maior for a similaridade entre os produtos, mais importante são as variações, garantindo que nenhum item acabe confundido. Voltando ao exemplo da camisa, um modelo com gola V deve ter um código específico, enquanto a gola careca precisa ter outro para evitar qualquer tipo de confusão.

Conte com uma ferramenta específica

Para negócios que estão crescendo mais, pode ser importante dar um passo mais profissional. E isso significa buscar por ferramentas exclusivas que ajudem não apenas a montar o SKU dos seus produtos, mas também o gerenciamento diário do seu estoque.

Exemplos de SKU do produto

Que tal conferir um exemplo prático de como fazer o SKU dos produtos da sua loja? Para isso, vamos imaginar que você vende roupas, tudo bem? Vamos usar como exemplo uma camisa fornecida por um mesmo fabricante, mas que tem diferentes tamanhos e cores. Confira:

Categoria | Código | Cor do item | Código | Tamanho do item | Código | SKU

Camisa X | | A1 | | Vermelha | | B2 | | G | | 011 | | A1B2011

Camisa X | | A1 | | Verde | | B3 | | M | | 012 | | A1B3012

Camisa X | | A1 | | Preta | | B4 | | P | | 013 | | A1B4013

Camisa X | | A1 | | Vermelha | | B2 | | M | | 012 | | A1B2012

Camisa X | | A1 | | Azul | | B5 | | P | | 013 | | A1B5013

Viu? Não é tão complexo construir o código SKU dos produtos da sua loja. Agora é só você seguir as dicas que listamos mais acima, comparar com esse exemplo da “Camisa X” e colocar em prática para garantir o maior controle do seu estoque.

Quais os erros a serem evitados?

Além de entender como construir o SKU dos seus produtos, é importante sempre ficar de olho em alguns cuidados e boas práticas. O que acha, então, de saber quais são os erros que precisam ser evitados nessa tarefa? Separamos alguns tópicos relevantes que podem facilitar a sua rotina:

  • Não repita o SKU em outros produtos: lembra que falamos da exclusividade do código SKU? É essencial que cada item tenha um SKU exclusivo, sem que isso se repita com outros produtos, mesmo que sejam do mesmo fabricante e tipo, é preciso criar diferenciações claras, como o tamanho de uma blusa ou a cor de uma bermuda. Cada item deve ter a sua combinação alfanumérica única;
  • Evite caracteres especiais: outro ponto importante é evitar o uso de caracteres especiais, principalmente por se tratar de um código alfanumérico, o que pode gerar desafios até mesmo de controle ou erro com a ferramenta que você estiver utilizando;
  • SKU é diferente de código de barras: mais acima também explicamos a diferença entre esses dois indicadores, certo? É preciso entender isso e garantir que você ou a sua equipe não acabem confundindo o propósito de cada um deles. Os dois são itens complementares para a gestão do seu e-commerce e não podem ser repetidos em hipótese alguma;
  • Não utilize números de fornecedores ou fabricantes: de acordo com o desenvolvimento do seu negócio, pode ser que o fornecedor de um produto da sua loja acabe sendo substituído e, por isso, você deve evitar utilizar códigos fornecidos por terceiros. Todo o trabalho deve ser feito internamente, com definição do código SKU por você e a sua equipe.

Em um mercado tão competitivo, parte fundamental para o sucesso de um negócio está justamente na sua capacidade de gestão. Para os empreendedores que vão se diferenciar, por exemplo, o controle interno representa maior produtividade e entrega de uma experiência melhor aos seus clientes. E o SKU é um dos métodos mais eficientes para garantir que isso aconteça no seu negócio.

Além de conhecer mais sobre o que é o SKU do produto, um empreendedor de sucesso precisa buscar por outras formas de aprimorar o seu negócio. Um exemplo é correr atrás de outras formas de aprendizado para potencializar as suas vendas, não acha?

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Artigos relacionados

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.