Marketing

Marketing multinível: o que é? Quais empresas praticam?

Imagem ilustrativa de marketing multinível

Veja o que você irá encontrar neste artigo

O marketing multinível é um modelo de negócio que existe desde os anos 60. Ao contrário do esquema de pirâmide, ele é legal e é praticado por várias empresas de diferentes segmentos no mundo todo, como Herbalife, Jequiti e Tupperware.

Muito provavelmente você conhece alguma pessoa que representa uma marca e seus produtos, mas que recruta outros vendedores para fazer parte disso também. Provavelmente você também deve achar que o nome dessa prática é pirâmide, certo? 

Caso sua resposta seja sim, tudo bem, essa confusão é muito comum entre as pessoas. Porém, na realidade, o nome disso é marketing multinível.

Uma das áreas mais complexas do marketing, o marketing multinível muitas vezes têm participantes que podem ser bem insistentes – o que acaba criando uma certa repulsa pelas pessoas. E esse é um dos pontos para ele não ser tão bem compreendido.

Aqui no Brasil, várias são as empresas que usam essa prática para venderem seus produtos – porém, ela é comum no mundo todo. E o melhor de tudo é que, hoje, tanto a venda quanto o recrutamento podem ser feitos pela internet. Inclusive, saber como vender online é fundamental nos dias atuais.

Por essa presença tão constante do marketing multinível e também pela falta de compreensão por parte da população, este texto vem para explicar exatamente o que é esse tipo de marketing, bem como mostrar como ele funciona na prática.

O que é marketing multinível? 

O marketing multinível foi criado mais ou menos nos anos 1960 nos Estados Unidos. Seu principal objetivo era funcionar como um modelo de remuneração para que os participantes se sentissem motivados a vender produtos e serviços cada vez mais.

Ele é um modelo de negócio em que uma pessoa tem lucro tanto com a revenda de um produto ou serviço quanto pela formação de sua própria equipe de vendas – que, por consequência, também formarão suas equipes. Por isso, o marketing multinível também é chamado de marketing de rede.

Esse tipo de marketing está previsto na lei, visto que as empresas praticantes são associadas à ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas) e cumprem com o Código de Ética.

Como funciona o marketing multinível?

O ponto principal do marketing multinível é fazer com que seus participantes formem uma rede de outros participantes que comercializem os produtos ou serviços de uma marca. Dessa maneira, formam-se diversos níveis dentro da estrutura.

Cada membro da rede é remunerado de dois jeitos:

  1. Pela venda dos produtos aos consumidores que estão fora da rede;
  2. Pelos novos participantes da rede.

Cada responsável pela sua rede busca incentivos para que seus membros se mantenham motivados a permanecer nela. Logo, a capacitação da rede fica a cargo desse responsável também.

Diante disso, é possível compreender que o marketing de rede tem um grande papel para quem quer ser dono de seu próprio negócio. E isso para as duas pontas: o vendedor, que não precisa entrar com um grande investimento, e o investidor, que melhora o seu time cada vez mais e, assim, é remunerado por isso.

Para crescer na rede é preciso trabalhar

Dentro do marketing de rede, as pessoas despendem de um grande esforço para que os produtos e/ou serviços sejam vendidos e também para que novos vendedores façam parte da sua rede. 

Ambas as situações geram lucro, só que a primeira gera lucro direto e, a segunda, lucro indireto (através da comissão residual, ou seja, uma comissão é paga para quem recrutou o vendedor que realizou determinada venda).

Diante disso, compreende-se que quanto mais redes existirem abaixo de alguém, mais esse alguém irá receber. E para que isso aconteça, muito trabalho é envolvido, como treinamentos, suporte para dúvidas, premiações, etc.

Como diferenciar a pirâmide de marketing multinível? 

Agora que você já sabe o que é marketing multinível, é hora de respondermos a seguinte questão: marketing multinível é pirâmide?

Antes de qualquer coisa, tenha em mente que essas duas coisas não são iguais. Enquanto o marketing multinível tem o lucro com a venda de produtos, o esquema de pirâmide é baseado em falsas promessas de dinheiro rápido e fácil – além da prática ser ilegal.

No caso da pirâmide, muitas vezes os membros precisam pagar uma taxa só para fazerem parte da rede, sem que esse valor seja revertido em mercadorias físicas. Sendo assim, não é raro que esses produtos não existam, já que os participantes são remunerados apenas com a indicação de outros participantes.

Quando você tiver alguma dúvida se uma proposta é marketing multinível ou pirâmide, se faça as seguintes perguntas:

  • O produto a ser vendido é real? As pessoas têm interesse nele? Pessoas fora da rede comprariam isso?
  • O lucro parece exorbitante ou está dentro de uma realidade normal?
  • O dinheiro que entra na rede vem das vendas ou do recrutamento de novos membros?
  • A pessoa é obrigada a comprar os produtos de forma antecipada? E se ela não quiser mais fazer parte da rede, há a possibilidade de devolução?
  • Para que alguém faça parte da rede, é cobrado um valor acima do praticado normalmente?

Com as respostas dessas perguntas definidas, você já vai ter uma noção do que a oportunidade se trata.

