Marketing

Como criar excelentes parcerias para o seu negócio?

Aprenda como fazer parcerias

Veja o que você irá encontrar neste artigo

No varejo, nem sempre a briga constante com a concorrência pode ser o que irá te garantir mais lucratividade. Por vezes, aprender como fazer parcerias é uma ação que traz muito mais assertividade, público e conversões. Então, está na hora de conhecer mais sobre essa estratégia!

Quando se está pensando em formas de aumentar o seu faturamento ou conquistar mais público, certamente surge a ideia de como fazer parcerias que pudessem ajudá-lo nessa empreitada.

Afinal, um apoio conjunto pode ser a alternativa ideal para aumentar a força de trabalho e ter resultados mais rápidos, com um baixo custo e, ainda, garantindo benefícios na divulgação e na alimentação da base de contatos.

As parcerias comerciais são opções vantajosas para empresas que desejam conquistar mais clientes e tornar a ação mais robusta. Mas, achar os parceiros certos nem sempre é fácil.

Por isso, nós preparamos esse guia. Agora, você vai aprender as melhores práticas para encontrar um parceiro comercial que te traga resultados concretos.

Qual a importância de uma boa parceria?

Uma boa parceria é aquela que oferece benefícios a todas as partes. Caso contrário, seria apenas uma ajuda.

Por isso, podemos determinar que, a premissa básica desse tipo de associação, é garantir que as empresas envolvidas vão colher os resultados que devem ter sido expostos em um planejamento inicial.

Esses resultados podem ter objetivos diversos. Os principais são:

Melhorar os custos de aquisição de produtos

Quando se tem bons parceiros comerciais, você conquista algumas vantagens estratégicas, como conseguir adquirir produtos com preços mais competitivos.

Ter um apoio externo para credibilizar a sua atuação pode abrir portas para novos fornecedores, que terão capacidade produtiva e de alimentação de linhas muito maiores.

Expandir os potenciais da marca

A união entre duas empresas com objetivos mútuos pode beneficiar a consolidação e expansão dos potenciais de ambas as marcas. Isso porque, uma impulsiona a outra.

Se os segmentos forem diferentes, então, essa parceria pode abrir um novo mercado, trazendo ainda mais clientes em potencial.

Alcançar ainda mais público

Outro ponto importante de aprender como fazer parcerias, é para conseguir alcançar mais público.

Como dito no tópico anterior, a união de duas empresas pode expandir o campo de atuação. Consequentemente, levar o nome da marca para um público que, inicialmente, não era o seu.

Desses, será possível transformá-los em consumidores reais, caso haja uma identificação com a atuação da empresa e outros pontos que justifiquem o interesse e a real conversão.

Multiplicar as vendas

Para complementar a informação prévia, podemos pensar de uma maneira bastante simples, mas, ao mesmo tempo, bem lógica: se mais pessoas conhecem a sua empresa e seus produtos, maior é a chance de alguém comprar.

Quanto mais público o seu negócio tem, mais você terá oportunidade de realizar um trabalho de marca.

Com isso, reforçar a sua atuação em seu pensamento, para que eles se lembrem de sua empresa no momento de efetivar a conversão.

Compartilhar metas

Por fim, um último bom motivo para se aprender como fazer parcerias, é poder trabalhar em conjunto. Se as partes compartilham suas metas, uma ajuda a outra a alcançá-las.

Isso pode tornar o esforço mais assertivo e direcionar melhor as ações. Pense nessa possibilidade!

Como criar excelentes parcerias para o seu negócio?

Como dito, uma boa parceria é aquela que traz vantagens para todas as empresas envolvidas. E, para que isso aconteça, é essencial que o seu planejamento individual esteja bem consolidado.

Para que você consiga oferecer benefícios que gerem o interesse de possíveis parceiros, é essencial que, primeiramente, você conheça qual a realidade do seu negócio.

A partir disso, é possível desenhar um projeto de parceria com objetivos frutíferos.

Veja algumas dicas que podem orientar o seu plano de ação:

Conheça o seu público-alvo

Se você está pensando em como fazer parcerias para melhorar a sua atuação e ter mais lucratividade, é essencial que inicie sabendo qual é o público que quer alcançar.

Ao realizar uma pesquisa sobre os seus possíveis clientes, você terá mais embasamento sobre os seus interesses.

Consequentemente, também conseguirá criar campanhas melhores direcionadas e, com isso, mais assertivas e rentáveis.