Dicas para aplicar marketing multinível

Se você pensa em fazer parte de alguma rede de marketing multinível, algumas dicas são importantes:

  • Participar de eventos e treinamentos de forma constante;
  • Usar produtos da empresa que você representa;
  • Manter atualizada sua lista de possíveis novos revendedores;
  • Chamar pessoas para falar sobre seu produto em reuniões;
  • Acompanhar a concorrência.

Seguindo esses pontos, com certeza você já estará no caminho para o sucesso dentro desse ramo do marketing.

Saiba quais são as vantagens de trabalhar com esse modelo

Trabalhar com marketing multinível pode trazer diversas vantagens às pessoas. Conheça algumas:

Autonomia para trabalhar

Quando você trabalha com vendas, há a possibilidade de seu horário de trabalho ser flexível – até porque quando se entra numa rede de marketing multinível, você já sabe mais ou menos quantas horas quer trabalhar por dia.

Além do mais, você também vai ter o controle do produto que será comercializado, tal qual o público que se quer atingir. Assim, você já vai direto em quem tem grandes chances de efetuar uma compra.

Só não se esqueça de que quanto mais se trabalha, mais é remunerado.

Modelo escalável de ganhos

A característica mais evidente do marketing multinível é o modelo em escala que esse trabalho possui.

Em outras palavras, se você recruta um novo vendedor e esse, por sua vez, recruta mais um (e assim sucessivamente), os seus ganhos serão relacionados a todas essas pessoas. Logo, quanto mais gente estiver atrelada a sua rede, maior a sua remuneração.

Um ponto importante a ressaltar aqui é que esse tipo de marketing foca muito mais nos ganhos com as vendas do que com o recrutamento de novos vendedores. Isso torna toda a prática muito mais sustentável e justa.

Não há despesas fixas

Muitas pessoas têm o sonho de ter o seu próprio negócio, mas, na maioria das vezes, não possuem o dinheiro necessário para iniciá-lo. Com o marketing multinível, a realização desse sonho torna-se muito mais fácil, pois não exige muito investimento.

Outra grande vantagem desse modelo de negócio é com relação às despesas fixas que uma empresa demanda, como luz, água, internet, entre outras. Aqui, a pessoa precisa apenas cumprir suas funções, que é vender certo produto ou serviço e recrutar novos membros para a rede.

Conheça 5 empresas que trabalham com marketing multinível

Gostou do que leu até aqui e se interessou em entender mais do marketing multinível na prática? Então conheça 5 empresas que praticam esse modelo de negócio aqui no Brasil. 

Além de serem reconhecidas no mercado, todas elas são certificadas para atuarem na área pela ABEVD.

Jequiti

A rede Jequiti é uma empresa que trabalha com produtos de beleza e perfumaria e que vem ganhando grande destaque entre os brasileiros – fora o fato de ser de propriedade do Grupo Silvio Santos.

Uma das mais promissoras no nicho do marketing multinível, a Jequiti além de oferecer comissões aos seus vendedores, também oferece a oportunidade a eles de irem aos programas do SBT, como o Roda a Roda Jequiti, e serem premiados com itens que podem chegar até R$ 1 milhão.

Herbalife 

A Herbalife é uma das maiores empresas do ramo de nutrição e emagrecimento do mundo e já atua no mercado há mais de 40 anos.

Além do foco na perda de peso, a empresa também trabalha com outros produtos, como:

  • Suplementos alimentares para aumentar a massa muscular;
  • Itens para manter a forma;
  • Itens para desintoxicar o organismo;
  • Artigos para ter uma alimentação mais leve e saudável.

Mary Kay 

A Mary Kay foi fundada em 1963 e ocupa a 6ª posição no ranking de maiores empresas do mundo em marketing multinível.

A empresa atua no segmento de beleza e, apesar de ter um preço menor que concorrentes como Natura ou Avon, a qualidade de seus produtos é surpreendente – não à toa que tem chamado bastante a atenção entre os seus clientes.

Um grande diferencial da Mary Kay com as demais empresas de marketing de rede é o carro rosa oferecido como recompensa àqueles vendedores que já chegaram no mais alto nível.

Tupperware 

Uma das marcas que mais se destaca quando o assunto é marketing multinível, a Tupperware já está no mercado há mais de 60 anos e trabalha com mais de 30 linhas de produtos para casa e cozinha – e o destaque vai para os potes.

Mesmo tendo sido fundada nos Estados Unidos, as vendas de Tupperware já tem grande fama e aderência no Brasil.

Aloha Life

A Aloha Life trabalha desde 2017 com produtos feitos com óleos essenciais naturais, livres de parabenos e vaselina. Com a alta adesão desses itens, a marca cresceu consideravelmente nos últimos anos – e em boa parte por conta do marketing multinível.

Hoje, a empresa extrai os óleos das plantas a partir de folhas secas, flores, raízes e cascas.

Mesmo que esteja cercado de inúmeras polêmicas, o marketing multinível é um modelo de negócio que pode ser muito vantajoso às pessoas – principalmente se elas gostam de vender e trabalhar de maneira mais livre.

Para que os membros de uma rede possam ter sucesso em sua carreira, é imprescindível que eles estejam sempre em treinamento e, o mais importante, que não sejam insistentes com seus clientes na hora da venda. Afinal, esse é um dos pontos que fazem com que as pessoas não aceitem tão bem esse marketing.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Tenha um site pronto para sua loja vender!