Além disso, ao determinar o público que você quer atingir, pode encontrar empresas que tenham o mesmo foco. Ou, que já sejam influentes nesse nicho.

Assim, consegue direcionar melhor as possíveis propostas de parceria comercial.

Verifique:

  • Os interesses do público;
  • Sua faixa etária;
  • A localização geográfica, entre outros detalhes.

Tenha uma persona bem definida

Outra ferramenta de marketing, que pode te ajudar no momento de pensar em como fazer parcerias, é definir a sua persona.

A persona é a representação fictícia do seu cliente ideal. Ela é criada a partir dos dados coletados de público e daquilo que você gostaria de oferecer pela sua empresa.

Unindo essas informações, é possível imaginar uma pessoa que consumirá os seus produtos, com detalhes especiais, como a sua profissão, se tem filhos, quais os tipos de conteúdo que a interessa, por exemplo.

Quando você sabe “como” e “para quem” quer vender, consegue criar campanhas mais inteligentes, que consigam, realmente, alcançar esse tipo de pessoa.

Conheça as necessidades da sua empresa

Um ponto essencial para definir a estratégia de expansão e de busca de parceiros para uma empresa, é saber, exatamente, o que se quer conquistar.

E isso é determinado com base nas necessidades do seu negócio.

Por exemplo, se você precisa aumentar o faturamento da sua organização, precisa de um parceiro que lhe traga mais clientes.

Se quer mais participação de mercado, o ideal é uma parceira que lhe ofereça influência.

Conhecendo a realidade da sua empresa, tanto financeira, quanto estratégica, você conseguirá escolher entre as opções mais válidas.

Liste parceiros em potencial

Após mapear os detalhes que, essencialmente, são a estrutura do seu negócio, fica bem mais fácil encontrar os parceiros que oferecerão os benefícios que você busca.

Ao mesmo tempo, aqueles que serão beneficiados pelo que você tem a oferecer.

Então, com os dados obtidos pela análise interna do seu empreendimento, faça uma lista com os possíveis associados.

Inclusive, reúna informações sobre eles, por meio de pesquisas de marketing, que englobam desde a sua atuação cotidiana, até os planos de expansão que podem vir a ter.

Quanto mais dados você tiver sobre esse parceiro em potencial, maior será a sua capacidade de negociar.

Não proponha nenhuma reunião sem ter informações para desenvolver uma conversa sólida e frutífera.

Além disso, organize e liste quais são as vantagens que você pode oferecer. Lembre-se que uma parceria deve oferecer benefícios mútuos.

E nenhuma empresa vai se interessar em se associar à sua, caso não perceba um valor imediato.

Entre em contato para fechar parcerias com empresas consolidadas

Após mapear e listar os possíveis parceiros, é hora de entrar em contato com eles. Para tanto, você pode se aproveitar de algumas estratégias:

  • Solicitar o apoio de um ponto de conexão, que pode ser um amigo em comum dos donos;
  • Falar com o responsável por meio dos canais de atendimento. Essa alternativa, apesar de válida, pode ser mais complexa, já que, antes de seu contato chegar à pessoa certa, passará por várias outras.

Faça reuniões claras e objetivas

Quando conseguir o contato e informar o objetivo da sua aproximação, marque uma reunião. Mas, tenha cuidado com isso: esse encontro deve ser muito bem organizado.

Isso porque, você não deve perder tempo ao propor a parceria. Sente-se e informe o seu interesse, demonstre as vantagens que podem alcançar e a expectativa vinda dessa união.

Não é necessário fazer rodeios e nem gastar o tempo de pessoas que, certamente, são tão ocupadas quanto você.

Tenha dados concretos do que essa parceria pode oferecer a ela e a deixe decidir.

Fique atento aos resultados

Caso conquiste o seu objetivo e feche uma parceria, se mantenha em constante avaliação sobre os resultados que essa união está gerando.

Afinal, por mais que o plano seja bom, nem sempre a execução é válida da mesma forma.

Por isso, não deixe de acompanhar os indicadores e se estão alcançando os objetivos que foram planejados.

Caso não estejam, é possível reorganizar as ações, de modo que a parceria conquiste os benefícios que levaram à união.

Ou, se notar que, apesar dos esforços, a associação não vai gerar nenhum fruto significativo, considere a possibilidade de acabar com a cooperação.

Já pensou em formar parcerias com lojas virtuais?

O comércio eletrônico, hoje, apresenta resultados positivos concretos. De acordo com o portal G1, o varejo digital cresceu 68% no período da pandemia.

Esse número tão expressivo demonstra que as empresas desse segmento estão desempenhando boas práticas nas plataformas de vendas. Logo, são interessantes parceiros em potencial.

No comércio online, as parcerias funcionam com o objetivo de crescimento mútuo: aumentar a presença de mercado, alcançar mais público, ter maior faturamento.

Por isso, é interessante se associar a lojas que possuam uma atuação complementar à sua. A falta de concorrência pode ser um incentivador para a criação de campanhas conjuntas.

Por exemplo, uma loja de eletrônicos teria diversos benefícios ao se tornar parceira de uma empresa de acessórios, como fones de ouvido, cases e carregadores.

Nesse sentido, é importante ter conhecimento sobre as boas práticas desse setor, como criar catálogos virtuais, aprender técnicas de copywriting, entre outras.

Como fazer parcerias com lojas virtuais?

Além de conhecer a realidade da sua empresa para encontrar a vantagem estratégica perfeita para oferecer a um possível parceiro, podemos dar algumas dicas voltadas, exclusivamente, para parcerias com lojas virtuais.

Isso porque, diferente de empresas que atuam em espaços físicos, as do segmento digital têm interesses e necessidades diferentes.

Analise o seu segmento de atuação

Quando estiver avaliando possíveis parceiros comerciais, analise bem qual é o seu segmento de atuação e como ele se posiciona diante do mercado.

Isso vai te dar embasamento para criar uma proposta de união e trabalho conjunto. Veja se é um possível concorrente ou se poderão trabalhar de modo complementar.

Encontre benefícios mútuos

Nenhuma empresa vai se associar à sua, caso não perceba um benefício concreto nessa parceria.

E, como você está buscando essa união, é importante que já tenha conhecimento sobre o que pode ser oferecido para conquistar, pelo menos, um interesse inicial.

Faça uma pesquisa sobre as empresas parceiras em potencial e veja quais são os seus pontos fortes e fracos. A partir disso, será possível encontrar um ponto em comum.

Defina bem as regras

Um ponto essencial que define a maneira correta de como fazer parcerias, é fazer contatos transparentes, claros e objetivos.

Caso você consiga entrar em acordo e fechar um apoio comercial, é essencial ter as regras dessa união bem determinadas.

Crie um contrato que estipula quais são as obrigações entre as duas partes, o que elas possuem de deveres nessa parceria e quais são as vantagens que podem conquistar.

Inclusive, já defina quais serão as ações que podem ser realizadas a fim de conquistar um benefício conjunto e, também, o que acontece em caso de suspensão da parceria.

Quanto mais explicadas as práticas forem, menores são as chances de problemas que podem resultar em prejuízos às partes.

Esteja sempre aberto à novas propostas e parcerias

Por fim, nunca feche as portas para possíveis parceiros comerciais, mesmo que já tenha escolhido um no momento.

Sempre há chance de diversificar os seus trabalhos e a união com outros negócios pode oferecer oportunidades diferentes.

Mas, lembre-se de verificar todos os detalhes do parceiro que está de olho. Afinal, o seu sucesso pode chamar a atenção de empresários que queiram apenas aproveitar as vantagens que união com a sua empresa ofereceria.

Vale a pena aprender como criar parcerias para o seu negócio?

Trabalhar em parceria com outras empresas, pode ser o que você tem procurado para melhorar a sua presença de mercado. Consequentemente, conquistar mais público e vender mais.

Por isso, é muito interessante aprender como mapear e escolher bons parceiros comerciais. E as dicas que trouxemos neste conteúdo poderão te orientar de maneira mais assertiva.

Uma última orientação que podemos dar, que seria um bônus para a criação do seu plano de ação estratégico, seria a de também ter a sua presença virtual.

Conheça a Bagy e saiba mais sobre como criar uma loja online para posicionar seu negócio na internet.

Jessica Azevedo

Marketing

Graduada em Turismo e pós graduada em Marketing Digital aplicado à Tecnologia da Informação. Tem na bagagem mais de 3 anos em SEO e tem como foco levar os melhores conteúdo para quem quer conhecer mais sobre o mercado digital.

Receba uma análise para impulsionar sua loja!

Preencha no nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas para melhorar suas vendas!

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.

Preencha nosso formulário para obter uma avaliação personalizada da sua loja e dicas exclusivas para melhorar suas vendas.